deputdos_camburaoO governador Beto Richa (PSDB) oferece esta noite um jantar para 34 deputados — a “Bancada do Camburão”. O clima é festivo.

O festerê ocorre no Chapéu Pensador, uma espécie de subsede do governo do Paraná.

Ainda não se sabe se o primo Luiz Abi está presente, mas agentes penitenciários em greve cogitam visitar o local.

Orelha seca do Blog Esmael está entre os convivas. Em breve mais informações.

Compartilhe!

    Nelson Luersen, do PDT, é o nono deputado a assinar pela CPI da Receita; oposição espera mais dois apoios até quarta; Requião Filho sugere que ‘CPI da Violência contra as Mulheres’, de autoria da deputada Mara Lima (PSDB), investigue os casos de pedofilia em Londrina.

    Nelson Luersen, do PDT, é o nono deputado a assinar pela CPI da Receita; oposição espera mais dois apoios até quarta; Requião Filho sugere que ‘CPI da Violência contra as Mulheres’, de autoria da deputada Mara Lima (PSDB), investigue os casos de pedofilia em Londrina.

    “De grão em grão a galinha enche o papo”, disse nesta segunda-feira (30) o deputado Requião Filho, vice-líder do PMDB, ao comemorar mais uma assinatura em apoio à criação de uma comissão de investigação da corrupção na Receita Estadual de Londrina.

    O deputado Nelson Luersen, líder do PDT, é o dono da nona assinatura favorável à investigação dos escândalos no órgão de gestão fiscal do estado. Estima-se que os prejuízos ao erário cheguem a R$ 1 bilhão, em virtude da ação da quadrilha na Receita.

    Segundo o autor da proposta da CPI, Requião Filho, até quarta-feira mais dois parlamentares vão anunciar apoio às investigações de corrupção. Ele não quis antecipar os nomes, mas a proposta de comissão de inquérito começará a Páscoa com 11 assinaturas.

    O deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), líder do governo na Assembleia, luta no outro polo contra a CPI da Receita Estadual. “Pela minha experiência parlamentar, eu confio mais no Gaeco do que numa CPI”, desconversou o governista.

    Para o líder do PMDB, Nereu Moura, é uma vergonha a Assembleia seguir a reboque da imprensa que todos os dias veicula mais escândalos acerca de corrupção no governo estadual. O deputado se referiu às recentes notícias sobre as digitais do primo do governador, o lobista Luiz Abi Antoun, na arrecadação de dinheiro para a campanha de Richa (clique aqui).

    Ao falar sobre a necessidade da CPI da Receita, Requião Filho ainda fustigou a fila com seis CPIs laranjas. Ele disse que só faz sentido a “CPI da Violência contra a Mulher” se houver investigação os crimes contra meninas vítimas de pedofilia em Londrina.

    “Vamos trazer à Casa as vítimas do fotógrafo tatuado. Vamos perguntar quem abusou delas em Londrina”, sugeriu o vice-líder peemedebista.

    Assista ao vídeo com o discurso de Requião Filho: (mais…)

    Compartilhe!

      ipvaO Supremo Tribunal Federal (STF) distribuiu ao ministro Marco Aurélio Mello a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIn) que pretende anular o parágrafo 5º da Lei 18.371, de dezembro de 2014, que aumentou em 40% o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Paraná.

      O aumento do IPVA faz parte do pacote de maldades do governador Beto Richa (PSDB) para tentar salvar sua administração do buraco. Também foram majorados o ICMS de 95 mil itens de consumo, sem falar na tentativa de meter a mão no fundo de previdência dos servidores e nos calotes aplicados pelo governo.

      O deputado Péricles de Holleben Mello (PT), que elaborou a ADIn protocolada pelas direções nacionais do PT e do PCdoB, está otimista em relação ao julgamento. “O ministro tem larga experiência e é um dos mais antigos da Corte Suprema. Sabemos que tem todas as condições para fazer o juízo correto sobre esse assunto e restabelecer a legalidade no que diz respeito a esse aumento abusivo do IPVA”, disse.

      Compartilhe!

        sindarspenO Agentes Penitenciários do Paraná iniciaram hoje (30) um movimento de paralisação das atividades que deve durar até quarta-feira, dia 01. Eles protestam contra a morte de dois colegas ocorrida durante o mês de março.

        No protesto, os agentes suspenderam todos as atividades dos presos como aulas, banho de sol e outras. Foram mantidas somente a alimentação e os atendimentos de emergência.

        Segundo a vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), Petruska Sviercoski, a adesão está sendo de 100% dos agentes; mesmo por que é necessário estabilizar o clima de tensão e insegurança dentro dos estabelecimentos penais.

        A mobilização foi marcada após uma agente ter sido encontrado morto no sábado (28) em Colombo, com tiros na cabeça. Este foi o segundo Agente assassinado somente neste mês. No último dia 16, dois homens invadiram o Centro de Regime Semiaberto de Guarapuava e executaram outro agente com três tiros, durante o serviço. (mais…)

        Compartilhe!

          sismucA greve dos servidores da Saúde de Curitiba iniciada na manhã de hoje (30) segue por tempo indeterminado. Essa foi a decisão da assembleia dos servidores realizada durante a tarde.

          Segundo o Sindicato dos Servidores Municipais de Curitiba (Sismuc), na mesa de negociação com a Prefeitura, não houve garantias de resolução dos problemas nem na incorporação das gratificações sem perdas para os servidores. As propostas da gestão municipal apenas atualizam pontos que já haviam sido apresentados.

          Segundo a Prefeitura, o atendimento à população foi prejudicado em algumas unidades de saúde, pois o Sindicato não estaria cumprindo o mínimo de 20% do quadro de trabalhadores nas unidades básicas e de 12 profissionais nas Unidades de Pronto Atendimento, conforme acordo.

          Esse é mais um episódio em que a administração do prefeito Gustavo Fruet (PDT) se mostra lenta, confusa, com dificuldades para cumprir acordos, e o desgaste junto à base e à população só faz crescer.

          São muitos os episódios em que a administração municipal se mostrou incapaz de se desvencilhar de crises, e, seguindo essa toada, Fruet deverá chegar combalido em 2016, com pouco capital político para pleitear um segundo mandato.

          Compartilhe!

            Confisco de R$ 8 bilhões da poupança previdenciária pelo governador Beto Richa foi o estopim, em 12 de fevereiro, para a ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná pelos servidores públicos liderados por professores e funcionários de escolas em greve.

            Confisco de R$ 8 bilhões da poupança previdenciária pelo governador Beto Richa foi o estopim, em 12 de fevereiro, para a ocupação da Assembleia Legislativa do Paraná pelos servidores públicos liderados por professores e funcionários de escolas em greve.

            O governador Beto Richa (PSDB) adiou a entrega o novo texto sobre a reforma da Paranáprevidência para a próxima segunda-feira, dia 6 de abril, depois do feriadão da Páscoa. A previsão era que a mensagem chegasse à Assembleia Legislativa amanhã, dia 31 de março.

            O Palácio Iguaçu também remarcou a audiência pública que faria sobre o tema para o dia 8 de abril. A expectativa era que fosse realizada na terça, dia 7.

            A bancada de oposição critica o adiamento do envio do texto, pois, na opinião do vice-líder oposicionista, Requião Filho (PMDB), seria uma semana que todos os parlamentares poderiam estudar a fundo a mensagem do governador.

            Segundo fontes na Assembleia, o Ministério Público reluta em conceder parecer favorável ao novo texto governamental. Sem a chancela do órgão, dificilmente as modificações têm chance de avançar.

            Richa desistiu de confiscar os R$ 8 bilhões do fundo previdenciário de uma só vez, como previa a extinção da Paranáprevidência. Agora, conforme explicou seu líder na Assembleia, deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), em sua coluna no Blog do Esmael, a ideia é transferir os inativos com mais de 73 anos do Fundo Financeiro para superavitário Fundo de Previdência, “o que dará um alívio ao tesouro de R$ 117 milhões mensais”.

            Compartilhe!

              corenO Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren/PR) publicou uma ‘Nota Oficial’ repudiando a imagem utilizada pela Prefeitura de Curitiba em sua página no Facebook no último dia 28 fazendo alusão a uma enfermeira. O Coren considerou a imagem ofensiva aos profissionais, pois, segundo o órgão, a “Pref” apelou para o “sex appeal”.

              A postagem era uma propaganda dos investimentos municipais na saúde, que já não figura mais na página da Prefeitura. Leia a seguir a nota do Coren:

              Nota Oficial

              Em relação à publicação sobre investimentos na área da saúde municipal, em comemoração aos 322 anos de Curitiba, veiculada no último dia 28 na fanpage da Prefeitura de Curitiba no Facebook, o Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren/PR) repudia a ilustração utilizada por considerá-la ofensiva. (mais…)

              Compartilhe!

                requiao_richa_pessutiUma liminar da Justiça proibiu nesta segunda-feira (30) que a Comissão de Ética do PMDB do Parana desse início ao processo de expulsão do ex-governador Orlando Pessuti.

                “Só quem pode convocar a reunião da comissão é o seu presidente, Sérgio Marchauek, e não a Márcia (Ferreira), a relatora do processo. Essa convocação é irregular, não tem cabimento, o querem é criar um fato político sem respaldo legal”, defendeu-se o ex-governador.

                Pessuti é acusado por correligionários do senador Roberto Requião de ter pulado a cerca na eleições de 2014, quando foi à TV pedir votos para a releição de Beto Richa (PSDB).

                Hoje pela manhã, em Curitiba, Richa compareceu à solenidade de posse de Pessuti no BRDE.

                Ao Blog do Esmael, Requião lamentou a decisão judicial: “A Justiça do Paraná é bem estranha. Soltou Luiz Abi [primo de Richa] e prendeu Pessuti ao PMDB”.

                Compartilhe!

                  Em abril, o Blog do Esmael vai lançar no Congresso Nacional o 'Caderno Brasília'; objetivo é a cobertura inédita em tempo real do trabalho da bancada federal paranaense.

                  Em abril, o Blog do Esmael vai lançar no Congresso Nacional o ‘Caderno Brasília'; objetivo é a cobertura inédita em tempo real do trabalho da bancada federal paranaense.

                  Em comemoração aos 6 anos de existência, o Blog do Esmael vai estrear no mês de abril o ‘Caderno Brasília’.

                  O objetivo da nova seção será cobrir em tempo real tudo que se passa no Congresso Nacional sob a ótica da bancada federal paranaense, composta por 30 deputados e três senadores.

                  Além disso, o Blog do Esmael pretende mostrar o trabalho dos parlamentares não mais com o vezo da criminalização da política.

                  O ‘Caderno Brasília’ representará mais um importante passo do Blog do Esmael rumo à produção de conteúdos de forma plural e suprapartidária, gratuitos e compartilháveis, sem, no entanto, que o editor abra mão de sua histórica posição de esquerda.

                  “Parabéns ao Blog do Esmael pelos seis anos de existência e pela iniciativa da abertura do Caderno Brasília. Será a oportunidade de mostrarmos nosso trabalho em todos os municípios e, quiçá, ao país. O Congresso tem bastante coisa ruim, mas também tem muita coisa boa que foge aos olhos da velha mídia”, saudou o deputado João Arruda (PMDB), coordenador da bancada paranaense.

                  Compartilhe!

                    marcelo_celso_gugaMarcelo Araújo*

                    Estando entre os “milhões” de leitores assíduos do respeitadíssimo colunista dos domingos, terças e quintas da Gazeta do Povo, Celso Nascimento, minha admiração e espanto por ele só crescem. Mesmo sendo adepto a transitar com seu veículo “chapa cinza” na contramão e com luzes apagadas, além de carteiradas, esse personagem “CHAPA BRANCA” consegue sempre enxergar uma luz no final do túnel para seu pupilo, o prefeito Gustavo Fruet, tal qual um bom pai, padrinho ou tutor. Ainda que não tenha sido detectada tatuagem na epiderme “100% Guga” seu sentimento de proteção e adoração são incontestes.

                    Não é necessário esforço para desvendar a técnica de sedução e indução que está sendo usada de forma reiterada do correspondente extraoficial no posto avançado na redação do jornalão. Em todas as publicações o colunista aponta as diversas falhas da gestão, erros, rejeições, critica o prefeito e sua equipe, lamenta a delapidação do patrimônio político, dá conselhos e essa é sua técnica para cativar o leitor, pois ninguém discorda de tudo isso. (mais…)

                    Compartilhe!

                      novagreveO nível de tensão volta a subir entre os professores da rede estadual de ensino do Paraná. É que não consta no contracheque do mês de março a parcela do terço das férias que o governador Beto Richa deveria ter pago já no final do ano passado. Esse foi um dos motivos da greve dos educadores e também de outras categorias do funcionalismo estadual no início de 2015.

                      Seria um novo calote aplicado pelo governador?

                      Por outro lado, circula a informação de que a parcela do terço de férias seria paga fora do contracheque, em ordem de pagamento específica, direto no Banco do Brasil, mas ainda não há como confirmar essa versão.

                      O Conselho Estadual da APP – Sindicato esteve reunido no sábado (28) e aprovou uma forte agenda de mobilização com a previsão de uma assembleia geral da categoria no dia 25 de abril, em Londrina. Se confirmado mais esse calote do governador, deve vir uma nova greve por aí.

                      Compartilhe!

                        cattani_abi_richaO jornalista Marcelo Cattani acabou de pedir demissão do cargo de secretário da Comunicação Social do governo Beto Richa (PSDB).

                        Responsável pela estratégia vitoriosa de reeleição, Cattani vinha sendo acossado pelo grupo liderado pelo lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa.

                        Há meses, o ex-secretário havia sido afastado do núcleo duro do Palácio Iguaçu, que ficou à deriva durante toda a turbulência política iniciada com a greve na educação e agora com os escândalos de corrupção no governo estadual.

                        Com a saída do secretário de Comunicação, a pasta deverá ficar sob a órbita do apresentador Ratinho — dono da Rede Massa — e de seu filho, Ratinho Júnior (PSC), secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano.

                        Em tempo: o jornalista Deonilson Roldo, chefe de gabinete, vai acumular a Comunicação até criar condições para nomear a indicação de Ratinho.

                        Compartilhe!

                          richa_tchello_abiA situação no governo Beto Richa (PSDB) é mais grave do que a vã filosofia pode supor. Os esquemas de corrupção atribuídos ao lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador tucano, bateram à porta do Palácio Iguaçu. Embora mais curta por causa do feriado, os palacianos já trabalham com a hipótese de uma “semana de cão” nos arredores do Centro Cívico.

                          Para complicar ainda mais a situação política, o parente que esteve preso por uma semana era o tesoureiro informal da campanha de Beto Richa, responsável pelo “caixa 2” do PSDB. A informação exclusiva é do jornalista Fábio Silveira, do blog Baixo Clero, de Londrina.

                          Segundo reportagem também publicada no Jornal de Londrina e Gazeta do Povo, edição desta segunda-feira (30), o fotógrafo Marcelo “Tchello” Caramori, ex-assessor do governador, afirmou em depoimento ao Gaeco que “Abi é o grande caixa financeiro do governador Beto Richa, incumbindo-lhe bancar campanhas políticas e arrecadar dinheiro proveniente dos vários órgãos do Estado”.

                          Conforme o ex-assessor, ele teria poder para indicar ocupantes de cargos comissionados “em pontos estratégicos do Estado”, como “chefes de fiscalização e das polícias”. Caramori afirma ainda que Abi “exerce fundamental tarefa nesse esquema de arrecadação”.

                          O Palácio Iguaçu agora tenta desqualificar os depoimentos de “Tchello” afirmando que o ex-assessor “é acusado de pedofilia”.

                          O Blog do Esmael anotou ontem (29), com exclusividade, que o governador ‘Beto Richa sabia da influência do primo Luiz Abi na Receita Estadual’. O órgão de gestão fiscal é investigado pela Operação Publicano, do Gaeco, cuja suspeita dos promotores é de que a quadrilha tenha dado prejuízo superior a R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

                          Compartilhe!

                            requiao_pessuti_expulsao
                            O senador Roberto Requião deu início ao processo de expurgo no PMDB do Paraná. O primeiro a ser julgado por infidelidade partidária é o ex-governador Orlando Pessuti, que, durante a campanha de 2014, apoiou e apareceu no horário eleitoral do governador Beto Richa (PSDB).

                            A reunião da Comissão de Ética será às 14 horas desta segunda-feira (30) na sede do partido, em Curitiba.

                            Pessuti reclama que o processo de expulsão começou de forma irregular porque, segundo ele, não cabeira à vereadora Márcia Ferreira, de Pinhais, que relata o caso, o papel de convocá-lo à Comissão de Ética.

                            “Só quem pode convocar a reunião da comissão é o seu presidente, Sérgio Marchauek, e não a Márcia (Ferreira), a relatora do processo. Essa convocação é irregular, não tem cabimento, o querem é criar um fato político sem respaldo legal”, defende-se Pessuti.

                            Na campanha pelo Palácio Iguaçu, ano passado, Pessuti foi ao programa eleitoral de TV do tucano para atacar Requião. Em troca, este mês o ex-governador ganhou de Richa uma das diretorias do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

                            Além de Pessuti, o deputado Luiz Cláudio Romanelli também está no radar da Comissão de Ética. Neste fim de semana, em Londrina, militantes ao encontro regional do PMDB aprovaram, por unanimidade, a proibição de parlamentares eleitos pelo partido de ocuparem cargos no governo do PSDB.

                            Compartilhe!

                              Deputado Luiz Cláudio Romanelli, líder do governo na Assembleia, estreia hoje coluna no Blog do Esmael. Ele vai escrever às segundas-feiras sobre ‘Poder e Governo’.

                              Deputado Luiz Cláudio Romanelli, líder do governo na Assembleia, estreia hoje coluna no Blog do Esmael. Ele vai escrever às segundas-feiras sobre ‘Poder e Governo’.

                              Luiz Claudio Romanelli*

                              Um site na internet – o nome já diz tudo – é um sítio, um lugar. É necessário ligar o computador e digitar o endereço para ir até ele. É como ir à casa de alguém e por isto que estou aqui, convidado pelo jornalista Esmael Morais, para escrever minhas opiniões todas as segundas-feiras. Afinal aqui é a casa dele e um pouco da casa de todos nós.

                              Antes de qualquer coisa, reitero o meu compromisso com a formulação e implantação de políticas públicas que promovam a inclusão social e diminuam a desigualdade. É um compromisso de vida longe da demagogia e do festival de besteiras que assolam parte das redes sociais.

                              O Estado brasileiro vive uma crise econômica que atinge a todos os governos – federal, estaduais e municipais – indistintamente. Posso citar como exemplos os estados do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O governo gaúcho sacou R$ 330 milhões do fundo de depósitos judiciais para completar a folha dos servidores estimada em R$ 1,1 bilhão e atrasou o pagamento de fornecedores num montante de R$ 300 milhões. Os gaúchos estão cortando gastos da máquina pública para conter um déficit de R$ 5,4 bilhões em 2015.

                              O Rio de Janeiro já pediu moratória de 60 dias aos fornecedores e acusou dívidas de R$ 700 milhões. E Minas Gerais pediu para os deputados para revisar o orçamento de 2015 e apontou um déficit de R$ 7,3 bilhões. Todos os estados estão cortando gastos e despesas e os municípios veem queda de 45% nos repasses do FPM comprometendo até o expediente das prefeituras. Já a União deve R$ 1 bilhão de restos à pagar a 396 municípios do Paraná e outros R$ 540 milhões de serviços de saúde ao Estado.

                              Esse é o quadro da crise. Outros números: a economia brasileira cresceu 0,1% em 2014, segundo o IBGE. Esse é o pior resultado desde 2009, ano da crise internacional, quando a economia recuou 0,2%. No ano passado, portanto, o crescimento foi nulo, a inflação ficou em 6,4%, os investimentos caíram – houve uma grande desaceleração da economia e, em consequência, dos investimentos públicos e privados.

                              As perspectivas para 2015 não são nada animadoras: começamos o ano com reajuste de combustíveis e energia elétrica, aumento de impostos, cortes em direitos e benefícios sociais e trabalhistas, cortes orçamentários na área de Educação, e aumento do desemprego. Só o setor da construção civil em São Paulo demitiu 31 mil trabalhadores no mês de fevereiro.

                              O momento, portanto, não é para fanfarronices. Todos os Estados enfrentam sérios problemas. O Paraná não é uma ilha de prosperidade num continente de dificuldades. Enfrenta uma crise financeira devido à redução da atividade econômica e a consequente queda de arrecadação no ano de 2014 e início de 2015. Diante deste quadro, é imprescindível controlar gastos e fazer os ajustes para o equilíbrio das contas e é isso que o governo do Paraná está fazendo.

                              Não houve negligência na gestão financeira do Estado. Houve sim, substancial aumento nos gastos com a folha de pagamentos, devido à contratação de professores e policiais e aos reajustes salariais concedidos. Senão vejamos: em 2010, o Estado gastou R$ 10,8 bilhões no ano, com pagamento de pessoal. Em 2014 foram R$ 18,8 bilhões. A folha de pagamento do poder executivo atualmente é de R$ 1, 4 bilhão por mês. E antes que os desavisados atribuam esse aumento aos comissionados, vão aí os números: todos os cargos em comissão, inclusive as funções gratificadas ocupadas por servidores de carreira, somados, custam R$ 17 milhões mensais, praticamente 1% do dispêndio mensal com a folha de pagamentos. (mais…)

                              Compartilhe!
                                Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.