4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
4 Comentários

Requião, o besteirento

"Hoje Temer levou os peemedebistas Richistas do Paraná para 'comer' em casa. Bom apetite", tuitou o besteirento Requião, que se coloca como candidato do partido à  sucessão do tucano; senador desconfia que o carneiro "afrodisíaco" teria sido oferecido pelo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), iguaria inventada por Maurício Fruet, falecido pai do pedetista.

“Hoje Temer levou os peemedebistas Richistas do Paraná para ‘comer’ em casa. Bom apetite”, tuitou o besteirento Requião, que se coloca como candidato do partido à  sucessão do tucano; senador desconfia que o carneiro “afrodisíaco” teria sido oferecido pelo prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), iguaria inventada por Maurício Fruet, falecido pai do pedetista.

O senador Roberto Requião não perdeu a chance de opinar sobre a carneirada oferecida pelo vice-presidente da República, Michel Temer, hoje à  noite, à  bancada estadual do PMDB do Paraná que torce por uma coligação com o governador Beto Richa (PSDB): ... 

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
7 Comentários

Aldo Rebelo promete entregar estádios da Copa com “relativa folga”

da Agência Brasil

Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, a despeito do acidente no estádio do Corinthians e do atraso no repasse de recursos à  Arena da Baixada, em Curitiba, disse nesta quarta que os seis estádios em construção serão entregues com "relativa folga" para eventos testes; "De 100% dos casamentos que eu testemunhei, a noiva chegou atrasada. E nunca vi o casamento deixar de acontecer por causa disso", ironizou o ministro, minimizando críticas a atrasos pontuais nas obras.

Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, a despeito do acidente no estádio do Corinthians e do atraso no repasse de recursos à  Arena da Baixada, em Curitiba, disse nesta quarta que os seis estádios em construção serão entregues com “relativa folga” para eventos testes; “De 100% dos casamentos que eu testemunhei, a noiva chegou atrasada. E nunca vi o casamento deixar de acontecer por causa disso”, ironizou o ministro, minimizando críticas a atrasos pontuais nas obras.

Os seis estádios que ainda estão em construção para receber os jogos da Copa do Mundo de 2014 serão entregues, com relativa folga!, para os eventos-teste, disse hoje (4) o ministro do Esporte, Aldo Rebelo. De acordo com o ministro, três deles que estavam com a inauguração prevista para este mês !“ Manaus, Natal e Cuiabá !“ tiveram as datas mudadas para janeiro. ... 

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
16 Comentários

Ministro Marco Aurélio Mello, do STF, marca posição contra Dirceu trabalhar

do Brasil 247 Crescem as dificuldades para o ex-presidente do PT José Dirceu conseguir seu intento de trabalhar enquanto cumpre sua pena de sete anos e 11 meses de prisão em regime semiaberto. Falando a jornalistas em Brasília, no início da tarde desta quarta-feira 4, o ministro do STF Marco Aurélio Mello manifestou ser contrário à  concessão do direito de trabalhar para Dirceu.

– Como cidadão, eu não vejo com bons olhos, disse Mello, integrante do plenário do STF e presidente do TSE. Todos devemos contas à  sociedade e cada qual adota a postura que entender conveniente.

Para o juiz, apesar de estar condenado à  prisão em regime semiaberto, Dirceu pode ser vítima da “confusão” que, de acordo com o magistrado, cerca este tipo de cumprimento de pena.

– No regime aberto há o direito do reeducando no sentido de trabalhar durante o dia e pernoitar a noite. No regime semiaberto as saídas dependem de autorização e não podem ser saídas continuadas de forma linear.

No momento, José Dirceu, na prática, cumpre pena em regime fechado no Complexo da Papuda, em Brasília. Desde que deu entrada no presídio, ele não saiu nenhuma vez. Dirceu conseguiu um convite para trabalhar no Hotel Saint Peter, na capital federal, mas, de acordo com Mello, formalmente nenhuma solicitação nesse sentido chegou ao STF. A corte só poderá se manifestar caso seja “provocada”, completou o juiz.

Na terça-feira 3, o Jornal Nacional, da Rede Globo, veiculou informação de que o Saint Peter pertenceria a um laranja com residência no Panamá, lançando a suspeita de que Dirceu estaria por detrás da venda do hotel pelo falecido empresário Sérgio Naya.

Mello não mostrou contrariedade, no entanto, com o sistema de aplicação de penas por parte do presidente do STF, Joaquim Barbosa. Entre os políticos condenados na AP 470, Barbosa expediu decretos de prisão, até agora, somente contra petistas.

– Os atos são praticados de forma homeopática, justificou Mello.

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Sérgio Souza: “Pedágio no Paraná é o mais caro do mundo”; assista

O imbróglio do preço do pedágio nas rodovias do Paraná chegou esta semana ao Senado da República em forma de denúncia feita da tribuna pelo senador Sérgio Souza (PMDB). Segundo o parlamentar, a tarifa no estado é a mais cara do mundo. Ele chamou atenção para a possibilidade de aumento do chamado “Custo Brasil” devido aos caros pedágios cobrados no país.

Nós temos que tomar um cuidado muito grande com relação ao aumento do custo Brasil. Não sou contra o pedágio; de maneira alguma; sou contra o pedágio absurdo, abusivo, como é em muitas regiões deste país, a exemplo do estado do Paraná!, afirmou.

Assista ao vídeo:

De acordo com o senador, o Paraná tem 27 praças de pedágio, com preço médio de R$ 10 e distância média de um pedágio ao outro de 50 quilômetros.

Chego à  conclusão de que o Paraná tem um dos pedágios mais caros do mundo. Dez reais a cada cinquenta quilômetros, em rodovia simples, na sua grande maioria? à‰ o pedágio instalado no Paraná na década de 90, que teremos que suportar pelo menos mais dez anos!, disse.

O senador elogiou o novo modelo de concessão de rodovias implantado pela presidente da República, Dilma Rousseff. Na opinião de Sérgio Souza, os novos contratos de concessões têm dispositivos que impedem preços abusivos nos pedágios e garantem a melhoria das estradas concedidas.

Ele citou o exemplo da BR-163, em Mato Grosso, que deve ser concedida à  iniciativa privada em licitação. Neste caso, o consórcio ganhador só poderá cobrar pedágio depois de duplicar 10% do trecho e o custo para o usuário será de R$ 2,64 a cada 100 quilômetros.

Vejam: no Paraná a cada 50 quilômetros, em média, há uma praça que cobra R$ 10,00. No Mato Grosso, a cada 100 quilômetros, serão R$ 2,64. E, no Paraná, não será duplicada, e, no Mato Grosso, há uma obrigação, uma previsão contratual de duplicação e só pode começar a cobrar depois que duplicar 10%!, comparou.

O senador também demonstrou preocupação com o anúncio de novas praças em Parcerias Público-Privadas, sugeridas pelo Governo do Estado do Paraná.

Nós temos que analisar isso de maneira mais profunda porque muito me preocupa mais praças de pedágios. Já há 27 praças no Paraná e agora foi autor Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
10 Comentários

PMDB do Paraná discute hoje cenário eleitoral sem candidatura de Gleisi

Bancada estadual do PMDB se reúne hoje á noite, em Brasília, para analisar a conjuntura política do Paraná durante jantar na casa de Temer; peemedebistas deverão debater hipótese de Gleisi Hoffmann não disputar as eleições de 2014; Requião afirma que se a ministra "pipocar" André Vargas tem grandes chances de ser seu vice; parlamentares também discutirão possibilidade de apoiar Richa, no entanto, o anfitrião veta essa hipótese; tucano já jurou amor a Aécio Neves e Eduardo Campos; governador ainda pode formar um terceiro palanque no estado?

Bancada estadual do PMDB se reúne hoje á noite, em Brasília, para analisar a conjuntura política do Paraná durante jantar na casa de Temer; peemedebistas deverão debater hipótese de Gleisi Hoffmann não disputar as eleições de 2014; Requião afirma que se a ministra “pipocar” André Vargas tem grandes chances de ser seu vice; parlamentares também discutirão possibilidade de apoiar Richa, no entanto, o anfitrião veta essa hipótese; tucano já jurou amor a Aécio Neves e Eduardo Campos; governador ainda pode formar um terceiro palanque no estado?

O coordenador da bancada paranaense na Câmara Federal, deputado Marcelo Almeida, levará à  mesa esta noite, em Brasília, a hipótese de a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann (PT), não disputar o governo do Paraná. ... 

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
23 Comentários

Crise financeira no governo Richa já castiga funcionários públicos

Os cerca de 230 mil servidores públicos do Paraná já estão sentindo na pele a crise financeira que assola o governo Beto Richa (PSDB). Além da suspensão de assistência à  saúde, através do SAS, todas as categorias também vêm sofrendo perdas de conquistas trabalhistas importantes na gestão do tucano.

Funcionários da Copel (Companhia Paranaense de Energia) informam que aumentos e promoções definidos em junho deste ano foram congelados pelo governo estadual.

“Assim como muitos colegas de empresa, cheguei a receber os cumprimentos de meu gerente e parabéns pela merecida promoção, que não veio”, lamenta Dionatan Prestes, que trabalha na estatal de energia.

O governo Richa igualmente suspendeu o pagamento de um terço de férias para o funcionalismo. Ou seja, se o servidor agendou suas férias para Janeiro de 2014 não receberá os 33,33% referentes à s suas férias no pagamento deste mês de dezembro, como sempre ocorreu. A promessa é que as férias serão pagas no contracheque de janeiro com o orçamento de 2014.

A professora Luciana Teixeira, do Quadro Próprio do Magistério, conta que tem 20 horas no estado e recebe (oficializado no contracheque) apenas 18 horas. Motivo: a demanda da escola não comporta 20 horas.

“Eu tenho padrão na escola (CEEBJA), escolhi o período noturno, estou afastada para fazer o doutorado, ninguém oficializou nada e simplesmente faz dois meses que não recebo o devido. Alguém pode me justificar este absurdo? Uma vergonha, um descaso”, protesta.

O caso — ou descaso — de Luciana não é isolado na educação paranaense. Professores universitários reclamam de calotes do governo, bem como os educadores das escolas da rede pública estadual também reivindicam R$ 74 milhões atrasados relativos a avanços e promoções.

Não se sabem ainda se o governo Richa conseguirá sair dessa crise financeira. Ele não tem conseguido cumprir acordos com fornecedores que, inclusive, paralisaram obras importantes por falta de pagamento.

Em novembro, viaturas da PM e do Corpo de Bombeiros ficaram paradas por falta de gasolina ou por falta de pagamento de oficinas que fazem manutenção mecânica dos veículos. Telefones da Polícia Militar e da própria Secretaria da Segurança ficaram mudos por 24 horas devido à  falta de pagamento da conta.

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
28 Comentários

Siemens confirma à  PF: pagou propina a políticos tucanos

do Brasil 247
Ontem, em audiência pública no Senado Federal, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, garantiu aos parlamentares que o convidaram a prestar esclarecimentos, incluindo nomes da oposição atingidos pela suspeita de envolvimento com o cartel dos trens, como o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), que a Polícia Federal terá total autonomia para investigar o chamado propinoduto tucano (leia mais aqui).

Motivos para isso não faltam. Reportagem desta quarta-feira dos jornalistas Fernando Gallo, Ricardo Chapola e Fausto Macedo, do Estado de S. Paulo (leia aqui), confirma que a Siemens distribuiu propinas no Brasil. A revelação foi feita por ninguém menos que Mark Willian Gough, executivo australiano que reside em Munique e foi vice-chefe do setor de compliance, que disciplina regras internas de conduta, da multinacional alemã.

A conta usada para pagar propinas era administrada pelo ex-presidente da multinacional no Brasil, Adilson Primo, que movimentou cerca de US$ 7 milhões no paraíso fiscal de Luxemburgo. Em seguida, os recursos passaram pela conta de um funcionário de reserva da Marinha e pelas mãos de doleiros presos na investigação do caso Banestado !“ esquema de lavagem de dinheiro que movimentou mais de US$ 30 bilhões.

O executivo disse à  Polícia Federal que “pode esclarecer que, no seu entender, todo o esquema foi dirigido por Primo em nível intelectual”. Afirmou ainda que as transferências foram “feitas sob as instruções e a mando de Primo”. Isso transforma o ex-presidente da multinacional no Brasil, que hoje vive na cidade mineira de Itajubá, em peça central da investigação sobre o pagamento de propinas em São Paulo e ele será convidado pela Polícia Federal a indicar os destinatários das comissões ilegais.

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Bancada estadual do PMDB do Paraná delicia carneiro e participa da noite das “facas longas” em Brasília

Sem os senadores Sérgio Souza e Requião, bancada estadual pró-Beto Richa degusta hoje à  noite, em Brasília, na casa de Michel Temer, carneiro assado pelo tradicional restaurante Piantella; coordenador da bancada federal Marcelo Almeida, que torce por Gleisi, advoga pela aproximação do vice-presidente com os estaduais; Rocha Loures jura que defende candidatura própria do partido ao governo do Paraná; enfim, esta noite, tem tudo para ser a noite das "facas longas", onde cobra tentará dar rasteira em cobra; tendência é que tudo permaneça em aberto até a convenção partidária de junho.

Sem os senadores Sérgio Souza e Requião, bancada estadual pró-Beto Richa degusta hoje à  noite, em Brasília, na casa de Michel Temer, carneiro assado pelo tradicional restaurante Piantella; coordenador da bancada federal Marcelo Almeida, que torce por Gleisi, advoga pela aproximação do vice-presidente com os estaduais; Rocha Loures jura que defende candidatura própria do partido ao governo do Paraná; enfim, esta noite, tem tudo para ser a noite das “facas longas”, onde cobra tentará dar rasteira em cobra; tendência é que tudo permaneça em aberto até a convenção partidária de junho.

Caberá ao restaurante Piantella, o mais tradicional do mundo político, servir nesta noite, no Palácio Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer, em Brasília, carneiro assado para a bancada de 13 deputados estaduais do Paraná. ... 

Leia mais

4 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
59 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: “Campanha com dinheiro público não pode, dona Gleisi Hoffmann”

Ademar Traiano, em sua coluna de hoje, acusa Gleisi Hoffmann de utilizar ilegalmente! e fora de época! aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para fazer campanha política no Paraná; sempre citando como fontes O Globo e a Folha, o tucano também acusa a petista de querer tomar o poder no estado em "voos da alegria para entregar obras, retroescavadeiras e caminhões"; considerado o principal ideólogo do Palácio Iguaçu, líder do governador na Assembleia também cita o insuspeito! !“ nas palavras dele -- jornal Gazeta do Povo como fonte da pancadaria contra a candidata do PT; colunista denuncia que José Dirceu, mesmo da Papuda, onde está preso desde 15 de novembro, estaria operando campanha para eleger a ministra-chefe da Casa Civil sucessora de Beto Richa; leia o texto.

Ademar Traiano, em sua coluna de hoje, acusa Gleisi Hoffmann de utilizar ilegalmente! e fora de época! aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para fazer campanha política no Paraná; sempre citando como fontes O Globo e a Folha, o tucano também acusa a petista de querer tomar o poder no estado em “voos da alegria para entregar obras, retroescavadeiras e caminhões”; considerado o principal ideólogo do Palácio Iguaçu, líder do governador na Assembleia também cita o insuspeito! !“ nas palavras dele — jornal Gazeta do Povo como fonte da pancadaria contra a candidata do PT; colunista denuncia que José Dirceu, mesmo da Papuda, onde está preso desde 15 de novembro, estaria operando campanha para eleger a ministra-chefe da Casa Civil sucessora de Beto Richa; leia o texto.

por Ademar Traiano* ... 

Leia mais