30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
3 Comentários

Adesão do PSDB põe fim à  tentativa de divisão na Assomec

Luizão Goulart foi reconhecido presidente da Assomec, no final de semana, até pelos prefeitos do PSDB, como Beti Pavin, de Colombo; "racha" da entidade termina com isolamento político de Aldnei Siqueira, de Tamandaré; na próxima quinta, em Curitiba, tucanos, petistas, peemedebistas e assemelhados voltam a se reunir para discutir resíduos sólidos.

Luizão Goulart foi reconhecido presidente da Assomec, no final de semana, até pelos prefeitos do PSDB, como Beti Pavin, de Colombo; “racha” da entidade termina com isolamento político de Aldnei Siqueira, de Tamandaré; na próxima quinta, em Curitiba, tucanos, petistas, peemedebistas e assemelhados voltam a se reunir para discutir resíduos sólidos.

O prefeito de Almirante Tamandaré, Aldnei Siqueira (PSD), derrotado na eleição da Assomec (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba), ocorrida em janeiro, se isolou politicamente ao dispensar médicos estrangeiros do programa Mais Médicos (clique aqui para relembrar), do governo federal, e por manter a ideia de dividir a entidade representativa dos prefeitos. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
4 Comentários

CTB-PR lança nota sobre desfiliações no PCdoB

O presidente da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), seção Paraná, Agnaldo Pereira, conversou nesta segunda (30) com este blogueiro. Ele confirmou que duas centenas de trabalhadores da região Sul se desfiliou do PCdoB (clique aqui para relembrar), bem como o descontentamento com a direção do partido no estado, mas negou que há um movimento de rompimento dos sindicatos com a central que dirige. Ele mesmo, Agnaldo, jurou que permanece na legenda vermelha.

“O fato de seus dirigentes optarem por filiar-se a um partido político é uma questão de foro íntimo e pessoal de cada um. Não procedem as especulações de que a central estaria sendo cooptada pelos partidos, seja o PSD ou o Solidariedade”, desconversa o presidente da CTB, em trecho do documento.

A seguir, nota de esclarecimento da CTB-PR:

José Agnaldo Pereira, Presidente da CTB-PR, vem a público esclarecer sobre suposto posicionamento político da central, que não condiz com a realidade.

A CTB é uma entidade apartidária, plural, classista e democrática. Dela fazem parte dela diversas correntes de pensamento, de diversos partidos. E isto é uma questão de princípio e de programa da central. Representa parcela importante da classe trabalhadora, não um partido político.

O fato de seus dirigentes optarem por filiar-se a um partido político é uma questão de foro íntimo e pessoal de cada um. Não procedem as especulações de que a central estaria sendo cooptada pelos partidos, seja o PSD ou o Solidariedade. Também não procedem as insinuações de que a CTB estaria articulando-se partidariamente com a UGT ou a Força Sindical, e nem nos interessa discutir os seus alinhamentos políticos ou seus problemas internos. Também não é da conta da CTB esclarecer sobre a desfiliação de qualquer de seus membros desta ou daquela agremiação política. Os partidos que respondam sobre os seus Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
1 Comentário

Campagnolo se encontra com Dilma

O presidente da Fiep, Edson Campagnolo, foi recebido nesta segunda, no Palácio do Planalto, pela presidenta Dilma durante solenidade com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes; o empresário paranaense é o vice dos sonhos da ministra Gleisi, na disputa pelo Palácio Iguaçu.

O presidente da Fiep, Edson Campagnolo, foi recebido nesta segunda, no Palácio do Planalto, pela presidenta Dilma durante solenidade com o presidente do Paraguai, Horacio Cartes; o empresário paranaense é o vice dos sonhos da ministra Gleisi, na disputa pelo Palácio Iguaçu.

O presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, se encontrou hoje, em Brasília, com a presidenta Dilma.  ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

CPI do Pedágio acredita que Lerner vá depor amanhã. E você, o que acha disso?

Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, acredita que Jaime Lerner vai comparecer amanhã para depor na Assembleia sobre contratos com as concessionárias nas rodovias paranaenses; boa parte da frente política não acredita que o pai do pedágio! dará o ar da graça na comissão de investigação; e você, acredita que ex-governador sentará na cadeira da CPI?; opine.

Nelson Luersen, presidente da CPI do Pedágio, acredita que Jaime Lerner vai comparecer amanhã para depor na Assembleia sobre contratos com as concessionárias nas rodovias paranaenses; boa parte da frente política não acredita que o pai do pedágio! dará o ar da graça na comissão de investigação; e você, acredita que ex-governador sentará na cadeira da CPI?; opine.

O presidente da CPI do Pedágio, Nelson Luersen (PDT), acredita que o ex-governador Jaime Lerner comparecerá amanhã, dia 1!º, à s 9 horas, para depor na Assembleia Legislativa do Paraná sobre os contratos de concessão das rodovias paranaenses. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
4 Comentários

Na última semana para pular a cerca, políticos ficam igual biruta de aeroporto

Inseguro no PDT, Pauliki flerta com o Palácio Iguaçu; Osmar Dias não sabe que fazer em 2014, depois que seu irmão, àlvaro Dias (PSDB), foi lançado ao Senado; PDT perdeu dois deputados estaduais, Scanavaca e Bueno; políticos, com mandato ou sem, comportam-se como birutas de aeroporto nas vésperas fatal para a pulada de cerca: dia 5 de outubro.

Inseguro no PDT, Pauliki flerta com o Palácio Iguaçu; Osmar Dias não sabe que fazer em 2014, depois que seu irmão, àlvaro Dias (PSDB), foi lançado ao Senado; PDT perdeu dois deputados estaduais, Scanavaca e Bueno; políticos, com mandato ou sem, comportam-se como birutas de aeroporto nas vésperas fatal para a pulada de cerca: dia 5 de outubro.

O mundo partidário continuará tenso até o próximo sábado, dia 5 de outubro, data fatal para que os políticos pulem a cerca. Tem dirigente propondo que todos durmam juntos nesse período para evitar chifradas de última hora. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
16 Comentários

“Defendo candidatura própria”, diz Caíto

Caito Quintana (PMDB).

Caito Quintana (PMDB).

O deputado estadual Caíto Quintana, líder da bancada do PMDB na Assembleia, em nota, contestou que estivesse costeando o alambrado da petista Gleisi Hoffmann. Na manhã de hoje, o blog mostrou a estranheza do senador àlvaro Dias (PSDB) com a presença do peemedebista no evento petista. “Fui no sábado ao Hotel Bourbon entregar um documento ao assessor da Casa civil e nem sabia de encontro políticos naquele local”, esclareceu o parlamentar. A seguir a íntegra da nota de Caíto: ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
9 Comentários

Brasileiros querem poder econômico financiando campanhas eleitorais, diz Paraná Pesquisas

O eleitor é bicho esquisito mesmo. Não é o blogueiro quem constata isso, mas os números divulgados nesta segunda (30) pelo instituto Paraná Pesquisas. Nada mais nada menos que 56% dos eleitores brasileiros defendem somente dinheiro privado, ou seja, a influência do poder econômico nas campanhas eleitorais, e apenas 17% são favoráveis ao financiamento público nas eleições.

Na prática, os eleitores querem que os grandes conglomerados econômicos continuem formando bancadas nos parlamentos e elegendo de prefeitos a presidentes da República.

O diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, o que leva o eleitor a rejeitar o financiamento público é a percepção da população de que as verbas públicas deveriam ser aplicadas em outras áreas.

A seguir, leia reportagem de José Marcos Lopes no jornal Gazeta do Povo:

Bandeira do PT, financiamento público é rejeitado por eleitor

Levantamento da Paraná Pesquisas mostra que 56% dos entrevistados avaliam que as campanhas deveriam ser feitas apenas com verbas privadas!

A população é contra o financiamento público de campanhas políticas, favorável ao voto facultativo e defende a divulgação de pesquisas no período eleitoral, ainda que diga não se influenciar pelas projeções na hora de votar. Esses e outros temas, como a reeleição e a realização de eleições a cada quatro anos, que estão sendo debatidos nas propostas de reforma política, foram alvo de um levantamento da Paraná Pesquisas. Foram ouvidos 2.502 eleitores, em 169 cidades das cinco regiões brasileiras, entre os dias 10 e 15 de setembro.

Com a inviabilidade do plebiscito proposto pela presidente Dilma Rousseff sobre reforma política após os protestos pelo país em junho, a Câmara dos Deputados decidiu instalar uma comissão para elaborar u Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
5 Comentários

Peemedebista Caíto Quintana costeia o alambrado de Gleisi

Governistas querem saber qual a posição do peemedebista Caíto Quintana sobre a disputa de 2014; àlvaro Dias, minutos antes de afrouxar o sutiã! para Richa, avistou o parlamentar do PMDB no Hotel Bourbon, onde ocorreu reunião do PT, e tascou essa pergunta: Caíto agora virou petista?!; segundo os palacianos, deputado peemedebista tem feito "um discurso para o senador Requião, outro para Richa e agora outro da Gleisi"; evento da corrente petista CNB, dos ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, serviu como contraponto à  presença de Aécio Neves na capital do Paraná.

Governistas querem saber qual a posição do peemedebista Caíto Quintana sobre a disputa de 2014; àlvaro Dias, minutos antes de afrouxar o sutiã! para Richa, avistou o parlamentar do PMDB no Hotel Bourbon, onde ocorreu reunião do PT, e tascou essa pergunta: Caíto agora virou petista?!; segundo os palacianos, deputado peemedebista tem feito “um discurso para o senador Requião, outro para Richa e agora outro da Gleisi”; evento da corrente petista CNB, dos ministros Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann, serviu como contraponto à  presença de Aécio Neves na capital do Paraná.

Tucanos levaram um susto no último “supersábado” político do Paraná quando se depararam com o deputado Caíto Quintana, líder do PMDB na Assembleia, costeando o alambrado da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, candidato ao governo do estado pelo PT. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

Vem aí o Iguatemi, um novo shopping para Fruet chamar de “seu”

Gustavo Fruet deu sinal verde para a construção de um novo shopping em Curitiba, o Iguatemi Champagnat, que será construído na antiga Universidade Tuiuti, no bairro Bigorrilho; empreendimento do grupo cearense Van, com franquias espalhadas em quase todas as capitais do país, prevê 250 mil metros quadrados e investimentos de R$ 450 milhões; o prefeito não foi à  recente inauguração do Pátio Batel, de 137 mil metros quadrados e investimentos de R$ 280 milhões, identificado com o governador Beto Richa; agora, o pedetista terá um shopping para chamar de seu!.

Gustavo Fruet deu sinal verde para a construção de um novo shopping em Curitiba, o Iguatemi Champagnat, que será construído na antiga Universidade Tuiuti, no bairro Bigorrilho; empreendimento do grupo cearense Van, com franquias espalhadas em quase todas as capitais do país, prevê 250 mil metros quadrados e investimentos de R$ 450 milhões; o prefeito não foi à  recente inauguração do Pátio Batel, de 137 mil metros quadrados e investimentos de R$ 280 milhões, identificado com o governador Beto Richa; agora, o pedetista terá um shopping para chamar de seu!.

Foi batido o martelo na semana passada para a construção de mais um novo shopping em Curitiba, o Iguatemi, que será construído na Rua Padre Marcelino Champagnat, no bairro Bigorrilho, no antigo prédio da Universidade Tuiuti, ao lado do Colégio Positivo Júnior. ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
5 Comentários

Gazeta do Povo puxa a orelha de médicos em editorial que condena “revolta do jaleco branco”

do Brasil 247Aos poucos, até mesmo os meios de comunicação mais conservadores começam a condenar a postura de entidades médicas diante do programa Mais Médicos, do governo federal. Foi o que fez, nesta segunda, a Gazeta do Povo, que “afrouxou o sutiã” em editorial. Leia abaixo:

A revolta do jaleco branco – EDITORIAL GAZETA DO POVO – PR

Profissionais da medicina precisam desenvolver agenda positiva, fazendo da crise gerada pelo Mais Médicos um degrau para avanços na saúde pública

O ano de 2013 vai ser lembrado como aquele em que a medicina no Brasil passou por um tsunami. O programa Mais Médicos, do governo federal, se tornou alvo de toda a sorte de impropérios. Ainda se pode ouvir o eco da voz de Roberto D”àvila, presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), tachando o projeto de demagógico, eleitoreiro, populista, atrasado!. Na batalha verbal, os médicos saíram em desvantagem. Havia uma demanda reprimida na sociedade em relação à  categoria, que no imaginário do cidadão comum paga a conta pelas deficiências dos serviços de saúde no país. Os predicados creditados pelos populares aos médicos em geral não são cartas de amor: corporativistas, ligeiros no atendimento, não raro negligentes.

Infelizmente, tudo indica que o governo não assinou a Medida Provisória 621, de 8 de julho, apenas para sanar a falta de profissionais de medicina nos rincões do país. Aproveitou a deixa para tirar proveito da má fase dos médicos com a população. Nesse sentido, o protesto de D”àvila merece o eco que teve. Houve uma dose de covardia nessa história. Trouxe efeitos colaterais. Numa das centenas de textos publicados na imprensa sobre o assunto, um dos mais contundentes !“ do filósofo Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

Sciarra emplaca aliado em conselho de investimento federal que gere R$ 25 bi

Desprezado pelo governo Richa, PSD emplaca dirigente no conselho do FI-FGTS, do governo federal, que gere R$ 25 bilhões; Paulo Rossi, presidente da UGT, braço político do partido de Sciarra e Leprevost no movimento sindical, foi nomeado como conselheiro efetivo com apoio da CUT e do PT, da ministra Gleisi Hoffmann; semana passada, os kassabistas perderam a Secretaria de Turismo, que foi extinta na reforma do tucano.

Desprezado pelo governo Richa, PSD emplaca dirigente no conselho do FI-FGTS, do governo federal, que gere R$ 25 bilhões; Paulo Rossi, presidente da UGT, braço político do partido de Sciarra e Leprevost no movimento sindical, foi nomeado como conselheiro efetivo com apoio da CUT e do PT, da ministra Gleisi Hoffmann; semana passada, os kassabistas perderam a Secretaria de Turismo, que foi extinta na reforma do tucano.

O deputado federal Eduardo Sciarra, líder do PSD na Câmara e presidente estadual da sigla no Paraná, conseguiu emplacar o sindicalista aliado Paulo Rossi, presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), como conselheiro efetivo do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS). ... 

Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
37 Comentários

Lei que cria figura do agente de trânsito é ruim para a cidade, diz especialista

por Marcelo Araújo*

A Câmara Municipal vai discutir esta semana proposição, de iniciativa do executivo, para criação do cargo de agente de trânsito municipal. Na mensagem aos vereadores, o prefeito justifica que se trata de um atendimento a uma determinação judicial decorrente de Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para regularizar a cessão feita de forma precária! e com isso os atuais agentes serão devolvidos!.

Primeiro cabe esclarecer que a citada Adin foi intentada em 1996, dois anos antes do CTB (Código de Trânsito Brasileiro) entrar em vigor e sequer existia a figura do agente de trânsito para discutir dois decretos municipais que tratavam de apreensão de bicicletas em canaletas de ônibus que eram apreendidas por fiscais do transporte coletivo.

Segundo que não foi o STF, e sim o Tribunal de Justiça do Paraná (TJ), o mesmo que confundir Joaquim Barbosa com Clayton Camargo (à  época). Ou seja, não tem determinação judicial nenhuma a respeito da cessão funcional, a qual o prefeito considera “irregular” e “precária”.

Respeitando entendimentos diversos (inerentes à  área jurídica), entendemos que a cessão funcional (providência corriqueira entre os órgãos públicos e prevista em legislação) foi absolutamente regular e legal.

Outro entendimento que respeitamos entendimentos contrários é sobre a regularidade do exercício da atividade mediante o credenciam Leia mais

30 de setembro de 2013
por Esmael Morais
10 Comentários

PF investiga já propinoduto tucano de R$ 52 mi no metrô paulista

do Brasil 247
A Polícia Federal está cada vez mais perto de desvendar o esquema de desvio de recursos do metrô paulista, usado para abastecer o caixa de campanhas políticas do PSDB em São Paulo.

Reportagem dos jornalistas Flávio Ferreira, Mario Cesar Carvalho e José Ernesto Credendio (leia aqui) aponta propinas de R$ 52 milhões, que teriam sido pagas a consultorias pelas empresas envolvidas no cartel dos trens.

De acordo com a Polícia Federal, Alstom, Siemens, Bombardier e Tejofran teriam repassado esses valores para empresas ligadas aos irmãos Fagali, arrecadadores de campanha do PSDB, a Robson Marinho, ex-secretário da Casa Civil de Mário Covas, e Romeu Pinto Jr., outro empresário ligado aos tucanos.

Um dos alvos principais da investigação é a consultoria MCA, de Pinto Jr., que recebeu R$ 45,7 milhões da Alstom, em recursos depositados no Brasil e na Suíça. Depois disso, o dinheiro ou foi sacado em espécie ou movimentado por doleiros, sem que se possa determinar o destino. Outras consultorias investigadas são a ENV e a Acqua-Lux.

Outra empresa citada no cartel, a Tejofran, que despontou durante o governo Mario Covas, pagou R$ 1,5 milhão à  consultoria BJG, que era controlada pelo ex-secretário estadual de transportes, José Fagali Neto. Próximo a José Serra, ele é investigado desde 2008, quando foram descobertos pagamentos de US$ 6,5 milhões na Suíça !“ os recursos estão bloqueados por determinação judicial.

O advogado Belisário dos Santos Jr., que defende Fagali Neto, argumenta que ele poderá comprovar que prestou serviços de consultoria.

Leia mais