richa_calote_unicentro.jpgO governo Beto Richa (PSDB) não irá realizar o pagamento do 1/3 de férias em dezembro para os professores das Instituições Estaduais de Ensino Superior (IEES), conforme havia prometido anteriormente.

O governo tucano, por meio do secretário do Ensino Superior, João Carlos Gomes, havia garantido para os docentes universitários tanto o pagamento do 13º quanto o 1/3 normalmente.

A Unicentro, de Guarapuava, que ao longo de 2014 teve 40% da verba orçamentária cortada, culpa o “descontrole das contas públicas” do governo Richa.

O Sindicato dos Docentes da Unicentro (ADUNICENTRO), em seu site, disse que estuda medida judicial para garantir o direito dos docentes.

Na semana passada, o Sindicato dos Trabalhadores na Saúde do Paraná (SindSáude) conseguiu uma liminar que proíbe o governo do estado parcele o terço de férias de 9,2 mil servidores da área.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

DILMA-EMPREGOS“É a economia, estúpido!”. Essa frase dita por James Carville, estrategista de Bill Clinton na campanha eleitoral norte-americana de 1992, pode ser também empregada hoje para explicar o pleno emprego no Brasil e o aumento de popularidade da presidenta Dilma Rousseff (PT).

Assim como os partidários George H. Bush, o pai, não entendiam porque perdiam a reeleição para Clinton, os correligionários de Aécio Neves e PSDB não entenderam ontem como subiu a aprovação de Dilma na pesquisa do Ibope (clique aqui) mesmo apanhado covardemente da mídia todo santo dia.

Bush perdeu eleição porque a economia dos Estados Unidos mergulhava na recessão. Dilma foi reeleita porque o pleno emprego, o crescimento de postos formais, continua dando sustentação política a ela.

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quinta-feira (18), pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a geração de empregos com carteira assinada na economia brasileira mostrou sinais de recuperação em novembro, com 8.381 vagas formais, saldo entre um total de admissões de 1.613.006 menos 1.604.625 desligamentos no período. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Um dos mais combativos deputados na Assembleia Legislativa do Paraná, Tadeu Veneri, em artigo especial para o Blog do Esmael, nesta quinta (17), vê interesses obscuros em lei aprovada no apagar das luzes desta legislatura que prorroga prazo para pagamento de dívidas tributárias até 26 de dezembro; o parlamentar do PT especialmente “chocado” com justificativa que parece mais uma “encomenda” de seus pares; segundo o texto, a prorrogação dos prazos atenderia “a pleito de contribuintes que não conseguiram aporte financeiro necessário para realizar o referido pagamento no prazo originalmente estabelecido”; leia o artigo e compartilhe.

Um dos mais combativos deputados na Assembleia Legislativa do Paraná, Tadeu Veneri, em artigo especial para o Blog do Esmael, nesta quinta (17), vê interesses obscuros em lei aprovada no apagar das luzes desta legislatura que prorroga prazo para pagamento de dívidas tributárias até 26 de dezembro; o parlamentar do PT especialmente “chocado” com justificativa que parece mais uma “encomenda” de seus pares; segundo o texto, a prorrogação dos prazos atenderia “a pleito de contribuintes que não conseguiram aporte financeiro necessário para realizar o referido pagamento no prazo originalmente estabelecido”; leia o artigo e compartilhe.

Tadeu Veneri*

Na última sessão desta legislatura, em meio ao atropelo geral de votações, permitida por uma anomalia chamada comissão geral, a Assembleia Legislativa do Paraná aprovou projeto do governo do Paraná, nº 543, prorrogando prazos previstos na Lei nº 18.279/2014, que autorizou o pagamento de dívidas tributárias relativas ao ICM, ICMS, ITCMD e IPVA com a exclusão de 95% (noventa e cinco por cento) do valor da multa e 90% (noventa por cento). Todos esses benefícios valiam para pedidos formalizados até 5 e 12 de dezembro. Mas uma emenda proposta pela liderança do governo e aprovada em plenário estendeu o prazo para 26 de dezembro.

Também, a emenda autoriza mutuários de contratos oriundos da carteira adquiria por ocasião do processo de saneamento e privatização do Banco do Estado do Paraná S/A e do Fundo de Desenvolvimento Econômico – FDE a quitarem seus débitos mediante compensação de precatórios até 31 de janeiro de 2015.

Ocorre que a alteração dos prazos é uma prerrogativa do Executivo, não cabendo ao Legislativo a autoria de propostas neste sentido. Os deputados governistas, por mais sintonizados que estejam com as determinações do Palácio Iguaçu, não poderiam alterar os prazos, atropelando todas as normas jurídicas.

A emenda não atende ao Princípio Constitucional de Previsão Orçamentária da Despesa Pública e viola dispositivos constitucionais e legais. Além de acarretar redução da receita, a emenda concedeu benefícios fiscais não previstos na Lei de Diretrizes Orçamentárias e não foi amparada por um estudo de impacto orçamentário como exige a lei.

O que nos chamou a atenção ainda foi a justificativa da emenda. A prorrogação dos prazos atenderia “a pleito de contribuintes que não conseguiram aporte financeiro necessário para realizar o referido pagamento no prazo originalmente estabelecido”. Pois bem, como é possível aceitar que se altere uma lei para atender a um grupo de contribuintes que nem sabemos quem são e qual o benefício garantido para o conjunto da sociedade.

Nossa bancada já decidiu que pedirá ao diretório estadual do PT que ingresse com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade desta Lei. Estamos apenas aguardando a publicação. Vamos ainda querer saber quais foram as empresas que se beneficiaram no prazo original e no prazo estendido. Vamos saber, então, quais foram os grupos beneficiados com esta emenda de encomenda.

*Deputado estadual Tadeu Veneri, é líder da bancada do PT na Assembleia Legislativa do Paraná.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_sciarra.jpgDirigentes do PSD entraram em contato com o Blog do Esmael para contestar o post “Preterido da Casa Civil, Sciarra jura que não aceita a Copel; Soavinski na SEMA”.

Segundo os pessedistas, o deputado Eduardo Sciarra, ex-coordenador da campanha de Richa, continua “vivinho da silva” na disputa de chefia da Casa Civil.

“Houve uma reunião ontem à noite entre o governador e seus quadros do PSDB. Richa disse que precisa alguém com trânsito em Brasília”, disse a fonte do PSD.

“Se Aécio [Neves] tivesse vencido a eleição, com certeza, seria o Déo [Deonilson Roldo], mas a Dilma [Rousseff] foi reeleita”, teria tido Beto Richa, sinalizando preferência por Sciarra.

Ex-líder do PSD na Câmara, Sciarra circula com desenvoltura na Esplanada dos Ministérios e no Palácio do Planalto. A seu favor também pesa o fato que Gilberto Kassab, presidente nacional do partido, assumirá o Ministério das Cidades.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

deo_soavinski_sciarra.jpgO ainda deputado federal Eduardo Sciarra (PSD), ex-coordenador da campanha pela reeleição de Beto Richa (PSDB), foi preterido na disputa pela Casa Civil. A pasta, que tem o poder de nomear de demitir, deverá mesmo ficar nas mãos do jornalista Deonilson Roldo, conhecido como “Déo”, atual chefe de gabinete do governador tucano.

Magoadíssimo, o parlamentar do PSD tem jurado de pés juntos a correligionários que “não aceitará a presidência da Copel como prêmio de consolação”. Mas, como o Natal está se aproximando, o Palácio Iguaçu acredita que Sciarra vai acabar “amolecendo o coração” até o Réveillon.

Uma fonte palaciana informou ao Blog do Esmael que, até agora, “nada é oficial” porque as escolhas de Richa têm sido “solitárias”. No entanto, Déo despacha desde há muito como novo chefe da Casa Civil.

Por que o governador titubeia tanto para bater o martelo? Ora, falta trânsito em Brasília para o jornalista e sobra desenvoltura para Sciarra na Esplanada dos Ministérios e no Palácio do Planalto.

Verdade ou não essa “solidão” na definição do secretariado, outros nomes chegam ao Blog do Esmael como “certos”. É o caso do maringaense Ricardo Soavinski para a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA). Cota do deputado Ricardo Barros (PP), ele é oceanógrafo e foi assessor de Jonel Yuk na mesma pasta.

A turma descontente espalha que o secretário do Meio Ambiente, seja quem for, é considerado “Rainha da Inglaterra” porque o poder está mesmo nos órgãos coligados “IAP e Ipaguas e ITC” que nunca “conversam” com o titular da SEMA.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Agência Brasilfemin.jpgO plenário do Senado aprovou ontem (17) projeto de lei que cria o tipo penal de feminicídio. A proposta foi formulada pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Violência contra a Mulher e estabelece essa tipificação para os assassinatos de mulheres, motivados por questões de gênero. Considera-se razões de gênero a violência doméstica e familiar, a violência sexual, a desfiguração ou mutilação da vítima ou o emprego de tortura ou qualquer meio cruel e degradante.

As penas podem variar de 12anos a 30 anos de prisão, a depender dos fatores considerados. Além disso, se forem cometidos crimes conexos, as penas poderão ser somadas, aumentando o total de anos que o criminoso ficará preso, interferindo, assim, no prazo para que ele tenha direito a benefícios como a progressão de regime. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

cmcpt.jpg

O resultado da eleição na Câmara Municipal de Curitiba, que elegeu esta semana o vereador-pastor Ailton Araújo, do PSC, partido de Ratinho Júnior, assustou muito os dirigentes petistas da capital. Ontem à noite, em reunião informal no diretório, a companheirada analisava o quadro político e chegaram a seguinte conclusão: “não vai ser fácil 2015”.

“A composição no parlamento é até compreensível, pois são espaços que precisam ser ocupados, mas o fato novo foi a reaproximação de dois grupos antagônicos [Ratinho e Fruet]”, relatou um dos presentes na reunião.

O PT acredita que o prefeito Gustavo Fruet, do PDT, aliado nas eleições de 2012 e 2014, vai cozinhar o galo até abril de 2016, mas, na hora H, escolherá alguém do PSC na vice para a reeleição. Deixará o partido da estrela chupando dedo, sem chance de reação.

O pedetista não deverá excluir os secretários e demais ocupantes da administração municipal, mas deixará essa “bananosa” para os próprios petistas descascarem. Portanto, os comissionados petistas serão gradativamente “fritados”.

Sacando que vem turbulência por aí, a vice-prefeita Mirian Gonçalves, do PT, resolveu agir. A moça convocou um café da manhã nesta quinta (18) com sua tropa de frente. A tendência é se armar para uma carreira solo, ou seja, a hipótese cada vez mais crível da candidatura própria ao Palácio 29 de Março.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

evang.jpgA Justiça do Trabalho do Paraná determinou nesta quarta feira (17) uma intervenção judicial no Hospital Evangélico de Curitiba e na Faculdade Evangélica do Paraná. O Juiz Eduardo Milléo Baracat indicou como interventor o médico Fabrício Carcardo Hito, diretor do Hospital Ipiranga, em São Paulo.

O pedido de intervenção foi feito pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), que justificou o requerimento com base no descumprimento de pagamentos de salários no prazo legal, recolhimentos de FGTS e indenizações a empregados.

Segundo o MPT, tramitam atualmente mais de 1,3 mil processos trabalhistas contra a Sociedade Beneficente Evangélica (SEB), responsável pela administração do hospital e da faculdade. Além disso, a SEB teria descumprido um acordo em que havia se comprometido a cumprir com diversas obrigações trabalhistas. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

requiao_francischiniRequião Filho*

Quando penso na Segurança Pública do nosso Paraná me assusto cada dia mais com o que infelizmente eu vejo, ouço e sinto.

Vejo no passado recente a enganação do marketing “sem vergonha”, que mente, maquia, ilude; vejo a polícia imobilizada pelo poder politiqueiro sem escrúpulos; a polícia para os ricos, manejada e manipulada como moeda de troca de favores no poder.

Mas agora temos um novo secretário de Segurança. Espero mudanças e desejo que seja diferente do que tem sido. Vamos ver o caminho do discurso à prática.

A Segurança Pública não pode ter decisões de alcova, arquitetadas no ar condicionado dos gabinetes, por quem não dialoga e sequer conhece de relance o que é a miséria ou a fome.

Vejo a falácia governamental do policial imobilizado. A gestão que entrega à comunidade um contêiner com um policial, mas não entrega policiamento e segurança. E também não entrega emprego, moradia, asfalto, saúde e educação.

Terá fim a gestão de segurança que tira fotos e vende imagens, mas afasta o policial do cidadão?

Está na hora de dar um basta em quartéis e delegacias sem telefone. Chega de policiais ameaçados de despejo do imóvel locado.

Espero ver mais do que o caderno de propaganda de governo encartado nos “jornalões” e grandes revistas, em seu papel brilhante, sedoso e caro.

Quero ver mais que belos vídeos de marketing. Rezo pelo fim do abuso que é uso do dinheiro público na publicidade oficial que dá cor e falso movimento à imobilidade cinzenta deste governo.

Vejo hoje a fantasia em que vivem os atuais detentores do poder no meu Paraná, preocupados com suas roupas caras, seus carros lustrosos, suas aeronaves locadas, seus convescotes da elite.

Vejo um Estado na mão de pessoas que mantêm os olhos ao presente e à realidade das massas, somente pensando no futuro, seu e de seus asseclas. Nunca do povo.

Espero que agora eu veja a polícia perto do povo e trabalhando para o povo, a exemplo do bairro Zumbi dos Palmares, em Colombo, patrulhando no asfalto, batendo à porta da casa do cidadão.

Gostaria de ver a Segurança Pública nos trilhos da cidadania e democracia.

A segurança pública da inclusão social e do respeito indistinto, com policiais motivados e orgulhosos da instituição que representam, trazendo novamente nosso Estado para os caminhos do equilíbrio e do pacto pela paz.

Por fim, eu gostaria de ver uma SESP que não tivesse rumores de que no apagar das luzes está a fazer manobras para fechar um rombo de R$ 12 milhões. Seria bom, não?

*Requião Filho é advogado, deputado estadual eleito pelo PMDB, especialista em políticas públicas. Escreve às quintas no Blog do Esmael.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge do Paixão para a Gazeta do Povo

Charge do Paixão para a Gazeta do Povo

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

20141218_MetroSaoPaulo_capaJornais do Paraná

Gazeta do Povo: Aumento de salários no Congresso, governo e STF terá efeito nos estados

Bem Paraná: Deputados estaduais vão ter R$ 5 mil a mais de salário

Jornal Metro: EUA e Cuba reatam com a bênção de Francisco

Jornal de Londrina: Iluminação vai gerar déficit de R$ 3 mi ao ano

Folha de Londrina: Orçamento dos pobres depende mais da transferência de renda

O Diário (Maringá): Vereadores boicotam sessão que votaria licitação do lixo

Diário dos Campos: Internet gratuita em PG esbarra na falta de recurso

Jornal da Manhã: Emenda prevê R$ 20 mi para Santa Casa de PG

Tribuna do Interior: Região Metropolitana

O Paraná: Estado promete força-tarefa para combater criminalidade

Gazeta do Paraná: Vereadores de Cascavel votam hoje o reajuste do IPTU 2015

Jornal Hoje: Lei vai obrigar plantio de uma árvore na frente de cada casa

Diário do Noroeste: Mesmo com lei prevendo fim do feriado, acordo deve ser cumprido em Paranavaí

Tribuna de Cianorte: Santa Casa deve fechar as portas por falta de opoio dos municípios

Umuarama Ilustrado: Produtos da ceia de Natal tem preços com até 25% de diferença

Tribuna do Norte: Região metropolitana muda perfil de Apucarana e do Vale

Jornais de outros estados

Globo: EUA e Cuba reatam relação: “isolamento não funcionou”

Folha: EUA e Cuba libertam presos e reatam relações após 53 anos

Estadão: Eua e Cuba decidem reatar relações diplomáticas depois de 53 anos

Correio Braziliense: Salve-se quem puder

Valor: EUA reatam relações com Cuba

Estado de Minas: Tragédia em família

Zero Hora: Para a história

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

diplomacao_richa.jpgO governador Beto Richa (PSDB), que se arrasta para concluir o primeiro mandato em 31 de dezembro, foi diplomado na tarde desta quarta (17) para mais quatro anos no Palácio Iguaçu. O evento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) foi realizado no Teatro Positivo, em Curitiba.

Além do governador tucano e da vice-governadora eleita, Cida Borghetti (PROS), também foram diplomados hoje os 54 deputados estaduais e 30 federais, o senador Álvaro Dias (PSDB), e os respectivos suplentes.

Embora Richa demostrasse alegria nos retratos e vídeos gravados na solenidade da Justiça Eleitoral, na plateia a aposta de todos era para um segundo mandato ‘natimorto’ a partir de 2015. Todos comentavam a desorganização financeira do estado e os recentes tarifaços do tucano.

O clima era de ‘fim de feira’ no bairro Campo Comprido.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247
psdb_cpi_petrobrasNo relatório paralelo da CPMI da Petrobras apresentado nesta quarta-feira 17, o PSDB citou o nome de um tucano. Trata-se de Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB, acusado pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, em depoimento, de ter pedido a ele R$ 10 milhões em 2010. O dinheiro, segundo Costa, teria sido pago pela Queiroz Galvão, uma das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato.

Guerra, porém, faleceu em março desse ano. Antes de citar o nome de 36 pessoas, entre eles o do ex-dirigente tucano, o documento elaborado pelo deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP) solicita que “cópia do presente voto em separado seja encaminhada ao Ministério Público, a fim de que sejam instaurados os competentes inquéritos policiais contra as pessoas referidas a abaixo, uma vez que seus nomes foram citados de forma a ensejar o aprofundamento da investigação dos mesmos”.

A lista traz os nomes dos senadores Humberto Costa (PE) e Gleisi Hoffmann (PR), os dois do PT. Os tucanos pedem também o indiciamento de 58 pessoas, entre eles os do ex-petista André Vargas, do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, do deputado Luiz Argôlo (SD-BA), do doleiro Alberto Youssef, dos ex-diretores da estatal Paulo Roberto Costa e Renato Duque, e do ex-gerente Pedro Barusco. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

salarios_alep_camara.jpgO rigor dos parlamentares com eles mesmos não é exatamente o mesmo que adotam para os trabalhadores. Os homens de terno utilizam dois pesos e duas medidas para privilegiar o capital em detrimento dos que produzem a riqueza deste país.

Nada contra reajustes, pelo contrário.

No início desta noite, a Câmara Federal aprovou aumento nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal e do Procurador Geral da República de R$ 29,4 mil para R$ 33,8 mil. A medida causará efeito cascata na Câmara e no Senado, nas assembleias e câmara de vereadores.

O presente de Papai Noel vai beneficiar os 513 deputados e 81 senadores, pois o reajuste elevará seus salários de R$ 26,7 mil para R$ 33,8 mil. Os projetos precisam ainda passar pelo crivo do Senado.

A presidenta Dilma Rousseff (PT) e vice Michel Temer (PMDB) terão reajuste menor, de 15,76%, e o valor vai para R$ 30,9 mil por mês.

Agora o exemplo de desprezo do parlamento para com os trabalhadores. Ontem, no Paraná, os deputados estaduais aprovaram um projeto revogando feriado no dia 19 de dezembro, data da emancipação política do estado que fez parte da Província de São Paulo até 1853 (clique aqui).

Além de retirar um dia de descanso dos trabalhadores e de afirmação da identidade paranaense, os deputados estaduais entraram em recesso hoje. Afinal, eles merecem descansar e ganhar bem…

A melhor parte para os deputados — é claro — é que os valores dos salários serão reajustados automaticamente na Assembleia Legislativa do Paraná. Mamão com açúcar.

O Blog do Esmael volta a frisar: nada contra reajuste nos salários de quem quer que seja, mas o que se pede é isonomia para todos; nada mais do que isso; é justo ou demais?

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

arlindo.jpg

PCdoB, Pros, PDT, PT e governo oficializaram apoio ao deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) na disputa para a presidência da Câmara nesta quarta-feira (17), durante o lançamento da candidatura do parlamentar. Chinaglia disputará o cargo com o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) no dia 1º de fevereiro de 2015.

No início deste mês, o Blog do Esmael informou em primeira mão que petistas e comunistas boicotariam o peemedebista porque pretendiam bater chapa na Câmara (clique aqui).

Caso seja eleito, Chinaglia afirmou que a ampliação do diálogo com a sociedade civil, para identificar as principais demandas da população, será uma das prioridades de sua gestão.

Os quatro partidos que apoiam Chinaglia contarão com 109 deputados a partir do ano que vem (69 do PT, 19 do PDT, 11 do Pros e 10 do PCdoB). Já os dois partidos que, por enquanto, apoiam Cunha terão 81 deputados (66 do PMDB e 15 do SD) no início da próxima legislatura. Chinaglia iniciou as negociações de apoio à sua candidatura com 10 partidos ao todo, incluindo PTB, PP, PR, PSD e Psol, além dos que já confirmaram.

Médico e deputado há 20 anos, Chinaglia já foi presidente da Câmara entre 2007 e 2009. Além disso, atuou como líder do governo na Casa e líder do PT.

Com informações do Portal Vermelho.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Opera Mundi

Ainda nesta quarta, Washington e Havana trocaram prisioneiros: Alan Gross e os três restantes do grupo dos Cinco Cubanos foram libertados; um ano atrás, Obama e Raúl se cumprimentaram durante o enterro do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, em Johanesburgo; cubanos comemoram, em Havana, discurso do presidente Raúl Castro em rede de TV; Obama afirmou que política em relação a Cuba mostra que isolamento "não funcionou"; Papa Francisco sediou reunião decisiva no Vaticano, que antecedeu a conversa telefônica entre Obama e Castro.

Ainda nesta quarta, Washington e Havana trocaram prisioneiros: Alan Gross e os três restantes do grupo dos Cinco Cubanos foram libertados; um ano atrás, Obama e Raúl se cumprimentaram durante o enterro do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, em Johanesburgo; cubanos comemoram, em Havana, discurso do presidente Raúl Castro em rede de TV; Obama afirmou que política em relação a Cuba mostra que isolamento “não funcionou”; Papa Francisco sediou reunião decisiva no Vaticano, que antecedeu a conversa telefônica entre Obama e Castro.

Os presidentes dos EUA, Barack Obama, e de Cuba, Raúl Castro, anunciaram nesta quarta-feira (17/12) as maiores mudanças nas relações entre os dois países desde a imposição do embargo norte-americano à ilha em 1961. Entre as medidas, estão o início das conversas para a normalização das relações diplomáticas, a flexibilização do bloqueio econômico e a libertação, por parte dos cubanos, de 53 presos políticos.

Ainda nesta quarta, Washington e Havana trocaram prisioneiros: enquanto Cuba libertou o norte-americano Alan Gross, que cumpria pena de 15 anos na ilha por espionagem, Washington soltou também os últimos três dos Cinco Cubanos presos nos EUA, também acusados de espionagem.

As negociações entre os dois países começaram há cerca de 18 meses, no Canadá, e incentivadas pelo papa Francisco. Obama e Castro conversaram na manhã desta quarta pelo telefone – a primeira vez que mandatários dos países o fizeram desde o embargo – e selaram o acordo para a libertação dos prisioneiros.
As medidas anunciadas pelos dois governos incluem: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_surpresa_educacao.jpgQuando a senadora Gleisi Hoffmann (PT) afirmou numa das tiradas mais sensacionais da campanha, durante debate na TV Band, que o governador Beto Richa (PSDB) parecia mais um “Kinder Ovo”, pelas constantes surpresas, ela não fazia ideia de que estava definindo politica e sociologicamente como é a gestão do tucano no Paraná. Os educadores que o digam, conforme relato abaixo.

Nesta semana, professores e pedagogos da rede pública do estado foram surpreendidos com o cancelamento das ordens de serviço para a distribuição de aulas. Isto significa que um contingente importante não conseguirá definir se vai trabalhar ou não em 2015. Pior: quem não encontrou onde lecionar ficará sem parte do salário de aulas extraordinária de dezembro.

No Núcleo Regional de Educação de Londrina (NRE), por exemplo, de acordo com aviso no portal, o cancelamento da distribuição de aulas abrangeu as disciplinas de Arte, Educação Física, Geografia, História, Língua Portuguesa e pedagogos. Na região de Curitiba a medida atinge somente aos pedagogos, que ficaram sem ordem de serviço.

Além do interesse “econômico” na medida em que pune os educadores, o que há por trás disso tudo? O poder político, caro leitor, pois são inúmeras denúncias que chegam aqui sobre supostas fraudes na distribuição de aulas. Os diretores de escolas, aliados do governo, estariam “reservando” as aulas para seus pupilos. Esses “privilegiados” seriam futuros cabos eleitorais na eleição para a direção, etc., alimentando uma cadeia de impessoalidade administrativa.

Semana passada o Blog do Esmael mostrou que Richa tentou novo calote nos mestres modificando dados cadastrais que impediam os profissionais de subirem de nível no mês de outubro, o que lhes diminuíam cerca de mil reais no salário. Diante da denúncia, recuou da intenção em menos de 24 horas (clique aqui).

O leitor pode até achar pouca coisa o que se registra aqui, mas, como o orçamento da Educação é o maior do governo do estado, qualquer “mixaria” é muita coisa.

A estratégia de Beto Richa é jogar o fracasso de seu “choque de gestão” na conta dos educadores paranaenses.

Nos últimos meses também se mostrou neste espaço que o governo tucano se esforçou bastante para fechar 141 escolas (clique aqui) e várias turmas no estado, o que causará superlotação nas salas de aula em 2015 (clique aqui).

Houve ainda vários cortes de funcionários, calote na merenda nas três últimas parcelas do fundo rotativo destinado às despesas das escolas (clique aqui). “Em 11 anos de direção, nunca tinha ocorrido isso”, disse um diretor que pediu para não ser identificado. “Isso atrapalha até o comércio local”, completou.

O ensino superior, da mesma forma, acaba bancando o “choque de gestão” do PSDB. Na semana passada, em Londrina, a comunidade universitária saiu às ruas para protestar contra cortes no já escasso orçamento das universidades. Essas instituições, inclusive, tiveram de suspender a formação continuado do PDE devido aos calotes.

Para fechar o “repolho”, o governo Richa resolveu prorrogar o contrato de funcionários da limpeza e administrativo em regime PSS para fugir das rescisões trabalhistas. Com isso, segura mais dinheiro em caixa, os comissionados riem à toa, mas falta um dinheirinho para o peru extra dos educadores.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

dilma_ibope.jpgPesquisa Ibope divulgada nesta quarta (17) aponta crescimento da aprovação pessoal da presidenta Dilma Rousseff (PT). De acordo com o instituto, 52% aprovam a petista, 41% desaprovam e 8% não sabem ou não responderam à questão.

Em setembro último, 48% aprovavam e 46% desaprovam Dilma.

A avaliação do governo também subiu para 40% (ótimo/bom). Em setembro esse índice era de 38%.

Segundo o Ibope, 32% acham o governo regular e apenas 27% o consideram ruim ou péssimo.

O cenário político lembra muito a massa de pão: quanto mais batem em Dilma, mais ela cresce.

O ibope ouviu 2002 eleitores entre os dias 5 e 8 de dezembro. A sondagem foi encomenda pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

ano.jpgComeçou na segunda-feira (15) a greve dos servidores do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran PR), bem a tempo de complicar a vida de quem precisa pôr os documentos do carro em dia para viajar tranquilo nas férias.

A greve no Detran é mais um sinal de que quase tudo vai mal no apagar das luzes do primeiro mandato do governador Beto Richa (PSDB). Há também a formação da Frente anti-Richa, planejada para 2015; o ensaio de um calote nas progressões dos professores do estado; o sufocamento da Defensoria Pública; além do tarifaço chamado de “pacote de maldades” com a taxação dos servidores aposentados, mais aumento do IPVA e do ICMS de diversos produtos básicos, prejudicando os mais pobres. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

reni_foz_duso.jpgO vereador Fernando Duso (PT) foi eleito ontem (16) presidente da Câmara Municipal de Foz do Iguaçu.

O parlamentar iguaçuense foi aclamado com 14 dos quinze votos possíveis (ele preferiu não votar).

Com o resultado, o Partido dos Trabalhadores deverá se armar melhor para a disputa da Prefeitura com o atual prefeito Reni Pereira (PSB).

O nome petista para 2016 ainda será debatido no primeiro semestre do ano que vem.

O município de Foz, no extremo Oeste, é sétimo mais populoso do estado (264 mil habitantes) e é o segundo destino turístico do país (Cataratas do Iguaçu).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});