27 de novembro de 2016
por esmael
10 Comentários

TRF-4 confirma ‘abuso de autoridade’ de Moro ao absolver condenados por ‘falta de provas’

moro_mateusO juiz federal Sérgio Moro sofreu importante derrota no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o TRF-4, que confirmou na última quarta (23) ‘abuso de autoridade’ do magistrado contra o executivo Mateus Coutinho de Sá – condenado injustamente a 11 anos de prisão.

21 de Março de 2016
por esmael
17 Comentários

Fruet fora da disputa de 2016

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), literalmente, entrou em depressão. “Está com a doença da alma”, relata com exclusividade Garganta Profunda do Centro Cívico, informante do Blog do Esmael no Palácio 29 de Março – sede do executivo na capital paranaense.

“Tem dias que ele nem aparece na Prefeitura, outros chega escondido, não conversa com ninguém, vai para a casa da mãe e não volta mais”, diz o X-9 do Blog do Esmael, que tem acesso fácil ao gabinete do pedetista.

A cidade de Curitiba está acéfala, portanto. Não tem prefeito. Fruet poderá não disputar a reeleição, pois sequer conversa com partidos ou vereadores aliados. Fechou-se em copas em virtude da doença.

Sem condições de combate, a ausência do prefeito abre uma avenida para os adversários mais competitivos: Luciano Ducci (PSB), Rafael Greca (PMN) e Requião Filho.

Sem a presença de Fruet [e da máquina] nas urnas, a eleição em Curitiba será completamente outra – e imprevisível seu resultado.

Nas poucas aparições públicas do prefeito curitibano, ele criticou a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na chefia da Casa Civil. “A nomeação do ex-presidente Lula equivale a renúncia da presidente Dilma ao seu mandato”, disse na semana passada.

Fruet recebeu em 2012 o apoio do PT, que indicou a vice Mirian Gonçalves.

O quadro clínico do pedetista suscita a seguinte pergunta: a depressão teria relação com o quadro político, de perda do aliado?

O Blog do Esmael deseja melhoras ao prefeito Gustavo Fruet.

29 de setembro de 2015
por admin
7 Comentários

Denúncia: Beto Richa obriga servidores doentes a permanecerem trabalhando

doentesA APP-Sindicato fez grave denúncia nesta terça-feira (29) envolvendo a perícia médica do governo Beto Richa (PSDB). De acordo com a entidade, servidores públicos adoecidos, que precisam de afastamento do trabalho para tratamento médico, estariam sendo submetidos à exausta jornada mesmo sem condições físicas e emocionais. A perícia governamental estaria ignorando laudos e obrigando servidores doentes a trabalhar normalmente.

A denúncia da APP cita dois casos concretos. No primeiro a perícia médica julgou que 70% de surdez, uma recente cirurgia no ombro e a quase total incapacidade de movimentar os braços não são empecilhos para que uma servidora exerça as funções de limpeza no colégio onde trabalha.

No segundo caso, uma professora desenvolveu fibromialgia, doença que é agravada em ambientes de stress, e mesmo com atestado de 30 dias de afastamento, recebeu da perícia licença de somente três dias.

Além da denúncia da APP-Sindicato, o Blog do Esmael recebeu a informação de uma fonte que pediu anonimato de que a ‘orientação não escrita’ do governo é para manter os doentes trabalhando ‘até quando encontrar Jesus’.