7 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Empiricus prevê vitória de Haddad

Empiricus prevê vitória de Haddad

A empresa de especulação financeira Empiricus, ligada ao site O Antagonista, reconhece em anúncio pago no Google a vitória de Fernando Haddad nas eleições de 2018. ... 

Leia mais

2 de outubro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Digite 432% no Google quebra a internet no Brasil

Digite 432% no Google quebra a internet no Brasil

Digite 432% no Google. Esta frase no buscador leva o leitor/internauta às informação de que o filho de Jair Bolsonaro, Eduardo, aumentou seu patrimônio em 432% em apenas 4 anos. ... 

Leia mais

10 de agosto de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro despertou interesse de 40% nas buscas do Google Trends

Bolsonaro despertou interesse de 40% nas buscas do Google Trends

Na foto o candidato Jair Bolsonaro (PSL). Acontece na noite desta quinta-feira (09), o primeiro debate com candidatos à Presidência da República, na Band, TV do grupo Bandeirantes, localizado no Morumbi, zona sul da capital paulista.

O Google Trends divulgou que Jair Bolsonaro (PSL) despertou a curiosidade de 40% dos internautas nas buscas durante o 1º debate presidencial, desta quinta (9), na Band TV. ... 

Leia mais

4 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Globo vai se unir a Bolsonaro contra o PT, prevê Paulo Henrique Amorim

Globo vai se unir a Bolsonaro contra o PT, prevê Paulo Henrique Amorim

O jornalista e blogueiro Paulo Henrique Amorim, o PHA, do Conversa Afiada, prevê que a Rede Globo se unirá em breve ao deputado Jair Bolsonaro contra a candidatura do PT à Presidência da República. ... 

Leia mais

24 de junho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Facebook em declínio no Brasil; mídia dá grito de independência

Facebook em declínio no Brasil; mídia dá grito de independência

A Folha conta que teve recorde de acesso no site, no mês de maio, depois que deixou oficialmente o Facebook há três meses. ... 

Leia mais

9 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em A morte do Facebook

A morte do Facebook

A Folha de S. Paulo anunciou nesta quinta (8) que deixou de publicar suas matérias jornalística no Facebook. Em tom de editorial, o jornalão rogou praga na rede social de Mark Zuckerberg e sugeriu que o aplicativo virou um disseminador de fake news (notícias falsas) por utilizar um algoritmo que esconde os conteúdos profissionais dos usuários da rede. ... 

Leia mais

17 de fevereiro de 2017
por Esmael Morais
3 Comentários

Nova plataforma de comentários

O Blog do Esmael adotou uma nova plataforma de comentários, o Disqus, que oferece mais proteção aos convidados dificultando a ação de trolls e spams nas discussões. Leia mais

27 de maio de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

Aécio Neves perde ação que tentava censurar a internet no Brasil

do Brasil 247censuraaecioO senador Aécio Neves (PSDB-MG) saiu derrotado na ação judicial contra os sites de busca Google, Bing e Yahoo, que tentava eliminar páginas que o relacionavam com desvios de bilhões de reais dos cofres mineiros. Advogados do tucano afirmam que ele vai recorrer da decisão.

Em sua decisão, o juiz Rodrigo Garcia Martinez, do Tribunal de Justiça de São Paulo, comparou os sites de busca a “bibliotecários virtuais” e disse que que o pedido contraria direito a livre manifestação:

“Se numa biblioteca pedimos um livro, eles o localizam e o trazem. Se o conteúdo é apto a cometer ilícito, o autor é quem deve responder, não a biblioteca ou o bibliotecário, sob pena de realizarmos práticas fascistas, comunistas ou nazistas”, escreveu. Leia mais

25 de maio de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

MP pede cassação de presidente da Câmara que censurou imprensa e Google em Campo Mourão (PR)

com informações do Correio do Cidadão, de Campo Mourão
No começo deste mês, o Blog do Esmael registrou que a Justiça havia determinado megacensura a 13 órgãos de imprensa e ao Google no município de Campo Mourão, no Noroeste do Paraná. Pois bem, agora parece que o feitiço virou contra o censurador, no caso o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Pedrinho Nespolo (SDD), que pode perder a função pública, os direitos políticos cassados e ficar inelegível.

Os cinco promotores do Ministério Público da cidade ajuizaram uma ação civil pública, com pedido de liminar contra o presidente da Câmara e contra uma procuradora parlamentar, por ato de improbidade administrativa. No procedimento, protocolado por cinco promotores da cidade, o MP-PR relata que o vereador usou a estrutura do Legislativo para ajuizar ações de caráter pessoal, por intermédio da Diretoria Jurídica e com uso do brasão da Casa nas peças processuais.

Essa confusão toda começou com o surgimento de denúncias de “mensalinho” com dinheiro de comissionados dentro da Prefeitura. A prefeita Regina Dubay (PR), em contato com o Blog do Esmael, no início deste mês, garantiu ter provas concretas! de que aliados do Palácio Iguaçu promoveram uma armação política! para destituí-la do cargo. Em um vídeo que circula nas redes sociais, a ex-servidora Thaís Zanini revela que um tio do vice-prefeito, Rodrigo Salvadori (SDD), teria dado dinheiro para forjar o flagrante contra Anselmo Camargo, diretor da Secretaria Municipal de Saúde.

Sobre a denúncia do MP contra o presidente da Câmara

A estrutura da Câmara da cidade foi utilizada, segundo o MP, sem que os demais membros do Legislativo, imparciais e não afetados pelo conflito, tivessem a oportunidade de fazer a devida análise e de se manifestar sobre o assunto!. O presidente também usou dinheiro da Câmara (R$ 1.129,99), para o pagamento das custas processuais das duas ações. A procuradora também é requerida na ACP porque, ao cuidar de tais ações, teria extrapolado as suas atribuições, bem como violado regras do regimento interno da Câmara.

Vídeo !“ O procedimento do MP-PR cita que as ações ajuizadas pelo vereador são contra o site de busca Google Brasil Internet e contra os meios de comunicação do município. Na primeira, ele obteve decisão favorável ao pedido de retirada, do sítio eletrônico Youtube, de um vídeo em que era citado. Na segunda, conseguiu tutela inibitória para proibir a transmissão de um segundo vídeo que supostamente seria postado no site e que também o citaria.

Ao julgar os pedidos do vereador, o Juízo da 1.!ª Vara Cível de Campo Mourão também determinou que todos os meios de comunicação locais se abstenham de veicular qualquer matéria que exponha negativamente a imagem do vereador. A pena imposta é multa, no valor de R$ 50 mil, por ato de descumprimento.

O vídeo que o presidente da Câmara pediu, judicialmente, para ser retirado do Youtube trazia o áudio de conversas entre servidores do município, que cogitavam que o vereador e outros agentes públicos teriam forjado a prisão de um servidor municipal, que recolhia uma contribuição mensal dos funcionários Leia mais

5 de maio de 2014
por Esmael Morais
35 Comentários

Justiça determina megacensura a 13 órgãos de imprensa e ao Google em cidade do Paraná

A prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay, vê o dedo do Palácio Iguaçu na "armação política" contra ela que culminou, na semana passada, com a Justiça determinando uma megacensura a treze órgãos de imprensa e ao Google; profissionais da imprensa mourãoenses estão impedidos de falar sobre o caso no município que fica no Noroeste do Paraná sob pena de multa de R$ 50 mil; judiciário local também determina que o Google retire do ar um vídeo que supostamente desmascararia a armação política tucana; casos de censura no Paraná e no Brasil são cada vez mais comuns; abaixo, assista ao vídeo proibido.

A prefeita de Campo Mourão, Regina Dubay, vê o dedo do Palácio Iguaçu na “armação política” contra ela que culminou, na semana passada, com a Justiça determinando uma megacensura a treze órgãos de imprensa e ao Google; profissionais da imprensa mourãoenses estão impedidos de falar sobre o caso no município que fica no Noroeste do Paraná sob pena de multa de R$ 50 mil; judiciário local também determina que o Google retire do ar um vídeo que supostamente desmascararia a armação política tucana; casos de censura no Paraná e no Brasil são cada vez mais comuns; abaixo, assista ao vídeo proibido.

A juíza Gabriela Luciano Borri Aranda, da 1!ª Vara Cível de Campo Mourão, na semana passada, concedeu uma liminar censurando todos os 13 órgãos de imprensa do município que fica na região Noroeste do Paraná. ... 

Leia mais

10 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
Comentários desativados em Deputados retomam votação do Marco Civil da Internet e tentam destrancar pauta da Câmara Federal

Deputados retomam votação do Marco Civil da Internet e tentam destrancar pauta da Câmara Federal

da Agência Brasil
A Câmara terá, esta semana, mais uma oportunidade para destrancar a pauta e avançar em projetos importantes para o país, mas que aguardam um consenso entre os deputados desde o ano passado para serem votados. Amanhã (11), deputados devem voltar a analisar, por exemplo, pontos do Projeto de Lei (PL) 2.126/11, que cria o Marco Civil da Internet, estabelecendo direitos e deveres de usuários e empresas que atuam no setor.

O projeto é o primeiro de cinco textos que tramitam com urgência constitucional, tendo prioridade na pauta do plenário e impedindo que os deputados avancem em outras votações. O Marco Civil tranca a pauta da Câmara desde outubro do ano passado e é o primeiro item a ser analisado na sessão marcada para começar à s 16h de amanhã.

Para o governo, o texto precisa ser aprovado rapidamente. O interesse do Executivo na proposta é declarado desde o início da tramitação e foi intensificado depois das denúncias de espionagem feita pelo governo dos Estados Unidos a empresas e cidadãos brasileiros, entre eles, autoridades como a presidenta Dilma Rousseff.

As denúncias justificaram, inclusive, a recusa do Planalto ao pedido feito pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), que, em uma tentativa de encerrar 2013 com mais resultados, tentou convencer o governo a retirar a urgência da matéria.

O relator da proposta, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), alterou o texto no final do ano, depois de ouvir posições contrárias e favoráveis à  proposta. Apesar de mudanças que afetaram mais a redação do que os fundamentos da proposta, Molon disse que não há mais resistência para que o projeto seja aprovado.

Mas a divergência pode ocorrer no ponto da matéria que trata do princípio da neutralidade de rede. Molon acredita que a alteração de redação feita no ano passado eliminou o temor em torno desse ponto, que obriga provedores de conteúdo e de conexão a garantir acesso a qualquer conteúdo para todos os usuários, respeitando as velocidades contratadas.

Amanhã, os deputados voltam a se reunir, à  noite, em uma reunião extraordinária para tentar concluir os pontos do Código de Processo Civil que ainda faltam ser votados. Entre os 30 destaques que aguardam análise, está a proibição de penhora de contas bancárias e de investimentos por meio de decisão liminar.

Na semana passada, os parlamentares conseg Leia mais

9 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Dilma manda Receita enquadrar Google e Face. Ainda falta a Globo

Com informações do Brasil 247

Governo avalia que os dois gigantes da tecnologia, Google e Facebook, estão entre os maiores sonegadores de impostos do País; recebem bilhões de seus clientes, em despesas pagas com cartões de crédito internacionai, e não devolvem nada em tributos; força-tarefa já foi criada pela Receita; governo também pretende obrigar as duas empresas a pagar direitos autorais; recentemente, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, defendeu a regulamentação do setor de mídia, ao lembrar que o Google já fatura R$ 3,5 bilhões em publicidade no Brasil; por outro lado, não se vê o mesmo empenho do governo em relação à  sonegação de R$ 1 bilhão da TV Globo; emissora carioca usou uma empresa laranja para adquirir, sem pagar impostos, os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002; inquérito corre na Delegacia Fazendária da Polícia Federal do Rio de Janeiro.

Governo avalia que os dois gigantes da tecnologia, Google e Facebook, estão entre os maiores sonegadores de impostos do País; recebem bilhões de seus clientes, em despesas pagas com cartões de crédito internacionai, e não devolvem nada em tributos; força-tarefa já foi criada pela Receita; governo também pretende obrigar as duas empresas a pagar direitos autorais; recentemente, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, defendeu a regulamentação do setor de mídia, ao lembrar que o Google já fatura R$ 3,5 bilhões em publicidade no Brasil; por outro lado, não se vê o mesmo empenho do governo em relação à  sonegação de R$ 1 bilhão da TV Globo; emissora carioca usou uma empresa laranja para adquirir, sem pagar impostos, os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002; inquérito corre na Delegacia Fazendária da Polícia Federal do Rio de Janeiro.

A presidente Dilma Rousseff elegeu duas das maiores empresas de tecnologia do mundo, o Google e o Facebook, como principais alvos de uma devassa que será feita pela Receita Federal. Na visão do Palácio do Planalto, as duas companhias do Vale do Silício estão entre os maiores sonegadores de impostos do País. Recebem bilhões em publicidade de anunciantes brasileiros, que, em geral, pagam com cartões de crédito internacionais, e não devolvem nada em tributos. ... 

Leia mais

12 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
2 Comentários

Novo texto do marco civil da internet mantém neutralidade da rede

via portal VermelhoO relator do projeto do marco civil da internet, deputado Alessandro Molon (PT-RJ), apresentou nesta quarta-feira (11) a versão final do seu parecer para votação no Plenário da Câmara dos Deputados. Segundo o parlamentar, o texto incorpora as sugestões feitas pelos partidos e, com isso, ele acredita que o projeto tem chances de ser votado antes do encerramento dos trabalhos legislativos, na próxima semana.

Acrescentamos sugestões de várias bancadas, sem interferir nos princípios do projeto!, explica Molon, dizendo ainda que essas alterações no substitutivo vão garantir ampla maioria de apoio à  proposta, que vinha sofrendo resistência, por exemplo, da bancada do PMDB!. Ele disse que o novo texto preserva a neutralidade da rede, mas permite que as empresas adotem modelos de negócios próprios, desde que não conflitem com os demais princípios estabelecidos! na lei.

Molon ainda acredita que a proposta possa ser votada até a semana que vem pela Câmara, antes do recesso parlamentar. Ontem (10), o líder do governo, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que a votação da matéria deverá ficar para o ano que vem.

No novo texto foi mantido o ponto que possibilita o Poder Executivo obrigar, por decreto, as empresas de internet estrangeiras a instalar datar centers no Brasil para armazenamento de dados dos usuários brasileiros em território nacional.

E acrescentados novas regras para guarda de registros de navegação de usuários por provedores e sobre responsabilização dos provedores pelo conteúdo publicado por terceiros. De acordo com o novo texto, o provedor de aplicações de internet (como Google e Facebook, por exemplo) deverão guardar os registros de acesso a aplicativos e serviços pelo prazo de seis meses.

Em comissão geral sobre o marco civil, realizada pela Câmara no dia 6 de novembro, representantes da Polícia Federal criticaram a proposta justamente por não obrigar os provedores de serviços na internet a armazenar os dados de navegação do usuário. Para eles, isso prejudicaria a investigação criminal.

Cenas de sexo

Outra norma inserida no novo substitutivo prevê que o provedor de aplicações poderá ser responsabilizado subsidiariamente pela divulgação, por terceiros, de imagens, vídeos ou outros materiais contendo cenas de nudez ou de atos sexuais sem autorização de seus participantes, caso não retire o conteúdo, após ser notificado pela vítima.

Em relação a outros conteúdos, o provedor só poderá ser responsabilizado se não retirar o material infringente após ordem judicial. Isso já estava previsto na versão anterior do texto e foi mantido.

O relator, porém, inseriu regra estabelecendo que as causas que tratem de ressarcimento por danos decorrentes de conteúdos na internet relacionados à  honra, à  reputação ou a direitos de personalidade poderão ser apresentadas perante juizados especiais. A ideia do relator é permitir, nesses casos, um rito mais acelerado para processos judiciais de remoção de conteúdos.

Leia mais

19 de novembro de 2013
por Esmael Morais
4 Comentários

Câmara vota hoje Marco Civil da Internet sob pressão das Teles e da Globo

Deputado João Arruda denuncia operação de lobbies das teles e da Globo na Câmara, que podem desfigurar o Marco Civil da Internet; projeto, que trava a pauta há quase um mês, deverá ir a plenário entre hoje e amanhã; ontem à  noite, em São Paulo, no Instituto Lula, o relator do texto, deputado Alexandro Molon (PT-RJ), debateu o tema juntamente com a ministra Marta Suplicy (Cultura), o ex-ministro Franklin Martins e o ex-presidente Lula; Temos tudo para fazer a melhor legislação de internet do mundo!, prega Arruda.

Deputado João Arruda denuncia operação de lobbies das teles e da Globo na Câmara, que podem desfigurar o Marco Civil da Internet; projeto, que trava a pauta há quase um mês, deverá ir a plenário entre hoje e amanhã; ontem à  noite, em São Paulo, no Instituto Lula, o relator do texto, deputado Alexandro Molon (PT-RJ), debateu o tema juntamente com a ministra Marta Suplicy (Cultura), o ex-ministro Franklin Martins e o ex-presidente Lula; Temos tudo para fazer a melhor legislação de internet do mundo!, prega Arruda.

O deputado federal João Arruda (PMDB-PR), em entrevista ao blog, afirmou que o projeto do Marco Civil da Internet será votado nesta terça (19). “No máximo até amanhã”, garante o parlamentar que presidiu a comissão especial que analisou o texto e promoveu diversas audiências públicas pelo país. ... 

Leia mais