Brasília Colunistas Curitiba Destaques Notícias Opiniões Polí­tica

Gleisi Hoffmann: “Pelo fim da cultura do estupro”

Gleisi_Fora_Temer

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), em sua coluna de hoje (30), lamenta a cultura machista e o estupro contra as mulheres. Ela afirma que a legislação garante direitos, mas os “costumes” ainda falam mais alto. A colunista se diz chocada com o fato de uma jovem de 16 anos sendo abusada por mais de 30 homens. Para Gleisi, o governo interino de Michel Temer (PMDB) não tem sensibilidade para as causas das mulheres ao não deixar nenhuma no primeiro escalão. Abaixo, leia, comente e compartilhe a íntegra do texto:

Continue reading

Brasília Cadernos Cascavel Cornélio Procópio Curitiba Destaques Foz do Iguaçu Guarapuava Litoral Londrina Maringá Notícias Polí­tica Ponta Grossa RMC Sudoeste

Mulheres curitibanas promovem ‘pedalada’ neste domingo contra machismo de Aécio e Cunha

regina_cut_cunhaaecioO Blog do Esmael registrou ontem (4) que o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) materializa o machismo de seus principais articuladores — o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, e do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Pois bem, neste domingo (6) haverá em Curitiba a “IV Pedalada Pelo Fim da Violência Contra a Mulher” a partir das 9 horas na Praça Santos Andrade (UFPR). O sexismo dos golpista também é uma forma de violência e ataque à dignidade da mulher, como já denunciou aqui a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

O evento de amanhã faz parte do calendário oficial de eventos da CUT Paraná, quando reúne militantes em defesa das mulheres e engajados na luta pelo vim da violência contra as mulheres.

“É uma forma saudável de mostrarmos nossa disposição para a luta pelo fim da violência contra as mulheres. É uma situação que, apesar de todos os esforços, segue sem uma solução ou um cenário de melhoras”, declarou a presidente da CUT Paraná, Regina Cruz.

Continue reading

Brasília Cadernos Cascavel Cornélio Procópio Curitiba Destaques Diário de Greve Foz do Iguaçu Guarapuava Litoral Londrina Maringá Notícias Opiniões Polí­tica Ponta Grossa RMC Sudoeste

Machismo contra Dilma. Se o presidente fosse Ciro, Lula ou Requião, golpe de Aécio-Cunha seria aberto?

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) em diversos momentos denunciou aqui no Blog do Esmael, onde ela possuiu uma coluna semanal, que muitos desses ataques contra a presidente Dilma Rousseff (PT) ocorrem devido ao machismo impregnado na política brasileira.

Os leitores também têm percepção deste sexismo, portanto, do ato covarde praticado pela oposição que não deu trégua à primeira mulher eleita presidente da República e, mais de um ano depois, ainda não assimilou a derrota que sofreu nas urnas.

Gleisi por exemplo denunciou aqui, por exemplo, agressões contra Dilma em tatuagens que a mostram com um pênis na boca e outra a retratando como diabo.

“É crime e ofende a todas nós, mulheres, independente de posição política”, protestou a senadora em sua coluna do dia 9 de novembro.

Pois bem, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) que fora machista nos debates durante a campanha retoma agora sua verve violenta em relação ao sexo oposto. Ele se uniu a outro machista declarado e juramentado, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, que é acusado de corrupção, autor de projeto que fere a dignidade das mulheres em caso de estupro.

Agora a pergunta que não quer calar: os machões Aécio e Cunha, novamente aliados nessa empreitada para afastar Dilma, teriam a mesma desenvoltura contra políticos do calibre, por exemplo, do ex-presidente Lula, de Ciro Gomes (PDT-CE) ou do senador Roberto Requião (PMDB-PR)? Ou eles se aproveitam da fragilidade das mulheres? Opine.

Continue reading

Destaques Notícias Polí­tica

Projeto que tipifica crime de feminicídio é aprovado no Senado

via Agência Brasilfemin.jpgO plenário do Senado aprovou ontem (17) projeto de lei que cria o tipo penal de feminicídio. A proposta foi formulada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violência contra a Mulher e estabelece essa tipificação para os assassinatos de mulheres, motivados por questões de gênero. Considera-se razões de gênero a violência doméstica e familiar, a violência sexual, a desfiguração ou mutilação da vítima ou o emprego de tortura ou qualquer meio cruel e degradante.

As penas podem variar de 12anos a 30 anos de prisão, a depender dos fatores considerados. Além disso, se forem cometidos crimes conexos, as penas poderão ser somadas, aumentando o total de anos que o criminoso ficará preso, interferindo, assim, no prazo para que ele tenha direito a benefícios como a progressão de regime.

Continue reading

Curitiba Destaques Notícias Polí­tica

Mulheres pedalam neste sábado contra a violência em Curitiba

A Central Única dos Trabalhadores (CUT-PR) organiza neste sábado (23), a partir das 9 horas, a II Pedalada Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. A concentração será na Praça Santos Andrade e o passeio ciclístico finalizará no Parque Barigui ao som da banda feminina Labrys.

Além da banda de música composta somente por mulheres, haverá sorteios de brindes entre eles uma bicicleta patrocinada pela BikeSul Cicloturismo.

Quem não tiver bicicleta pode locar no Jaime Cicles, no Passeio Público, ou na Curitiba Bikes (Rua Presidente Faria 226, atrás da Praça Santos Andrade).

A seguir, leia a íntegra do regulamento dos sorteios da II Pedalada Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres:

REGULAMENTO SORTEIOS DA II PEDALADA PELO FIM DA VIOLàŠNCIA CONTRA AS MULHERES

1- A Promoção II PEDALADA PELO FIM DA VIOLàŠNCIA CONTRA AS MULHERES! realizada pela Central Única dos Trabalhadores CUT-PR, aqui denominada entidade promotora, acontecerá no dia 23 de novembro de 2013, com início à s 9h e encerramento à s 11:30 h no Parque Barigui.

2- Trata-se de um passeio ciclístico aberto a toda população e tem como principal objetivo conscientizar a população curitibana para atuação propositiva e ativa pelo fim da violência contra as mulheres.

3- As inscrições para participar do evento são gratuitas podem ser feitas via e-mail [email protected] ou pelo telefone 33229885 !“ informando nome, entidade, e-mail e telefone. Serão aceitas inscrições no dia do evento junto a organização.

4- As camisetas alusivas ao evento podem ser adquiridas ao preço de R$ 10,00, pedidos via fone 33229

Continue reading