blog_recesso2014A ideia é dar um descanso para o leitor durante essas férias no mês de janeiro de 2015. Ninguém é de ferro, pois.

Nos próximos 30 dias, o Blog do Esmael ficará em recesso. É quando a equipe submerge para estudar, avaliar o ano que passou e planejar o nascente.

Também será período para que o nobre leitor possa refletir sobre como pagará os reajustes no IPVA, IPTU, materiais e mensalidades escolares, gasolina, energia, água, dentre outras maldades governamentais.

Os trinta primeiros dias do ano serão o tempo que o Blog do Esmael terá para analisar o comportamento dos governos Dilma e Richa. A princípio, lá e cá, as medidas iniciais têm sido decepcionantes.

O Blog do Esmael retorna à lida com força total no próximo dia 2 de fevereiro cobrindo a posse dos deputados estaduais, na Assembleia Legislativa do Paraná, e dos federais e senadores no Congresso Nacional, bem como as respectivas eleições para as mesas executivas.

Até lá, bom descanso.

Esmael Morais.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Por Tereza Cruvinel, via Brasil 247
berzoini.jpgSem fazer uso uma só vez da expressão anatemizada “regulação da mídia”, o novo ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, tomou posse hoje no cargo reiterando a disposição de abrir um amplo debate com a sociedade brasileira sobre os melhores caminhos para tornar mais efetiva e mais democrática a atividade de comunicação no Brasil.

“A liberdade de expressão deve ser um valor assimilado por cada cidadão, e sob esta premissa podemos avançar na consolidação da democracia,. que não deve reduzir-se ao direito de votar. A democracia deve assegurar também, entre outros direitos, o de consumir e difundir informação e, principalmente, o de participar livremente da construção de um conjunto de ideias e valores pelo nosso próprio povo”.

Em entrevista coletiva a seguir, ele evitou fixar cronograma para o início desta ou de qualquer outra ação do ministério mas, respondendo à pergunta desta colunista do 247, admitiu que pode tomar a iniciativa de propor a regulamentação dos artigos 221, 222 e 223 da Constituição, que nunca foram regulamentados. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

requiao_agua_cuba.jpgO senador Roberto Requião (PMDB-PR) tem recorrido às lan houses para reclamar da falta de água e internet no Balneário Camboriú, em Santa Catarina, onde festeja o início de 2015.

Sem banho e acesso à internet pelo celular, o parlamentar paranaense ameaça ir para Cuba — onde a rede de computadores teria melhor conexão e não faltaria água.

Requião ainda pragueja lançando contra os responsáveis pelos serviços deficientes uma “hemorroida letal” daquelas que castigaram os filisteus no Egito, segundo o Velho Testamento.

Pelo Twitter, o peemedebista registra sua indignação santa com a falta de banho e internet no celular:

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

paulo_dilma_vaca.jpgPaulo Rossi*

Durante sua campanha pela reeleição, num encontro com sindicalistas, cujo programa foi exibido no horário eleitoral, a presidente Dilma Rousseff (PT), prometeu que não faria mudanças na legislação trabalhista em prejuízo aos trabalhadores “Nem que a vaca tussa”…

Com isso, a então candidata buscava o apoio dos dirigentes sindicais (e conseguiu a maioria), pois acusara o candidato oposicionista Aécio Neves de querer promover uma reforma trabalhista, tirando direitos como férias, FGTS e décimo-terceiro.

Além disso, Dilma criticou a nomeação antecipada pelo tucano do “futuro” ministro da fazenda, Armínio Fraga, pois se tratava de alguém “pró-mercado” e com ideário neoliberal.

O que dizer do seu novo ministro da fazenda, Joaquim Levy, que foi aluno de Armínio Fraga e segue à risca sua cartilha “neoliberal”, tanto criticada pela presidente?

Infelizmente o que vemos agora é que a “Vaca Tossiu”, pois no apagar das luzes de 2014, a classe trabalhadora recebeu mais um presente de grego, com medidas que afetarão o bolso e o direito dos trabalhadores. As principais mudanças estão no tempo para obter-se direito ao seguro-desemprego, que passará de seis para 18 meses trabalhados, de forma ininterrupta.

Preocupa-nos tal medida, tendo em vista que o país atravessa um momento de instabilidade econômica e com crescimento pífio, além de poucos empregos gerados, sem falar no ajuste fiscal já anunciado por seu ministro da fazenda.

Outra medida é a que trata do direito ao seguro-defeso, que beneficia milhares de trabalhadores artesanais e que não poderão acumular com outros direitos previdenciários.

Dilma também mexeu na previdência social, com a redução dos valores pagos ao cônjuge e seus dependentes em caso de morte, além da ampliação do prazo de recolhimento do contribuinte, cuja carência será de 2 anos.

Diante de tudo isso e da falta de perspectivas de melhores dias para os trabalhadores brasileiros, cabe a nós, dirigentes sindicais comprometidos pela defesa dos direitos arduamente conquistados, para que encontremos o xarope para curar essa vaca que tossiu, pressionando e convencendo o novo Congresso Nacional a derrubar tais medidas provisórias, pois caso contrário, estarão concordando com mais um estelionato eleitoral como nunca antes na história desse país…

*Paulo Rossi, presidente da UGT-PARANÁ.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_app_posse.jpgO governador Beto Richa (PSDB) acusou ontem (1) o protesto de professores do PPS, contra o calote nos salários, de ser um evento orquestrado pela CUT, PT e governo federal. O reempossado foi alvo de ensurdecedoras vaias em frente ao Palácio Iguaçu (clique aqui).

Coração de pedra, o tucano deixou cerca de 40 mil professores sem salário na véspera do Ano Novo. A lei amparada na Constituição determina o pagamento aos servidores públicos no último dia útil do mês.

Richa não pagou, deu mais um calote como sói ocorrer em outras categorias do funcionalismo a exemplo dos agentes penitenciários PPS — que igualmente ficaram sem o salário na virada do ano.

“A lei nos permite pagar os salários até o quinto dia útil do mês seguinte”, esquivou-se o governador, mas ele esqueceu-se de que essa regra vale para o setor privado e não para o público.

Aqui cabem duas ironias dos professores: Por que não utilizou o “checão” de R$ 230 milhões devolvidos pelo deputado Valdir Rossoni (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa? Sobraria dinheiro… Se o cheque de Rossoni tivesse fundo ele seria o novo chefe da Casa Civil…

Voltemos à vaca fria. Richa viu motivação partidária no protesto de professores sem salário no dia de sua posse. Segundo ele, o sindicato [APP] é ligado à CUT, mantido pelo governo federal, muito próximo do Partido dos Trabalhadores.

“Eles não aceitam a derrota que tiveram nas urnas aqui no Paraná”, desconversou Beto Richa.

Assista ao vídeo:

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247
dilma_midia_petrobrasO ponto alto do discurso da presidente Dilma Rousseff ao tomar posse do seu segundo mandato foi, sem dúvida, o que abordou a Petrobras.

Dilma falou em defender a empresa de seus “predadores internos e inimigos externos”. Em seguida, arrematou: “Não podemos permitir que a Petrobrás seja alvo de um cerco especulativo dos interesses contrariados com a adoção do regime de partilha e da política de conteúdo local, que asseguraram ao nosso povo, o controle sobre nossas riquezas petrolíferas” (leia mais aqui).

Foi um recado claro para determinadas forças que tentam se valer da crise de imagem da Petrobras para forçar uma mudança de regime na produção de petróleo no País. Quem mais destaca, entre essas forças, é o grupo Globo, dos irmãos Marinho, o primeiro a dizer, com todas as letras, que a Lava Jato obrigaria a Petrobras a retomar o regime de concessões de petróleo, no lugar do modelo de partilha. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge de Aroeira para o Jornal O Dia

Charge de Aroeira para o Jornal O Dia

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

capasextaJornais do Paraná

Gazeta do Povo: Dilma promete mudanças, mas pacote precisará de aval do Congresso

Folha de Londrina: Beto anuncia contenção de gastos; Dilma sai em defesa da Petrobras

Gazeta do Paraná: Nada de novo na posse no Brasil e no Paraná

Jornais de outros estados

Globo: Dilma recicla promessas e vê ‘inimigos externos’ da Petrobras

Folha: Dilma promete ajustar economia ‘com o menor sacrifício possível’

Estadão: Dilma afirma que vai defender Petrobras de ‘inimigos externos’

Correio Braziliense: Pôr as contas em dia, a cruz de Rollemberg

Valor: ‘Ajuste sem trair compromissos’

Estado de Minas: ‘Quero ser porta-voz da vontade popular’

Zero Hora: Economia terá correção de rumo

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

requiao_richa_ch.jpgO mico da posse do governador Beto Richa (PSDB), nesta quinta (1), não foram apenas as estrondosas vaias de professores do regime PSS, que viraram 2015 sem recebimento de salário (clique aqui). O checão sem fundo de R$ 230 milhões, passado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni (PSDB), chamou a atenção porque o empossado fingiu ser de verdade. Até agradeceu.

O Blog do Esmael já explicou aqui há mais de dois anos que esses “Cheques de Itu” são parte de um teatro combinado para impressionar o mais desavisado. Muitos, inclusive da imprensa, acreditam na presepada porque não o desmentem. Ou seja, até os bravos jornalistas também são engambelados pelo circo.

Orçamento é dinheiro emprestado. Se o gestor público não o executa é porque deixou de fazer obras importantes ao estado como escolas, creches, contratar pessoal, etc. É dinheiro imobilizado durante um ano.

Imagine o caro leitor tomando emprestando R$ 230 milhões do banco, depois de pagar juros durante um ano, resolve devolver o dinheiro ao mesmo banco sem aplicar na sua previsão inicial. É exatamente isso que ocorreu hoje na Assembleia: Richa pegou um cheque sem fundo, que não existe.

O presidente da Casa, Valdir Rossoni, quase embarcando para Brasília, onde assumirá vaga de deputado federal em fevereiro, explica a pantomima: “Com o cheque simbólico de R$ 230 milhões que entregamos hoje, superamos a nossa meta de economizar R$ 600 milhões nos quatro anos de gestão”.

A maquiagem de Rossoni consiste no aumento do orçamento do Legislativo, ano a ano, por isso, mesmo sempre gastando sempre mais em relação ao exercício anterior, “sobra” um checão desse sem fundo.

Se Rossoni e Richa fossem funcionários de uma empresa privada seriam demitidos por justa causa. O empregador justificaria que os desligamentos dos tucanos ocorreram em virtude de “incompetência” ou “má-fé”. Mas, infelizmente, o erário é mais “generoso” que o setor privado.

“Isto é coisa de gangue da marcha ré. Não receberam, não deveram nada e se estava sobrando dinheiro porque não pagaram em dias as férias dos servidores, que só receberão com atraso. Tudo simulação. É coisa de gangue da marcha ré”, comentou o senador Roberto Requião (PMDB-PR).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_vaias_profO governador Beto Richa (PSDB) foi recepcionado nesta quinta (1) com vaias e palavras de ordem em frente ao Palácio Iguaçu, em Curitiba, durante cerimônia de posse para o segundo mandato.

Educadores organizados pela APP-Sindicato entoaram gritos de “caloteiro” quando o tucano se deslocava a pé da Assembleia Legislativa até a sede do governo, onde ele empossou secretários.

No último dia 30 de dezembro, Richa aplicou novo calote em cerca de 40 mil professores contratados em regime PSS. O Blog do Esmael registrou em primeira mão a rasteira do governador no magistério paranaense (clique aqui).

Para quem sonha com a Presidência da República, em 2018, o calote no salário dos professores e agentes penitenciários, na véspera do Ano Novo, e as vaias desta tarde são um mau começo para o governador reempossado.

Na posse de hoje, Richa atacou os programas sociais porque pessoas estariam sobrevivendo desses benefícios. O governador também criticou o governo federal e recebeu mais um “borrachudo” de R$ 230 milhões do presidente da Assembleia, Valdir Rossoni (PSDB).

O Blog do Esmael transmitiu ao vivo a cerimônia de posse de Richa.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_posse.jpgO governador Beto Richa (PSDB) será empossado às 16 horas, na Assembleia Legislativa do Paraná, para seu segundo mandato. Na sequência, às 17 horas, ele empossa os secretários de Estado no Palácio Iguaçu.

Assista ao vivo clicando aqui. As imagens são da TV éParaná.

Richa quer ser presidente da República em 2018, por isso escalou um secretariado com trânsito nacional — ligado ao mercado — e desprezou companheiros que o apoiaram na reeleição, dentre os quais está o presidente da Assembleia, Valdir Rossoni (PSDB), e o líder sindical Paulo Rossi (clique aqui).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Assista ao vivo, direto de Brasília, a cerimônia de posse da presidenta Dilma Rousseff (PT). As imagens são da TV Senado.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

richa_ugt_rossi.jpgO segundo mandato do governador Beto Richa (PSDB), que oficialmente começará após a posse na tarde de hoje (1), poderá ser ‘muito pior’ que os primeiros 4 anos, haja vista que o tucano “terceirizou” as pastas mais estratégicas como Fazenda, Educação e Energia (Copel) para pessoas de fora ou atoladas em compromissos com o setor privado.

Ao delegar a gestão para forasteiros com interesses difusos aos do Estado, talvez a ambição do governador tenha “diminuído” para o Senado ou mesmo “aumentado” pensando na Presidência da República em 2018. Em ambas as hipóteses, Richa erra ao desprezar aliados que o ajudaram na reeleição.

O governador que toma posse hoje, às 17 horas, por exemplo, deixou o presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Paulo Rossi, chupando os dedos, mesmo sendo a única central sindical a apoiá-lo abertamente na eleição. Mais: na contramão, extinguiu a Secretaria do Trabalho.

Se o companheirismo não é o forte de Richa, o mesmo não pode se dizer do colega paulista e correligionário de ninho Geraldo Alckmin.

De olho na sucessão da presidenta Dilma Rousseff, Alckmin convidou dois sindicalistas ligados à UGT para assumirem secretarias em seu governo. O deputado federal Roberto de Lucena (PV) assumirá o Turismo e João Dado (SD) ficará na pasta do Trabalho e Emprego.

Na corrida presidencial, que começa hoje mesmo, depois das posses, Alckmin sairá em vantagem no PSDB. Ele pretende deixar para trás o senador e ex-presidenciável Aécio Neves (MG) e impedir que Richa entre na pista. Aliás, o tucano paranaense já deu várias derrapadas antes mesmo da largada…

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Brasil

Presidenta Dilma Rousseff e sua filha, Paula, durante percurso até o Palácio Itamaraty (Brasília, DF, 01/01/2011). Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

Presidenta Dilma Rousseff e sua filha, Paula, durante percurso até o Palácio Itamaraty (Brasília, DF, 01/01/2011). Foto: Roberto Stuckert Filho/PR.

A presidenta Dilma Rousseff toma posse hoje (1°) para mais um mandato de quatro anos. Reeleita em outubro com 54,5 milhões de votos, ela vai governar o país até 2018. O vice-presidente, Michel Temer, também reeleito, será empossado na mesma cerimônia.

Mineira de Belo Horizonte, Dilma, 66 anos, tem uma filha e um neto. No governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi ministra de Minas e Energia e chefe da Casa Civil. Em 2010, foi eleita no segundo turno, com cerca de 55,7 milhões de votos. No primeiro governo, Dilma manteve e ampliou políticas sociais de seu antecessor. Entre os programas que marcaram sua gestão estão o Mais Médicos, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) e o Brasil sem Miséria, uma ampliação do Bolsa Família. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
jb

Charge do Jorge Braga para O Popular (GO)

 

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

- Globo: O Ri14365478o renasce aos 450 anos

Folha: Dilma usará posse para explicar ajuste na economia

Correio Braziliense: 2015: Um ano para ter fé

Estado de Minas: Expectativa em Minas. Desafios em Brasília

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

esmael_blog.jpgNo último post de 2014 eu não poderia deixar de homenagear os leitores que tiveram a paciência de acompanhar diariamente esta página. Muito obrigado.

Ao longo deste ano, o Blog do Esmael focou nas eleições de presidente da República e governo do estado. Registrou as reeleições da presidenta Dilma e do governador Beto Richa de maneira ampla, plural e suprapartidária.

Pela primeira vez na história, um blog especializado em política transmitiu ao vivo – com conteúdo compartilhável e gratuito – todos os debates televisivos.

Além de mostrar aos eleitores os confrontos entre os candidatos, o Blog do Esmael também foi o único do Brasil a transmitir ao vivo todas as principais convenções partidárias – independente da coloração ideológica.

Graças a essa agilidade, em tempo real, o Blog do Esmael se consagrou no mais acessado na região Sul e se consolidou como um dos mais influentes do País.

Em 2015, o nosso compromisso continuará sendo para manter uma das melhores páginas de política do País em tempo real – gratuita e compartilhável.

Novamente, muito obrigado pela audiência e colaboração.

Esmael Morais

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247
dilma_ministrosCom o anúncio de mais 14 ministros, a presidente Dilma Rousseff fechou, nesta quarta-feira, sua equipe para o segundo mandato.

Na nova lista, a principal novidade é a indicação do embaixador Mauro Vieira, que sai de Washington para assumir o Itamaraty.

No Ministério do Trabalho, onde havia uma disputa entre PT e PDT, prevaleceu a posição dos pedetistas e o partido segue com Manoel Dias, no cargo.

Além deles, permanecem nos cargos vários outros ministros, como Aloizio Mercadante (Casa Civil), Thomas Traumann (Secom) e Arthur Chioro (Saúde).

Confira, abaixo, a lista completa: (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

agentes_richaImagine a cena. O professor PSS saiu ontem à tarde do município de Uniflor, no Noroeste, próximo a Maringá, rumo ao Litoral. Contava com o saque de seu salário quando chegasse a Curitiba, pois, mais adiante, precisaria de dinheiro para pagar o pedágio mais caro do mundo na praça de São José dos Pinhais. Não deu. O governo Beto Richa (PSDB) não depositou os vencimentos dos mestres contratados em regime especial. Aplicou mais um calote.

Pois bem, não são apenas os PSS das escolas que passarão o Réveillon mais magro e sem o espumante “Sidra Cereser” e sem dinheiro para o pedágio mais caro do mundo. Os agentes penitenciários também levaram ontem tombo do governo do PSDB.

Segundo uma agente penitenciária de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, 90% do efetivo na unidade feminina tem contrato pelo regime PSS. “Logo nós vamos parar e o presídio não vai funcionar”, disse ao Blog do Esmael.

Um parêntese aqui. Há dois dias presos fazem rebelião na Casa de Custódia de Maringá (clique aqui).

O novo secretário da Segurança Pública, Fernando Francischini, o Batman, justiça seja feita, que agora administra o sistema prisional paranaense, chegou agora e herdou o sistema de calotes já em andamento. Como todo gestor público, terá 100 dias de “regalos” antes de receber críticas.

Quanto a Richa, ele curte a virada em hotel chique de Foz do Iguaçu. Está hospedado na tríplice fronteira há 10 dias. Volta amanhã, quinta-feira 1o de janeiro de 2015, para posse do segundo mandado.

Aos agentes penitenciários e professores PSS que levaram calote neste fim de ano, parodiando o governador tucano, “o pior está por vir”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge do Pater para A Tribuna (ES)

Charge do Pater para A Tribuna (ES)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});