29 de Março de 2018
por esmael
Comente agora

Quase na cadeia, Temer vende mais um pedaço do Brasil

Quanto mais enrolado no crime, Michel Temer se revela mais nocivo à soberania nacional. Hoje pela manhã, enquanto a Polícia Federal prendia amigos e operadores do emedebista, a Agência Nacional de Petróleo vendia em leilão blocos para exploração e produção de petróleo em bacias sedimentares brasileiras. Leia mais

3 de junho de 2016
por esmael
7 Comentários

Marcelo Belinati: Não ao fracking, SIM ao desenvolvimento sustentável!

Belinati_fracking

O deputado Marcelo Belinati (PP-PR), em sua coluna desta sexta-feira (3), revela que apresentou projeto na Câmara proibindo a outorga de concessão de lavra para exploração de gás através do perigoso processo de “fracking”. Segundo ele, um método de extração de gás através da fraturação hidráulica do subsolo, que é “esfacelado” para que libere o gás que contido nas rochas. No Paraná, 123 municípios tiveram, recentemente, autorização da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto abaixo:

17 de outubro de 2013
por esmael
13 Comentários

Veja essa: Exército Brasileiro “afrouxa o sutiã” e é convocado para garantir a privatização do pré-sal

da Agência Brasil

Os tempos realmente são outros; Exército Brasileiro que tinha como lema a defesa da soberania nacional

Os tempos realmente são outros; Exército Brasileiro que tinha como lema a defesa da soberania nacional “afrouxou o sutiã”; segundo a ANP, soldados foram convocados para garantir a segurança (dos compradores?) no leilão do pré-sal do Campo de Libra, na Bacia de Santos; privatização está previsto para segunda-feira, 21, no luxuoso Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

A diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Magda Chambriard, disse hoje (17) que a segurança da primeira rodada de licitação do pré-sal será reforçada devido ao risco de haver protestos violentos. Segundo a ANP, a segurança no entorno do Hotel Windsor, na Barra da Tijuca, onde ocorrerá o leilão, na próxima segunda-feira (21), terá a participação de militares do Exército. Leia mais

10 de outubro de 2013
por esmael
13 Comentários

Ex-diretor da Petrobras se soma a Requião: privatização do Campo de Libra é crime contra o Brasil

da Agência BrasilO diretor do Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE/USP), Ildo Sauer, ex-diretor da Petrobras, espera que o Poder Judiciário ainda possa se manifestar para inviabilizar a licitação do Campo de Libra, primeira na área do pré-sal, programada para o próximo dia 21, no Rio de Janeiro. Para Sauer, esse é um ato contra o interesse nacional!.

Sou totalmente contrário!, disse o diretor do IEE/USP á Agência Brasil. Quem disse que vai ser bom para o país é porque ou deve estar equivocado ou não sabe fazer contas!. Sauer sublinhou que nenhum país do mundo que conseguiu identificar uma nova província petrolífera, ainda mais da importância de Libra, coloca em produção e efetua leilões sem primeiro pesquisar a fundo qual é o tamanho da reserva.

Se é para mudar o país, você tem que saber quanto petróleo tem. Nenhum fazendeiro vende uma fazenda sem saber quantos bois têm!, argumentou para sinalizar a necessidade que haja um controle estratégico sobre o ritmo de produção.

Sauer afiançou que o edital de Libra é um equívoco estratégico e contraria o interesse público. Ele salientou que todos os países exportadores controlam o ritmo de produção a partir de interesses de Estado e não de contratos microeconomicamente outorgados!. Para ele, o melhor regime para países que têm grandes recursos de petróleo é contratar uma empresa 100% estatal, como ocorre, por exemplo, com a Petróleos da Venezuela (PDVSA).

O diretor da IEE/USP não tem dúvidas que existem outras formas, que não o leilão, que permitem o controle do Estado nacional sobre o ritmo de produção. Ele sugeriu a contratação direta da Petrobras e avaliou que isso geraria mais benefícios para o Tesouro Nacional do que a partilha convencional no leilão. No caso da contratação da estatal, o contrato de partilha se assemelharia mais a um contrato de prestação de serviços, negociado diretamente com a Petrobras que, por sua vez, é controlada pelo governo.

Sauer considerou assustadora! a opção do governo federal pelo Leilão de Libra e atribuiu a pressa em licitar a primeira área do pré-sal ao acordo firmado pelo governo brasileiro com os Estados Unidos, em março de 2011, durante a visita do presidente Barack Obama ao Brasil. O acordo visava a acelerar a produção dos recursos do pré-sal, que é o que está sendo feito com Libra!, para benefício mútuo dos dois países.

Aos Estados Unidos interessa produzir mais petróleo o quanto antes e reduzir o preço. Para um país que pretende ser exportador, como é o caso do Brasil, interessa controlar o ritmo de produção e manter o preço elevado!, insistiu. Por isso, Sauer reiterou que é assustadora a euforia ingênua! que vê em diversas áreas em relação á licitação de Libra, principalmente na Presidência da República e na Agência Nacional do Pe

24 de setembro de 2013
por esmael
Comentários desativados em Requião: venda de Libra é pior que espionagem

Requião: venda de Libra é pior que espionagem

do Brasil 247O senador Roberto Requião (PMDB-PR) encaminhou na sexta-feira à  Presidência da República, ao MPF e ao TCU um dossiê que aponta irregularidades na Agência Nacional do Petróleo !“ ANP, especialmente no Edital do Leilão de áreas do Campo Petrolífero de Libra. O parlamentar tenta viabilizar sua candidatura ao governo do Paraná com um discurso nacionalista.

O texto composto de sete pontos diz que a agência está sendo usada para cometer vários atentados à  soberania nacional, dominada por dirigentes e funcionários instalados pelo genro de FHC, David Zylberstein.

Segundo Requião, o dossiê denuncia que sob o reinado de FHC, a Petrobras, e sob o governo Lula, a ANP, contrataram sem licitação a empresa americana Halliburton, de Dick Cheney, ex-vice presidente dos EUA nos governos Bush, para fornecer um software especializado em gestão de dados sobre a localização dos campos de petróleo do Brasil, fato que teria permitido enormes vantagens estratégicas a essa empresa.

Para o parlamentar, isso transforma esses leilões em mera fachada pois permite a alguns licitantes saber antes dos outros onde está o petróleo que a Petrobras gastou bilhões para encontrar.

Diz ainda que a desistência da BP e da Exxon! no leilão de Lira é apenas para inglês ver!, já que ambas continuam participando através de subsidiárias. O texto diz que as companhias teriam desistido apenas para forçar o governo do Brasil a fazer novas modificações nos próximos editais, de modo a facilitar mais ainda as coisas.

20 de setembro de 2013
por esmael
9 Comentários

Requião divulga dossiê contra a Agência Nacional do Petróleo; assista ao vídeo

Requião apresenta dossiê que escarafuncha os pressupostos da atuação da Agência, como a definição de sua missão e de seus objetivos, e demonstra que ela não tem qualquer compromisso com o país, já que, na prática, aliena a exploração do petróleo do desenvolvimento brasileiro,  privilegiando a dita livre concorrência!; para o senador, a atuação da direção da ANP é mais perigosa para o país que todas as denúncias de espionagem dos serviços de informação dos Estados Unidos na Petrobras.

Requião apresenta dossiê que escarafuncha os pressupostos da atuação da Agência, como a definição de sua missão e de seus objetivos, e demonstra que ela não tem qualquer compromisso com o país, já que, na prática, aliena a exploração do petróleo do desenvolvimento brasileiro, privilegiando a dita livre concorrência!; para o senador, a atuação da direção da ANP é mais perigosa para o país que todas as denúncias de espionagem dos serviços de informação dos Estados Unidos na Petrobras.

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), em discurso nesta sexta (20), no plenário do Senado, divulgou um dossiê com gravíssimas denúncias contra a Agência Nacional do Petróleo que, conforme os fatos relatados, está agindo de caso pensado em oposição aos interesses do Brasil. O documento desnuda ponto por ponto a política da Agência e mostra que o leilão do supercampo de Libra, a maior reserva de petróleo até hoje descoberta no mundo, é apenas mais um capítulo da submissão da ANP à s multinacionais do setor. Leia mais