Edson Feltrin (Femotiba).

O advogado Edson Feltrin, presidente da Federação dos Moradores de Curitiba (Femotiba) e um dos coordenadores da campanha de Gustavo Fruet (PDT), informa que os movimentos sociais organizarão um ato político na próxima quarta-feira (24), a partir das 19 horas, na Sociedade Morgenau, em apoio à candidatura do pedetista.

Segundo Feltrin, o evento suprapartidário deverá reunir lideranças de entidades como Nilson Pereira, presidente da Femoclan (Federação Comunitária das Associações de Moradores de Curitiba e Região Metropolitana) e da Famopar (Federação das Associações de Moradores de Bairros do Estado do Paraná Movimentos Sociais); Luiz de Mauro, presidente da Conam (Confederação Nacional das Associações de Moradores); e Ana Célia, presidenta da União Geral dos Moradores, dentre outras.

A Femoclan e a Famopar apoiaram no primeiro turno a candidatura do prefeito Luciano Ducci (PSB).

Além de Fruet e sua vice, Mirian Gonçalves (PT), a atividade contará com as presenças dos ministros José Eduardo Cardozo (Justiça) e Miriam Belchior (Planejamento).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Advogado Juliano Breda.

O advogado Juliano Breda não terá concorrentes na disputa pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Paraná, que realizará eleição no próximo dia 19 de novembro.

Apesar de não haver bate-chapa na autarquia federal, Breda afirma que é muito importante que todos os advogados participem e votem na eleição.

“Agradeço a confiança de todos os advogados pela honra em ter sido escolhido candidato a Presidente da OAB/PR pela XI de Agosto. Não teremos concorrentes e isso apenas aumenta a responsabilidade dos eleitos”, disse o futuro presidente da OAB.

Além do presidente e os diretores da entidade, os advogados também escolherão o Conselho e os diretores da Caixa.

“A partir de hoje começaremos a erigir em conjunto com toda a classe e em todo o Estado um projeto democrático para os próximos anos, incluindo todos os segmentos da profissão”, afirmou Juliano Breda.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

por Aline Rios, via Diário dos Campos

Rangel e Péricles disputam o segundo turno em Ponta Grossa.

Os candidatos a prefeito que disputam o segundo turno em Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PPS) e Péricles de Mello (PT), têm uma semana decisiva pela frente. Nos últimos dias que antecedem a votação do dia 28, os concorrentes devem intensificar a busca pelo convencimento e aproximação do eleitorado. Neste sentido, vale apostar na propaganda e também em atividades como a realização de caminhadas, passeatas e carreatas. Os prefeituráveis também devem aproveitar a semana para trazer a cidade nomes de peso da política, em manifestação de apoio às suas campanhas.

Hoje, por exemplo, está programada a vinda do ministra da Saúde, Alexandre Padilha a Ponta Grossa. De acordo com as informações divulgadas pela assessoria da coligação ‘Viva Ponta Grossa!’, Padilha manifestará seu apoio à candidatura de Péricles a partir das 16 horas em evento no Espaço Ponta Grossa. Ainda durante a visita, o ministro também se reúne com profissionais da saúde que atuam para discutir sobre os principais problemas da área no município e apontar soluções.

Péricles observa que a saúde é uma das áreas que mais motiva preocupações por parte da população. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

“Comparar meu filho com Collor é truque idiota”, diz Ratinho. Foto: reprodução.

via UOL Eleições 2012

Além de maior doador, o apresentador de TV Carlos Massa, o Ratinho, é figura atuante na campanha de seu filho, Ratinho Junior (PSC), na corrida eleitoral pela Prefeitura de Curitiba. De segunda a quarta, ele passa em São Paulo gravando seu programa no SBT. No restante da semana, ele está em comícios e carreatas com seu primogênito na capital do Paraná.

Ele rebate as críticas do rival Gustavo Fruet (PDT), que comparou Ratinho Júnior com o ex-presidente Fernando Collor. “É um truque idiota, imbecil”, responde o pai celebridade.

O empresário e apresentador de TV deu a entrevista em sua casa em Alphaville, condomínio de luxo na cidade de Barueri, na Grande São Paulo, na semana passada, antes da divulgação das pesquisas Datafolha e Ibope, que colocam Fruet na liderança. No primeiro turno, o candidato do PSC terminou a disputa em primeiro, com 34% (332.408) dos votos válidos contra 27% (265.451) do pedetista. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Ratinho Jr versus Fruet. Foto: Rodrigo Félix Leal. Jornal Metro/Curitiba.

Os candidatos Ratinho Junior (PSC) e Gustavo Fruet (PDT), que disputam o segundo turno em Curitiba, se enfrentam em debate promovido pela RIC TV (Record), a partir das 23h15. O confronto será mediado pela jornalista Joice Hasselmann.

O debate de hoje à noite ocorrerá num momento tenso das campanhas. Ratinho Junior, atrás nas sondagens, abriu intenso fogo contra Fruet. O candidato do PSC deverá partir para o ataque, acusando o pedetista de contar com o ex-ministro José Dirceu nesta etapa eleitoral.

Fruet, por sua vez, deverá mostrar que o julgamento de “mensaleiros”, inclusive Dirceu, só foi possível graças a sua atuação na CPI dos Correios, em 2005, quando era deputado federal.

Resumo da ópera: se o confronto desta noite repetir o formado do primeiro turno, possibilitando o cara a cara, será um teste para cardíacos de ambas torcidas.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Juíza também proibiu jornal sobre panfletos apócrifos

Justiça proíbe comparação de pesquisas Ibope e Datafolha.

A Justiça Eleitoral proibiu ontem (21) que o candidato do PSC à prefeitura de Curitiba, Ratinho Junior, exiba no seu programa de tevê no horário eleitoral gráfico que compara desempenho entre os institutos Datafolha e Ibope.

A animação gráfica mostrada no programa de Ratinho induzia o eleitor a pensar que Gustavo Fruet (PDT) caiu na preferência do eleitorado, diz o advogado Luiz Fernando Pereira, coordenador jurídico da campanha pedetista.

“O candidato do PSC omitiu as datas das coletas das entrevistas”, argumenta Pereira, ao comentar a decisão da juíza Renata Estorilho Baganha.

A última pesquisa divulgada pelo Ibope, registrada no TRE, colocou Fruet 10 pontos à frente de Ratinho. A do Datafolha ampliou ainda mais a vantagem do candidato do PDT: 16 pontos.

Os advogados alegaram que é impossível comparar as pesquisas dos dois institutos porque eles têm metodologias diferentes e quantidade de entrevistas também diferentes.

O Datafolha ouviu 1.267 pessoas entre os dias 17 e 18 de outubro. O Ibope entrevistou 1.001 eleitores entre os dias 17 e 19 de outubro.

A Justiça Eleitoral também proibiu, ontem, a coligação de Ratinho Junior de distribuir jornal no qual afirma que Gustavo Fruet está sendo investigado por suposta produção de panfleto apócrifo e fixou multa de R$ 1 mil por exemplar distribuído. O episódio ocorreu no primeiro turno.

A juíza eleitoral Adriana Ayres Ferreira reafirmou que o pedido de investigação proposto por Ratinho Júnior foi arquivado pela Polícia Federal por falta de provas. A coligação Curitiba Criativa poderia ter recorrido da decisão, mas não o fez.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Assessor parlamentar Nivaldo Missio (jaqueta preta) foi levado à sede da Polícia Federal em Cascavel. Foto: divulgação.

A Polícia Federal prendeu ontem à noite Nivaldo Missio, assessor do deputado estadual Adelino Ribeiro (PSL), flagrado distribuindo panfletos apócrifos contra o candidato a prefeito de Cascavel pelo PT, Professor Lemos. Outras quatro pessoas foram levadas à Polícia Militar.

Segundo o último Ibope sobre a disputa em Cascavel, o petista lidera a corrida com 46% ante 45% do atual prefeito, Edgar Bueno (PDT), que concorre à reeleição.

As pessoas detidas foram flagradas distribuindo panfletos apócrifos nas portas de igrejas evangélicas. Em um dos casos, foram dados tiros para intimidar quem tentava impedir a distribuição dos panfletos.

O material apreendido dizia que o petista Lemos, se eleito prefeito, “iria ensinar o homossexualismo nas salas de aula”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Charge de J. Bosco – O Liberal.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Jornais do Paraná

Gazeta do Povo: Um em cada cinco jovens não estuda nem trabalha

Jornal do Estado: Antes da posse, vereadores já articulam eleição para a mesa

Jornal Metro: Curitiba tem mais de um desaparecimento por dia

Jornal de Londrina: Valor de empréstimo para pequenos dobra em 10 anos

Folha de Londrina: Diferentes estratégias na reta final

Gazeta do Paraná: Galo canta e Flu dança

Gazeta do Iguaçu: Polícia procura fugitivos da Penitenciária Estadual

Jornais de outros estados

Globo: Sem punição – Empresas de ônibus protegem infratores

Folha: TSE investiga contas de 17 partidos após fraude

Estadão: Mutirão limpa nome e tenta animar vendas de Natal

Correio: A tragédia se repete no Lago Paranoá

Valor: BNDES estimula acesso de empresas menores à bolsa

Estado de Minas: Sem inglês, sem bolsa

Zero Hora: Avançou

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

A campanha de Ratinho Junior (PSC), que disputa o segundo turno em Curitiba, veiculou propaganda no horário eleitoral, na noite deste domingo (21), tentando relacionar o ex-ministro José Dirceu ao adversário Gustavo Fruet (PDT).

“Jose Dirceu, apontado pela Procuradoria Geral da República com chefe da quadrilha do mensalão e condenado pelo Supremo Tribunal Federal, por corrupção ativa, comemorou o resultado do Ibope que deu pequena vantagem para Gustavo Fruet. Segundo o próprio José Dirceu ontem em seu blog, ‘agora uma excelente notícia trazida pelo Ibope, a virada pelo candidato que apoiamos em Curitiba, Gustavo Fruet’. Depois dessa, sinceramente, você vai ainda continuar apoiando esse candidato?”, diz o comercial.

A propaganda de Ratinho Junior mostrou vários depoimentos com adjetivos pesados, tais como chefe do mensalão, corrupto número um, repudiando a “presença” de José Dirceu na campanha de Fruet em Curitiba.

O blog apurou que setores da campanha gustavista atribuem a matéria publicada no blog de Dirceu a uma espécie de “vingança” do ex-ministro contra Gustavo Fruet. O candidato do PDT, quando era deputado federal pelo PSDB, destacou-se justamente na CPI do Mensalão que desaguou na condenação de petistas e do próprio José Dirceu. O relator do julgamento do mensalão, ministro Joaquim Barbosa, na leitura de seu relatório, inclusive, citou o trabalho de Fruet na investigação em três oportunidades.

Nem o PT nem a campanha do pedetista se pronunciaram oficialmente sobre o comercial exibido por Ratinho e sobre a tese de “vingança” de José Dirceu contra Fruet.

Essa guinada do candidato do PSC para um discurso mais conservador, anti-PT, vem causando desconforto ao aliado PCdoB. Especula-se que os comunistas podem deixar a coligação de Ratinho Junior, pois eles dizem que os pastores evangélicos tomaram conta da campanha e trouxeram à baila temas religiosos como aborto e casamento gay.

“Na luta contra a corrupção e para garantir a segurança em Curitiba”, Ratinho Junior anunciou a criação de uma “supersecretaria” de Segurança, se eleito, que será ocupada pelo delegado da Polícia Federal licenciado e deputado federal Fernando Francischini (PEN), que praticamente tomou conta do programa eleitoral do candidato do PSC.

Francischini fora preterido da vice do prefeito Luciano Ducci (PSB), que não avançou para o segundo turno. Por ironia, agora o deputado virou o principal garoto-propaganda e “tábua da salvação” de Ratinho. O “futuro supersecretário” é homem de confiança do governador Beto Richa (PSDB).

Já o ex-candidato a vice de Ducci, deputado federal Rubens Bueno (PPS), está apoiando a candidatura de Fruet.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Ratinho Junior (PSC). Foto: Rodrigo Félix Leal. Jornal Metro/Curitiba.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Junior, por meio de sua assessoria, informou na noite deste domingo (21) que não tem nenhuma relação com a divulgação de pesquisa falsa Bandnews/Vox Populi que está sendo publicada nas redes sociais e investigada pela Justiça Eleitoral.

A assessoria jurídica do candidato disse que apresentará defesa e demonstrará que o candidato e a coligação não têm responsabilidade alguma pelo ocorrido. “A divulgação da suposta pesquisa foi ato individual de alguém não ligado à campanha”, diz o comunicado.

De acordo com a coordenação de Ratinho Junior, o candidato do PSC repudia a divulgação dessa pesquisa irregular por considerar ações como essa um desserviço à democracia.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

A ministra Gleisi Hoffmann esteve ontem em Cascavel. Foto: Leandro Taques.

“O momento é de intensificar a campanha na rua, mostrar a capacidade de nossa militância e consolidar a bonita virada que representará uma vitória para o povo de Cascavel”. As palavras de confiança na vitória do Professor Lemos (PT) e do vice Walter Parcianello (PMDB) partiram da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, que ontem (20) esteve em Cascavel, Oeste do Paraná.

Na condição de militante do Partido dos Trabalhadores, Gleisi reiterou o apoio do Governo Federal à campanha de Lemos e falou do atual momento da campanha.

“Tentam desconstruir nossos companheiros, nossa aliança, afirmando que o Lemos não tem experiência. Lembro que isso foi usado pelos adversários do ex-presidente Lula, que diziam que ele não tinha capacidade de governar um país desta dimensão e também da presidenta Dilma, quando falaram que o Lula estava elegendo um ‘poste’ para governar o Brasil”, lembrou a ministra. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Rocha Loures e Gustavo Fruet. Foto: Rogério Theodorovy.

O chefe de relações institucionais da Vice-Presidência da República, Rodrigo Rocha Loures, do PMDB, acompanhou por duas horas as pedaladas do candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, Gustavo Fruet, que terminou no Parque Barigui.

Segundo Rocha Loures, o pedetista pediu para que a militância da campanha mantenha o pé no chão “sem salto alto” na reta final do segundo turno.

“Tem muita gente querendo vir agora, inclusive do PMDB”, assegura Rocha Loures, que na semana passada, juntamente com o senador Sérgio Souza, contrariaram o correligionário Roberto Requião, presidente da sigla na capital, ao declararem apoio a Fruet.

“Imagina-se que, infelizmente, o tom deverá subir por parte da turma do Ratinho Junior (PSC). Ele [Fruet] está sereno e calmo. Confiante e tranquilo, pedindo ao longo do caminho para o pessoal manter o pé no chão, sem salto alto”, relatou o peemedebista.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Elías Jaua mostrou uma fotografia ao lado do líder cubano. Foto: AFP.

Foram por terra neste domingo (21) os boatos de que líder da revolução cubana, Fidel Castro, de 86 anos, estaria entre a vida e a morte por causa de um suposto derrame cerebral.

O ex-vice-presidente da Venezuela, Elías Jaua, exibiu uma foto em que Castro o acompanha até o Hotel Nacional de Havana, depois de conversarem por cinco horas sobre assuntos relativos à agricultura.

Jaua garantiu que o líder revolucionário “está muito bem e muito lúcido”.

O gerente do hotel, Antonio Martinez Rodriguez, afirmou que Fidel está vivinho da silva.

“Sim, ele esteve aqui ontem, o mesmo velho Fidel, com sua barba e bochechas rosadas. Ele estava bem”, confirmou Martinez à agência de notícias Reuters.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Resultado é trunfo para Dilma na eleição de 2014

via Estadão

Lula e Dilma no comício de Márcio Pochmann (PT) em Campinas (SP).

Os resultados do 1.º turno e as pesquisas do 2.º turno indicam que os partidos de oposição à presidente Dilma Rousseff terão um encolhimento de 30%, pelo critério do número de eleitores governados, quando comparadas as eleições de 2008 e 2012.

Há quatro anos, PSDB, DEM, PPS e PSOL – então na oposição ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva – conquistaram nas urnas o comando de cidades que concentravam 28% do eleitorado do País. Esses mesmos partidos devem eleger agora prefeitos de municípios que abrigam 19% dos eleitores. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

* Pedetista vê desespero do candidato do PSC

Gustavo Fruet e Ratinho Junior. Foto: Gazeta do Povo.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PDT, Gustavo Fruet, conseguiu na Justiça Eleitoral proibir que o adversário Ratinho Junior (PSC) divulgue pesquisa falsa sobre a disputa neste segundo turno. De acordo com a equipe jurídica do pedetista, “trata-se de sondagem fraudulenta com o intuito de manipular o eleitorado”.

Segundo a campanha de Fruet, desde a última sexta-feira (19), pessoas ligadas ao candidato Ratinho Junior passaram a divulgar nas redes sociais suposta pesquisa do instituto Vox Populi, que teria sido contratada pela Bandnews e colocaria o candidato do PSC à frente na disputa pela prefeitura de Curitiba.

Além do candidato do PSC e sua coligação, são citados na ação proposta pela coligação Curitiba Quer Mais, o diretor executivo da Rede Massa (empresa de Ratinho), Luiz Benite e a internauta Maria Eugênia Ribeiro.

O juiz da 1ª Zona Eleitoral, Marcelo Wallbach, fixou multa de R$ 5 mil em caso de descumprimento. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Ratinho Jr, Luciano Ducci e Beto Richa. A foto é da Marcha para Jesus.

O candidato a prefeito de Curitiba pelo PSC, Ratinho Junior, adotou o discurso do ex-candidato à reeleição, prefeito Luciano Ducci (PSB), na reta final deste segundo turno.

Ducci, mesmo com o apoio do governador Beto Richa (PSDB), não conseguiu avançar para esta etapa da disputa. Perdeu a vaga para o adversário Gustavo Fruet (PDT).

Tanto Ducci quanto Richa declararam-se oficialmente “neutros” neste segundo turno, mas a maioria de seus correligionários está na campanha de Ratinho Junior.

Neste domingo (21), em campanha no bairro Campo Comprido, região Oeste, o candidato do PSC afirmou que não fez alianças com partidos em troca de “apoiamentos” para a eleição de 2014.

“Minha candidatura não recebeu apoios por debaixo dos panos, muito menos de políticos acusados de mensalão. Construí nosso projeto sem vender minha consciência e comprometido com a população”, disse, repetindo o mantra de Ducci no primeiro turno.

O discurso anti-PT de Ratinho Junior vem causando desconforto ao aliado PCdoB, que também critica temas religiosos na campanha como aborto e casamento gay. O sindicalista Zenir Teixeira, por exemplo, dirigente do partido vermelho, avalia que “a agenda conservadora imposta pelos pastores evangélicos pode levar o candidato do PSC à derrota no próximo domingo (28)”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

* Debates na RIC TV (Record) e na RPC TV (Globo) também movimentam a política na capital paranaense nesta semana

Charge de Ivan Cabral.

A semana final de campanha neste segundo turno promete ser bastante movimentada em Curitiba. Ontem à noite, o IRG Consultoria, conhecido como DataPicler, também registrou pesquisa para medir a disputa pela prefeitura entre Ratinho Junior (PSC) e Gustavo Fruet (PDT). Agora são três sondagens que serão divulgadas até quinta-feira (25).

O DataPicler informa que entrevistará 1200 eleitores, por encomenda do Centro Universitário Uninter, de propriedade de Wilson Picler (PDT), ao custo de R$ 15 mil.

Datafolha e Datacenso já estão em campo e prometem revelar a “febre” do eleitorado curitibano entre terça (23) e quarta-feira (24).

Além das pesquisas, dois debates com os candidatos devem agitar a reta final desta campanha. Amanhã, segunda-feira (22), Joice Hasselmann comanda o espetáculo a partir das 23h15 na RIC TV (Record) e o último confronto entre Ratinho e Fruet ocorrerá no próximo dia 26, às 23 horas, na RPC TV. A mediação caberá ao repórter Sandro Dalpícolo.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Gustavo Fruet participou de bicicletada. Fotos: Everson Bressan.

O candidato a prefeito Gustavo Fruet (PDT) comandou, neste domingo (21), um passeio ciclístico pelas ruas da capital e reafirmou seu compromisso com os ciclistas e a proposta de campanha de construir 300 km de ciclorrotas.

Partindo da Praça Santos Andrade, o grupo de dezenas de ciclistas percorreu as principais ruas centrais da cidade com destino ao tradicional Parque Barigui. No trajeto, o candidato pedetista recebeu diversas manifestações de apoio da população curitibana, nas ruas, nos carros, nas estações tubo, nos prédios.

Ao chegar ao Barigui, Fruet encontrou-se com grupos de variados movimentos sociais, como o Movimento dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Curitiba. O candidato do PDT conversou com portadores de deficiências e recebeu um documento de apoio do grupo, que luta pela inclusão e pela acessibilidade na capital. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

“O PCdoB é contra essa agenda conservadora. Nós achamos que essas questões de gays e aborto nos levarão à derrota”, diz Zenir Teixeira, histórico dirigente comunista no Paraná. Foto: Brasil 247.

O PCdoB de Curitiba colocou na cabeça que precisaria deixar de ser um partido satélite do PT, aliado com qual vinha marchando preferencialmente na capital de todos os paranaenses desde 1989. O descolamento de comunistas e petistas ocorreu pela primeira em 2008, quando o PCdoB lançou o ex-deputado federal Ricardo Gomyde para prefeito, que conquistou 0,71% dos votos. Naquela mesma disputa o PT apostou em Gleisi Hoffmann, que obteve 18,17% dos votos válidos.

Neste ano, o PCdoB outra vez não quis a companhia do PT – que está na coligação de Gustavo Fruet, do PDT. O Partido Comunista do Brasil preferiu unir-se a Ratinho Junior, do PSC, tendo como foco estratégico eleger um vereador, mas o projeto deu errado porque a coligação na proporcional com PR não alcançou quociente necessário (24 mil votos). A coligação do PCdoB com o PR obteve 21.628 votos (nominais e de legenda, juntos).

Fiz esse pequeno intróito com o objetivo de facilitar a compreensão do leitor sobre o que pensam os comunistas curitibanos sobre a disputa eleitoral deste segundo turno.

O PCdoB não elegeu vereador, não indicou o vice na chapa de Ratinho, mas agora luta para influenciar nos rumos da campanha. O partido é contra adotar uma agenda conservadora como querem os pastores evangélicos. A disputa de rumo na campanha de Ratinho começou com a lambança acerca de uma reunião com o movimento gay. Em um mesmo dia foi marcada, desmarcada, prometida para o futuro e desmentida.

“O PCdoB é contra essa agenda conservadora. Nós achamos que essas questões de gays e aborto nos levarão à derrota”, disse ao blog o sindicalista Zenir Teixeira, um dos comandantes-em-chefe da campanha de Ratinho Junior e um dos generais do PCdoB no Paraná. Para o dirigente comunista, os pastores evangélicos já detonaram a campanha de José Serra (PSDB) em São Paulo e agora estão fazendo o mesmo aqui em Curitiba.

Zenir se referiu ao pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia em Deus Associação Vitória em Cristo, que, em São Paulo, foi um dos algozes do petista Fernando Haddad no programa eleitoral no rádio e na tevê. Ao pastor couberam as críticas pesadas ao kit anti-homofobia, elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), quando Haddad era ministro. O material seria distribuído em escolas públicas do país e era destinado a combater a intolerância contra homossexuais, mas a presidenta Dilma Rousseff não permitiu que o projeto do MEC prosperasse.

Ratinho Junior trouxe ontem (20) o tema “aborto” para a arena eleitoral durante o Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política. Influenciado pelos pastores, o candidato do PSC reedita a campanha presidencial de Serra que, em 2010, tentou carimbar a então adversária Dilma Rousseff (PT) como “abortista”.

“Pelos meus princípios cristãos sou contra o aborto. Tenho meus posicionamentos claros em relação a este assunto”, vangloriou-se Ratinho Junior, ao afirmar que “é o único candidato que se posicionou contra o aborto e a favor da vida”.

O dirigente do PCdoB, Zenir Teixeira, não tem dúvidas de que a campanha de Ratinho está pecando por causa da má influência dos pastores. Para ele, o que precisaria realçar no rádio e na televisão, na agenda política, é a disputa de classe que está havendo na capital.

“Gustavo Fruet e o PT estão acompanhados da elite econômica curitibana. Nós temos que mostrar que esta é uma disputa entre pobres e ricos, entre a minoria que nasceu aqui e acha que é dona de Curitiba e os que para aqui vieram, ajudaram construir esta cidade, e que também são curitibanos, aliás, a maioria”, disse Zenir, realçando a disputa de classes em andamento: “Só os pastores é que não enxergam isso”, critica o sindicalista, cotado para assumir a Secretaria do Trabalho, caso Ratinho Junior vença a eleição.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});