Coluna do Enio Verri: 36 anos do PT, um partido que não foge à luta

36anos

Em sua coluna desta terça-feira, o deputado federal Enio Verri fala do aniversário de 36 anos do Partido dos Trabalhadores. O deputado faz uma breve histórico da trajetória da legenda, que para ele, conquistou muitos avanços sociais para todos os brasileiros. Segundo Verri, o PT convive desde a sua fundação com perseguições ideológicas, pessoais e acusações arbitrárias, portanto os ataques atuais não são novidade. Ele lembra que o PT está há 14 anos governando o País e foi responsável pelo maior programa de habitação do mundo; pela democratização do ensino superior;  e pela melhora nas condições de vida de toda a população, entre outros avanços. Por fim, o deputado reconhece que a legenda cometeu erros, mas os acertos foram maiores e mais significativos para vida dos brasileiros. Leia, ouça, comente e compartilhe.

Download áudio

Enio Verri*

Contra aqueles que torcem pelo fim do Partido dos Trabalhadores, o PT completa 36 anos, de muita história, conquistas e avanços para todos os brasileiros. Uma vida repleta de lutas e batalhas contra o conservadorismo e as injustiças sociais que permeiam o Brasil desde sua colonização.

Fundado em 1980 e formado pela representação ampla de diferentes forças e setores sociais da sociedade – sindicatos, movimentos populares, intelectuais, etc –, a agremiação sempre será reconhecida pela sua importância e centralidade nos avanços sociais, fim da miséria e protagonismo brasileiro pelo mundo, mesmo contra a tentativa de criminalização.

Convivendo desde a sua origem com perseguições ideológicas, pessoais e acusações arbitrárias, o partido, que novamente sofre com o ódio seletivo, se renova e amplia seus quadros, reconhecendo as políticas de inclusão e desenvolvimento social que concederam dignidade a milhares de brasileiros e brasileiras.

Trata-se do partido, que ao lado de movimentos sociais, lutou pela redemocratização, igualdade e direito ao voto, tornando-se voz ativa no combate as injustiças em todas as esferas no País. Uma agremiação marcada pela sua contribuição intelectual e de mobilização popular.

Que mesmo sob críticas e preconceitos de grandes empresas midiáticas, mantêm-se combativo e protagonista nas principais conquistas dos trabalhadores, mulheres, minorias raciais e sexuais, do pequeno empreendedor e da agricultura familiar, dos jovens e idosos, entre tantos outros beneficiados pelos governos e lideranças do PT.

Um partido que em 14 anos à frente da República transformou o Brasil, sendo responsável pela implantação do maior programa de habitação do mundo, democratização do acesso ao ensino superior, melhora nas condições de vida de toda a população, modernização e desenvolvimento do pequeno e micro empreendedor e agricultor, redução expressiva da taxa de desemprego, entre tantos outros avanços, inimagináveis, durante a década de 90.

O PT completa 36 anos, sabendo que equívocos foram cometidos, mas com a certeza de que os acertos não só foram muito maiores, como também, expressivos para a vida de todos os brasileiros que se beneficiaram com políticas de desenvolvimento econômico e inclusão social.

Um partido que não foge à luta. Que cresce e se fortalece como uma agremiação de esquerda, de massa, democrática e compromissada com um País cada vez mais justo e desenvolvido.

*Enio Verri é deputado federal, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Universidade Estadual do Paraná. Escreve nas terças sobre poder e socialismo.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Só pode ser doença grave, PT.

  2. EM DEP. ENIO , AGORA VOCE CAPRICHOU , NÃO FOGE DA LUTA, FOGE DO QUE DEP.

  3. Tá na hora dos deputados se rebelarem contra Cunha, antes que ele dê o pré-sal do Brasil para as multinacionais.

  4. Foge da luta, foge de prestar depoimento, foge outro exterior…

  5. Temos muitas dúvidas se foge ou não da luta, pois deve muitas explicações sobre o desvio de recursos públicos para o partido e seus membros. Atualmente tem fugido da justiça.

  6. Que luta? Contra a Polícia Federal, o Ministério Público, mais o TSE para inibir suas ações a respeito da roubalheira instaurada no país após a ascenção ao Poder?

  7. Só foge de depoimentos……