16 de junho de 2015
por Esmael Morais
4 Comentários

Coluna do Enio Verri: “Saída do HSBC do Brasil traz prejuízos para o Paraná”

hsbcEnio Verri*

Envolvido em esquema de lavagem de dinheiro que o colocou no núcleo de investigação criminal e em dificuldades financeiras pelo mundo, o HSBC Brasil anunciou o término das operações e colocou as agências, reproduzindo o processo que ocorre na Turquia, à venda.

Até então, nenhuma novidade. Com perdas excessivas na América Latina e com dificuldades pelo mundo afora, abre suas portas a outras instituições, ocasionando uma transição extremamente comum no mercado financeiro. Aparentemente, um fato que pouco implica em nossas vidas.

Eis o ponto de controvérsia. A saída do HSBC não apenas representa uma queda na arrecadação para os cofres públicos curitibanos, sede da instituição financeira no Brasil, como também ameaça milhares de empregos formais e terceirizados.

Ao todo no País, o banco emprega formalmente 21,7 de funcionários, desses 7,1 mil em Curitiba e Região Metropolitana, além de estagiários e terceirizados. Também condiz com o movimento de restaurantes e estabelecimentos que sobrevivem de quem trabalha nas agências e na sede administrativa. Leia mais

18 de março de 2015
por Esmael Morais
3 Comentários

Bancários apoiam investigação de contas secretas no HSBC da Suíça

swiss.jpgO deputado federal Toninho Wandscheer (PT-PR) recebeu esta semana a visita do presidente do Sindicato dos Bancários Curitiba e região, Elias Hennemann Jordão, e do diretor André Machado, que também preside os Conselhos AABB (Associação Atlética Banco do Brasil). No encontro, eles discutiram o andamento das investigações das contas secretas de brasileiros no HSBC da Suíça.  ... 

Leia mais

11 de março de 2015
por Esmael Morais
20 Comentários

A TV Globo não vai mostrar, mas Câmara vai investigar contas secretas de brasileiros no HSBC da Suíça

A Rede Globo, por óbvio, não vai mostra hoje à  noite que a Câmara Federal aprovou o requerimento n!º 10/2015, do deputado federal Toninho Wandscheer (PT-PR), para criação de uma Subcomissão Especial a fim de investigar as contas secretas de brasileiros no Banco HSBC da Suíça.

Ao Blog do Esmael, o parlamentar paranaense informou que a Subcomissão Especial será instalada oficialmente na próxima quarta-feira, dia 18, em Brasília.

Jeitoso que é, o deputado Toninho adiantou que vai procurar o jornalista Fernando Rodrigues, do portal UOL, que detém as informações e a lista com os nomes “SwissLeaks” (vazamentos suíços) porque teve origem no maior furto de dados bancários da história, numa agência do HSBC, em Genebra.

O objetivo da Subcomissão é propor legislação que possibilite a recuperação de ativos originários e produtos de crimes, encontrados no exterior, de forma eficiente e célere, além de investigar as contas bancárias dos brasileiros – objeto de ampla divulgação da mídia nacional e internacional nos últimos dias.

Segundo o parlamentar, toda e qualquer corrupção deve ser investigada.

O HSBC, considerado um dos maiores bancos do mundo, virou alvo nas últimas semanas de escândalo proporcional ao seu tamanho. Registros internos de sua filial na Suíça vazados à  imprensa indicam que a instituição financeira manteve, até 2007, práticas condenadas pelas regras internacionais de combate à  lavagem de dinheiro. O HSBC teria gerido mais de US$ 100 bilhões em recursos de origem duvidosa!, explicou Wandscheer.

O deputado disse ainda, que o Ministério Público suíço abriu inquérito sobre o caso. Fizeram uma devassa na sede do banco em Genebra, na Suíça, e descobriram 8,7 mil correntistas brasileiros com mais de US$ 7 bilhões em depósitos!, disse.

Para o deputado, agora, surge o elo entre o escândalo envolvendo o HSBC e o Petrolão. Integrantes da Operação Lava Jato já reúnem provas de que a filial do HSBC no Brasil serviu de guarda-chuva para operações ilegais do esquema de corrupção e lavagem de dinheiro que drenou os cofres da Petrobras.

Se a Globo não mostra, o Blog do Esmael escancara em tempo real tudo sobre o “SwissLeaks”. Acompanhe aqui.

Leia mais