14 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

‘Ministros do STF que recebem auxílio-moradia burlam a norma constitucional’, diz Requião

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou em seu relatório provisório que põe “fim” ao auxílio-moradia, nesta quarta (14), que ministros do STF têm burlado permanentemente a normal constitucional para receber o benefício de R$ 4,3 mil por mês. Leia mais

14 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

Vaza relatório de Requião sobre auxílio-moradia

Para um bom entendedor, meia palavra basta. Uma imagem, então, vale mais do que mil palavras. Foi assim, por meio de signos, que o senador Roberto Requião (MDB-PR) vazou o “relatório” provisório sobre o auxílio-moradia. Leia mais

10 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

Congresso vai “afrouxar a tanga” no caso do auxílio-moradia para juízes e procuradores

Os juízes Marcelo Bretas e Sérgio Moro, símbolos do privilégio no judiciário, irão pular o carnaval felizes da vida. É que o Congresso Nacional vai “afrouxar a tanga” no caso do auxílio-moradia de R$ 4,3 mil pagos religiosamente todo mês à magistratura e cargos de Estado. Leia mais

9 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

Requião será relator do fim do auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para o judiciário

O senador Roberto Requião (MDB-PR) será o relator no Senado do fim do auxílio-moradia de R$ 4,3 mil para juízes, procuradores, promotores, conselheiros de contas, dentre outros servidores com carreira no Estado. O Blog do Esmael apurou que o parlamentar será ‘tão duro’ no relatório ‘quanto o juiz Sérgio Moro na lava jato.’ Leia mais

6 de Fevereiro de 2018
por esmael
10 Comentários

Mídia pressiona “pai do auxílio-moradia” pela punição de Lula no TSE

A Folha prevê o “endurecimento” de Luiz Fux, novo presidente do TSE, na aplicação da Lei da Ficha Limpa. Na prática, o jornalão afirma que o “pai do auxílio-moradia” vai deixar inelegível o ex-presidente Lula. Leia mais

6 de Fevereiro de 2018
por esmael
11 Comentários

O privilégio do auxílio-moradia é verdadeiro, mas o debate é falso

Concedi entrevista na manhã desta terça-feira (6) para Wellington Calasans e Romulus Maya, do programa Duplo Expresso, n’O Cafezinho. A eles, que estão baseados na Suécia e na Suíça, respectivamente, eu disse que o privilégio do auxílio-moradia é verdadeiro, mas o debate é fake (falso) porque se trata de chantagem da velha mídia para mostrar ao judiciário que manda na relação. Leia mais

5 de Fevereiro de 2018
por esmael
23 Comentários

‘Eles não têm auxílio-moradia’

“Sem auxílio-moradia, sem emprego e sem apoio fraterno de uma sociedade egoísta”, escreveu esta noite (5) o senador Roberto Requião (MDB-PR), ao legendar uma foto de vários moradores em situação de rua dormindo debaixo de uma marquise. Leia mais

5 de Fevereiro de 2018
por esmael
1 Comentário

Requião: “Na luta final pela soberania, só tememos a desonra”

O senador Roberto Requião (MDB-PR), em seu primeiro discurso na sessão do Senado de 2018, nesta segunda-feira (5), analisou a realidade do país hoje, mostrou a falácia da cobertura da mídia, que revela uma visão distorcida dos fatos, e convocou os brasileiros “à batalha pela reconquista da soberania nacional, a estar com do lado da Pátria, do Povo, ou se arrepender.” Leia mais

4 de Fevereiro de 2018
por esmael
59 Comentários

Requião afirma que juízes estão sendo ‘cuspidos’ depois de utilizados pela mídia

O senador Roberto Requião (MDB-PR) afirmou num vídeo publicado nas redes sociais, este domingo (4), que juízes e procuradores forma ‘cuspidos’ pela mídia depois de terem sido usado para o ‘trabalho sujo’ do golpe de Estado. “Primeiro com seu corporativismo primário foram usados como executores do plano entreguista”, disse o parlamentar. Leia mais

21 de novembro de 2016
por esmael
23 Comentários

Mauro Santayana: De santos e de juízes

moro_invasao_camaraA estúpida invasão do Parlamento, com a tomada do plenário da Câmara dos Deputados por um bando de imbecis – que davam vivas ao Juiz Sérgio Moro e pediam uma “intervenção” militar – não é um absurdo isolado no crescente cerco à Democracia e às instituições nacionais.

24 de julho de 2015
por esmael
12 Comentários

Requião exige abertura da “caixa-preta” dos salários de membros do Ministério Público

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), com base na Lei de Acesso à Informação, solicitou à Procuradoria de Justiça do Paraná (PGJPR) a relação de gastos do órgão com valores individualizados do subsídio de todos os promotores e procuradores de Justiça do Estado do Paraná nos últimos 12 (doze) meses.

O parlamentar argumentou no expediente enviado ontem (23) ao procurador Gilberto Giacóia que “muito vem se falando e sendo divulgado pela mídia nos últimos meses acerca dos gastos estatais com salários de membros do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário”.

De olho no volume de benefícios recebidos pelos promotores e procuradores, como auxílios disso e daquilo, o peemedebista pretende divulgá-los nominalmente pelo Twitter e sua página na internet.

Na verdade, Requião quer dar o troco no Ministério Público que esta semana, segundo ele, requentou denúncia antiga sobre gasto insuficiente na saúde durante seu governo, entre os anos de 2003 e 2007. O senador considerou “molecagem” do MP e acusou o jornal Gazeta do Povo de estar a serviço do governador Beto Richa (PSDB), que voltou a anunciar nos veículos do grupo RPC TV.

A política de enfrentamento que Requião faz chama a atenção, sobretudo da base governista em Brasília, em momento que o PT está nas cordas. “Ah, se o PT tivesse um, um só Requião!”, suspirou esta semana Paulo Henrique Amorim um dos porta-vozes contrários à judicialização e criminalização da política no Brasil.

A seguir, leia a íntegra do documento que pede a abertura da “caixa-preta” no Ministério Público do Paraná:

SENADO FEDERAL

GABINETE DO SENADOR ROBERTO REQUIÃO

Brasília-DF, 23 de julho de 2015.

Ofício nº 137/2015

Excelentíssimo Senhor Procurador Geral de Justiça,

Muito vem se falando e sendo divulgado pela mídia nos últimos meses acerca dos gastos estatais com salários de membros do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.

Desta feita, com fulcro na Lei de Acesso a Informações Públicas – Lei nº 12.527/2011, requer-se informação sobre:

1) TODOS os gasto efetuados nos últimos 12 (doze) meses com recursos do Ministério Público;

2) Os valores individualizados do subsídio de TODOS os promotores e procuradores de Justiça do Estado do Paraná nos últimos 12 (doze) meses, incluindo, de forma devidamente discriminada, todas as verbas percebidas à titulo de benefícios e vantagens, tanto as estipuladas pelo art. 141 da LC Estadual nº 85/1999 – Lei Orgânica do Ministério Público Estadual (ajuda de custo, diárias, salário-fam