28 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Palocci é premiado por dedurar Lula e Dilma e vai para casa

Palocci é premiado por dedurar Lula e Dilma e vai para casa

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) já formou maioria pela redução da pena do ex-ministro Antonio Palocci, que deve ir para prisão domiciliar. O benefício será concedido em recompensa pela delação de Palocci contra Lula e Dilma, entre outros. ... 

Leia mais

4 de abril de 2018
por Eugênio Aragão
Comentários desativados em Em nota, PT acusa Globo de incitar um novo golpe militar

Em nota, PT acusa Globo de incitar um novo golpe militar

O Partido dos Trabalhadores publicou na manhã desta quarta-feira (04) uma nota oficial acusando a Rede Globo de incentivar um novo golpe militar. Segundo a nota, a emissora quer “repetir o que fez em 1964, quando incitou chefes militares contra o governo constitucional de Jango Goulart.” ... 

Leia mais

8 de março de 2016
por Esmael Morais
7 Comentários

Coluna do Enio Verri: Repetidos ataques à democracia

Enio Verri*

Talvez por ter sido o partido político em um governo a promover o mais amplo acesso à informação e nunca engavetar um processo dos órgãos de investigação e controle do Estado, o Partido dos Trabalhadores (PT) também fez suscitar questionamentos da sociedade sobre as condutas de seus poderes, visivelmente desacostumados à democracia.

Os exemplos mais flagrantes dessa inabilidade podem sem observados em esferas estaduais e federal. Em abril de 2015, o governo Beto Richa (PSDB) impediu a população de acessar a Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) para protestar contra a apropriação do fundo de previdência dos servidores paranaenses, a ParanáPrevidência, pelo Executivo. O resultado da ação foi o massacre aos professores e servidores públicos por uma força policial desproporcional.

Em São Paulo, onde o PSDB governa há mais de 20 anos, não é diferente. Durante o ano de 2015, o governador Geraldo Alckmin declarou guerra à educação e aos estudantes. O Estado viveu a mais longeva greve de professores, única e exclusivamente porque o governo se recusou a negociar o direito dos docentes com o sindicato, reunindo-se apenas duas vezes e sem apresentar uma única proposta.

Não satisfeito, o tucano decidiu fechar escolas e enfrentou ocupações pelos estudantes, sem um mínimo de sensibilidade com o assunto. Enfrentou a determinação, energia e cr Leia mais