Requião Filho, em sua coluna desta quinta, ensina o leitor a preparar um delicioso bolo de laranja; ele denuncia que estão tentando censurar sua coluna semanal; “Em repúdio contra este ato politiqueiro de censura, que nos traz à lembrança os tristes anos de chumbo no país, segue receita de bolo de laranja, já que tentam calar por encomenda a minha opinião política”; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, ensina o leitor a preparar um delicioso bolo de laranja; ele denuncia que estão tentando censurar sua coluna semanal; “Em repúdio contra este ato politiqueiro de censura, que nos traz à lembrança os tristes anos de chumbo no país, segue receita de bolo de laranja, já que tentam calar por encomenda a minha opinião política”; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho*

Reza a lenda que um ex-deputado, acusado de receptação de carro roubado, agressão à mulher e porte ilegal de arma, ligado ao Richa, representou no TRE contra minha pessoa. Buscam censurar-me neste espaço plural e democrático, onde todas as correntes políticas do Paraná têm voz. Em repúdio contra esse ato politiqueiro de censura, que nos traz à lembrança os tristes anos de chumbo no país, e já que tentam calar por encomenda a minha opinião política, segue receita de bolo de laranja:

Bolo de Laranja

(fonte: site Tudo Gostoso)

Ingredientes:
4 ovos
2 xícaras de açúcar
1 xícara de óleo
Suco de 2 laranjas
Casca de 1 laranja
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher sopa de fermento

Modo de preparo:
1. Bater no liquidificador os ovos, o açúcar, o óleo o suco e a casca da laranja

2. Passar para uma tigela e acrescentar a farinha de trigo, e o fermento

3. Levar para assar em forma com furo central untada e enfarinhada por 30 minutos mais ou menos

4. Desenforme e molhe com suco de laranja

*Requião Filho é advogado, especialista em políticas públicas, escreve às quintas no Blog do Esmael.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge de Paixão - Gazeta do Povo (PR).

Charge de Paixão – Gazeta do Povo (PR).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

capa_zhJornais do Paraná

- Gazeta do Povo: Com economia estagnada, brasileiros poupam menos

- Bem Paraná: Contrabando provoca evasão de R$ 755 milhões no Paraná

- Jornal Metro: Apreensão de contrabando cresce 22% no 1º semestre

- Jornal de Londrina: “Troco” no parquímetro pode custar até R$ 500 mil

- Folha de Londrina: Receita Federal arrecada 22% menos em junho no Paraná

- O Diário (Maringá): Contribuintes devem R$ 108 milhões de IPTU

- Diário dos Campos: Condor inaugura hoje hiper de R$ 40 milhões

- Jornal da Manhã: VCG vai à Justiça contra ameaça de nova greve

- Tribuna do Interior: Tolerância zero

- O Paraná: Falha em sistema atrasa cadastro rural no Paraná

- Gazeta do Paraná: Cascavel em alerta com a contaminação pela KPC

- Jornal Hoje: Apreensões cresceram 133% somente este ano

- Gazeta do Iguaçu: Foztrans ativa 12 radares para coibir a imprudência

- Diário do Noroeste: Falta de vagas na Santa Casa preocupa diretor do hospital

- Tribuna de Cianorte: Indústria fica no prejuízo com mudança da data do aniversário

- Umuarama Ilustrado: Acordo põe fim à greve nos coletivos urbanos de Umuarama

- Tribuna do Norte: Havan de Arapongas inaugura em outubro

Jornais de outros estados

- Globo: TCU isenta Dilma e culpa ex-diretores da Petrobras

- Folha: TCU condena 11 executivos da Petrobras por refinaria

- Estadão: TCU responsabiliza Gabrielli e mais 10 por perda em Pasadena

- Correio: O quixote brasileiro

- Valor: Política e produção explicam escalada de ação da Petrobras

- Estado de Minas: Galo é dono da América

- Zero Hora: Invasão de Gaza investigada pela ONU

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

da Agência Brasil

Em 1955, Ariano Suassuna escreveu sua obra mais popular, Auto da Compadecida, que conta as aventuras de dois amigos, Chicó e João Grilo, no Nordeste brasileiro. A peça foi adaptada duas vezes para o cinema, em 1969 e 2000.

Em 1955, Ariano Suassuna escreveu sua obra mais popular, Auto da Compadecida, que conta as aventuras de dois amigos, Chicó e João Grilo, no Nordeste brasileiro. A peça foi adaptada duas vezes para o cinema, em 1969 e 2000.

Morreu hoje (23), de parada cardíaca, o escritor, poeta e dramaturgo Ariano Suassuna. Ele estava internado, desde segunda-feira (21) no Real Hospital Português, após ter sofrido um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Suassuna, que tinha 87 anos, morreu às 17h15, de parada cardíaca, provocada pela hipertensão intracraniana. A família ainda não informou os detalhes do funeral.

Nascido em João Pessoa, quando a capital paraibana ainda se chamava Nossa Senhora das Neves, em 1927, ainda adolescente, Ariano Vilar Suassuna foi morar no Recife, onde terminou os estudos secundários e deixou seu nome marcado na cultura literatura brasileira, especialmente no teatro e na literatura. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Agência Brasil

O relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovado hoje isenta Dilma Rousseff e os membros do Conselho de Administração da Petrobras pelos prejuízos na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA). O relatório é do ministro José Jorge e determina a devolução de US$ 792,3 milhões aos cofres da Petrobras, a maior parte pelos membros da diretoria executiva da Petrobras que aprovaram a ata de compra da refinaria.

O relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovado hoje isenta Dilma Rousseff e os membros do Conselho de Administração da Petrobras pelos prejuízos na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA). O relatório é do ministro José Jorge e determina a devolução de US$ 792,3 milhões aos cofres da Petrobras, a maior parte pelos membros da diretoria executiva que aprovaram a ata de compra da refinaria.

O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou há pouco o relatório do ministro José Jorge, relator do processo que investiga irregularidades na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), pela Petrobras. O ministro determinou a devolução de US$ 792,3 milhões aos cofres da Petrobras pelos prejuízos causados ao patrimônio da empresa. O relatório isenta de responsabilidade os membros do Conselho de Administração da empresa, que na época era presidido pela então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, hoje presidenta da República.

O maior montante, de US$ 580,4 milhões, deverá ser devolvido por membros da diretoria executiva da Petrobras, que aprovaram a ata de compra da refinaria, entre eles o ex-presidente da estatal José Sergio Gabrielli, além de Nestor Cerveró, Almir Barbassa, Paulo Roberto Costa, Guilherme Estrella, Renato Duque, Ildo Sauer e Luís Carlos Moreira da Silva. Eles terão prazo de 15 dias para apresentar defesa. Todos os citados terão os bens indisponíveis por um ano para garantir o ressarcimento dos prejuízos. O processo será convertido em tomada de contas especial, para permitir a apuração dos danos e a responsabilização dos agentes, além do direito ao contraditório e à ampla defesa. Depois dessa etapa, será feito um novo relatório, que pode mudar valores e até os citados no processo. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
A 34ª Convenção Anual do Atacadista Distribuidor será realizada em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, no início de agosto. Aproveitando o período eleitoral, a Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD) está convidando os candidatos a presidente melhor posicionados nas pesquisas a apresentar suas propostas no evento. Eduardo Campos (PSB) já confirmou presença.

A 34ª Convenção Anual do Atacadista Distribuidor será realizada em Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, no início de agosto. Aproveitando o período eleitoral, a Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores (ABAD) está convidando os candidatos a presidente melhor posicionados nas pesquisas a apresentar suas propostas no evento. Eduardo Campos (PSB) já confirmou presença.

O ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência pelo PSB, Eduardo Campos, aceitou convite da Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores para falar aos empresários e executivos da cadeia de abastecimento na 34ª Convenção Anual do Atacadista Distribuidor, que acontece em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, de 4 a 7 de agosto.  Os outros dois presidenciáveis mais bem colocados nas pesquisas – Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) – também foram convidados, mas ainda não confirmaram presença.

(mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Arranjo eleitoral com PSC causa desarranjos regionais no ninho tucano; em Colombo, região metropolitana de Curitiba, por exemplo, a prefeita Beti Pavin não quer nem ouvir falar no antecessor J. Camargo, que disputa a Assembleia em uma dobradinha preferencial com Rossoni; "É mais fácil o Saci-Pererê cruzar as pernas" do que haver um acordo, diz um bicudo da cidade vizinha da capital.

Arranjo eleitoral com PSC causa desarranjos regionais no ninho tucano; em Colombo, região metropolitana de Curitiba, por exemplo, a prefeita Beti Pavin não quer nem ouvir falar no antecessor J. Camargo, que disputa a Assembleia em uma dobradinha preferencial com Rossoni; “É mais fácil o Saci-Pererê cruzar as pernas” do que haver um acordo, diz um bicudo da cidade vizinha da capital.

Os tucanos estão se bicando no ninho de Colombo, município da região metropolitana de Curitiba, por causa da dobradinha eleitoral entre o deputado Valdir Rossoni, presidente estadual do PSDB, que disputará a Câmara, com o ex-prefeito J. Camargo (PSC), que tentará uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná.

Camargo é adversário ferrenho da atual prefeita Beti Pavin (PSDB), que prefere o “coisa ruim” a ter que fazer política perto do antecessor do PSC que recentemente vestiu a “cueca de seda” (clique aqui). No Paraná, “cueca de seda” é sinônimo de “tucanar”.

A repentina dobradinha entre J. Camargo e Rossoni surgiu depois que o candidato a federal do ex-prefeito colombense foi preso pelo Gaeco, conforme relata o blogueiro Wilson Vieira (clique aqui).

Os tucanos de Colombo estão iguais a um bode quando empurrado para água. Eles não vão nem a pau com a dupla Rossoni e J. Camargo. “É mais fácil o Saci-Pererê cruzar as pernas”, diz um bicudo da cidade vizinha da capital.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Juliano Breda abriu as portas da OAB-PR para os pobres e minorias; nesta quarta (23), a autarquia federal anunciou Mesael Caetano dos Santos, o Advogado dos Pobres, como novo presidente da Comissão de Igualdade Racial e de Minorias; “Não vou decepcionar os meus iguais”, declarou o indicado.

Juliano Breda abriu as portas da OAB-PR para os pobres e minorias; nesta quarta (23), a autarquia federal anunciou Mesael Caetano dos Santos, o Advogado dos Pobres, como novo presidente da Comissão de Igualdade Racial e de Minorias; “Não vou decepcionar os meus iguais”, declarou o indicado.

O advogado Mesael Caetano dos Santos foi confirmado para presidir a Comissão de Igualdade Racial e de Minorias da OAB-PR. Assim que instalada, a comissão atuará no atendimento a casos de discriminação racial e na elaboração de ações de promoção da igualdade e combate à discriminação.

Conhecido como “Advogado dos Pobres”, Mesael foi ontem (22) à OAB acompanhado de Saul Dorval da Silva, presidente do Conselho Municipal de Política Etnico Racial, entregar a lista com os advogados indicados para compor o grupo.

Ao Blog do Esmael, emocionado, o Advogado dos Pobres declarou: “Não vou decepcionar os meus iguais”.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

do Brasil 247

Números do primeiro turno são quase iguais entre os dois institutos, considerando o empate técnico; enquanto o Datafolha, de Mauro Paulinho (dir.), registra 36% das intenções de voto para Dilma Rousseff (PT), 20% para Aécio Neves (PSDB) e 8% para Eduardo Campos (PSB), no Ibope, de Carlos Augusto Montenegro, presidente tem 38%, Aécio, 22%, e Campos também 8%; grande diferença está na simulação de segundo turno; Datafolha aponta empate técnico entre petista e tucano (44% contra 40%) e vitória de apenas sete pontos entre Dilma e Campos; já segundo o Ibope, Dilma vence com distância nos dois cenários: 41% contra 33%, quando disputa com Aécio, e 41% contra 29%, com Campos.

Números do primeiro turno são quase iguais entre os dois institutos, considerando o empate técnico; enquanto o Datafolha, de Mauro Paulinho (dir.), registra 36% das intenções de voto para Dilma Rousseff (PT), 20% para Aécio Neves (PSDB) e 8% para Eduardo Campos (PSB), no Ibope, de Carlos Augusto Montenegro, presidente tem 38%, Aécio, 22%, e Campos também 8%; grande diferença está na simulação de segundo turno; Datafolha aponta empate técnico entre petista e tucano (44% contra 40%) e vitória de apenas sete pontos entre Dilma e Campos; já segundo o Ibope, Dilma vence com distância nos dois cenários: 41% contra 33%, quando disputa com Aécio, e 41% contra 29%, com Campos.

Nas últimas eleições municipais, o instituto Datafolha cometeu um dos erros mais grosseiros de sua história. Na véspera da eleição, divulgou uma pesquisa com empate triplo em primeiro lugar – José Serra (PSDB) com 28%, Celso Russomano (PRB) com 27% e Fernando Haddad (PT) com 24% -, quando na verdade apenas dois se classificaram, Serra e Haddad, e o terceiro, Celso Russomano, mal deu torcida. Agora, nesta eleição presidencial, os resultados do Datafolha começam a despertar dúvidas desde cedo.

Na pesquisa divulgada na última quinta-feira 17, o levantamento do Datafolha mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto, o candidato do PSDB, Aécio Neves, com 20%, e Eduardo Campos (PSB) com 8%. Os números são bastante similares, considerando o empate técnico, com os do Ibope divulgados na noite desta terça-feira 22. Nessa mostra, Dilma tem 38%, Aécio, 22%, e Campos mantém os 8%.

A grande diferença está na simulação de segundo turno. Enquanto o Datafolha registra empate técnico entre Dilma (com 44% das intenções de voto) e Aécio (com 40%), e uma pequena distância entre Dilma (45%) e Campos (38%), o Ibope aponta vitória distante da petista nas duas hipóteses, quando enfrenta o senador tucano (41% contra 33%) e quando disputa com o ex-governador de Pernambuco (41% contra 29%). (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

O titular deste Blog do Esmael participou no último domingo (20) do programa Jogo do Poder PR. Sob o comando do advogado Luiz Carlos da Rocha, a entrevista foi ao ar pela Rede CNT (Canal 06), em Curitiba. Para quem perdeu a entrevista, ei-la na íntegra.

O jornalista Edson Fonseca, do site Jornale, também participou do programa.

Aqui neste link tem um resumo geral do que foi debatido no Jogo do Poder do PR.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Com medo de ser processado, Richa apaga tuíte no qual agradecia “aos paranaenses” pela liderança em pesquisa de Cascavel; tarde demais segundo Requião, que determinou processo contra o tucano por fraude na divulgação de pesquisa eleitoral; sobre o fato de o tucano ter apagado a mensagem no Twitter após seu anúncio, o peemedebista disse que o adversário tem medo, mas não tem vergonha.

Com medo de ser processado, Richa apaga tuíte no qual agradecia “aos paranaenses” pela liderança em pesquisa de Cascavel; tarde demais segundo Requião, que determinou processo contra o tucano por fraude na divulgação de pesquisa eleitoral; sobre o fato de o tucano ter apagado a mensagem no Twitter após seu anúncio, o peemedebista disse que o adversário tem medo, mas não tem vergonha.

É intenso o bombardeio entre as trincheiras do governador Beto Richa (PSDB) e do senador Roberto Requião (PMDB). Eles disputam palmo a palmo áreas importantes na corrida pelo Palácio Iguaçu. Mas a artilharia pesada mesmo está saindo da frente jurídica de ambas as campanhas.

Nesta quarta-feira (23), Requião anunciou que determinou que Richa fosse processado por cometer fraude em divulgação de pesquisa eleitoral.

Pelo Twitter, o governador escreveu: “@BetoRicha: Agradeço o apoio de todos os paranaenses e continuamos juntos nessa jornada http://t.co/hZwDCtCYqm #ParanáQueAcredita http://t.co/kFw70G455S“, remetendo o link para a sondagem realizada apenas em Cascavel. Depois de anúncio feito pelo peemedebista, o tucano apagou o tuíte, mas a ata notarial já estava pronta.

Para Requião, o adversário tem medo, mas não tem vergonha na cara.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

De “tucano feio” no ninho, senador Álvaro Dias é alçado à condição de “arma secreta” para a reeleição do governador Beto Richa; lideranças e prefeitos do PSDB na região metropolitana de Curitiba e Litoral, ontem, se reuniram com o objetivo de discutir estratégia para recuperar "terreno" perdido nos últimos para as candidaturas oposicionistas de Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) ao Palácio Iguaçu.

De “tucano feio” no ninho, senador Álvaro Dias é alçado à condição de “arma secreta” para a reeleição do governador Beto Richa; lideranças e prefeitos do PSDB na região metropolitana de Curitiba e Litoral, ontem, se reuniram com o objetivo de discutir estratégia para recuperar “terreno” perdido nos últimos para as candidaturas oposicionistas de Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) ao Palácio Iguaçu.

O governador Beto Richa e o senador Álvaro Dias, ambos candidatos à reeleição pelo PSDB do Paraná, reuniram-se ontem (22) com lideranças e prefeitos da região metropolitana de Curitiba e Litoral. O objetivo do encontro era discutir estratégia para recuperar “terreno” perdido nos últimos para as candidaturas oposicionistas de Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) ao Palácio Iguaçu.

“Contamos com uma grande aliança nessas eleições e um trabalho sólido que levou o Paraná a avançar em todas as áreas, com índices de crescimento muito superiores ao da antiga gestão”, comparou o senador Álvaro Dias. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

via Folha de Londrina

Os cinco candidatos ao governo considerados ‘nanicos’ têm programas de governo que vão da reestatização de empresas públicas à privatização dos presídios, chamando a atenção com radicalizações pela esquerda ou pela direita. Pouco tempo de rádio e tv e estrutura fraca de campanha leva concorrentes a tentar se diferenciar com propostas bombásticas.

Os cinco candidatos ao governo considerados ‘nanicos’ têm programas de governo que vão da reestatização de empresas públicas à privatização dos presídios, chamando a atenção com radicalizações pela esquerda ou pela direita. Pouco tempo de rádio e tv e estrutura fraca de campanha leva concorrentes a tentar se diferenciar com propostas bombásticas.

Dos oito candidatos que se registraram junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para concorrer ao governo do Paraná, cinco são considerados “nanicos”. Com menos tempo de televisão e recursos escassos de campanha, Bernardo Pilotto (PSOL), Geonísio Marinho (PRTB), Ogier Buchi (PRP), Rodrigo Tomazini (PSTU) e Tulio Bandeira (PTC) correm por fora na disputa. Talvez por isso, alguns deles apostem em medidas mais radicais, como a reestatização de empresas públicas, no caso do PSTU, ou a privatização dos presídios, proposta pelo PRTB, para chamar a atenção do eleitor. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Estrategistas do Palácio Iguaçu mergulham no mercado de pesquisas de opinião e desagradam deputados da base governista; cada sondagem é vendida por módicos R$ 2 mil;  ao receber notícia de que na pesquisa de Richa não seria reeleito, parlamentar devolveu na mesma moeda: “Se essa pesquisa que eu não me reelejo está certa, com certeza, a que põe na dianteira o governador Beto Richa está errada”.

Estrategistas do Palácio Iguaçu mergulham no mercado de pesquisas de opinião e desagradam deputados da base governista; cada sondagem é vendida por módicos R$ 2 mil; ao receber notícia de que na pesquisa de Richa não seria reeleito, parlamentar devolveu na mesma moeda: “Se essa pesquisa que eu não me reelejo está certa, com certeza, a que põe na dianteira o governador Beto Richa está errada”.

A história é mais ou menos assim: os estrategistas Palácio Iguaçu encomendaram pesquisas nos 399 municípios para os deputados que compõem a base de sustentação governista. A sondagem foi ofertada a preço bastante abaixo do mercado, o que atraiu os senhores parlamentares. É aí que a porca torce o rabo.

Segundo um orelha seca do Blog do Esmael, instalado na antessala do governador Beto Richa (PSDB), os números de “um” vazaram para “outro” e deu chabu geral na coligação Todos Pelo Paraná.

“Na pesquisa do Beto Richa você não será reeleito”. Foi este o recado que um deputado da base governista, que não contratou os serviços por módicos R$ 2 mil, recebeu de um colega de Assembleia.

“Se essa pesquisa que eu não me reelejo está certa, com certeza, a que põe na dianteira o governador Beto Richa também está errada”, devolveu o deputado.

As pesquisas do Palácio Iguaçu são “internas”, portanto, não são registradas. É o Ibope, aquele do contrato milionário na Celepar, que faz o levantamento sobre humor do eleitorado para Richa.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Charge de Jarbas - Diário de Pernambuco.

Charge de Jarbas – Diário de Pernambuco.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Capa_fspauloJornais do Paraná

- Gazeta do Povo: Sem contratações, HC deixa de realizar 5 mil consultas por mês

- Bem Paraná: Contenção de gastos e Copa adiam campanha política na rua

- Jornal Metro: Dunguinha paz e amor

- Jornal de Londrina: A agonia das árvores

- Folha de Londrina: Conta de luz residencial vai ficar 23,8% mais cara

- O Diário (Maringá): Número de pacientes com HIV dobra em cinco anos

- Diário dos Campos: Muffato confirma novo hiper em PG

- Jornal da Manhã: União repassa apenas 5% das emendas do Paraná

- O Paraná: Governo assume falha e cancela redução de cota

- Gazeta do Paraná: Conta de luz no Paraná vai ter aumento de 24,86%

- Jornal Hoje: Justiça ordena desocupação da Fazenda Bom Sucesso

- Gazeta do Iguaçu: Cota de US$ 300 será matida na fronteira

- Diário do Noroeste: Frascos de benzina e documentos com dados de pacientes são descartados de forma irregular

- Tribuna de Cianorte: Variação do etanol na região chega a R$ 0,40

- Umuarama Ilustrado: Recista volta atrás e mantém cota de US$ 300

- Tribuna do Norte: Denarc prende chefes do tráfico

Jornais de outros estados

- Globo: Mais brasileiros trocam de emprego em até um ano

- Folha: Deputado relata propina por apoio a aliado de Campos

- Estadão: Ibope aponta quadro estável; Dilma lidera no 1º e 2º turnos

- Correio: Cargo de delegado no DF é o mais cobiçado no país

- Valor: Debate sobre a terceirização vai ao STF e anima empresas

- Estado de Minas: Outra alça do viaduto tem alto risco de cair

- Zero Hora: Mandato com patrimônio em alta

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Segundo pesquisa do Ibope, divulga esta noite pelo Jornal Nacional, da TV Globo, mostra a petista Dilma Rousseff imbatível no primeiro turno; instituto também simulou eventual segundo turno, mas ela também seria reeleita contra Campos e Aécio.

Segundo pesquisa do Ibope, divulga esta noite pelo Jornal Nacional, da TV Globo, mostra a petista Dilma Rousseff imbatível no primeiro turno; instituto também simulou eventual segundo turno, mas ela também seria reeleita contra Campos e Aécio.

A presidenta Dilma Rousseff (PT) seria reeleita no primeiro turno com 38% dos votos se a eleição fosse hoje, segundo pesquisa do Ibope divulgada na noite desta terça-feira (22) pelo Jornal Nacional da TV Globo. Aécio Neves (PSDB) teria 22% e Eduardo Campos (PSB) obteria 8%.

Pastor Everaldo (PSC) tem 3%, Luciana Genro (PSOL), Zé Maria (PSTU) e Eduardo Jorge (PV) têm 1%. Os demais candidatos não pontuaram. Branco e nulo somam 15% e 9% não sabem em quem votar.

O Ibope diz que Dilma também seria imbatível em um eventual segundo turno com 41% contra 33% de Aécio e 29% contra Campos.

Segundo a TV Globo/Estadão, o Ibope entrevistou 2002 eleitores em 143 municípios e a margem de erro é de 2% para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00235/2014.

Em pesquisa do mesmo instituto no dia 19 de junho, a candidata do PT tinha 39% das intenções de voto, contra 21% de Aécio Neves (PSDB) e 10% de Eduardo Campos (PSB). Os demais “nanicos” somavam 9% todos juntos.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Senador Roberto Requião, na luta pelo tetra mandato ao Palácio Iguaçu, nesta terça (22), em Curitiba, reuniu seus comandados nas regiões para passar uma orientação estratégica: preservar a petista Gleisi Hoffmann no primeiro turno; peemedebista e a petista já trabalham com um cenário sem o governador Beto Richa (PSDB) na segunda etapa eleitoral; os dois candidatos esperam a repetição no estado, em outubro, do quadro eleitoral de 2012 na capital, quando o prefeito Luciano Ducci (PSB), que foi à reeleição com apoio de Richa.

Senador Roberto Requião, na luta pelo tetra mandato ao Palácio Iguaçu, nesta terça (22), em Curitiba, reuniu seus comandados nas regiões para passar uma orientação estratégica: preservar a petista Gleisi Hoffmann no primeiro turno; peemedebista e a petista já trabalham com um cenário sem o governador Beto Richa (PSDB) na segunda etapa eleitoral; os dois candidatos esperam a repetição no estado, em outubro, do quadro eleitoral de 2012 na capital, quando o prefeito Luciano Ducci (PSB), que foi à reeleição com apoio de Richa.

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, em Curitiba, reuniu sua tropa nesta terça-feira (22) para passar uma orientação estratégica: preservar a senadora Gleisi Hoffmann (PT) durante a corrida pelo Palácio Iguaçu.

Aos seus comandados regionais presentes no encontro de hoje, Requião foi enfático: “Gleisi será nossa adversária somente no segundo turno”.

O peemedebista e a petista já trabalham com um cenário sem o governador Beto Richa (PSDB) no segundo turno. Os dois candidatos oposicionistas vislumbram repetição no estado do quadro eleitoral de 2012 na capital, quando o prefeito Luciano Ducci (PSB), que foi à reeleição com apoio de Richa, não avançou para a segunda etapa eleitoral.

Em 2012, todas as pesquisas eleitorais apontavam vitória de Ducci no primeiro turno. Entretanto, o atual prefeito curitibano chama-se Gustavo Fruet (PDT).

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS

Governo Richa, controlador da Copel, recuou de aumento de 35% de uma vez só e agora, diante da repercussão negativa, aplicou tarifaço de 25%; diferença de 10,1% na tungada será aplicada em junho de 2015; aumentão na conta de luz vai afetar 4,2 milhões de clientes no Paraná; Aneel homologou nesta terça-feira (22) pedido de reajuste que, com certeza, fará a alegria dos sócios privados da empresa energética.

Governo Richa, controlador da Copel, recuou de aumento de 35% de uma vez só e agora, diante da repercussão negativa, aplicou tarifaço de 25%; diferença de 10,1% na tungada será aplicada em junho de 2015; aumentão na conta de luz vai afetar 4,2 milhões de clientes no Paraná; Aneel homologou nesta terça-feira (22) pedido de reajuste que, com certeza, fará a alegria dos sócios privados da empresa energética.

O governo Beto Richa (PSDB), controlador da Copel, teve pedido aprovado nesta terça-feira (22) de tarifaço médio de 24,86% na conta de luz dos 4,2 milhões consumidores residenciais e industriais paranaenses. O reajuste foi solicitado pela estatal junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A Aneel havia autorizado alta de 35%, mas governo estadual decidiu aplicar apenas parte do aumento. O órgão federal e a Copel travaram uma verdadeira guerra midiática, onde cada qual contou uma versão sobre o tarifaço em propagandas no rádio, TV e internet. Tudo pago pelos contribuintes.

Na prática, o governo Richa recuou do aumentão de 35% agora diante da repercussão negativa, mas aplicou tarifaço de 25%. A diferença de 10,1% na tungada será aplicada em junho de 2015.

A energia é o principal insumo para a produção industrial e item indispensável de conforto às famílias.

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
A cota de compras na fronteira de Foz do Iguaçu vai continuar sendo de US$ 300. O anúncio da suspensão da Portaria nº 307, do Ministério da Fazenda, que iria reduzir a cota de compras na tríplice fronteira para US$ 150, foi feito pela senadora Gleisi Hoffmann, candidata ao governo estadual, direto de Assunção, onde cumpre agenda com governantes paraguaios.

A cota de compras na fronteira de Foz do Iguaçu vai continuar sendo de US$ 300. O anúncio da suspensão da Portaria nº 307, do Ministério da Fazenda, que iria reduzir a cota de compras na tríplice fronteira para US$ 150, foi feito pela senadora Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao governo estadual, direto de Assunção, onde cumpre agenda com governantes paraguaios.

A redução da cota de importação, sem incidência de impostos, por via terrestre, de US$ 300 para US$ 150 por pessoa, nem entrou em vigor e será suspensa pelo governo. A informação foi divulgada hoje pela senadora Gleisi Hoffmann, candidata a governadora do Paraná, justamente do Paraguai, onde cumpre agenda com os governantes daquele país. Um novo texto deve ser publicado amanhã (23) no Diário Oficial da União e, por enquanto, tudo permanece como está.

“Esta medida não vai entrar em vigência. Era, na realidade, uma regulamentação sobre free shops e não deveria tratar da cota. A redução será suspensa e vamos voltar à cota de US$ 300”, disse. Na manhã de hoje, a candidata se encontrou com o presidente Horácio Cartes, no Palácio de los Lopes, e visitou o Senado paraguaio. (mais…)

Compartilhe esta informação
  • Print
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Bookmarks
  • email
  • Live
  • PDF
  • RSS
Copyright © 2009 Blog do Esmael. Todos os direitos reservados.