15 de março de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Ódio e extremismo matam 49 pessoas em mesquita na Nova Zelândia

Ódio e extremismo matam 49 pessoas em mesquita na Nova Zelândia

49 pessoas foram mortas nesta sexta-feira (15) em virtude de ataques a tiros em duas mesquitas na Nova Zelândia. ... 

Leia mais

15 de janeiro de 2019
por Esmael Morais
Comentários desativados em Datafolha: 70% dos brasileiros reprovam as pautas de Bolsonaro

Datafolha: 70% dos brasileiros reprovam as pautas de Bolsonaro

Deu ruim para o presidente Jair Bolsonaro (PSL), segundo o Datafolha. Pesquisa do instituto aponta que 70% dos brasileiros reprovam as pautas do capitão reformado do Exército. ... 

Leia mais

24 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bolsonaro cogita campo de concentração para venezuelanos

Bolsonaro cogita campo de concentração para venezuelanos

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) defende a criação de campo de concentração para imigrantes venezuelanos, a exemplo da Alemanha nazista na 2ª Guerra Mundial. ... 

Leia mais

1 de julho de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Crise migratória mundial e intolerância

Crise migratória mundial e intolerância

O deputado Luiz Cláudio Romanelli denuncia que no Brasil, ainda que em menor escala, também há manifestações de racismo, intolerância e xenofobia contra imigrantes, especialmente haitianos e, atualmente contra venezuelanos. ... 

Leia mais

9 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
1 Comentário

Ódio na mídia gera morte de macacos e tentativa de homicídio contra venezuelanos

A irresponsabilidade da mídia brasileira pode ser medida pela quantidade de macacos mortos a pauladas, acusados injustamente de transmitir a febre amarela, e pela tentativa de homicídio de venezuelanos no estado de Roraima. ... 

Leia mais

10 de abril de 2016
por Esmael Morais
2 Comentários

24 horas depois de agredida, Gleisi é recebida com festa em aeroporto

Nada como o tempo para curar o ódio e a ressaca dos golpistas, que se misturam com os fascistas.

24 horas depois de covardemente agredida no aeroporto de Curitiba, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi recebida ontem (9) com festa no mesmo local.

A parlamentar sofreu ataque covarde de fascistas na última quinta-feira (7), à noite, quando vinha participar de uma audiência pública sobre refugiados e imigrantes na manhã seguinte.

Qual o quê! Os fascistas invadiram na manhã de sexta-feira (8) o plenarinho da Assembleia Legislativa do Paraná. Eles são contrários à ajuda humanitária os imigrantes.

Pois bem, os ataques contra a senadora tinham ocorrido no contexto do posicionamento dela em relação ao assassinato de dois trabalhadores rurais sem terra, em Quedas do Iguaçu, e sua militância em favor da democracia e contra o golpe no país.

Os brasileiros não podem achar “normal” um estado como o do Paraná, que massacra professores, mata sem terra, grampeia telefones, e ameaça fisicamente quem pensa diferente e defende a democracia. É preciso resgatar os princípios que regem o Estado Democrático de Direito.

Aliás, membros da União da Juventude Socialista (UJS) e do movimento estudantil estão programando “recepções calorosas”, esta semana, nos aeroportos de todo o país, aos parlamentares golpistas. Ou seja, darão o troco nos fascistas com a mesma moeda.

Leia mais