3 de junho de 2015
por Esmael Morais
70 Comentários

Governistas anunciam “acordo” pelo fim da greve; APP-Sindicato convoca assembleia para terça-feira

Os deputados da proa governista intensificam nas redes sociais a versão segunda qual eles “já fecharam” acordo com a direção da APP-Sindicato pelo fim da greve dos professores e funcionários de escolas. Os educadores estão paralisados há quase 40 dias e a intransigência do governador Beto Richa (PSDB) em negociar deixa 1 milhão de alunos sem aula.

“Chegamos a um acordo de reajuste salarial, juntamente com o líder do governo, presidente da Assembleia e APP”, anotou o governista Alexandre Curi (PMDB).

O líder do governo na Assembleia, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), também comemorou pelo Facebook: “Chegamos a um acordo!”.

Pelo pré-entendimento, a data-base vai a janeiro nos anos de 2016 e 2017. Mas retorna ao mês de maio no ano de 2018.

“Não tem acabou a greve. Não tem aula segunda-feira. Até que seja realizada uma assembleia e definido coletivamente”, desconversou Marlei Fernandes, diretora da APP-Sindicato.

“A assembleia de terça-feira, em Curitiba, será de avaliação. Teremos reunião nos 29 núcleos da APP-Sindicato”, disse.

Ouça o áudio

O Blog do Esmael entrevistou no início desta noite o diretor de comunicação da APP-Sindicato, Luiz Fernando Rodrigues. Ele disse que a proposta do governo não era a que desejavam, mas será apreciada em assembleia da categoria entre sábado e segunda-feira.

Outras categorias do serviço público em greve, como os professores universitários, manifestaram-se contra a proposta de Beto Richa e pela manutenção da paralisação.

Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
47 Comentários

“Não é a proposta que esperávamos, mas vamos levá-la à assembleia da categoria”, diz APP-Sindicato

luiz_app

O Conselho Estadual da APP-Sindicato está reunido neste momento analisando a nova proposta do governo Beto Richa (PSDB), que prevê reajuste da data-base de 3,45% em outubro, relativo à reposição da inflação entre janeiro e dezembro de 2014, e em janeiro do ano que vem é prevista reposição de 8,5% da inflação medida pelo IPCA durante todo o ano de 2015.

“Não é a proposta que esperávamos, mas vamos levá-la à assembleia da categoria”, informou ao Blog do Esmael o professor Luiz Fernando Rodrigues, diretor de comunicação da APP-Sindicato.

A entidade convocou assembleia geral de avaliação para terça-feira, dia 9, em Curitiba. Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Professores católicos apelam ao Arcebispo de Curitiba contra o tucano Beto Richa

domjose

Um grupo formado por professores, servidores estaduais e estudantes, diante da intransigência do governador Beto Richa (PSDB), resolveu apelar para a intervenção Divina. Eles foram ao Arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, com o objetivo de retomar o diálogo com o tucano e superar o impasse da greve do funcionalismo estadual.

Eles redigiram uma carta que foi entregue a Dom José Antônio Peruzzo no último domingo, dia 31 de maio, durante a Solenidade da Santíssima Trindade celebrada pela igreja.

No documento, os 180 signatários se dizem católicos e agradecem a manifestação do Arcebispo que condenou o massacre dos professores e servidores ocorrido no dia 29 de abril. Eles pedem que a autoridade religiosa volta a se manifestar pedindo que o governador retome o diálogo com os grevistas.

Na carta, eles se dizem querem “apenas que se cumpra a lei que equipara nossos rendimentos aos da inflação nacional.” E completam se colocando “como ovelhas atacadas pelos lobos, recorremos ao nosso arcebispo, nosso pastor, e imagem terrena do Supremo Pastor.”

Nesta terça-feira (3), véspera de Corpus Christi, depois de bancar o durão, o governador do PSDB “afrouxou a tanga” ao encaminhar nova proposta aos grevistas. Entretanto, segundo alguns educadores ouvidos pelo Blog do Esmael, parece que a sugestão do tucano é para não resolver a greve. “É ruim demais”, diz um dos grevistas.

A APP-Sindicato informa que a categoria vai avaliar a proposta em assembleia geral de avaliação na próxima terça-feira, dia 9, em Curitiba.

Leia a seguir a íntegra da carta enviada a Dom José Antônio Peruzzo:  Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
58 Comentários

Veja a nova proposta de Beto Richa a professores e servidores em greve

curi_alep_sciarraO governador Beto Richa (PSDB) escalou o triunvirato Alexandre Curi (PMDB), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) para entregarem nova proposta de reajuste da data-base a professores e funcionários públicos em greve, pois seu chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), curte férias na Europa.

Pela proposta do governador, 3,45% seria pago no mês de outubro em parcela única. Esse percentual é relativo à inflação entre maio e dezembro de 2014 (abaixo, leia a íntegra do documento).

Em janeiro do ano que vem, é prevista reposição de cerca de 8,5% da inflação medida pelo IPCA durante todo o ano de 2015.

A proposta de Beto Richa mantém a antecipação da data-base para 1º de janeiro nos anos de 2016 e 2017, bem como os reajustes para os próximos dois anos também com base no IPCA. Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
42 Comentários

Em panfleto de Richa, salário de professor é de R$ 25 mil no PR; assista ao vídeo

richa_panfletoO governador Beto Richa (PSDB) mandou distribuir 1 milhão de panfletos em Curitiba “informando” que paga até R$ 25 mil mensais de salário a professores e educadores da rede pública do estado.

Assinado pela “Frente Ampla da Cidadania”, ONG do tucano, o panfleteiro contratado entregou o patrão: Beto Richa.

Assista ao vídeo

O flagra do movimento Acorda Paraná ocorreu na tarde desta quarta-feira (3).

É importante salientar que até as pedras petit pavé da Rua XV de Novembro sabem que o governador mente sobre os salários dos mestres. Trata-se de mais uma tentativa de desmoralizar a greve e jogar a população contra os professores. Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
15 Comentários

Governador Beto Richa “afrouxa a tanga” e procura a APP-Sindicato

alep_appA valentia do governador Beto Richa (PSDB) durou menos de 24 horas, pois o tucano voltou atrás da intenção de não negociar com professores e servidores em greve. No meio político, prevaleu a opinião de que o tucano estaria intransigente devido ao ego, vaidade, birra de piá pançudo, vaidade, dentre outros adjetivos mais cabeludos. ... 

Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
25 Comentários

Diretores de escola gravam ‘assédio moral’ da Secretaria de Educação

seres_massacre_richaVários diretores de escolas foram chamados à Secretaria de Estado da Educação (SEED), nesta segunda-feira (1º), para dar início à perseguição, punição e envio de faltas de professores e funcionários em greve há quase 40 dias nos 2,1 mil estabelecimentos de ensino do Paraná.

Nem todos os gestores concordam em dizer “amém” ao governador Beto Richa (PSDB) e à secretária interina da Educação, Ana Seres Trento Comin, por isso, desde ontem (2), alguns foram informados que sofreram processo administrativo (inquisição) na Secretaria de Estado da Educação (SEED).

Alguns dos chefes de NRE disseram textualmente que a punição era em virtude da do repúdio dos diretores ao massacre de 29 de abril, no Centro Cívico, quando mais de 200 professores ficaram feridos pelas bombas, cassetetes, tiros e ataque de cães pitbulls.

Pois bem, é aí que a porca começa torce o rabo. Os diretores foram orientados a gravar as conversas com os Núcleos Regionais de Educação (NREs), braço político da secretária interina e do governador tucano. Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
22 Comentários

Sai Pessuti, entra Maurício Requião em cargo da Itaipu Binacional

conselho_itaipuO ex-secretário de Educação do Paraná, Maurício Requião, é um dos mais novos integrantes do conselho de administração da usina de Itaipu Binacional. Ele entrou no lugar do advogado Orlando Moisés Fischer Pessuti, filho do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB), neoaliado do governador Beto Richa (PSDB).

Além do ex-secretário da Educação paranaense, o conselho também passou abrigar o ex-ministro da Ciência e Tecnologia e presidente do PSB nacional, Roberto Átila Amaral Vieira. Ele substituiu o engenheiro nuclear Luiz Pinguelli Rosa, da UFRJ. Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
26 Comentários

No meio da crise, chefe da Casa Civil abandona barco do tucano Beto Richa

O chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra (PSD), vem sendo acusado por setores do Palácio Iguaçu de “abandonar o barco” do governador Beto Richa (PSDB) em meio à crise com professores e servidores públicos em greve.

Sciarra viajou com a esposa para Itália, em férias, mesmo tendo ingressado no cargo somente 20 dias após o início desta segunda gestão do governo tucano. Ou seja, esta é a segunda vacância em menos de seis meses de nomeação.

O jornalista Alexandre Teixeira é quem está exercendo interinamente a chefia da Casa Civil (vide a assinatura no decreto de exoneração do procurador-geral do Estado Ubirajara Ayres Gasparin).

Eduardo Sciarra perdeu força política em meio à crise depois que o deputado Tadeu Veneri (PT), líder da oposição, na tribuna da Assembleia, o acusou de ordenar a polícia militar a “meter bomba” nos professores, no dia 29 de abril, cumprindo ordens do governador do PSDB.

Em virtude de o comandante abandonar o barco, o deputado federal Valdir Rossoni, ex-presidente da Assembleia, voltou a sonhar com o cargo de chefe da Casa Civil. No entanto, um deputado estadual governista ironizou a vontade do tucano: “O biscatão não tem chances!”, disse, referindo-se ao episódio em que o ex-presidente do PSDB xingou uma professora de “biscate”.

Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Richa em prisão domiciliar, diz Requião

richa_requiaoO senador Roberto Requião (PMDB), pelo Twitter, comparou a reclusão forçada do governador Beto Richa (PSDB) a prisão domiciliar: ... 

Leia mais

3 de junho de 2015
por Esmael Morais
5 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Segurança Pública pode continuar “enxugando gelo” no governo Richa

Reinaldo de Almeida César*

A escolha do Coronel Maurício Tortato para comandar a PM foi um belo acerto, em meio às trapalhadas do governo. Oficial culto, com formação humanista e capacitado como gestor, ele tem todas as condições de esquadrinhar as necessidades da PM, dando-lhe planejamento e nova dimensão.

Não que o anterior, a quem sucedeu, Coronel Cesar Kogut, fosse ruim. Ao contrário, posso dar um testemunho isento da retidão e competência do Coronel Kogut, no período em que passei pela SESP. É que sua permanência ficou insustentável apenas por razões políticas, quando a história lhe reservou, por paradoxo, já no outono da sua vida militar, um papel de grande relevo. Coube ao Coronel Kogut liderar, como convém a um bravo Comandante, um grupo quase unânime de oficiais coronéis, na defesa da dignidade da PM, num momento em que interesses mesquinhos jogavam lama na corporação.

Kogut e Tortato podem seguir de cabeça erguida. O primeiro, pelo que fez, na defesa da família miliciana. O segundo, pela esperança que traz para os novos tempos.

***
Se falei da PM, permitam-me um pitaco na Polícia Civil. Conheço o atual Delegado-Geral, Julio Reis. Dedicado, fez sempre um bom trabalho como chefe da divisão do Interior e como subdivisional em Cascavel. Tem todas as credenciais para obter resultados satisfatórios no comando da Polícia Civil.

Precisa apenas pacificar a casa. A Polícia Civil é multifacetada. Ao longo do tempo, foi se dividindo e subdividindo em vários grupos, que se formam por circunstâncias históricas ou interesses momentâneos.

O tempo passa, e se eu voltar meu olhar para a galeria dos ex-diretores da Polícia Civil, fico feliz em constatar que conheci e fui amigos de todos eles, nos últimos vinte e cinco anos.

Qualquer nome que surja para a chefia da Polícia Civil receberá críticas internas que, depois, se projetam para o mundo externo. Nem é preciso transitar pela Boca Maldita, onde honrosamente sou Comendador Cavaleiro, para ouvi-las. Tenho a impressão que sempre será assim, beirando a autofagia.

***
O Delegado Federal Wagner Mesquita tem preparo e apresenta boas condições técnicas para permanecer no cargo de Secretário de Segurança.

Perfil baixo, tem se colocado de maneira acertada como gestor, deixando o protagonismo para as forças de polícia, o que, aliás, é muito recomendável para o cargo.

Parece reunir apoio político e, de quebra, fora do governo, tem a aprovação de amigos influentes e conselheiros do Governador. Hoje sei da importância dos palpites destes corneteiros, algo que me faltou. Mas, atenção. Se Mesquita desejar permanecer na função não pode confundir apoio político com politizar a SESP. Precisa revelar personalidade própria e independência, para que esteja à altura do cargo.

A pior coisa que pode lhe acontecer é ser identificado como um mero títere ou como a figura do Deus ex machina, do teatro grego. Perderá o respeito e a autoridade.

Na segurança pública, as figuras místicas de Mizaru, Mikazaru e Mazaru, os três macacos sábios japoneses, estão sempre com as mãos em posições opostas às mãos das conhecidas imagens. Ou seja, olhos arregalados, mãos esgarçando os ouvidos e boca em posição de alto-falante.

Neste setor, ninguém é bobo, todo mundo tem ouvidos bem abertos e olhos grudados nos papéis que tramitam, nas nomeaçõ Leia mais