da Agência Brasil

Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) esperam mais uma redução da taxa básica de juros, a Selic, de 0,5 ponto percentual. O Comitê de Política Monetária (Copom) do BC reúne-se amanhã (10) e quarta-feira para definir a Selic, que atualmente está em 8,5% ao ano.

Na última reunião, em maio, o Copom reduziu a taxa em 0,5 ponto percentual. De acordo com as estimativas, depois de chegar a 8% ao ano este mês, a expectativa é que haja novo corte em igual patamar (0,5 ponto percentual) na reunião do comitê em agosto, quando a Selic deve chegar a 7,5% ao ano. A previsão é que a Selic permaneça nesse nível até o fim do ano. Para o final de 2013, a projeção caiu de 9% para 8,5% ao ano.

O Copom reduz a Selic quando considera que a inflação está sob controle e quer estimular a atividade econômica. No sentido oposto, a taxa é elevada quando a autoridade monetária avalia que a economia está muito aquecida, com alta dos preços. Então, o Copom sobe a taxa para incentivar a poupança, desestimular o consumo e segurar a inflação. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O deputado Rubens Bueno, líder do PPS e vice de Luciano Ducci (PSB) na disputa pela prefeitura de Curitiba, se esqueceu da “filha-problema”, a vereadora Renata, e pediu votos em vídeo para o vereador tucano Jair Cezar.

Renata Bueno faz o tipo Luciana Genro, a filha do governador gaúcho Tarso Genro (PT), dirigente do PSOL que sempre fez oposição ferrenha aos governos Lula e Dilma.

Nesta semana, a revista Veja diz que Rubens deu um tombo na própria filha. A moça, desgostosa, teria fechado a mala e zarpado para a Itália.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Francischini, o valentão do PIG, sendo contido pelos colegas na Câmara durante entrevero com Dr. Rosinha (PT-PR). Foto: Andre Borges/Folhapress.

O deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) foi defenestrado na última quinta-feira (5) da CPI do Cachoeira.

O ainda tucano Francischini foi surpreendido pela comunicação do líder do partido na Câmara, deputado Bruno Araújo (PE).

O blog soube que Rubens Bueno, líder do PPS, fora informado um dia antes pelo líder tucano durante almoço no restaurante do 10º andar da Câmara. Francischini ficou sabendo que seria substituído na CPI somente no dia seguinte.

A quem interessaria a cabeça de Francischini? A vários. O parlamentar conseguiu colecionar desafetos na direita, no centro e na esquerda pela estridente participação na Comissão que investiga as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira com a imprensa e políticos. Também trocou “bofetadas” recentes com Rubens Bueno por causa da vice na chapa do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci (PSB). O tucano queria a vaga. O governador Beto Richa (PSDB) disse não.

Francischini faz beicinho porque perdeu os holofotes da CPI. Ameaça deixar o ninho e ingressar no Partido Ecológico Nacional (PEN), que pertence à base política da presidenta Dilma Rousseff. Daqui a 20 dias, tudo indica, o parlamentar tucano estará sob a direção de Gleisi Hoffmann, a ministra-chefe da Casa Civil e virtual candidata do PT ao Palácio Iguaçu em 2014.

Confirmando-se a transferência do delegado licenciado da PF para a base de Dilma, será irônico assisti-lo reunido com o “companheiro” deputado Dr. Rosinha (PT-PR), com quem quase foi às vias de fato, ou trocando afagos com o governador Agnelo Queiroz (PT-DF), outrora seu alvo preferencial.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

charge de Amarildo – Gazeta Online (ES).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Jornais do Paraná

- Gazeta do Povo: Mesmo com queda de juro, inadimplência segue em alta

- Jornal do Estado: Restrições e burocracia deixam início de campanha “morno”

- Jornal Metro: Modernização deixa 50% sem água a cada 15 dias

- Jornal de Londrina: Esperança que brota da terra

Jornais de outros estados

- Globo: Eleições 2012 – Carioca gasta R$ 63 por ano para sustentar vereadores

- Estadão: Presidente do Egito ordena reabertura do Parlamento

- Correio: Maus-tratos a consumidores

- Valor: Petrobras põe refinarias à venda nos EUA e no Japão

- Estado de Minas: O preço da crise

- Jornal do Commercio: Leão arranca empate suado com o Timão

- Zero Hora: Planalto cobra da ALL recuperação de ferrovias no Estado

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Charge de S. Salvador – Estado de Minas.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Jornais do Paraná

- Gazeta do Povo: Eleição nas capitais racha base de Dilma

- Jornal de Londrina: Alianças eleitorais unem antigos inimigos

- Folha de Londrina: INFÂNCIA EM RISCO: Denúncias de abuso crescem 32% em Londrina

- O Diário (Maringá): Saiba quem são os 321 candidatos a vereador

- Diário dos Campos: DC sabatina candidatos à prefeitura de Ponta Grossa

- Jornal da Manhã: Região produz R$ 5 bi no campo

- O Paraná: Na mira de contrabandistas, prefeitos são jurados de morte

- Gazeta do Paraná: Lixo urbano de Cascavel custará R$ 24 mi este ano e ‘ninguém’ quer discutir

- Jornal Hoje: Entre as maiores, Cascavel é a que menos gasta em educação

- Diário do Noroeste: Começa a disputa pelo voto

- Tribuna de Cianorte: Cianorte terá 99 candidatos a vereador

- Umuarama Ilustrado: Propaganda eleitoral inexiste, mas já está liberada pelo TSE

- Tribuna do Norte: Bandidos ameaçam policiais de morte

Jornais de outros estados

- Globo: Brasil tem 82 escolas de 1º Mundo em áreas pobres

- Folha: Pessimismo trava crescimento, diz chefe do BNDES

- Estadão: Governo tem R$ 59 bi para investimento, mas não consegue gastar

- Correio: Cidadanias são vendidas até pela internet

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Ratinho Jr, pré-candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, agiu na manhã chuvosa deste sábado (7) tal qual age um técnico de futebol na véspera de seu time entrar em campo. Reuniu numa concentração (chácara) os candidatos a vereador de sua chapa (PSC, PR, PTdoB e PCdoB) para fazer uma preleção antes de começar a campanha de rua.

“O novo está nas atitudes. Só o fato de nós enfrentarmos a máquina e não nos acovardarmos, não abaixarmos a cabeça, de não vender a nossa candidatura, é uma atitude diferente na política. Eu sou o mais novo dos candidatos. Eu sou o que mais tenho que romper o desafio de preconceito da sociedade. Eu estou com muita vontade de trabalhar, mas eu estou com muito mais vontade de ganhar a eleição e eu quero ganhar com vocês”, disse o técnico Ratinho Jr.

Gustavo Fruet, do PDT, e o prefeito Luciano Ducci, do PSB, preferiram fazer o teste das ruas no primeiro dia de campanha.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Fac-símile da nota na Veja. Clique para ampliar.

A coluna Holofote da revista Veja, edição desta semana, assinada pelo jornalista Otávio Cabral, traz uma curiosa nota sobre a desistência de Renata Bueno (PPS) da disputa pela prefeitura de Curitiba em favor de seu pai, o líder nacional do PP na Câmara, Rubens Bueno.

Um parêntese. A nota pode ser curiosa para o eixo Rio-São Paulo-Brasília porque os rumores dessa desavença familiar os leitores deste blog souberam antes, mas muito tempo antes.

O prefeito Luciano Ducci (PSB), candidato à reeleição, que já levou uma bordoada do mesmo semanário, e seu vice, o limpinho Rubens Bueno, saíram-se com essa: “Essa revista pertence ao PIG (Partido da Imprensa Golpista)”.

Mas como a sapecada tem endereço e a revista ainda não chegou às bancas de Curitiba, vou reproduzi-la na íntegra para o ilustre leitor:

“A vereadora Renata Bueno, do PPS, havia lançado dois meses atrás sua candidatura a prefeita de Curitiba. Já tinha marqueteiro contratado, jingle pronto e apoio de dois partidos. Na semana passada, porém, foi surpreendida pelo próprio pai, deputado federal Rubens Bueno, líder do PPS e membro da CPI do Cachoeira. Rubens comunicou à filha que ela deveria retirar seu nome da disputa, uma vez que ele havia negociado uma aliança para a reeleição do atual prefeito, Luciano Ducci (PSB), de quem será vice. Sem opção, Renata obedeceu, mas avisou que não subirá no palanque de Ducci e do pai.”

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Fotos: divulgação campanha PSC.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Jr, depois reunir-se na manhã deste sábado (7) com a chapa de vereadores, participou de uma Feijoada Beneficente da Associação de Amigos do Hospital de Clínicas.

O candidato do PSC estava acompanhado do seu vice, o arquiteto e urbanista Ricardo Mesquita (PSC), e do presidente municipal PSC de Curitiba, o engenheiro Antônio Borges dos Reis.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Fotos divulgação da campanha e do Facebook do candidato.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PMDB, Rafael Greca, iniciou sua caminhada neste sábado (7) na Boca Maldita, centro da capital, ao lado da vice Marinalva Silva (PMDB).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Fotos: divulgação campanha Ducci.

O prefeito Luciano Ducci (PSB), candidato à reeleição, realizou neste sábado (7) caminhada entre o comércio do bairro Cidade Indústrial de Curitiba (CIC), na região Sul.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Fotos: Roberto Corradini e Everson Bressan.

O candidato da prefeito Gustavo Fruet (PDT) realizou caminhada na manhã deste sábado (7) no bairro Sítio Cercado, na região Sul de Curitiba.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O ator Cláudio Castro, conhecido com Ahnão, e Jeitoso. Foto: Facebook.

Três lideranças do PDT de Curitiba ainda tentam vaga de candidato a vereador numa espécie de repescagem na coligação de Gustavo Fruet.

O bruxo e tarólogo Chik Jeitoso, o ator Ahnão e Clark Crent – conhecido super-herói evangélico — ainda alimentam a esperança de disputar a Câmara Municipal.

Embora as listas com os nomes dos candidatos já estejam na Justiça Eleitoral, as coligações podem ainda fazer substituições nas próximas horas.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Alzimara e Fajardo concorrem pelo PPL em Curitiba (Foto: Fernando Castro/G1).

O Partido da Pátria Livre (PPL) definiu a próxima quinta-feira (12) como o “Dia da Arrancada” para a campanha de Alzimara Bacellar à prefeitura de Curitiba.

O vice do PPL é o ex-diretor da Biblioteca Pública do Paraná, Cláudio Fajardo.

O PPL realizará o evento inicial rumo à capital paranaense no Hotel San Martin (Rua João Negrão, 169, Centro), às 19 horas.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Câmara de Curitiba: objeto de desejo de muitos e ao alcance de poucos. Foto: Juliano Martins.

Apenas 650 candidatos disputarão as 38 cadeiras na Câmara Municipal de Curitiba. O número é 46% menor em relação às eleições de 2008, quando cerca de 1,2 mil curitibanos tentaram uma vaga no parlamento municipal.

A quantidade de candidatos a vereador no pleito deste ano também é inferior em relação à disputa eleitoral de 2004, que apresentou 900 postulantes.

Qual o motivo de tão poucos candidatos à Câmara? Desapontamento dos cidadãos com a política ou estratégia dos partidos que resolveram concentrar a campanha em poucos nomes?

Para eleger um vereador na capital, o partido ou chapa, precisará aproximadamente de 25 mil votos dentro de um colégio eleitoral de 1,1 milhão de eleitores. Ou seja, para conquistar uma bancada de 4 vereadores, por exemplo, necessitará de 100 mil votos.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Avanilson Araújo, do PSTU, é o primo rico; Bruno Meirinho, do PSOL, é primo pobre.

A capital paranaense tem oito candidatos a prefeito. Um deles, do PRTB, está sub judice, mas a Justiça Eleitoral já liberou informações sobre a declaração de bens dos outros sete que disputam o cargo.

A curiosidade é que o candidato do PSTU, o advogado Avanílson Araújo, declarou possuir bens de R$ 24 mil. Outro advogado, Bruno Meirinho, do PSOL, tem bens de R$ 7,2 mil.

Na sequência vem Alzimara Bacellar, do PPL, com R$ 106 mil; Rafael Greca, do PMDB, com R$ 264 mil; Luciano Ducci, do PSB, com R$ 312 mil; Gustavo Fruet, do PDT, com R$ 2,2 milhões; e Ratinho Jr, do PSC, com 7,5 milhões.

Todos os sete candidatos estimam gastar R$ 68,3 milhões na campanha rumo à prefeitura de Curitiba.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Charge de Paixão – Gazeta do Povo (PR).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Jornais do Paraná

- Gazeta do Povo: Terra que vale ouro

- Jornal de Londrina: Londrinenses usam rede social para monitorar preços de combustíveis

- Folha de Londrina: Policiais federais são presos por facilitar contrabando

- O Diário (Maringá): Aumento de casos de gripe A provoca corrida por vacina

- Diário dos Campos: Mega apreensão: 40 quilos de maconha em PG e Prudentópolis

- Jornal da Manhã: Região deverá contratar R$ 1,29 bi em crédito rural

- O Paraná: Estado faz proposta para desapropriar área para Aeroporto

- Gazeta do Paraná: Consumidor ainda mantém gastos nos supermercados

- Jornal Hoje: Óbitos no trânisto aumentam e Cettrans aperta fiscalização

- Gazeta do Iguaçu: Justiça dá 72 horas para município justificar uso de armas pela GM

- Diário do Noroeste: Em Paranavaí, candidatos devem gastar R$ 1,4 milhão na campanha

- Tribuna de Cianorte: Esquadrilha da Fumaça se apresenta hoje em Cianorte

- Umuarama Ilustrado: Agentes e delegado da PF são presos em operação na região

- Tribuna do Norte: Qual o custo para eleger um prefeito

Jornais de outros estados

- Globo: Inflação zero e PIB fraco vão acelerar corte de juro

- Folha: Governo vai reduzir custo da tarifa de eletricidade

- Estadão: Queda de IPI faz inflação atingir menor nível em 2 anos

- Correio: Governo corta ponto e não vai dar aumento

- Zero Hora: Comportamento de risco põe gaúchos no topo do ranking da Aids no país

revistas semanais

- Carta Capital: O progresso volta ao litoral

- Veja: Menor + álcool: proibido mas ninguém liga

- Época: O Universo, Deus e você

- IstoÉ: O lado bom do aborrescente

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Não se engana muitos por muito tempo. Veja essa barbaridade, caro leitor.

O ativista “Stanley Burburinho” levantou a lebre: os camaradas do PSOL se coligaram com o PP de Paulo Maluf e com o DEM de ACM Neto em São Lourenço do Sul, no Rio Grande do Sul.

Está duvidando? Aqui está o link do registro da coligação no TSE.

Nessa coligação neoliberal ainda tem PSDB e PPS. É mole, Juvenal?

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.