24 de julho de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Requião exige abertura da “caixa-preta” dos salários de membros do Ministério Público

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), com base na Lei de Acesso à Informação, solicitou à Procuradoria de Justiça do Paraná (PGJPR) a relação de gastos do órgão com valores individualizados do subsídio de todos os promotores e procuradores de Justiça do Estado do Paraná nos últimos 12 (doze) meses.

O parlamentar argumentou no expediente enviado ontem (23) ao procurador Gilberto Giacóia que “muito vem se falando e sendo divulgado pela mídia nos últimos meses acerca dos gastos estatais com salários de membros do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário”.

De olho no volume de benefícios recebidos pelos promotores e procuradores, como auxílios disso e daquilo, o peemedebista pretende divulgá-los nominalmente pelo Twitter e sua página na internet.

Na verdade, Requião quer dar o troco no Ministério Público que esta semana, segundo ele, requentou denúncia antiga sobre gasto insuficiente na saúde durante seu governo, entre os anos de 2003 e 2007. O senador considerou “molecagem” do MP e acusou o jornal Gazeta do Povo de estar a serviço do governador Beto Richa (PSDB), que voltou a anunciar nos veículos do grupo RPC TV.

A política de enfrentamento que Requião faz chama a atenção, sobretudo da base governista em Brasília, em momento que o PT está nas cordas. “Ah, se o PT tivesse um, um só Requião!”, suspirou esta semana Paulo Henrique Amorim um dos porta-vozes contrários à judicialização e criminalização da política no Brasil.

A seguir, leia a íntegra do documento que pede a abertura da “caixa-preta” no Ministério Público do Paraná:

SENADO FEDERAL

GABINETE DO SENADOR ROBERTO REQUIÃO

Brasília-DF, 23 de julho de 2015.

Ofício nº 137/2015

Excelentíssimo Senhor Procurador Geral de Justiça,

Muito vem se falando e sendo divulgado pela mídia nos últimos meses acerca dos gastos estatais com salários de membros do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.

Desta feita, com fulcro na Lei de Acesso a Informações Públicas – Lei nº 12.527/2011, requer-se informação sobre:

1) TODOS os gasto efetuados nos últimos 12 (doze) meses com recursos do Ministério Público;

2) Os valores individualizados do subsídio de TODOS os promotores e procuradores de Justiça do Estado do Paraná nos últimos 12 (doze) meses, incluindo, de forma devidamente discriminada, todas as verbas percebidas à titulo de benefícios e vantagens, tanto as estipuladas pelo art. 141 da LC Estadual nº 85/1999 – Lei Orgânica do Ministério Público Estadual (ajuda de custo, diárias, salário-família, auxílio moradia e gratificação adicional de férias), quando as eventuais outras que tenham sido incorporadas por legislações diversas, todos os valores correspondentes aos atrasados e todos os planos.

Em razão da importância e complexidade das informações solicitadas, cumpre esclarecer que as informações constantes no portal da transparência não são sufic Leia mais