29 de novembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Francischini quer expulsar do Solidariedade deputado mineiro dono helicóptero do “pó”

Deputado delegado Francischini, homem que prendeu o megatraficante colombiano Juan Carlos Abadia, quer a expulsão de Gustavo Perrella do Solidariedade; aeronave do parlamentar mineiro foi apreendida com 450 kg de cocaína; avião de rosca! voava abastecido com dinheiro público da Assembleia  Legislativa de Minas Gerais e do Senado.

Deputado delegado Francischini, homem que prendeu o megatraficante colombiano Juan Carlos Abadia, quer a expulsão de Gustavo Perrella do Solidariedade; aeronave do parlamentar mineiro foi apreendida com 450 kg de cocaína; avião de rosca! voava abastecido com dinheiro público da Assembleia Legislativa de Minas Gerais e do Senado.

O deputado federal Fernando Francischini (SDD), delegado da Polícia Federal licenciado, pelo Twitter, avisa que pedirá a expulsão do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD), de Minas Gerais, filho do senador Zezé Perrella (PDT).

“Vou pedir ao Presidente Solidariedade @dep_paulinho o afastamento do Dep Est MG, dono do helicoptero apreendido c Drogas, p se defender”, tuitou o delegado Francischini.

Descobriu-se que o helicóptero apreendido pela PF, além de transportar 450 kg de cocaína, voava com recursos públicos da Assembleia mineira e do Senado.

29 de novembro de 2013
por esmael
7 Comentários

Atrás de fatos “positivos”, no Paraná, Richa cola em Campos

Beto Richa tenta espantar má fase administrativa e política colando sua imagem à  de Eduardo Campos, que visitou a capital paranaense nesta sexta; governador vem enfrentado crises financeira e de credibilidade; paralelamente, também hoje, senador Roberto Requião pediu a prisão do tucano por cometer "fraude no orçamento" ao transformar dotação salarial em aporte.

Beto Richa tenta espantar má fase administrativa e política colando sua imagem à  de Eduardo Campos, que visitou a capital paranaense nesta sexta; governador vem enfrentado crises financeira e de credibilidade; paralelamente, também hoje, senador Roberto Requião pediu a prisão do tucano por cometer “fraude no orçamento” ao transformar dotação salarial em aporte.

O governador Beto Richa (PSDB) recebeu na manhã de hoje (29), no Palácio Iguaçu, seu colega pernambucano Eduardo Campos (PSB), candidato à  presidência da República.

Campos participa como palestrante, nesta sexta, do Encontro Estadual de Empreendedores e Líderes Rurais 2013, que está sendo realizado na Ex!­!­potrade, em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Richa tenta colar sua imagem à  do governador de Pernambuco visando espantar a má fase em frente ao Palácio Iguaçu. O objetivo do tucano é debelar boatos de que Campos estaria “acertado” com a candidatura do senador Roberto Requião (PMDB) ao governo. Além disso, mudaria o enfoque da pauta política que desandou para a crise financeira da gestão.

Nas últimas semanas, várias notícias de falta de recursos até para o “cafezinho” arrepiaram o mais pacato cidadão. Viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros sem dinheiro para combustível, calote nos servidores públicos, calote nos fornecedores e paralisação de obras importantes ao estado.

Para piorar a situação administrativa, em entrevista a este blogueiro, o senador Roberto Requião (PMDB) denunciou fraude fiscal cometida por Richa no orçamento. Segundo o parlamentar, por decreto, o tucano transformou dotação salarial em aporte. “Isso pode dar cadeia para o governo do Paraná. A responsabilidade é do “chefe”, do governador. Isso pode terminar na Papuda”, recomendou Requião (clique aqui para assistir ao vídeo).

O diabo é que no meio disso tudo tem um tucano chamado Aécio Neves, senador por Minas Gerais e presidente nacional do PSDB, que também é candidato à  presidência da República. Ou seja, nem dá para Richa pular a cerca com Eduardo.

29 de novembro de 2013
por esmael
6 Comentários

Dilma defende Cardozo e aponta “gavetas vazias” no caso propinoduto tucano

do Brasil 247

Presidente compartilha, em sua página no Facebook, um texto do Partido dos Trabalhadores, que defende a conduta do ministro José Eduardo Cardozo na polêmica do chamado propinoduto dos trens. "Com a ajuda de certa mídia que lhe presta serviços diários, o PSDB tentou estabelecer uma discussão bizantina sobre a competência de o ministro da Justiça cumprir a lei!", diz o texto "Gavetas vazias", que também critica os anos FHC, quando o procurador-geral, Geraldo Brindeiro, era chamado de "engavetador-geral da República".

Presidente compartilha, em sua página no Facebook, um texto do Partido dos Trabalhadores, que defende a conduta do ministro José Eduardo Cardozo na polêmica do chamado propinoduto dos trens. “Com a ajuda de certa mídia que lhe presta serviços diários, o PSDB tentou estabelecer uma discussão bizantina sobre a competência de o ministro da Justiça cumprir a lei!”, diz o texto “Gavetas vazias”, que também critica os anos FHC, quando o procurador-geral, Geraldo Brindeiro, era chamado de “engavetador-geral da República”.

O texto não é da presidente Dilma Rousseff, mas sim do Partido dos Trabalhadores. No entanto, ao compartilhá-lo em sua página no Facebook, a presidente deu a ele sua chancela. O editorial “Gavetas Vazias” defende a conduta do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no episódio do dossiê sobre o chamado propinoduto tucano, entregue por ele à  Polícia Federal.

“O PSDB, simplesmente, pretende transformar em escândalo o fato de o ministro da Justiça ter enviado à  Polícia Federal uma carta entregue a ele pelo deputado estadual Simão Pedro (PT), em maio passado. A carta contém denúncias de envolvimento de tucanos com o esquema de cartel no metrô de São Paulo, em diversas administrações tucanas. A partir daí, com a ajuda de certa mídia que lhe presta serviços diários, o PSDB tentou estabelecer uma discussão bizantina sobre a competência de o ministro da Justiça cumprir a lei!”, diz o texto.

O mesmo editorial condena ainda os anos FHC, em que o procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, era chamado de “engavetador-geral da República”. Leia abaixo: Continue lendo →

29 de novembro de 2013
por esmael
66 Comentários

Requião pede a prisão do governador Beto Richa; assista ao vídeo

Roberto Requião, em entrevista a este blogueiro, nesta sexta (29), acusou Beto Richa de crime fiscal ao fraudar o orçamento; senador disse que fraude fiscal no orçamento que transforma dotação salarial em aporte poderá levar o governador do Paraná à  Penitenciária da Papuda, em Brasília; Isso pode dar cadeia para o governo do Paraná!, avisou o parlamentar, que afirmou ser capaz de reconstruir o Paraná deixado quebrado pelo tucano; Estou à  disposição de meus companheiros. Me chame que eu vou"; assista ao vídeo.

Roberto Requião, em entrevista a este blogueiro, nesta sexta (29), acusou Beto Richa de crime fiscal ao fraudar o orçamento; senador disse que fraude fiscal no orçamento que transforma dotação salarial em aporte poderá levar o governador do Paraná à  Penitenciária da Papuda, em Brasília; Isso pode dar cadeia para o governo do Paraná!, avisou o parlamentar, que afirmou ser capaz de reconstruir o Paraná deixado quebrado pelo tucano; Estou à  disposição de meus companheiros. Me chame que eu vou”; assista ao vídeo.

O senador Roberto Requião (PMDB) afirmou na manhã desta sexta (29), em entrevista a este blogueiro, que vai pedir a prisão do governador Beto Richa (PSDB) por fraude fiscal cometida contra os cofres públicos.

“Eles fazem uma manobra fiscal, uma fraude fiscal no orçamento que transforma dotação salarial em aporte. Eu passei para a consultoria de orçamento do Senado. Isso pode dar cadeia para o governo do Paraná. A responsabilidade é do ‘chefe’, do governador. Isso pode terminar na Papuda. Acho que o governador pode ser companheiro do pessoal da Papuda”, avisou Requião.

Ao dizer que governo do Paraná está quebrado, o senador frisou que essa situação começou com dotação orçamentária de R$ 500 milhões ao judiciário na época do [Orlando] Pessuti e da irresponsabilidade de Richa.

Requião falou que não entrará em leilão para viabilizar sua candidatura. Ele diz que está na linha “me chama que eu vou”.

“Eu fui governador três vezes. Eu peguei um estado tão ruim quanto o Beto está deixando hoje, na mão do [Cássio] Taniguchi, que manda no governo. Eu consegui consertar o estado. Eu sei o que fazer com uma bagunça deixada, mas eu não vou brigar por uma candidatura comprando delegados e disputar com parlamentares subsidiados pelo governo do estado”.

“Sou capaz de administrar o Paraná e tenho garra para ganhar a eleição, mas quero saber se o PMDB quer um candidato de verdade ou se está realmente vendido. Nós podemos arrumar a casa e o Estado é mais forte que esses anarquistas que tomaram conta do governo. Estou à  disposição de meus companheiros. Me chame que eu vou”.

Assista ao vídeo:

29 de novembro de 2013
por esmael
12 Comentários

Coluna do Mac Donald: “Apesar de erros herdados, metrô curitibano ‘anda’ a preço mais barato do Brasil”

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, revela que o metrô curitibano, de 17,6km de extensão e 14 estações, está "andando" rápido; secretário Municipal de Governo apresenta tabela de custos, bem como cronograma de trabalho e vaticina: "é o mais barato do Brasil e, seguramente, um dos mais em conta do mundo"; capitão do time do prefeito, colunista diz que Gustavo Fruet teve de corrigir erros nos preços herdados da gestão anterior (Luciano Ducci); leia o texto.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, revela que o metrô curitibano, de 17,6km de extensão e 14 estações, está “andando” rápido; secretário Municipal de Governo apresenta tabela de custos, bem como cronograma de trabalho e vaticina: “é o mais barato do Brasil e, seguramente, um dos mais em conta do mundo”; capitão do time do prefeito, colunista diz que Gustavo Fruet teve de corrigir erros nos preços herdados da gestão anterior (Luciano Ducci); leia o texto.

por Ricardo Mac Donald*

Após a visita da Presidenta Dilma, a Prefeitura de Curitiba pisa no acelerador para a implantação do metrô. Enquanto uma equipe está em Brasília, ultimando as certidões, orçamento e a papelada, outra está aqui, escrevendo o edital de licitação, pois queremos, ainda em dezembro, anunciar a audiência pública para final de janeiro.

Cumpridas essas etapas, desejamos publicar a concorrência até o final de março de 2014. Uma coisa é certa: com extensão de 17,6km e 14 estações, o metrô de Curitiba se apresenta como o mais barato do Brasil, conforme a tabela abaixo:

tabela1_mac

Também fizemos um comparativo com custos de construção de vários metrôs do mundo, considerando o custo por quilômetro em dólares, que, no caso de Curitiba, será de 115 milhões.

tabela2_mac

A tabela acima confirma o acerto dos estudos determinados pelo Prefeito Gustavo Fruet no início deste ano, em que se reformularam os cálculos e a metodologia de construção herdados da gestão anterior.

P.S. Estou em Porto Alegre, na 6!ª reunião geral da Frente Nacional de Prefeitos, debatendo alternativas para o barateamento do transporte urbano, oportunidade para apresentar a Proposta de Curitiba para um novo financiamento do transporte público.

*Ricardo Mac Donald Ghisi é advogado, secretário Municipal de Governo de Curitiba. Escreve à s sextas no Blog do Esmael.

29 de novembro de 2013
por esmael
Comentários desativados em O que diz a velha mídia nesta sexta

O que diz a velha mídia nesta sexta

folhaJornais do Paraná

Gazeta do Povo: EDUCAà‡àƒO: Abaixo da média

Bem Paraná: Tarifa de ônibus pode cair a R$ 2,22, diz CPI

Jornal Metro: CPI pede tarifa de R$ 2,22 e indiciamento de 17 pessoas

Jornal de Londrina: Metade dos londrinenses vê melhorias na cidade

Folha de Londrina: Pedágio terá reajuste de 5,72%

O Diário (Maringá): Ministério Público pede cassação de Nishimori

Diário dos Campos: Plano de Saneamento inclui municipalização da rede de esgoto

Jornal da Manhã: Primeira parcela do 13!º injeta R$ 70 milhões em Ponta Grossa

O Paraná: Cidades se unem para amenizar caos na saúde

Gazeta do Paraná: O ‘presente’ que todo paranaense não quer está chegando no dia 1o

Jornal Hoje: Uso indevido da frota será investigado pelo MP

Gazeta do Iguaçu: Tarifas do pedágio podem ser reajustadas no domingo

Diário do Noroeste: Com medo de não conseguirem vagas, pais formam filas na frente das escolas

Tribuna de Cianorte: Governo do Paraná destina R$ 1 bilhão para melhorias urbana

Umuarama Ilustrado: Jovens aproveitam o fim de ano para obter o primeiro emprego

Tribuna do Norte: Diretor da Pennacchi morre durante assalto em Arapongas

Jornais de outros estados

Globo: Dança dos partidos: Procurador cobra mandatos de 13 deputados infiéis

Folha: Em 10 meses, governo só poupa 46% da meta anual

Estadão: ANP vende só 30% de blocos em leilão dominado pela Petrobrás

Correio: Má gestão deixa PMs sem plano de saúde

Valor: Estoque de crédito a Estados e municípios aumenta 62%

Estado de Minas: Convivência problemática

Zero Hora: Gasolina vai subir, mas sem ajuste automático

28 de novembro de 2013
por esmael
15 Comentários

Helicóptero do “pó” voava movido a dinheiro público

do Brasil 247

Aparelho do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD), de Minas Gerais, filho do senador Zezé Perrella (PDT), tem combustível pago pela Assembleia Legislativa; gastos foram de R$ 14 mil entre janeiro e outubro; piloto Rogério Almeida, preso em flagrante pela Polícia Federal quando transportava 450 quilos de cocaína, recebia salários da mesma fonte pública: R$ 1,7 mil por mês; verba para o helicóptero do pó deu para comprar 2,8 mil litros de querosene e voar 6,5 mil quilômetros; Perrellinha confirmou uso dos recursos públicos para cumprir missões políticas; não ficou claro, porém, se fazia isso com ou sem cargas pesadas.

Aparelho do deputado estadual Gustavo Perrella (SDD), de Minas Gerais, filho do senador Zezé Perrella (PDT), tem combustível pago pela Assembleia Legislativa; gastos foram de R$ 14 mil entre janeiro e outubro; piloto Rogério Almeida, preso em flagrante pela Polícia Federal quando transportava 450 quilos de cocaína, recebia salários da mesma fonte pública: R$ 1,7 mil por mês; verba para o helicóptero do pó deu para comprar 2,8 mil litros de querosene e voar 6,5 mil quilômetros; Perrellinha confirmou uso dos recursos públicos para cumprir missões políticas; não ficou claro, porém, se fazia isso com ou sem cargas pesadas.

Tornou-se ainda mais grotesto o caso da apreensão, com 450 quilos de cocaína, nesta semana, do helicóptero de propriedade da empresa agropecuária dos filhos do senador Zezé Perrela (PDT-MG) – o deputado estadual Gustavo Perrella (Solidariedade) e sua irmã Carolina Perrella, além do primo André Almeida Costa.

Descobriu-se que o chamado helicóptero do pó voava à  base de combustível pago com o dinheiro público dos contribuintes mineiros. O piloto Rogério Almeida, preso em flagrante com a impressionante carga da droga, também recebia R$ 1,7 mil da Assembleia, na qualidade de assessor do deputado Perrelllinha. Continue lendo →

28 de novembro de 2013
por esmael
25 Comentários

TCE: Rossoni será agora tão ágil como foi no caso Bonilha, contra Requião?

Mundo político pressiona Rossoni para que adote mesma celeridade adotada em 2011, na eleição de Bonilha; na prática, deputados defendem nova e rápida eleição para conselheiro do TCE; Fábio Camargo, eleito em julho, com apoio de Richa, foi afastado ontem pelo TJPR; história muito parecida com a de Maurício Requião, que perdeu o cargo mesmo sem o julgamento do mérito; será que o presidente da Assembleia aplicará o princípio da isonomia ou adotará dois pesos duas medidas para situação idêntica?; pelo sim pelo, Plauto Miró, segundo colocado na disputa de julho, avisa que já está no aquecimento.

Mundo político pressiona Rossoni para que adote mesma celeridade adotada em 2011, na eleição de Bonilha; na prática, deputados defendem nova e rápida eleição para conselheiro do TCE; Fábio Camargo, eleito em julho, com apoio de Richa, foi afastado ontem pelo TJPR; história muito parecida com a de Maurício Requião, que perdeu o cargo mesmo sem o julgamento do mérito; será que o presidente da Assembleia aplicará o princípio da isonomia ou adotará dois pesos duas medidas para situação idêntica?; pelo sim pelo, Plauto Miró, segundo colocado na disputa de julho, avisa que já está no aquecimento.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), abriu precedente, em 2011, ao declarar vacância em vaga litigiosa no Tribunal de Contas do Estado (TCE). A cadeira pertencia — ou ainda pertence — ao ex-secretário da Educação, Maurício Requião, mas, mesmo a questão não transitando em julgado, o tucano convocou nova eleição que culminou com a escolha do advogado Ivan Bonilha (clique aqui para relembrar).

Não entrarei no mérito, agora, da pendenga judicial entre Bonilha e Requião (clique aqui), mas uma pergunta é muito pertinente ao presidente da Assembleia: Rossoni, o senhor será também ágil e convocará nova eleição para a vaga do conselheiro Fábio Camargo no TCE ou afrouxará o sutiã?

Bonilha, assim como Fábio Camargo, afastado ontem por decisão liminar da desembargadora Regina Portes, do Tribunal de Justiça do Paraná, rezam pela cartilha do Palácio Iguaçu. Eles foram eleitos para o conselho do órgão de contas com as bênçãos do governador Beto Richa (PSDB).

Paralelamente, em frente ao prédio Assembleia, a partir das 18 horas desta quinta (28), um grupo promete nova “farofada” em apoio à  desembargadora Regina Portes. A convocação corre pelas redes sociais (clique aqui). A RPCTV e o primeiro-secretário do Legislativo Estadual, Plauto Miró, juram de pés juntos que não tem nada a ver com isso. Será?

28 de novembro de 2013
por esmael
28 Comentários

Gleisi Hoffmann ganha apoio do bruxo Chik Jeitoso e do PTN

do Brasil 247

PTN é presidido por José Masci de Abreu, irmão de Paulo Masci de Abreu, dono do hotel que contratou o ex-ministro José Dirceu para trabalhar em Brasília; ministra-chefe da Casa Civil vai deixar o governo até o início de 2014 para disputar o governo do Paraná; no pacote, petista ganha apoio do bruxo Chik Jeitoso, que previu graves problemas para Joaquim Barbosa ainda este ano.

PTN é presidido por José Masci de Abreu, irmão de Paulo Masci de Abreu, dono do hotel que contratou o ex-ministro José Dirceu para trabalhar em Brasília; ministra-chefe da Casa Civil vai deixar o governo até o início de 2014 para disputar o governo do Paraná; no pacote, petista ganha apoio do bruxo Chik Jeitoso, que previu graves problemas para Joaquim Barbosa ainda este ano.

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann deve fechar aliança com o PTN para sua candidatura no Paraná. O partido é presidido por José Masci de Abreu, irmão de Paulo Masci de Abreu, dono do hotel que contratou o ex-ministro José Dirceu para trabalhar em Brasília. Leia na nota de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo:

EM CASA
O PTN (Partido Trabalhista Nacional) deve apoiar a candidatura da ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) ao governo do Paraná no próximo ano. O partido é presidido por José Masci de Abreu, irmão de Paulo Masci de Abreu, dono do hotel que contratou José Dirceu para trabalhar em Brasília.

EM CASA 2
No mês passado, Gleisi e o marido, Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, receberam em casa representantes do partido no Paraná. Além do hotel, Masci tem também uma empresa de comunicação que possui ao menos oito rádios em SP.

CONSTELAà‡àƒO
Ao divulgar a notícia da visita aos dois ministros, o PTN informou também que acabara de filiar à  legenda o bruxo Chik Jeitoso. Entre outras coisas, ele previu graves problemas para Joaquim Barbosa. “O presidente do Supremo Tribunal Federal (…) corre risco de morte já a partir de janeiro de 2013”, alertou.

28 de novembro de 2013
por esmael
12 Comentários

Homem-bomba do PSDB-SP operou R$ 28 mi na Suíça

do Brasil 247

Apontado pela Polícia Federal como responsável por receber e intermediar o pagamento de propinas a políticos de alta plumagem do PSDB paulista nas gestões tucanas de Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, Jorge Fagali Neto, irmão do ex-presidente do Metro José Jorge Fagali, operou nada menos que R$ 28 milhões num período de dez anos (1997 a 2007), no caso da multinacional francesa Alstom; documentos que comprovam a movimentação foram entregues por autoridades da Suíça a agentes do governo brasileiro; antes dessa descoberta, José Fagali tivera uma conta com US$ 6,5 milhões bloqueada no país europeu; irmãos explosivos.

Apontado pela Polícia Federal como responsável por receber e intermediar o pagamento de propinas a políticos de alta plumagem do PSDB paulista nas gestões tucanas de Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, Jorge Fagali Neto, irmão do ex-presidente do Metro José Jorge Fagali, operou nada menos que R$ 28 milhões num período de dez anos (1997 a 2007), no caso da multinacional francesa Alstom; documentos que comprovam a movimentação foram entregues por autoridades da Suíça a agentes do governo brasileiro; antes dessa descoberta, José Fagali tivera uma conta com US$ 6,5 milhões bloqueada no país europeu; irmãos explosivos.

Apontado pela Polícia Federal como responsável por receber e intermediar pagamentos de propina a importantes nomes do PSDB durante os governos tucanos de Mário Covas, José Serra e Geraldo Alckmin, no caso da francesa Alstom, Jorge Fagali Neto agora é alvo de uma nova acusação: ter movimentado nada menos que R$ 28 milhões em bancos estrangeiros na Suíça num período de dez anos (de 1997 a 2007).

O ex-secretário de Transportes no governo Luiz Antonio Fleury Filho (PMDB) é irmão de José Jorge Fagali, ex-presidente do Metrô na gestão Serra. Considerado o homem bomba! do escândalo de corrupção em contratos firmados pelo grupo Alstom para fornecer energia ao metrô de São Paulo, Jorge Fagali tinha autorização para movimentar no paraíso fiscal a conta do responsável por uma das consultorias suspeitas de movimentar propina para a Alstom: a Taltos, de José Geraldo Villas Boas. Continue lendo →

28 de novembro de 2013
por esmael
17 Comentários

Tucano x tucano: “Esse aumento do pedágio é inoportuno”, critica deputado Alceu Maron

Embora tenha sido um dos que votaram contra a quebra de sigilos fiscal, telefônico e bancário das concessionárias, Alceu Maron Filho (PSDB) considera possível aumento na tarifa do pedágio, neste domingo (1), inoportuno!; este blog errou ontem à  noite ao afirmar que parlamentar parnanguara defendera reajuste, por isso pede desculpas ao tucano e aos leitores; posição do deputado do PSDB gera desconforto no Palácio Iguaçu; será que Beto Richa recuar e vetar aumento de até 9% nas 27praças de pedágio?

Embora tenha sido um dos que votaram contra a quebra de sigilos fiscal, telefônico e bancário das concessionárias, Alceu Maron Filho (PSDB) considera possível aumento na tarifa do pedágio, neste domingo (1), inoportuno!; este blog errou ontem à  noite ao afirmar que parlamentar parnanguara defendera reajuste, por isso pede desculpas ao tucano e aos leitores; posição do deputado do PSDB gera desconforto no Palácio Iguaçu; será que Beto Richa recuar e vetar aumento de até 9% nas 27praças de pedágio?

Até o deputado Alceuzinho Maron (PSDB), de Paranaguá, membro da CPI do Pedágio, considerou “inoportuno” reajuste previsto na tarifa do pedágio a partir deste domingo (1).

Estamos protocolando esse requerimento [para o governador Beto Richa, do PSDB] para que seja efetivamente suspenso este aumento, que é absurdamente inoportuno, embora previsto em contrato, absurdamente inoportuno!, anunciou o deputado parnanguara, durante pronunciamento.

Ao destacar o posicionamento do parlamentar do PSDB, contra o aumento, este blog corrige informação veiculada erroneamente ontem à  noite e pede desculpas públicas ao tucano pelo equívoco.

Quanto ao levante da Assembleia Legislativa, que se nega a transformar os membros da CPI do Pedágio como patetas, a tendência é que o governador recue e não autorize reajuste neste domingo. Entretanto, não é descartado novo aumento de até 9% no começo de 2014.

Clique aqui para ler a íntegra do discurso de Alceu Maron (PSDB) contra reajuste na tarifa do pedágio.

28 de novembro de 2013
por esmael
18 Comentários

PSD linha auxiliar de Gleisi?

Joel Malucelli, bilionário aposentado, se assanha com a disputa pelo Palácio Iguaçu; objetivo do PSD, além de vitaminar chapa proporcional, seria atuar como linha auxiliar! de Gleisi Hoffmann e forçar segundo turno contra Beto Richa; agremiação foi primeira a declarar apoio à  reeleição e Dilma; para não dar sorte ao azar, PT também estimula candidatura de Roberto Requião.

Joel Malucelli, bilionário aposentado, se assanha com a disputa pelo Palácio Iguaçu; objetivo do PSD, além de vitaminar chapa proporcional, seria atuar como linha auxiliar! de Gleisi Hoffmann e forçar segundo turno contra Beto Richa; agremiação foi primeira a declarar apoio à  reeleição e Dilma; para não dar sorte ao azar, PT também estimula candidatura de Roberto Requião.

O Partido Social Democrático (PSD) deverá seguir as pegadas da direção nacional, que anunciou apoio à  reeleição de Dilma antes mesmo que o próprio PT.

Aqui no Paraná, segundo fonte no partido, a tendência é que Joel Malucelli saia candidato ao governo do estado e o deputado Eduardo Sciarra concorra ao Senado.

A ideia da sigla não é bater em ninguém — nem em Beto Richa (PSDB), Gleisi Hoffmann (PT) ou Roberto Requião (PMDB). Pelo contrário. Deverá prevalecer a política “proativa” em busca de votos para os candidatos a deputado estadual e federal.

Na prática, PSD poderá servir de linha auxiliar à  petista se lançar candidatura própria ao Palácio Iguaçu.

O deputado Ney Leprevost, presidente da legenda na capital, já teria pedido liberação para continuar no barco tucano.

A luta de Gleisi e do PT, hoje, é para viabilizar várias candidaturas majoritárias visando pulverizar os votos e forçar o segundo turno contra Richa.

Além de PSD, estimula-se — e muito — candidatura própria no PMDB. Há preferência pelo senador Roberto Requião (PMDB), o que asseguraria a disputa de 2014 em duas etapas.

28 de novembro de 2013
por esmael
26 Comentários

Educadores experimentam “cafezinho” de Fruet e gostam; greve suspensa

Sismuc copia APP-Sindicato e adota a "política do cafezinho" com o prefeito Gustavo Fruet, que recebeu um voto de confiança! da categoria; greve foi suspensa depois da intervenção da vice, Mirian Gonçalves, e do vereador Pedro Paulo, ambos do PT; "cafezinho" foi servido aos educadores curitibanos pela ex-superintendente da SEED, Meroujy Cavet, parceira de Eleonora Fruet.

Sismuc copia APP-Sindicato e adota a “política do cafezinho” com o prefeito Gustavo Fruet, que recebeu um voto de confiança! da categoria; greve foi suspensa depois da intervenção da vice, Mirian Gonçalves, e do vereador Pedro Paulo, ambos do PT; “cafezinho” foi servido aos educadores curitibanos pela ex-superintendente da SEED, Meroujy Cavet, parceira de Eleonora Fruet.

Não é só a APP-Sindicato que gosta da “política do cafezinho” adotada pelos tucanos Beto Richa e Flávio Arns, dublê de vice e secretário de Estado da Educação do Paraná.

O Sismuc (Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba) provou — e gostou — do “cafezinho” do prefeito Gustavo Fruet (PDT). Prova disso é que a greve dos educadores foi suspensa na tarde de ontem (28).

Depois do saboroso cafezinho, a categoria afirmou que resolveu dar um voto de confiança ao prefeito Gustavo Fruet!.

Os entendimentos entre grevistas e prefeitura de Curitiba foram intermediados pela vice Mirian Gonçalves e pelo vereador Pedro Paulo, ambos do PT.

“Os sindicalistas já haviam sido recebidos pelo prefeito Gustavo Fruet. O diálogo transparente e responsável sempre foi a postura desta administração”, justificou Mirian, sobre a ausência de Fruet na mesa de negociação de ontem.

A estimulante bebida foi servida pela ex-superintendente da SEED, Meroujy Cavet, secretária Municipal de RH, parceira de longa data de Eleonora Fruet, irmã do atual prefeito e ex-secretária da Municipal da Educação na gestão do então prefeito Beto Richa (PSDB).

Veja os pontos acordados que suspenderam a greve: Continue lendo →

28 de novembro de 2013
por esmael
16 Comentários

Coluna do Maurício Requião: “Essa velha mídia mentirosa e esses jornalistas mimados…”

Maurício Requião, em sua coluna desta quinta, detona jornalistas e a velha mídia; "Não podemos deixar que o manto da liberdade de imprensa seja usado para encobrir erros, inverdades, para defender o indefensável", opina o colunista, ao referir-se à  arrogância de jornalões, que, segundo ele, em busca de um "furo" jornalístico, inventam, distorcem, achincalham honras, enfim, mentem; "O cobertor é curto e com a internet livre, cada vez mais, quando se cobre a cabeça se descobre o pé", defende; leia o texto.

Maurício Requião, em sua coluna desta quinta, detona jornalistas e a velha mídia; “Não podemos deixar que o manto da liberdade de imprensa seja usado para encobrir erros, inverdades, para defender o indefensável”, opina o colunista, ao referir-se à  arrogância de jornalões, que, segundo ele, em busca de um “furo” jornalístico, inventam, distorcem, achincalham honras, enfim, mentem; “O cobertor é curto e com a internet livre, cada vez mais, quando se cobre a cabeça se descobre o pé”, defende; leia o texto.

por Maurício Requião*

Todos nós temos entre nossos conhecidos aquele casal que têm um filho(a) mimado(a). A criança é o orgulho dos pais, estes não param de alardear aos quatro ventos como ele é especial. Tudo o que você vê é um pirralho manhoso cheio de manias que se não consegue o que quer, na hora que quer, do jeito que quer, se joga no chão, se debate, grita, chora, e só cessa com isso quando os pais atendem seus anseios.

Tenho certeza que você leitor visualizou a cena. Vejo em você aquela cumplicidade de quem já passou por isto.

Com essa imagem e essa situação impressa em sua memória vamos ao texto. Os pseudojornalistas do meu Brasil.

O Brasil veio de uma ditadura, veio de um tempo de repressão, de perseguição política. Tempo que criou figuras obscuras e criou heróis. Eu não participei disto, conheço de perto quem participou, quem lutou contra a ditadura, quem se auto exilou em algum país com bons vinhos e quem nada fez. Conheço também quem aderiu.

Este período no qual as pessoas perderam suas vidas atrás de um ideal, atrás da liberdade, da democracia, do direito de expressão, deixou marcas indeléveis na nossa história. As conquistas do povo que lutou não podem jamais ser minimizadas. Uma das que os nossos jornalistas mais têm orgulho é a liberdade de imprensa.

A liberdade de imprensa é algo que jamais deverá ser tolhido, porém jamais deveria ter sido distorcido. Virou escudo e desculpa para tudo e qualquer coisa que a mídia produza.

As minisséries da TV fizeram muito sucesso mostrando repórteres destemidos e desbocados que faziam de tudo para conseguir uma história, este personagem é alter ego de alguns comentaristas políticos. Vale tudo para conseguir um furo, vale tudo para conseguir uma frase bombástica, vale tudo mesmo. Vale o desrespeito, vale o deboche, vale a falta de educação, e principalmente, vale a mentira. Fazem tudo isso como fazem os meninos mimados, que ao levarem um pito, tomarem uma bronca, ou ao mais leve indício de um corretivo correm para a saia da mãe, choram esperneiam e gritam.

Os ancoras dos jornalões, com seus berros, assustam a classe política que se retrai, e os mimados não aprendem a lição. Todos à  sua volta sabem que o comportamento foi desmedido, merecedor de reprimendas, mas se os pais! nada fazem… quem somos nós? E assim os mimados só aumentam suas malcriações de maneira exponencial.

Não podemos deixar que o manto da liberdade de imprensa seja usado para encobrir erros, inverdades, para defender o indefensável.

O cobertor é curto e com a internet livre cada vez mais quando se cobre a cabeça se descobre o pé.

Todos criticam veladamente o pai da criança mimada. Ninguém faz nada para corrigir. Quase ninguém! Vamos lá, você que não aguenta mais a imprensa que se esconde atrás da sua liberdade para difamar, escrachar, tentar convencer e abusar do sensacionalismo, explorando tragédias atrás de ibope: revolte-se. Passe você também um pito nos meninos mimados. Valorize as pessoas sérias, descarte os que vivem de molecagem.

Você, jornalista, fique indignado e defenda o bom jornalismo.

*Maurício Requião é advogado, especialista em políticas públicas, escreve à s quintas no Blog do Esmael.

28 de novembro de 2013
por esmael
1 Comentário

O que diz a velha mídia nesta quinta

jmJornais do Paraná

Gazeta do Povo: Justiça afasta Fabio Camargo do cargo no Tribunal de Contas

Bem Paraná: CPI pede que governo vete reajuste do pedágio

Jornal Metro: Tribunal de Justiça afasta Fabio Camargo do Tribunal de Contas

Jornal de Londrina: Copel garante aporte total para salvar Sercomtel

Folha de Londrina: Câncer deve afetar mais de meio milhão de brasileiros

O Diário (Maringá): Testes de transmissão de dados reprovam todas as operadoras

Diário dos Campos: UEPG promove alterações no regime de cotas

Jornal da Manhã: Tribunal de Justiça afasta Fabio Camargo do Tribunal de Contas

Tribuna do Interior: Com solidez ‘invejável’, Coamo completa 43 anos

O Paraná: Lago de Itaipu terá produção de peixes em escala industrial

Gazeta do Paraná: Câmara pode decretar o fim da “penhora online”

Jornal Hoje: Centro de Voluntários ameaça fechar as portas

Diário do Noroeste: Crianças encontradas alcoolizadas vivem em situação de risco, informa Conselho

Tribuna de Cianorte: Fiscalização da Receita Estadual em Cianorte recupera R$ 60 mil

Umuarama Ilustrado: Aprovadas ações de residência médica para Medicina na Unipar

Tribuna do Norte: Operação da polícia prende 21 pessoas no Vale do Ivaí

Jornais de outros estados

Globo: Caso Siemens: PT e PSDB fazem guerra de versões sobre dossiê

Folha: Acidente mata 2 operários e deve atrasar Itaquerão

Estadão: Câmara adia decisão sobre aposentadoria de Genoino

Correio: Novo laudo complica situação de Genoino

Valor: Petrobras não deve ter regra de reajuste e Vale aceita Refis

Estado de Minas: A duplicação que encolheu

Zero Hora: Inflação e eleição fazem juro voltar a dois dígitos

27 de novembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Copa do Brasil: Flamengo x Atlético PR; acompanhe ao vivo

Flamengo e Atlético Paranaense decidem nesta noite, no Maracanã, no Rio, o título de campeão da Copa do Brasil; assista ao vivo.

Flamengo e Atlético Paranaense decidem nesta noite, no Maracanã, no Rio, o título de campeão da Copa do Brasil; assista ao vivo.

Assista ao vivo a decisão da Copa do Brasil. Flamengo x Atlético PR (clique aqui), direto do Maracanã, Rio.

Os times empataram em 1×1 no primeiro jogo realizado semana passada na Vila Capanema, em Curitiba. O resultado é bom para o Flamengo, que joga pela vitória simples ou empate em dois gols ou mais.

Caso haja novo empate de 1×1, a decisão será nos pênaltis.

Resultado do jogo: Flamengo 2×0 Atlético. Resultado deu título de tricampeão da Copa do Brasil ao time carioca.

27 de novembro de 2013
por esmael
96 Comentários

Exclusivo: TJPR concede liminar afastando conselheiro Fábio Camargo

Desembargadora Regina Portes, do TJPR, concedeu liminar à  Mandado Segurança afastando o conselheiro Fábio Camargo do Tribunal de Contas do Estado; magistrada acatou pedido do empresário Max Schrappe, que concorreu à  vaga aberta com a aposentadoria compulsória do conselheiro Hermas Brandão.

Desembargadora Regina Portes, do TJPR, concedeu liminar à  Mandado Segurança afastando o conselheiro Fábio Camargo do Tribunal de Contas do Estado; magistrada acatou pedido do empresário Max Schrappe, que concorreu à  vaga aberta com a aposentadoria compulsória do conselheiro Hermas Brandão.

A desembargadora Regina Afonso Portes, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), nesta quarta (27), concedeu liminar para afastar o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), ex-deputado Fabio Camargo.

A magistrada atendeu a um Mandado de Segurança impetrado pelo empresário Max Schrappe, que concorreu à  vaga aberta com a aposentadoria compulsória do conselheiro Hermas Brandão.

O Advogado que conseguiu a liminar junto ao TJPR, Alexandre Salomão, argumentou que houve vício no processo eleitoral para beneficiar Camargo em detrimento dos demais candidatos à  cadeira de conselheiro do TCE.

A desembargadora acatou também a tese de que não houve quórum na sessão para eleger Camargo, haja vista que o “eleito” em 15 de julho não obteve maioria dos 54 deputados (28 votos).

Leia abaixo trecho da decisão da desembargadora Regina Portes:

“Por fim, encontra-se presente também o perigo na demora, na medida em que não se pode perpetuar uma situação ilegítima e em desconformidade com o arcabouço normativo, ensejando eventual alegação de nulidade dos feitos em que participar o Conselheiro escolhido por meio de processo viciado, em prejuízo da segurança jurídica que se espera dos atos praticados no exercício de tal relevante função institucional. Ante o exposto, presentes os requisitos exigidos no art. 7!º-III da Lei n.!º 12.016/2009, defiro parcialmente a liminar postulada, determinando o afastamento do Conselheiro Fábio de Souza Camargo do exercício de suas funções, até o julgamento final do presente mandado de segurança”.

CLIQUE AQUI PARA LER A àNTEGRA DA LIMINAR CONCEDIDA PELA DESEMBARGADORA Continue lendo →

27 de novembro de 2013
por esmael
16 Comentários

Assembleia exige que Richa vete reajuste do pedágio no domingo

Deputados de todos os partidos, membros da CPI do Pedágio, exigem que Richa vete reajuste de até 9% nas tarifas de pedágio, previsto para o próximo domingo (1), sob pena de se transformarem em pizzaiolos; DER e Agência Reguladora do Paraná (Agepar), pagas com dinheiro público, funcionam como braço das concessionárias privadas; Fiep não descarta ingressar na Justiça contra novo aumento nas tarifas; até Alceuzinho Maron (PSDB), de Paranaguá, também da CPI, considerou o reajuste inoportuno; será que o governador tucano vai afrouxar o sutiã para a Assembleia Legislativa?

Deputados de todos os partidos, membros da CPI do Pedágio, exigem que Richa vete reajuste de até 9% nas tarifas de pedágio, previsto para o próximo domingo (1), sob pena de se transformarem em pizzaiolos; DER e Agência Reguladora do Paraná (Agepar), pagas com dinheiro público, funcionam como braço das concessionárias privadas; Fiep não descarta ingressar na Justiça contra novo aumento nas tarifas; até Alceuzinho Maron (PSDB), de Paranaguá, também da CPI, considerou o reajuste inoportuno; será que o governador tucano vai afrouxar o sutiã para a Assembleia Legislativa?

Deputados de todos os partidos se revezaram na tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná, nesta quarta (27), contra o reajuste do pedágio previsto para este domingo (1) nas rodovias concessionadas. Parlamentares pressionam o governador Beto Richa (PSDB) para que não ceda à  reivindicação de aumento de até 9% nas tarifas, conforme registrou este blog hoje pela manhã (clique aqui para relembrar).

O deputado Cleiton Kielse (PMDB) foi à  tribuna, nesta tarde, vociferar contra a possibilidade de novo aumento. O mesmo fizeram os deputados Gilberto Martin (PMDB), Nelson Luernsen (PDT), Péricles Mello (PT) e Douglas Fabrício (PPS). O primeiro e os três últimos têm em comum o fato de pertencerem à  CPI do Pedágio.

Peço ao Governo do Estado que vete o reajuste!, exigiu Martin, para logo em seguida opinar: Nunca vi alguém defendendo o pedágio no Paraná. Não há quem concorde com estes preços abusivos e extorsivos!.

“Um aumento de tarifa neste momento é inadmissível!, protestou Péricles, cujo aumento, se autorizado, pode transformá-lo em um dos pizzaiolos da Assembleia.

Até Alceuzinho Maron (PSDB), de Paranaguá, também da CPI, considerou o reajuste inoportuno.

“Estamos protocolando esse requerimento para que seja efetivamente suspenso este aumento, que é absurdamente inoportuno, embora previsto em contrato, absurdamente inoportuno”, anunciou o deputado parnanguara, durante pronunciamento.

O apelo dos parlamentares tem razão de ser, pois, se durante o andamento das investigações, o governo tucano autorizar um reajustão! na tarifa seria o mesmo de carimbá-los de patetas que cozinham pizza. Continue lendo →