22 de dezembro de 2014
por esmael
14 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: !¿!¡Prefeito Gustavo Fruet, por que te calas!?

fruet_danilo_marcelo.jpgMarcelo Araújo*

Por vezes eu li o braço direito e esquerdo do prefeito Gustavo Fruet e meu colega aqui neste Blog, nas sextas-feiras, Ricardo Mac Donald, criticando duramente atos de vandalismo nos ônibus do transporte coletivo, nos prédios públicos especialmente na Prefeitura de Curitiba. Certíssimo! Durante sua campanha o prefeito encontrou um adjetivo para rotular seu antecessor por más escolhas que teria feito: OMISSO! Leia mais

9 de junho de 2014
por esmael
26 Comentários

Coluna do Marcelo Araújo: Gustavo Fruet é um prefeito omisso e fujão

"Quem sabe espelhar-se no Rei Juan Carlos da Espanha? Quem sabe abdicar?". à‰ o prega nesta segunda o colunista Marcelo Araújo, que acusa o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), de ser "omisso" e "fujão"; colunista critica a indústria da multa na capital e erros crassos em campanhas educativas; "Gustavo Fruet, sozinho você estaria bem assessorado", recomenda; de acordo com o especialista em multas e trânsito, na reinauguração da Rodoferroviária, semana passada, o prefeito teria fugido pelas portas dos fundos para não encontrar-se com guardas municipais que discutiam plano de cargos e salários; leia o texto e compartilhe.

“Quem sabe espelhar-se no Rei Juan Carlos da Espanha? Quem sabe abdicar?”. à‰ o prega nesta segunda o colunista Marcelo Araújo, que acusa o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), de ser “omisso” e “fujão”; colunista critica a indústria da multa na capital e erros crassos em campanhas educativas; “Gustavo Fruet, sozinho você estaria bem assessorado”, recomenda; de acordo com o especialista em multas e trânsito, na reinauguração da Rodoferroviária, semana passada, o prefeito teria fugido pelas portas dos fundos para não encontrar-se com guardas municipais que discutiam plano de cargos e salários; leia o texto e compartilhe.

Marcelo Araújo*

Esperança se transforma em desesperança. Quem tem esperança, espera, quem a perdeu se desespera. O prefeito de Curitiba é isso. A esperança estava centrada em seu preparo, mas cada dia mostra que está despreparado para a função. Penso até que ele mesmo não contava com a vitória, na qual apostou todas as fichas, fez de tudo o que a cartilha mandava, até casou de papel passado como diz o caipira. Leia mais