Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

6 de setembro de 2016
por esmael
18 Comentários

Atrasada, Gazeta do Povo vê “subversivos” nas manifestações pelas Diretas Já

gazeta_subersivos_temerO blog Gazeta do Povo é um atraso. Em editorial nesta terça (6), o ex-jornal acusa a “esquerda” de patrocinar quebra-quebra no movimento Fora Temer. Nada mais falso. Nada mais criminoso.

5 de setembro de 2016
por esmael
34 Comentários

Ensandecida, mídia força barra para criminalizar movimento pelas #DiretasJá

requiao_pmdbSem ter como esconder que milhares foram às ruas por novas eleições, como fez em 1984, a velha mídia golpista brasileira mudou de tática: agora criminaliza as manifestações pelas Diretas Já e Fora Temer.

20 de junho de 2014
por esmael
13 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: Por que as forças de segurança afrouxaram o sutiã para os black blocs?

"As forças de segurança, que fizeram ótima proteção no perímetro de 500 metros do Estádio, não poderiam ter atuado preventivamente no início da confusão que sabidamente ia ocorrer?", questiona Ricardo Mac Donald em sua coluna desta sexta; capitão do time do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, se refere ao quebra-quebra promovido pelos black blocs no centro da capital no dia do jogo Irã x Nigéria, na Arena da Baixada; " Quem assistiu TV, viu comerciantes com pedaços de pau protegendo as vitrines que não foram atacadas!, observa o secretário Municipal de Governo de Curitiba; colunista também relata experiência positiva! da Via Exclusiva da Rua XV de Novembro; leia o texto e compartilhe.

“As forças de segurança, que fizeram ótima proteção no perímetro de 500 metros do Estádio, não poderiam ter atuado preventivamente no início da confusão que sabidamente ia ocorrer?”, questiona Ricardo Mac Donald em sua coluna desta sexta; capitão do time do prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet, se refere ao quebra-quebra promovido pelos black blocs no centro da capital no dia do jogo Irã x Nigéria, na Arena da Baixada; ” Quem assistiu TV, viu comerciantes com pedaços de pau protegendo as vitrines que não foram atacadas!, observa o secretário Municipal de Governo de Curitiba; colunista também relata experiência positiva! da Via Exclusiva da Rua XV de Novembro; leia o texto e compartilhe.

Ricardo Mac Donald*

Não há dúvida que Curitiba se rendeu aos jogos da Copa. A festa de abertura na Arena da Baixada deu o tom de uma Curitiba hospitaleira e preparada para receber a atenção dos visitantes e da imprensa mundial. Leia mais

17 de junho de 2014
por esmael
34 Comentários

Que tem a ver o tucano Beto Richa com os protestos dos black blocs no PR?

“Há algo de estranho no reino da Dinamarca”, cravou William Shakespeare na peça Hamlet. Talvez haja como suspeitam os repórteres Denise Mello e Antônio Nascimento, da rádio Banda B, de Curitiba (clique aqui). Leia mais

16 de junho de 2014
por esmael
26 Comentários

Black blocs vandalizam Curitiba, são presos e população aplaude polícia

Com tesão de argola, black blocs mandaram este blogueiro tomar naquele lugar onde não bate Sol; elite branca também já mandara Dilma 'tomar no cu' durante abertura da Copa; Blog do Esmael transmitiu ao vivo, ininterruptamente, três horas de protesto que culminou com quebra-quebra no centro de Curitiba e prisão de 15 mascarados; população, por óbvio, aplaudiu a ação da polícia.

Com tesão de argola, black blocs mandaram este blogueiro tomar naquele lugar onde não bate Sol; elite branca também já mandara Dilma ‘tomar no cu’ durante abertura da Copa; Blog do Esmael transmitiu ao vivo, ininterruptamente, três horas de protesto que culminou com quebra-quebra no centro de Curitiba e prisão de 15 mascarados; população, por óbvio, aplaudiu a ação da polícia.

Cerca de 150 black blocs saíram pelas ruas da capital paranaense nesta terça-feira (16) em protesto contra a realização da Copa. O movimento terminou em quebra-quebra de instituições bancárias, conforme transmissão ao vivo do Blog do Esmael (clique aqui). Leia mais

2 de maio de 2014
por esmael
36 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: Vandalismo desafia as forças de segurança em Curitiba

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, volta ao tema vandalismo; segundo o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet, Curitiba desperdiçou R$ 6 milhões nos últimos doze meses para reparar escolas e creches, câmaras roubadas e depredadas nas estações tubo e terminais e a destruição do mobiliário urbano; Daria para construir quatro novos CEMEIS para 800 crianças com esse dinheiro!; o colunista revela que a Prefeitura pediu providências à s polícias, tanto na investigação quanto na repressão aos vândalos, e colocou a Guarda Municipal no apoio; De nosso lado estamos prontos para fazer a nossa parte!, avisa; leia o texto.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna desta sexta, volta ao tema vandalismo; segundo o capitão do time do prefeito Gustavo Fruet, Curitiba desperdiçou R$ 6 milhões nos últimos doze meses para reparar escolas e creches, câmaras roubadas e depredadas nas estações tubo e terminais e a destruição do mobiliário urbano; Daria para construir quatro novos CEMEIS para 800 crianças com esse dinheiro!; o colunista revela que a Prefeitura pediu providências à s polícias, tanto na investigação quanto na repressão aos vândalos, e colocou a Guarda Municipal no apoio; De nosso lado estamos prontos para fazer a nossa parte!, avisa; leia o texto.

Ricardo Mac Donald*

Há tempos venho falando que Curitiba mudou de escala no tocante aos atos de vandalismo e a questões de segurança. Quanto a danos em escolas e creches, câmaras roubadas e depredadas nas estações tubo e terminais e a destruição do mobiliário urbano, ultrapassamos em 12 meses a soma de seis milhões de reais. Leia mais

13 de novembro de 2013
por esmael
9 Comentários

Marina seduz empresários e convoca ‘black blocs’ de volta à s ruas

com Brasil 247Provável candidata à  vice-presidência na chapa do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a ex-senadora Marina Silva (PSB) tem reunido empresários a fim de articular uma dura crítica contra a gestão econômica da presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2014. Influentes nomes já davam apoio à  ex-ministra de Lula durante o processo de criação de seu partido, a Rede Sustentabilidade, e agora acompanham Marina em seu novo projeto.

Nesta terça-feira, ela organizou um café da manhã, com o apoio do Itaú, reunindo um grupo de pesos pesados de diversos setores da economia: Roberto Setubal, do Itaú, Candido Bracher, do banco de atacado Itaú BBA, Abilio Diniz, presidente do conselho da BRF, Fábio Ermirio de Moraes, da Votorantim, Carlos Pires, presidente da rede de farmácias Drogasil, Waldemar Verdi, da Rodobens, Daniel Feffer, da Suzano, e Rubens Ometto, da Cosan.

Um dos maiores sinais de insatisfação do empresariado contra Dilma foi a informação, da jornalista Mônica Bergamo, de que Abilio Diniz, considerado um dos empresários mais próximos ao Planalto, teria se afastado do governo. Do outro lado, a presidente estaria atendendo a diversas demandas dos empresários. Somadas, medidas como a redução da energia e a desoneração da folha de pagamento teriam dado um gasto de R$ 110 bilhões ao governo.

Em recentes reuniões e seminários com importantes presidentes de companhias, Marina Silva tem acusado Dilma de desmontar o tripé econômico !“ superávit fiscal, câmbio flutuante e metas de inflação !“ agenda do ex-presidente FHC, algo que pode impactar nos investimentos em programas sociais. As críticas tanto de Marina quanto dos próprios empresários têm irritado a presidente, que deu declarações rebatendo o discurso da ex-senadora.

Em paralelo, Marina organiza novas manifestações no ano que vem, segundo ela, para “recolocar as coisas em seu devido lugar”. Em Londrina, no Paraná, ela disse contar com um ressurgimento dos protestos de rua para que a eleição não seja discutida apenas entre PT e PSDB. “Tenho certeza de que as mobilizações de junho vão ressurgir colocando as coisas no seu devido termo”, disse. Declaração sugere que os atos organizados em junho — e depois pelos ‘black blocos’ — tiveram exclusivamente a intenção de tirar o PT do comando.

Pedro Piccolo Contesini, membro da Comissão Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade, partido que Marina tentava criar, foi um dos líderes dos atos de vandalismo que chocaram o país no dia 20 de junho, quando o Itamaraty foi depredado em Brasília (clique aqui para relembrar).

25 de outubro de 2013
por esmael
16 Comentários

Coluna do Ricardo Mac Donald: “Vandalismo em Curitiba é maior do que em Londres e Rio”

Ricardo Mac Donald, em sua coluna semanal,nostalgico, aborda a questão do vandalismo na capital paranaense; de acordo com o secretário Municipal de Governo, depreda-se mais o patrimônio pública em Curitiba do que no Rio de Janeiro ou em Londres; empresa Clear Channel, que cuida do mobiliário urbano, reparou 6.017 equipamentos (abrigos de ônibus, lixeiras, placas de ciclovia e bancas de revista), a um custo de R$ 4,1 milhões.

Ricardo Mac Donald, em sua coluna semanal,nostalgico, aborda a questão do vandalismo na capital paranaense; de acordo com o secretário Municipal de Governo, depreda-se mais o patrimônio pública em Curitiba do que no Rio de Janeiro ou em Londres; empresa Clear Channel, que cuida do mobiliário urbano, reparou 6.017 equipamentos (abrigos de ônibus, lixeiras, placas de ciclovia e bancas de revista), a um custo de R$ 4,1 milhões.

por Ricardo Mac Donald*

Nós, curitibanos, fomos acostumados a considerar a cidade como de primeiro mundo, culta, universitária, pacífica. Seja por sentimentos próprios ou motivados por hábil propaganda, nos educamos a cuidar do patrimônio comum, a ter orgulho da limpeza das ruas, da cordialidade no trânsito, da convivência harmoniosa nos parques e praças. Leia mais