17 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

Intervenção no Rio é para segurar o morro, prender Lula e barrar Bolsonaro

STF, se prender Lula o morro vai descer“. Era o recado numa faixa instalada na entrada da favela da Rocinha, no Rio, durante o Carnaval. A corte deverá analisar o habeas corpus do ex-presidente na semana que vem. Leia mais

14 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

Jair Bolsonaro jura que não prometeu metralhar a Rocinha: ‘Foi fake news d’O Globo’

O deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) jura de pés juntos que não prometeu metralhar moradores da favela da Rocinha, como registrou o jornalista Lauro Jardim n’O Globo. Em vídeo publicado nas redes sociais (assista abaixo), o presidenciável acusa o jornal dos Marinho de disseminar fake news contra ele. Leia mais

14 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

Se o morro descer, em caso de prisão do ex-presidente Lula, será em legítima defesa

“STF, se prender Lula o morro vai descer”. Foi o recado estampado numa faixa na entrada da favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, no começo deste Carnaval. Dito isto, se o morro realmente descer numa eventual prisão do ex-presidente o fará em legítima defesa. Senão vejamos. Leia mais

12 de Fevereiro de 2018
por esmael
Comente agora

“STF, se prender Lula o morro vai descer”

Nas vésperas de o STF julgar o habeas corpus do ex-presidente Lula, sobre prisão antecipada em caso de condenação na segunda instância, a Rocinha expôs uma faixa na entrada da comunidade com um duro recado: “STF, se prender Lula o morro vai descer”. Leia mais

13 de Março de 2016
por esmael
13 Comentários

“Não vai ter golpe” é sensação no Rio

Um avião com uma faixa dizendo “Não Vai Ter Golpe”, assinada pela Frente Brasil Popular, foi a sensação hoje pela manhã no Rio de Janeiro.

O clima é de velório nas manifestações pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, pois o número de manifestantes pró-golpe é menor em relação a março de 2015.

A Globo, que é a emissora patrocinadora do golpismo, no afã de aumentar a quantidade de pessoas nas ruas, utilizou uma lupa para turbinar o protesto contra a democracia.

Em Curitiba, também não está diferente do resto do país. Tem menos gente concentrada na Praça Santos Andrade em comparação a março — ápice do movimento dos coxinhas em todo o país. Na Avenida Paulista, em São Paulo, a quantidade de manifestantes ficou aquém do esperado.