2 de janeiro de 2015
por Esmael Morais
12 Comentários

Berzoini mantém promessa de democratizar a mídia

Por Tereza Cruvinel, via Brasil 247
berzoini.jpgSem fazer uso uma só vez da expressão anatemizada regulação da mídia!, o novo ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, tomou posse hoje no cargo reiterando a disposição de abrir um amplo debate com a sociedade brasileira sobre os melhores caminhos para tornar mais efetiva e mais democrática a atividade de comunicação no Brasil.

A liberdade de expressão deve ser um valor assimilado por cada cidadão, e sob esta premissa podemos avançar na consolidação da democracia,. que não deve reduzir-se ao direito de votar. A democracia deve assegurar também, entre outros direitos, o de consumir e difundir informação e, principalmente, o de participar livremente da construção de um conjunto de ideias e valores pelo nosso próprio povo!.

Em entrevista coletiva a seguir, ele evitou fixar cronograma para o início desta ou de qualquer outra ação do ministério mas, respondendo à  pergunta desta colunista do 247, admitiu que pode tomar a iniciativa de propor a regulamentação dos artigos 221, 222 e 223 da Constituição, que nunca foram regulamentados. Leia mais

2 de janeiro de 2015
por Esmael Morais
23 Comentários

Requião sem banho e internet

requiao_agua_cuba.jpgO senador Roberto Requião (PMDB-PR) tem recorrido à s lan houses para reclamar da falta de água e internet no Balneário Camboriú, em Santa Catarina, onde festeja o início de 2015. ... 

Leia mais

2 de janeiro de 2015
por Esmael Morais
59 Comentários

Vaiado no dia da posse, Richa põe culpa de protesto de professores no governo federal; assista ao vídeo

richa_app_posse.jpgO governador Beto Richa (PSDB) acusou ontem (1) o protesto de professores do PPS, contra o calote nos salários, de ser um evento orquestrado pela CUT, PT e governo federal. O reempossado foi alvo de ensurdecedoras vaias em frente ao Palácio Iguaçu (clique aqui). ... 

Leia mais

2 de janeiro de 2015
por Esmael Morais
9 Comentários

Velha mídia veste a carapuça do ‘inimigo externo’ do país. Que fazer?

do Brasil 247
dilma_midia_petrobrasO ponto alto do discurso da presidente Dilma Rousseff ao tomar posse do seu segundo mandato foi, sem dúvida, o que abordou a Petrobras.

Dilma falou em defender a empresa de seus “predadores internos e inimigos externos”. Em seguida, arrematou: “Não podemos permitir que a Petrobrás seja alvo de um cerco especulativo dos interesses contrariados com a adoção do regime de partilha e da política de conteúdo local, que asseguraram ao nosso povo, o controle sobre nossas riquezas petrolíferas” (leia mais aqui).

Foi um recado claro para determinadas forças que tentam se valer da crise de imagem da Petrobras para forçar uma mudança de regime na produção de petróleo no País. Quem mais destaca, entre essas forças, é o grupo Globo, dos irmãos Marinho, o primeiro a dizer, com todas as letras, que a Lava Jato obrigaria a Petrobras a retomar o regime de concessões de petróleo, no lugar do modelo de partilha. Leia mais