7 de maio de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Corvo não come corvo: nada na mídia sobre contas secretas da Globo e Ratinho em paraíso fiscal

globo_ratinhoHá uma máxima segunda a qual corvo não come corvo. É a expressão da verdade, pois uma reportagem do jornalista Fernando Rodrigues, do UOL, mostra que pelo menos 14 empresários e diretores de empresas de mídia, seus parentes ou jornalistas têm relação com offshores criadas pela firma panamenha de advocacia Mossack Fonseca. Trata-se do caso Panamá Papers, repercutido mundialmente — menos no Brasil devido ao monopólio da mídia. Dentre os listados com contas secretas em paraíso fiscal estão a família Marinho, o apresentador Ratinho, dentre outros barões da mídia. Abaixo, leia a íntegra: Leia mais

16 de março de 2016
por Esmael Morais
5 Comentários

Segundo Época, doleiro abriu conta de Aécio no principado de Liechtenstein

do Brasil 247

Documentos apreendidos em operação da PF em 2007, divulgados pela revista Época, revelam que Norbert Muller abriu contas bancárias no LGT Bank, sediado no principado de Liechtenstein, para o tucano Aécio Neves.

Em uma das pastas encontradas na casa do doleiro constava uma etiquetada por “Bogart e Taylor”; era o nome escolhido por Inês Maria Neves Faria, mãe e sócia do senador mineiro, então presidente da Câmara dos Deputados, para batizar a fundação que, a partir de maio de 2001, administraria o dinheiro da conta secreta 0027.277 no LGT.

A conta foi citada pelo Delcídio do Amaral, na delação homologada no STF, e está sendo investigada pela PGR na Lava Jato. Na época da operação da PF, o Ministério Publico arquivou o caso em apurá-lo.

A Globo parece ter rifado de vez o senador Aécio, que comanda o golpe da oposição contra a presidente Dilma Rousseff (leia aqui).

Leia mais

18 de fevereiro de 2016
por Esmael Morais
25 Comentários

FHC pagou ex-amante no exterior e bancou abortos com empresa laranja

do Brasil 247

Após quebrar o silêncio de 30 anos sobre sua relação extraconjulgal com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a jornalista Mirian Dutra afirma que o tucano mandava dinheiro para ela e seu filho, Tomas Dutra, no exterior, através da empresa Brasif S.A. Exportação e Importação.

Em entrevista à colunista Mônica Bergamo, ela afirma que a transferência foi feita por meio da assinatura de um contrato fictício de trabalho, celebrado em dezembro de 2002 e com validade até dezembro de 2006.

“Eu não quero morrer amanhã e tudo isso ficar na tumba. Eu quero falar e fechar a página”, afirma.

No contrato com a Eurotrade Ltd., empresa da Brasif com sede nas Ilhas Cayman, a jornalista deveria prestar “serviços de acompanhamento e análise do mercado de vendas a varejo a viajantes”, fazendo pesquisas “tanto em lojas convencionais como em duty free shops e tax free shops” em países da Europa.

“Eu trabalhava na TV Globo e tive um corte de 40% no salário em 2002. Me pagavam US$ 4.000. Eu estava superendividada, vivia de cartões de crédito e fazendo empréstimo no banco. Me arrumaram esse contrato para pagar o restante”, afirma Mirian, que disse que “jamais pisou” em uma loja convencional ou em um duty free para trabalhar.

O acordo foi mediado pelo lobista Fernando Lemos, morto em 2012, que era casado com Margrit Dutra Schmidt, irmã de Mirian.

“Ele (FHC) me contou que depositou US$ 100 mil na conta da Brasif no exterior, para a empresa fazer o contrato e ir me pagando por mês, como um contrato normal. O dinheiro não saiu dos cofres da Brasif e sim do bolso do FHC”, diz. “Por que ninguém nunca investigou isso? Por que ninguém nunca investigou as contas que o Fernando Henrique tem aqui fora?”, questionada Miriam.

O empresário Jonas Barcellos, dono da Brasif, não nega o acerto. Mas diz não se lembrar de detalhes.

Em nota, FHC negou que tenha utilizado a empresa Brasif S.A. Exportação e Importação para enviar recursos para ajudar a jornalista. Ele admite, no entanto, manter contas no exterior, ter mandado dinheiro para Tomás e ter lhe presenteado recentemente com um apartamento de € 200 mil em Barcelona, na Espanha.

Em trechos de outra entrevista concedida à colunista Natuza Nery, Miriam relata detalhes do seu sofrimento na época: “Quando disse que estava grávida, ele disse “você pode ter este filho de quem você quiser, menos meu”. Eu falei: “não acredito que estou escutando isso de uma pessoa que está há seis anos comigo”. Ela revela ter feito outros a Leia mais

18 de março de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Bancários apoiam investigação de contas secretas no HSBC da Suíça

swiss.jpgO deputado federal Toninho Wandscheer (PT-PR) recebeu esta semana a visita do presidente do Sindicato dos Bancários Curitiba e região, Elias Hennemann Jordão, e do diretor André Machado, que também preside os Conselhos AABB (Associação Atlética Banco do Brasil). No encontro, eles discutiram o andamento das investigações das contas secretas de brasileiros no HSBC da Suíça.  ... 

Leia mais