31 de outubro de 2014
por Esmael Morais
13 Comentários

Tony Garcia diz “não” a Richa

beto_tony_collor.jpgO ex-deputado estadual Tony Garcia, ao Blog do Esmael, nesta sexta-feira (31), jurou que não participará do governo Beto Richa (PSDB). “Nem que a vaca tussa”, garantiu. ... 

Leia mais

31 de outubro de 2014
por Esmael Morais
55 Comentários

Marcos Coimbra: A derrota da oposição para Dilma doeu mais do que aquelas duas infligidas por Lula

coimbra_dilma_lula.jpg

por Marcos Coimbra, via CartaCapital

A bela vitória de Dilma Rousseff no domingo 26 encerra a mais longa e mais renhida disputa eleitoral de nossa história moderna. Estivemos a vivê-la nos últimos três anos. Logo após a curta fase de lua de mel com a presidenta, que mal chegou ao fim de 2011, nada aconteceu na política brasileira sem ter relação com a eleição concluída agora.

As oposições nunca perdoaram a ousadia de Lula em lançar Dilma como sua candidata à  sucessão. Tinham certeza de que a derrotariam, apesar de conhecerem a popularidade do ex-presidente. Com a empáfia de sempre, julgavam que qualquer um dos nomes de seus quadros era melhor.

A derrota para Dilma doeu mais do que aquelas duas infligidas por Lula. Ela não era uma liderança carismática ou figura extraordinária. Perder para ela significava que poderiam perder outras vezes e que não era necessário um (ou uma) Lula para vencê-las.

Quando ficou evidente o fato de Dilma, ao longo do primeiro ano de governo, conquistar a simpatia da larga maioria da população, tornando-se uma presidenta com avaliação em constante crescimento, desenhou-se um quadro inaceitável para as lideranças antipetistas na política, na sociedade e nos oligopólios midiáticos conservadores. O desfecho que temiam era o ocorrido neste segundo turno: a sua reeleição e a continuação do PT no comando do governo federal. Leia mais

31 de outubro de 2014
por Esmael Morais
99 Comentários

PSDB tramou golpe contra Dilma pelo WhatsApp, revela Estadão

sampaio_aecio_whatsapp.jpgO jornal Estado de S. Paulo, edição desta sexta-feira (31), revela que o PSDB nacional tramou o golpe contra a reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT) através de bate-papo via WhatsApp, aplicativo de mensagens instantâneas. ... 

Leia mais

31 de outubro de 2014
por Esmael Morais
4 Comentários

Câmara analisa plebiscito sobre convocação de constituinte para reforma política

da Agência Câmara
luiza_renato.jpgA Câmara dos Deputados analisa a possibilidade de o País realizar um plebiscito para que a população decida se quer a convocação de uma assembleia nacional constituinte exclusiva para a reforma política. A consulta popular está prevista no Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 1508/14, apresentado à  Casa pelo deputado Renato Simões (PT-SP) e assinado também pela deputada Luiza Erundina (PSB-SP).

Caso o plebiscito seja aprovado pela Câmara e pelo Senado, a população irá à s urnas responder à  pergunta: Você é a favor de uma Assembleia Nacional Constituinte Exclusiva e Soberana sobre o Sistema Político?!. A data da consulta será definida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas terá de ocorrer em até dois anos depois da publicação do decreto. Leia mais

31 de outubro de 2014
por Esmael Morais
33 Comentários

O que explica o golpismo? à‰ apenas o ano de 2026

via Brasil 247

images-cms-image-000402098

Por que será que, de repente, depois de o próprio candidato derrotado Aécio Neves (PSDB-MG) ter aceito o resultado das urnas, pregado união e desejado boa sorte à  presidente reeleita Dilma Rousseff, seu partido partiu para o mais escancarado golpismo, colocando em xeque o sistema eleitoral brasileiro, que é reconhecido no mundo inteiro?

A resposta parece ser 2026. Sim, antes disso, parecem remotas as possibilidades de que o PSDB, ou a centro-direita, retorne ao poder no Brasil. Eis os motivos: Leia mais

31 de outubro de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

Beto Richa aproveita férias para definir nomes do novo secretariado

rossoni_richa_ferias.jpgO governador Beto Richa (PSDB) entrará em férias por duas semanas a partir da próxima sexta-feira, dia 7 de novembro. Ele vai descansar com a família em lugar ainda incerto e desconhecido para o distinto público. ... 

Leia mais