21 de maio de 2018
por editor
Comentários desativados em Pré-candidatura de Lula será lançada dia 27

Pré-candidatura de Lula será lançada dia 27

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) que visitou Lula hoje (21) foi o porta-voz da convocação feita pelo ex-presidente para o lançamento de sua pré-candidatura à presidência. Segundo ele, serão convocados atos “em cada cidade brasileira onde o PT está organizado”. ... 

Leia mais

4 de abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em Em nota, PT acusa Globo de incitar um novo golpe militar

Em nota, PT acusa Globo de incitar um novo golpe militar

O Partido dos Trabalhadores publicou na manhã desta quarta-feira (04) uma nota oficial acusando a Rede Globo de incentivar um novo golpe militar. Segundo a nota, a emissora quer “repetir o que fez em 1964, quando incitou chefes militares contra o governo constitucional de Jango Goulart.” ... 

Leia mais

7 de março de 2016
por admin
1 Comentário

Artigo de Rui Falcão: ‘O sequestro de Lula e o saudosismo de 1964’

Leia a seguir o artigo de Rui Falcão publicado nesta segunda-feira no portal do PT:

O sequestro de Lula e o saudosismo de 1964

A oposição conservadora e seus parceiros na mídia monopolizada estão assanhados. Comemoram a condução coercitiva do companheiro Lula (um eufemismo para sequestro, que afrontou a Constituição e pisoteou a democracia) como se fora a antessala do fim do PT, do declínio do melhor presidente que o Brasil já teve e, por que não, do encerramento antecipado do governo Dilma.

Incomodados com a reação popular solidária ao Lula, burocratas de vários órgãos do aparelho de Estado incensados por jornalistas de direita apelam aos militares, invocando um artigo da Constituição, a qual recitam de manhã para rasgar à tarde. Numa ação coordenada, pretendem transformar os manifestantes do dia 13 de março, nos golpistas de 1o. de abril de 1964, que instauraram uma ditadura sanguinária no País.

Vamos continuar em vigília permanente, mobilizados e prontos para continuar lutando pelo nosso projeto, pela democracia, contra o golpe, em defesa do Lula, do governo Dilma e de mudanças na atual política econômica.

Vamos participar, organizadamente, das manifestações do dia 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, e das datas convocadas pela Fren Leia mais

24 de novembro de 2015
por admin
55 Comentários

Coluna do Enio Verri: Uma agenda para a retomada do crescimento econômico com justiça social

Doanload

Enio Verri*

Em um período de dificuldade econômica, imposta por uma crise internacional que abalou as economias de todo o mundo, adequações orçamentárias e estruturais deixam de ser apenas uma necessidade, como também, uma oportunidade de concluir reformas necessárias ao País.

Oportunidade de não só realizar ajustes fiscais, como também, de retomar o crescimento e o desenvolvimento com justiça tributária, reorganizando as responsabilidades e ônus de todos os setores da sociedade.

É nesse sentido que o Partido dos Trabalhadores promove a agenda para a retomada do desenvolvimento econômico com justiça social, reunindo propostas fiscais e não fiscais que readequam o sistema tributário nacional, aumentando os impostos para as classes mais altas e reduzindo para as menos abastadas.

Trata-se de um documento que não se orienta por velhas práticas ou senso comum, os quais defendem a redução da carga tributária de grandes empresas e instituições financeiras, enquanto aumenta os ônus dos simples cidadãos. Ao contrário, requer isenção e redução efetiva para as classes mais baixas e maiores responsabilidades aos mais ricos.

É sob essa perspectiva que, entre outras medidas, defende-se a tributação dos juros sobre capital próprio, como instrumento de adequação orçamentária e de consolidação de barreiras a evasão e sonegação fiscal, seguindo as orientações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Amparado no Artigo 9º da Lei 9249/2005, as pessoas jurídicas tributadas pelo regime de lucro real que remuneram sócios ou acionistas, a título de juros sobre o capital próprio, estão aptos de utilizar tais valores como despesas a serem apuradas no Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Na prática, ganham o direito de deduzir de seus lucros os valores pagos, como se o capital declarado fosse fruto de mercado de crédito, reduzindo a base de cálculo do IRPJ e CSLL e, consequentemente, os tributos recolhidos por esses cidadãos. Segundo estimativa, em 2013, a renúncia fiscal chegou perto da casa dos R$ 10 bilhões.

O mecanismo reforça o quão arcaico é o sistema tributário nacional. Estabelece privilégios para empresários que reduzem seus lucros tributáveis a partir de uma despesa fictícia: os juros sobre o capital próprio, ao passo em que penaliza o setor público que deixa de a Leia mais

18 de agosto de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Blog do Esmael transmite ao vivo na quinta-feira manifestação pró-Dilma

Os movimentos sociais do Paraná e do Brasil estarão nas ruas nesta quinta-feira (20) na luta por direitos, liberdade e democracia, contra o golpismo tucano. O ato em Curitiba será na Praça Santos Andrade com a concentração marcada para 11 horas. Diversas cidades do interior estado realizarão manifestações semelhantes.

O Blog do Esmael transmitirá ao vivo a mobilização na capital paranaense em parceria com a TV 15.

As manifestações pró-Dilma Rousseff serão comentadas pelos senadores Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB), que intervirão de Brasília, assim como o deputado federal Fernando Francischini (SD).

Nos estúdios da TV 15, em Curitiba, com mediação do repórter César Setti, estarão Murilo Hidalgo, presidente da Paraná Pesquisas; deputado Requião Filho (PMDB); Ricardo Mac Donald, secretário Municipal de Governo de Curitiba; e este editor.

No último domingo (16), o Blog do Esmael e a TV 15 transmitiram ao vivo para o Brasil e o mundo os protestos organizados pelo PSDB contra Dilma e o PT.

Participam da mobilização de quinta entidades como a União Nacional dos Estudantes (UNE), as centrais sindicais (CUT, CTB, Intersindical), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), União Brasileira de Mulheres (UBM), União Paranaense dos Estudantes (UPE), União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), entre outras.

As manifestações de quinta-feira serão em defesa da Petrobras, da democracia, contra a terceirização e o ajuste fiscal que tiram direitos dos trabalhadores, em defesa dos empregos do bancários do HSBC, pela saída de Eduardo Cunha (PMDB) da presidência da Câmara dos Deputados e contra a onda conservadora que se instalou no país recentemente.

Uma reforma política efetiva também está na pauta dos movimentos sociais. O fim do financiamento empresarial de campanhas, um dos principais pontos defendidos pelos trabalhadores, é visto como um caminho que poderá encaminhar a resolução de diversos problemas.

Serviço: Ato por Direitos, Liberdade e Democracia
Local: Praça Santos Andrade, Centro. Curitiba -PR
Data: Quinta-feira, 20 de agosto
Horário: 11h

Com informações da CUT-PR.

Leia mais

28 de março de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Artigo: Por medidas sociais e humanitárias para os trabalhadores desempregados pelo ajuste fiscal

desmpregoMilton Alves*

A crise corta fundo. E, novamente, são os trabalhadores da cidade e do campo que sofrem o ônus pesado do ajuste fiscal, com desemprego chegando forte e eliminando milhares de postos de trabalho nos mais diversos setores da economia.

Filas por emprego nos anos 90: desemprego e recessão

A opção do governo foi aliviar o sistema financeiro e penalizar a classe trabalhadora, mais uma vez, como nos planos recessivos dos governos de Sarney, Collor e FHC.

Ao lado da resistência classista, ativa e urgente, é necessária uma agenda do movimento sindical para os setores mais vulneráveis da classe, principalmente os já afetados pelo flagelo do desemprego, que tende ampliar com a aplicação das medidas de “ajustes” de Dilma/Levy.

Derrotar globalmente os planos recessivos dos governos em todos os níveis será o grande desafio da classe trabalhadora neste período, abrindo espaço para uma nova política econômica que promova o desenvolvimento do país, recupere a empregabilidade e a renda e fortaleça o mercado interno de massas.

Neste sentido, as centrais e os sindicatos devem demandar uma plataforma de medidas sociais e humanitárias de proteção aos trabalhadores desempregados com vistas a mitigar os efeitos do desemprego massivo: Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo