Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

24 de setembro de 2013
por esmael
22 Comentários

Contra “Mais Médicos”, presidente do CRM/PR aplica “golpe da barriga” na imprensa brasileira

Presidente do CRM/PR, Alexandre Bley, que destila ódio ao programa Mais Médicos, em nota malandra, numa jogada de marketing, não deixou claro que seu mandato praticamente já acabou; na próxima terça, novo presidente eleito assume a autarquia federal defendendo a vanguarda do atraso; isso tudo não envergonha os médicos paranaenses?

Presidente do CRM/PR, Alexandre Bley, que destila ódio ao programa Mais Médicos, em nota malandra, numa jogada de marketing, não deixou claro que seu mandato praticamente já acabou; na próxima terça, novo presidente eleito assume a autarquia federal defendendo a vanguarda do atraso; isso tudo não envergonha os médicos paranaenses?

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM/PR), Alexandre Bley, aplicou o golpe da barriga! na imprensa brasileira ao divulgar nota informando renúncia ao cargo em protesto contra o programa do governo federal Mais Médico. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
14 Comentários

Pela segunda vez em menos de 24 horas, presidente do TJ-PR renuncia ao cargo

Ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, perdeu importante aliado no Paraná com a renúncia do desembargador Clayton Camargo; tribunal deverá convocar nova eleição para o próximo dia 13 de outubro; haverá novo capítulo dessa novela e desse entra-e-sai da presidência do TJ-PR?

Ministro Joaquim Barbosa, presidente do STF, perdeu importante aliado no Paraná com a renúncia do desembargador Clayton Camargo; tribunal deverá convocar nova eleição para o próximo dia 13 de outubro; haverá novo capítulo dessa novela e desse entra-e-sai da presidência do TJ-PR?

Em nota oficial, divulgada na noite desta terça (24), o desembargador Clayton Camargo, presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), renunciou o cargo pela segunda vez em menos de 24 horas. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
11 Comentários

PROS é o 31!º partido do país, confirma TSE; Rede ainda continua “furada”

da Agência Brasil

Discreto, o Partido Republicano da Ordem (PROS) conseguiu aprovação no TSE; novo partido será o 31!º no país; por outro lado, a barulhenta! Rede, de Marina Silva, ainda continua "furada"; também enfrenta problemas o Solidariedade, de Paulinho da Força (PDT-SP) e Delegado Francischini (PSDB-PR).

Discreto, o Partido Republicano da Ordem (PROS) conseguiu aprovação no TSE; novo partido será o 31!º no país; por outro lado, a barulhenta! Rede, de Marina Silva, ainda continua “furada”; também enfrenta problemas o Solidariedade, de Paulinho da Força (PDT-SP) e Delegado Francischini (PSDB-PR).

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou hoje (24) a criação do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), fundado no dia 4 de janeiro de 2010. A legenda será identificada com o número 90. Com o registro, o Brasil passa a ter 31 partidos registrados no TSE. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
23 Comentários

Na vanguarda do atraso, presidente do CRM/PR renuncia para não liberar registro do Mais Médicos

do Brasil 247

"Confesso que prefiro a vergonha da renúncia a ter que conviver com a vergonha de ter traído a minha consciência, pois quando um indivíduo abre mão de suas convicções, perde sua identidade e o significado de sua existência", afirmou em nota Alexandre Gustavo Bley, presidente demissionário do Conselho Regional de Medicina do Paraná, ao assumir a vanguarda do atraso no país.

“Confesso que prefiro a vergonha da renúncia a ter que conviver com a vergonha de ter traído a minha consciência, pois quando um indivíduo abre mão de suas convicções, perde sua identidade e o significado de sua existência”, afirmou em nota Alexandre Gustavo Bley, presidente demissionário do Conselho Regional de Medicina do Paraná, ao assumir a vanguarda do atraso no país.

O presidente do Conselho Regional de Medicina do Paraná, Alexandre Gustavo Bley, renunciou ao cargo nesta terça-feira (24) para não assinar os documentos do registro dos médicos estrangeiros do programa Mais Médicos!. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
12 Comentários

CPI do Pedágio não teve coragem de quebrar sigilo de concessionárias. Alguma surpresa?

do blog Política em Debate

Criada no Dia Internacional da Pizza, a CPI do Pedágio não teve coragem de quebrar os sigilos fiscal, telefônica e bancário das concessionárias que exploram as 27 praças de cobrança nas rodovias paranaenses; alguma surpresa, caro leitor?; claro que não; comissão rejeitou pedido por 6 votos a 2; deputado Alceu Maron Filho (PSDB), um dos que votaram contrariamente à  proposta, alegou que o fez para evitar que a comissão passasse por um vexame! na Justiça; na mesma sessão da CPI, o deputado Péricles Mello (PT) denunciou o governador Beto Richa (PSDB) que estaria cometendo crime contra os paranaenses ao retirar ações ganhas! na Justiça.

Criada no Dia Internacional da Pizza, a CPI do Pedágio não teve coragem de quebrar os sigilos fiscal, telefônica e bancário das concessionárias que exploram as 27 praças de cobrança nas rodovias paranaenses; alguma surpresa, caro leitor?; claro que não; comissão rejeitou pedido por 6 votos a 2; deputado Alceu Maron Filho (PSDB), um dos que votaram contrariamente à  proposta, alegou que o fez para evitar que a comissão passasse por um vexame! na Justiça; na mesma sessão da CPI, o deputado Péricles Mello (PT) denunciou o governador Beto Richa (PSDB) que estaria cometendo crime contra os paranaenses ao retirar ações ganhas! na Justiça.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que investiga o pedágio rejeitou hoje, por 6 votos a 2, requerimento que previa a quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico das concessionárias que operam o serviço no Estado. O requerimento foi apresentado pelo deputado Cleiton Kielse (PMDB), suplente da comissão, em sessão na qual um dos membros titulares da CPI, deputado Artagão Júnior (PMDB), estava ausente. Ele alegava a necessidade de quebra de sigilo das empresas para apurar supostas irregularidades nas concessões. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
4 Comentários

Vivo e TIM não poderão atuar juntas no país, diz Paulo Bernardo

da Agência Brasil O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse hoje (24) que o grupo espanhol Telefónica não poderá ter o controle das operadoras Vivo e TIM no Brasil, porque isso é contra a legislação do país. Segundo ele, o governo ainda vai aguardar a formalização das negociações entre as duas empresas, anunciada nesta terça-feira, que deverá ser analisada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A espanhola Telefónica, dona da Vivo no Brasil, chegou a um acordo hoje para aumentar sua participação na Telecom Italia, proprietária da TIM no Brasil. Claramente, o que a gente tem de forma objetiva é que uma empresa não pode controlar a outra, elas não podem fazer essa concentração. Isso significaria uma concentração muito grande nas mãos de um grupo e seria diminuir um concorrente no mercado, que para nós é uma coisa muito negativa!, disse o ministro.

Segundo Bernardo, a Telefónica terá um prazo para vender o controle de uma das empresas para outro grupo que não poderá ser outro concorrente estabelecido no país, como a Vivo, Oi, Claro e Nextel. Um grupo não pode controlar duas empresas desse porte no país, tem impedimento na legislação. Na hora que formalizar isso, eles vão receber um prazo para fazer a venda da empresa!, declarou.

Na avaliação do ministro, o fato relevante que foi divulgado sobre a negociação entre as empresas na Europa fala em compra de ações preferenciais, e não menciona controle de capital, mas tem uma possibilidade de conversão depois de um período. Isso muda e afeta a operação das empresas aqui no Brasil. Vamos acompanhar!, disse.

24 de setembro de 2013
por esmael
7 Comentários

Veja essa: Clayton Camargo volta a presidir o Tribunal de Justiça do Paraná

com informações do blog Política em Debate.O desembargador Clayton Coutinho de Camargo reassumiu hoje a presidência do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). Ele decidiu retomar o cargo depois que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) suspendeu seu pedido de aposentadoria, apresentado na segunda-feira (23), ao à“rgão Especial do tribunal. Com isso, fica suspensa também a renúncia de Camargo ao comando do Judiciário paranaense, e a eleição para escolher o novo presidente, inicialmente prevista para o próximo dia 3.

A Corregedoria geral do TJ-PR informou que diante da decisão do CNJ, todas as decisões do à“rgão Especial do tribunal resultantes do pedido de aposentadoria do desembargador ficaram sem efeito.

Aos 67 anos, Camargo apresentou o pedido de aposentadoria ao à“rgão Especial do TJ-PR na segunda-feira. Ele havia reassumido o posto na última sexta-feira (20), depois de ter se afastado da presidência do tribunal para tratamento médico. No último dia 12, ele foi submetido a uma angioplastia de desobstrução de artérias, com implante de três stents, depois de sofrer um infarto.

O desembargador foi eleito para a presidência do TJ-PR em novembro do ano passado, e assumiu o cargo em fevereiro, para um mandato de dois anos. Pelo regimento interno do tribunal, com a vacância da presidência, uma nova eleição deveria ser realizada em um prazo de dez dias.

No início da noite de ontem, porém, o Conselho Nacional de Justiça informou que o corregedor nacional de Justiça, Francisco Falcão, determinou por liminar, a pedido do Ministério Público Federal, a suspensão da tramitação do pedido de aposentadoria de Camargo. Segundo o CNJ, ele é alvo de sindicânci

24 de setembro de 2013
por esmael
13 Comentários

Ricardo Mac Donald Ghisi escreverá à s sextas no Blog do Esmael

Ricardo Ghisi Mac Donald, considerado capitão! do governo Fruet, escreverá à s sextas-feiras sobre gestão e cidade; ele se somará aos demais colunistas que têm dia fixo neste espaço: Marcelo Araújo (especialista em trânsito, na segunda); Ademar Traiano (poder e parlamento, na quarta); e Maurício Requião (especialista em políticas públicas, na quinta).

Ricardo Ghisi Mac Donald, considerado capitão! do governo Fruet, escreverá à s sextas-feiras sobre gestão e cidade; ele se somará aos demais colunistas que têm dia fixo neste espaço: Marcelo Araújo (especialista em trânsito, na segunda); Ademar Traiano (poder e parlamento, na quarta); e Maurício Requião (especialista em políticas públicas, na quinta).

O secretário de Governo Municipal de Curitiba, o advogado Ricardo Mac Donald Ghisi, considerado o “capitão” do time do prefeito Gustavo Fruet (PDT), escreverá à s sextas-feiras na qualidade de colunista deste blog. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
13 Comentários

Membro da CPI acusa Richa de cometer crime ao retirar ações “ganhas” contra o pedágio no Paraná

por Péricles de Mello*

Quanto mais avançam os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI – que investiga os contratos de concessão das rodovias paranaenses, mais salta aos olhos como a questão do pedágio foi embaralhada, como se disseminou a confusão em torno dos contratos, aditivos e ações judiciais. De modo que hoje se torna imperativo que se restabeleça a clareza: é este o principal papel da CPI.

Tendo estudado o pedágio do Paraná desde o meu primeiro mandato como deputado estadual, estou convencido de que há alguns pressupostos básicos: em primeiro lugar, na gênese dos contratos de concessão já existe uma deturpação, que é o superfaturamento das obras.

Esse superfaturamento foi calculado, no estudo que promovi juntamente com o professor Joel Larocca, relativo ao Lote 5 (Rodonorte), em 2000, em praticamente 97%, no item serviços iniciais, e 52% nos serviços realizados ao longo da concessão. Essa circunstância vicia os contratos desde o momento de sua assinatura. A esse respeito, vale lembrar que a Rodonorte nos deu uma resposta que é uma peça pífia, que nada responde.

Por isso, não posso concordar com a posição expressa, na última sessão da CPI, pelo auditor do TCE Alexandre Antonio dos Santos e pelo ex-auditor Homero Figueiredo Lima, segundo a qual já é tarde para contestar os contratos originais e a prioridade é se concentrar nos aditivos. Considero perfeitamente possível e necessário questionar, com a ajuda de técnicos capacitados, os contratos originais, pois ali se encontram as razões das altas tarifas e dos péssimos serviços oferecidos pelas concessionárias. à‰ necessário dizer que a auditoria do TCE sobre dois lotes foi um trabalho magnífico no qual obrigatoriamente nos apoiaremos.

Em segundo lugar, temos os próprios aditivos: o de 2000 e o de 2002. Esses aditivos reajustaram as tarifas, modificaram o ritmo das obras previstas (sempre em prejuízo dos usuários), isso quando simplesmente não cancelaram serviços, e alteraram a Taxa Interna de Retorno-TIR, elevando-a de 17% para 22%. Só para se ter uma ideia, nos novos pedágios federais a TIR é de 7,5%.

Evidentemente, deve-se lutar para anular esses aditivos. Só no Lote 3, isso significaria (segundo o TCE) a obrigação de um investimento de cerca de R$ 360 milhões nos trechos desse lote.

Exatamente neste ponto deve-se destacar a ridícula e inexplicável atitude do governo Beto Richa de suspender todas as ações judiciais que envolvem o pedágio. Primeiro por 180 dias, depois por outro período igual, depois ainda por outro período de seis meses e que pode ser prorrogado novamente.

Uma delas, a ação 7929-7, pede a anulação dos aditivos e a Justiça caminhava para dar ganho de causa ao Estado, já tendo solicitado uma perícia à  Fipe e à  FGV. Por isso, é incompreensível a atitude do governador de pedir a suspensão desta ação em particular, com objetivo de realizar uma auditori

24 de setembro de 2013
por esmael
Comentários desativados em Requião: venda de Libra é pior que espionagem

Requião: venda de Libra é pior que espionagem

do Brasil 247O senador Roberto Requião (PMDB-PR) encaminhou na sexta-feira à  Presidência da República, ao MPF e ao TCU um dossiê que aponta irregularidades na Agência Nacional do Petróleo !“ ANP, especialmente no Edital do Leilão de áreas do Campo Petrolífero de Libra. O parlamentar tenta viabilizar sua candidatura ao governo do Paraná com um discurso nacionalista.

O texto composto de sete pontos diz que a agência está sendo usada para cometer vários atentados à  soberania nacional, dominada por dirigentes e funcionários instalados pelo genro de FHC, David Zylberstein.

Segundo Requião, o dossiê denuncia que sob o reinado de FHC, a Petrobras, e sob o governo Lula, a ANP, contrataram sem licitação a empresa americana Halliburton, de Dick Cheney, ex-vice presidente dos EUA nos governos Bush, para fornecer um software especializado em gestão de dados sobre a localização dos campos de petróleo do Brasil, fato que teria permitido enormes vantagens estratégicas a essa empresa.

Para o parlamentar, isso transforma esses leilões em mera fachada pois permite a alguns licitantes saber antes dos outros onde está o petróleo que a Petrobras gastou bilhões para encontrar.

Diz ainda que a desistência da BP e da Exxon! no leilão de Lira é apenas para inglês ver!, já que ambas continuam participando através de subsidiárias. O texto diz que as companhias teriam desistido apenas para forçar o governo do Brasil a fazer novas modificações nos próximos editais, de modo a facilitar mais ainda as coisas.

24 de setembro de 2013
por esmael
11 Comentários

àlvaro Dias chora o leite derramado apresentando projeto que extingue embargos infringentes

da Agência SenadoEm discurso nesta segunda-feira (23), o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) comunicou ao Plenário a apresentação de projeto de lei com o objetivo de extinguir os chamados embargos infringentes em decisões do pleno do Supremo Tribunal Federal (STF).

– Eu imagino que todos entendem a importância desse projeto para eliminar dúvidas que foram suscitadas durante a última semana, quando do voto do ministro Celso de Mello !“ disse o senador em referência à  recente decisão do STF sobre a validade dos embargos infringentes, que proporcionará revisão de penas a vários condenados no processo do mensalão.

Alvaro Dias disse que o STF tem mais de 300 ações que ainda dependem de apreciação ou julgamento. Sem a figura dos embargos infringentes, ponderou o senador, as atividades do tribunal ficarão mais céleres.

– à‰ hora de promover a celeridade processual, sem prejuízo da ampla defesa, que já é assegurada aos acusados ao serem julgados, num juízo de cognição plena e exauriente pelos 11 ministros que compõem o STF. à‰ o momento de extinguir os embargos infringentes, ao menos quanto à s decisões do pleno do Supremo Tribunal Federal em ações penais originárias !“ defendeu.

24 de setembro de 2013
por esmael
22 Comentários

Tucano Ademar Traiano começa amanhã coluna semanal no Blog do Esmael

O líder do governo Richa se somará ao time de colunistas do Blog do Esmael, dentre os quais os advogados Marcelo Araújo (especialista em trânsito) e Maurício Requião (especialista em políticas públicas); presença semanal de Ademar Traiano reforça o caráter plural e democrático deste espaço, que possibilita o contraditório, o debate de ideias, sem que o editor abra mão de suas convicções de esquerda que sempre pautaram este blog.

O líder do governo Richa se somará ao time de colunistas do Blog do Esmael, dentre os quais os advogados Marcelo Araújo (especialista em trânsito) e Maurício Requião (especialista em políticas públicas); presença semanal de Ademar Traiano reforça o caráter plural e democrático deste espaço, que possibilita o contraditório, o debate de ideias, sem que o editor abra mão de suas convicções de esquerda que sempre pautaram este blog.

O líder do governo Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa do Paraná, deputado estadual Ademar Traiano (PSDB), inicia a partir de amanhã (25) coluna semanal neste blog. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
7 Comentários

Dilma na ONU: “espionagem fere direitos humanos”

do Brasil 247
A presidente Dilma Rousseff abriu seu pronunciamento na abertura da 68!ª Assembleia Geral da ONU batendo duro na espionagem praticada pelos Estados Unidos contra o governo brasileiro. Ele chamou o ato de “ataque à  soberania nacional e aos direitos humanos”. Dilma anunciou o que o Brasil está propondo a criação de “um mecanismo multilateral” de regulação democrática na internet, a fim de evitar novas invasões de privacidade. O discurso foi encerrado à s 11h08 (horário de Brasília).

Dilma lembrou que o Brasil vive em paz com seus vizinhos “há 140 anos” e que, por isso, não via motivos para sofrer qualquer tipo de desconfiança de países amigos. A presidente afirmou acreditar que as práticas de espionagem feitas pela governo americano, “não somente contra o Brasil”, podem ser financiadas por empresas privadas. Ela foi enfática na defesa da criação de “um mecanismo multilateral para controle da internet de maneira democrática”. E avisou que o Brasil tomará medidas próprias para se defender de nova tentativas de invasão de privacidade.

Na segunda parte de seu discurso, Dilma lembrou as conquistas sociais alcançadas pelo Brasil, por meio de uma política econômica pautada pelo objetivo do crescimento, continuam a avançar. Fez referência direta à s manifestações de junho, afirmando que ela própria cresceu em meio a lutas por conquistas democráticas. “As ruas são o nosso chão, a nossa base”.

Dilma tocou, ainda, na importância de uma “reforma na governança do FMI”, com maior presença de países emergentes, e na ampliação, até 2015, no Conselho de Segurança da ONU. “O abandono do multilateralismo é o prelúdio de guerras”, disse ela, defendendo a ampliação do Conselho.

A questão da Síria foi abordada na parte final do pronunciamento. “Não há solução militar possível”, cravou. “A saída é a negociação”. Dilma classificou a guerra na Síria como a maior tragédia humana “deste século”.

Abaixo, notícia anterior:

Nesta terça-feira (24), a presidente Dilma Rousseff discursa pela terceira vez na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). O chefe de Estado brasileiro é sempre o primeiro a discursar porque o Brasil foi o primeiro país a virar membro da ONU, em 1945, após a Segunda Guerra Mundial.

Em meio a polêmica entre Brasil e Estados Unidos gerada pelas recentes denúncias de espionagem, Dilma usará um discurso em favor do respeito à  privacidade dos cidadãos e à  soberania dos países. Seu texto apresentará a invasão de privacidade dos cidadãos como uma violação de direitos humanos. Na última terça-feira (17), a presidente anunciou o adiamento da visita de Estado que faria em outubro a Washington, nos Estados Unidos, após os casos de violação de privacidade da Petrobras e das conversas do gabinete da Presidência do Brasil. A fala de cerca de 30 minutos antecede o discurso do presidente norte-americano, Barack Obama.

Antes de discursar na assembleia, a presidente levou a proposta nesta manhã de regulamentação do acesso a conteúdo de internet e a crítica à  atuação da NSA diretamente ao secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Em 2011, a presidente se tornou a primeira mulher a discursar na abertura dos trabalhos da principal reunião de chefes de Estado da ONU. Pela primeira vez na história das Nações Unidas, uma voz feminina inaugura o debate geral. à‰ a voz da democracia e da igualdade se ampliando nesta tribuna que tem o compromisso de ser a mais representativa do mundo!, ressaltou.

Nos anos anteriores, em 2011 e 2012, Dilma chamou atenção para a crise econômica e defendeu a construção de um amplo pacto pela retomada do crescimento global. Mais que nunca, o destino do mundo está nas mãos de todos os seus governantes, sem exceção (!¦). Essa crise é séria demais para que seja administrada por uns poucos países!, frisou, no primeiro ano.

Ela também afirmou que o Brasil já estava pronto para assumir suas responsabilidades como membro permanente do Conselho de Segurança. As guerras e os conflitos regionais, cada vez mais intensos, as trágicas perdas de vidas humanas e os imensos prejuízos materiais para os povos envolvidos demonstram a imperiosa urgência da reforma institucional da ONU e e

24 de setembro de 2013
por esmael
37 Comentários

Governo Richa promete tirar do papel em 60 dias ponte Matinhos-Guaratuba

DER convoca empresas para construção da ponte Matinhos-Guaratuba; Blog do Esmael lançou campanha pelo início da obra em dezembro de 2012 com apoio do Crea, Fiep, UGT, Assindilitoral, além várias lideranças políticas e empresariais do Paraná; governo Richa pretende desengavetar projeto lançado pelo antecessor Pessuti.

DER convoca empresas para construção da ponte Matinhos-Guaratuba; Blog do Esmael lançou campanha pelo início da obra em dezembro de 2012 com apoio do Crea, Fiep, UGT, Assindilitoral, além várias lideranças políticas e empresariais do Paraná; governo Richa pretende desengavetar projeto lançado pelo antecessor Pessuti.

Em dezembro de 2012, este blog lançou campanha pela construção da ponte Matinhos-Guaratuba (clique aqui para relembrar), sobre a baía de Guaratuba, com 800 metros de extensão, e mais de 34 quilômetros de acessos e viadutos pelas PRs 508 e 412. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
1 Comentário

Dilma discursa hoje pela terceira vez na abertura da Assembleia Geral da ONU

via Blog do Planalto
Nesta terça-feira (24), a presidenta Dilma Rousseff discursa pela terceira vez na abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Nos anos anteriores, em 2011 e 2012, Dilma chamou atenção para a crise econômica e defendeu a construção de um amplo pacto pela retomada do crescimento global. Mais que nunca, o destino do mundo está nas mãos de todos os seus governantes, sem exceção (!¦). Essa crise é séria demais para que seja administrada por uns poucos países!, frisou, no primeiro ano.

à‰ urgente a construção de um amplo pacto pela retomada coordenada do crescimento econômico global, impedindo a desesperança provocada pelo desemprego e pela falta de oportunidades!, defendeu a presidenta, em 2012.

Sobre a conjuntura econômica, no primeiro ano, Dilma ainda citou o exemplo de como o Brasil agiu frente aos efeitos negativos: Com sacrifício, mas com discernimento, mantemos os gastos do governo sob rigoroso controle, a ponto de gerar vultoso superávit nas contas públicas !“ sem que isso comprometa o êxito das políticas sociais, nem nosso ritmo de investimento e de crescimento!.

Em 2011, a presidenta afirmou que o Brasil já estava pronto para assumir suas responsabilidades como membro permanente do Conselho de Segurança. As guerras e os conflitos regionais, cada vez mais intensos, as trágicas perdas de vidas humanas e os imensos prejuízos materiais para os povos envolvidos demonstram a imperiosa urgência da

24 de setembro de 2013
por esmael
21 Comentários

Prefeitura de Curitiba aplica calote em moradores da região Sul; assista ao vídeo

Repórter Márcio Nonato, do Jornal Amigos do Bairro, parceiro estratégico deste blog, mostra que a gestão de Gustavo Fruet também gosta de aplicar um calote nos moradores; as vítimas são os moradores do bairro Sítio Cercado, região Sul da capital paranaense, que receberam comunicado sobre início de uma obra que não começou; assista ao vídeo.

Repórter Márcio Nonato, do Jornal Amigos do Bairro, parceiro estratégico deste blog, mostra que a gestão de Gustavo Fruet também gosta de aplicar um calote nos moradores; as vítimas são os moradores do bairro Sítio Cercado, região Sul da capital paranaense, que receberam comunicado sobre início de uma obra que não começou; assista ao vídeo.

Coube ao repórter Márcio Nato, do Jornal Amigos do Bairro, parceiro deste blog, desvendar uma nova modalidade de calote que os administradores públicos aplicam: prometem, se comprometem e não honram o combinado. Leia mais

24 de setembro de 2013
por esmael
2 Comentários

Alô, Cade, alô, Bernardo: TIM agora é da Vivo

via Brasil 247

Se os serviços de telefonia celular e banda larga móvel no Brasil já são ruins, tendem a ficar ainda piores; nesta terça, a espanhola Telefônica, que controla a Vivo, anunciou a compra da Telecom Italia, dona da TIM; Conselho Administrativo de Defesa Econômica terá de agir com rapidez para evitar a formação de um quase monopólio nas telecomunicações brasileiras; ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, também pode tomar providências contra a excessiva concentração.

Se os serviços de telefonia celular e banda larga móvel no Brasil já são ruins, tendem a ficar ainda piores; nesta terça, a espanhola Telefônica, que controla a Vivo, anunciou a compra da Telecom Italia, dona da TIM; Conselho Administrativo de Defesa Econômica terá de agir com rapidez para evitar a formação de um quase monopólio nas telecomunicações brasileiras; ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, também pode tomar providências contra a excessiva concentração.

MILàƒO, 24 Set (Reuters) – O grupo espanhol Telefónica está aumentando sua participação na Telecom Italia sob um acordo complexo que fortalecerá a influência da companhia sobre uma importante rival na América do Sul, enquanto permitirá a sócios italianos saírem de um investimento não lucrativo. Leia mais