15 de Fevereiro de 2017
por esmael
10 Comentários

A caótica volta às aulas no Paraná; assista

O deputado Tadeu Veneri (PT-PR), líder da oposição na Assembleia Legislativa, denunciou nesta quarta-feira (15) o caótico retorno às aulas na rede pública do Paraná. As escolas não tiveram condições de iniciar o ano letivo de 2017.

14 de Fevereiro de 2017
por esmael
20 Comentários

Requião Filho: O Paraná também vive no Caos

O deputado Requião Filho (PMDB), em sua coluna desta terça-feira (14), vê semelhanças entre o caos no Espírito Santo com o caos no Paraná que “saltam os olhos”. Segundo o colunista, o governador capixaba Paulo Hartung a exemplo e seu colega paranaense Beto Richa promove corte de gastos, reduz investimentos e nega reajuste aos servidores desde o início de 2015.

10 de Fevereiro de 2017
por esmael
24 Comentários

Mídia é a responsável pelo Brasil convulsionado

Engana-se quem acha que as crises em Vitória (ES), Boa Vista (RR), Natal (RN) e no Rio de Janeiro, neste início de 2017, são isoladas, fruto apenas de incompetências administrativas de seus respectivos governos.

9 de Fevereiro de 2017
por esmael
25 Comentários

URGENTE: Richa suspende distribuição de aulas e caos aumenta nas escolas do Paraná

O governo Beto Richa (PSDB) mandou suspender no início desta noite a distribuição de aulas prevista para esta sexta-feira (10) e sábado (11) aos professores contratados em regime PSS (Processo Seletivo Simplificado).

19 de outubro de 2016
por esmael
36 Comentários

Greve no PR entra no terceiro dia com paralisação de 70% na educação e 100% na Polícia Civil

richa_greve_temerO governador Beto Richa (PSDB) vê aumentando a adesão à greve nos serviços públicos do Paraná. No terceiro dia de paralisação, 100% dos policiais civis e 70% dos educadores — a maior categoria no funcionalismo — lideram o movimento que ainda espera a deflagração na sexta (21) dos funcionários do judiciário.

10 de Maio de 2016
por esmael
11 Comentários

Golpe transforma o país em caos

O Brasil está tendo nesta ‘superterça’ uma pequena mostra de como seria o país caso fosse consumado o golpe de Estado, amanhã, dia 11, quando o Senado votará o afastamento da presidente Dilma Rousseff.

Esta ‘superterça’ ainda promete, pois, além do fechamento de rodovias em dez estados e DF, haverá também megaconcentração em frente ao Senado da República às 17 horas.

O dia de protestos em favor da democracia foi convocado pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo, bem como pelas centrais sindicais, partidos, movimento sem terra, movimentos estudantis e de mulheres.

O processo de impeachment em si ultrapassou a barreira do picadeiro cuja nulidade é evidente até mesmo para um calouro do curso de Direito.

A responsabilidade de barrar ou dar sequência ao caos no país está nas mãos do

8 de Abril de 2016
por esmael
5 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: Sobre a (in)Segurança Pública do Paraná

MEM DE SÁ E A VIOLÊNCIA NO PARANÁ

Reinaldo de Almeida Cesar*

Conta o anedotário popular que, certo dia, numa sala de aula qualquer, a professora de Joãozinho – ele, sempre ele – perguntou-lhe na prova oral de história sobre “o que o governador-geral Mem de Sá fez pelo Brasil, na época colonial”.

Depois de ficar em silêncio por alguns segundos, não sabendo a resposta, Joãozinho encheu o peito e respondeu: “Professora, ele fez o que pode”.

***

O secretário Wagner Mesquita, que tantas vezes já elogiei aqui, candidata-se com muita velocidade a vestir os adereços de Mem de Sá, na visão do ladino Joãozinho, fazendo o que pode.

Numa escalada sem precedentes de crimes violentos patrimoniais por todo o Paraná, o secretário esforça-se, corre de um lado para outro, desdobra-se em busca de respostas à sociedade. Sem recursos, como Joãozinho, faz o que pode.

Policiais são assassinados em série, Londrina entra em pânico, e lá está o titular da SESP prometendo instituir força-tarefa e botar mais polícia na rua. Passados alguns dias, nada muda, e o governo até cassa a decisão judicial que mandava reforçar o efetivo policial na cidade.

Cascavel arde com os ônibus incendiados, e lá está o secretário montando o forte apache na cidade. Pergunte aos moradores do Oeste se sentiram alguma diferença, dias após a comitiva do secretário ter deixado a cidade.

Quem assistiu o primeiro e excelente “Tropa de Elite”, de José Padilha, sabe que enquanto a violência corre solta na periferia geográfica e social dos grandes centros, ela é desapercebida, passa a ser vista como corriqueira e quase normal, digamos até, tristemente compreensível. Agora, quando ela chega no andar de cima, a coisa muda de figura.

Foi o que aconteceu agora. Depois de uma série de assaltos em Curitiba, atingindo redes de supermercados e de farmácias, em salões de beleza onde até cabelo levaram, em conhecidas e tradicionais casas de comércio, depois que as residências de dez magistrados e oito promotores foram assaltadas, e depois de uma sequência de episódios violentos de arrastões com troca de tiros em restaurantes no Cabral, Juvevê e no Batel, a grande mídia já não teve ma

15 de junho de 2014
por esmael
43 Comentários

Aeroportos funcionam e falha terrorismo midiático na Copa; só resta à  burguesia torcer contra o Brasil

Elite branca e velha mídia apostaram no 'quanto pior melhor' e perderam; terrorismo dos barões da mídia falhou, pois aeroportos funcionam normalmente, estádios ficaram prontos, trânsito flui nas subsedes, PCC e black blocs não atacaram, não há epidemia de dengue, gasolina continua no mesmo preço, salário mínimo aumentou, etc.; resta à  mal educada burguesia, aquela que mandou Dilma 'tomar no cu', usando seu linguajar chulo, torcer para a Seleção Brasileira se "foder" em campo; velha mídia errou todas as previsões que fez sobre o país na Copa, mas o bruxo Chik Jeitoso acertou todas que fez; veja os vídeos abaixo e opine.

Elite branca e velha mídia apostaram no ‘quanto pior melhor’ e perderam; terrorismo dos barões da mídia falhou, pois aeroportos funcionam normalmente, estádios ficaram prontos, trânsito flui nas subsedes, PCC e black blocs não atacaram, não há epidemia de dengue, gasolina continua no mesmo preço, salário mínimo aumentou, etc.; resta à  mal educada burguesia, aquela que mandou Dilma ‘tomar no cu’, usando seu linguajar chulo, torcer para a Seleção Brasileira se “foder” em campo; velha mídia errou todas as previsões que fez sobre o país na Copa, mas o bruxo Chik Jeitoso acertou todas que fez; veja os vídeos abaixo e opine.

Quem não se lembra das histéricas discussões na velha mídia sobre o “caos aéreo” durante a Copa do Mundo devido à  falta de infraestrutura e investimento logístico em aeroportos? A bola já está rolando no campeonato de futebol e os relatos que chegam aqui no Blog do Esmael são de perfeita tranquilidade em todo o país. Leia mais

11 de Fevereiro de 2014
por esmael
12 Comentários

Aulas começam no PR com protestos contra abondono da educação; assista

Pipocam protestos em várias regiões do Paraná contra a situação caótica na estrutura das escolas da rede pública estadual; ontem, em Quedas do Iguaçu, comunidade protestou contra a situação precária de um estabelecimento que funciona em um barracão; local oferece risco de vida para 700 crianças; obras de novo colégio foi abandonada pelo governo de Beto Richa e Flávio Arns, que, também ontem, acusou a direção do Colégio Carlos Drummond de Andrade, de Foz do Iguaçu, pelas péssimas condições de funcionamento; assista ao vídeo.

Pipocam protestos em várias regiões do Paraná contra a situação caótica na estrutura das escolas da rede pública estadual; ontem, em Quedas do Iguaçu, comunidade protestou contra a situação precária de um estabelecimento que funciona em um barracão; local oferece risco de vida para 700 crianças; obras de novo colégio foi abandonada pelo governo de Beto Richa e Flávio Arns, que, também ontem, acusou a direção do Colégio Carlos Drummond de Andrade, de Foz do Iguaçu, pelas péssimas condições de funcionamento; assista ao vídeo.

A repórter Michelli Arenza, da RPCTV, foi ontem à  Quedas do Iguaçu, região na região Centro-Sul paranaense, a 450 km de Curitiba, para mostrar protesto de pais, alunos e professores contra a situação caótica de mais uma escola da rede pública. Leia mais