2 de junho de 2015
por Esmael Morais
57 Comentários

Justiça notifica Beto Richa sobre bloqueio de R$ 1,3 bi para garantir data-base aos servidores

liminarA Juíza da 5ª Vara da Fazenda Pública do Estado do Paraná, Patrícia de Almeida Gomes Bergonse, determinou no final da tarde desta terça-feira (2) que o Estado do Paraná se pronuncie em, no máximo, 72 horas, sobre a disponibilidade financeira do governo para arcar com o reajuste da data-base do funcionalismo. ... 

Leia mais

29 de março de 2014
por Esmael Morais
102 Comentários

Professores entram em greve dia 23 de abril; assista ao vídeo

Assembleia com mil educadores neste sábado (29), em Curitiba, atropelou a direção da APP-Sindicato ao aprovar greve por tempo indeterminado nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná a partir do dia 23 de abril; proposta da presidente da entidade, Marlei Fernandes, foi rejeitada pela base; assista ao vídeo.

Assembleia com mil educadores neste sábado (29), em Curitiba, atropelou a direção da APP-Sindicato ao aprovar greve por tempo indeterminado nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná a partir do dia 23 de abril; proposta da presidente da entidade, Marlei Fernandes, foi rejeitada pela base; assista ao vídeo.

Cerca de mil educadores que participaram de uma assembleia da APP-Sindicato, em Curitiba, neste sábado, dia 29 de março, aprovaram greve por tempo indeterminado nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná a partir de 23 de abril. ... 

Leia mais

17 de março de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Fruet e Richa enfrentam greve de educadores; amanhã para coleta de lixo e na 5!ª Guarda Municipal

Prefeito Gustavo Fruet enfrenta esta semana, em Curitiba, onda de greves nos serviços públicos. Hoje cerca de 7 mil educadores municipais cruzaram os braços, segundo o Sismmac; amanhã, terça, trabalhadores que fazem a coleta do lixo também podem entrar em greve, bem como, na quinta, a Guarda Municipal; governador Beto Richa também terá de encarar a fúria de 70 mil professores paranaenses que param na quarta, dia 19, pela implantação da hora-atividade nas 2,1 mil escolas da rede pública do estado; os leitores podem acompanhar online essa movimentação na Fanpage deste blog.

Prefeito Gustavo Fruet enfrenta esta semana, em Curitiba, onda de greves nos serviços públicos. Hoje cerca de 7 mil educadores municipais cruzaram os braços, segundo o Sismmac; amanhã, terça, trabalhadores que fazem a coleta do lixo também podem entrar em greve, bem como, na quinta, a Guarda Municipal; governador Beto Richa também terá de encarar a fúria de 70 mil professores paranaenses que param na quarta, dia 19, pela implantação da hora-atividade nas 2,1 mil escolas da rede pública do estado; os leitores podem acompanhar online essa movimentação na Fanpage deste blog.

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) enfrentará uma maratona de greves nesta semana. Hoje os educadores municipais cruzaram os braços por tempo indeterminado. Cerca de 7 mil professores e funcionários de escolas, segundo o Sismmac (Sindicato Municipal do Magistério de Curitiba), marcharam da Praça Santos Andrade (UFPR) até o Palácio 29 de Março (sede da Prefeitura), no Centro Cívico. ... 

Leia mais

14 de março de 2014
por Esmael Morais
47 Comentários

Fruet também vai encarar greve de professores a partir de segunda

Não é só o governador Beto Richa (PSDB) que está em apuros, com ameaça de greve a partir desta segunda-feira 14 em vários setores do funcionalismo público. Os professores municipais de Curitiba também vão cruzar os braços por tempo indeterminado. O início da paralisação na segunda será marcado por uma passeata até a sede da Prefeitura. A concentração para o ato acontece a partir das 8h30, na Praça Santos Andrade. O prefeito Gustavo Fruet (PDT) já sente calafrios e tem tremedeira nas pernas.

A forma de enquadramento no Plano de Carreira que está em estudo, a contratação de mais profissionais e a composição da jornada em hora-aula nas escolas que atendem as séries finais do ensino fundamental são as três principais reivindicações que motivam a paralisação. Segundo dados levantados pelo sindicato nas escolas, o déficit na rede é de pelo menos 700 profissionais. Em muitas escolas, faltam professores até mesmo para garantir o funcionamento das bibliotecas, que estão fechadas desde o início do ano.

O início da greve foi aprovado em uma assembleia, realizada no dia 27 de fevereiro, com a participação de mais de mil professoras e professores da rede municipal. Nesta sexta-feira (14), a categoria realiza uma panfletagem em frente as escolas para informar as mães e pais de alunos sobre a decisão.

Durante a paralisação, que segue por tempo indeterminado até que a Prefeitura apresente propostas concretas para as três reivindicações, as aulas estarão suspensas nas escolas, creches e demais unidades de ensino da rede municipal.

Leia mais

13 de março de 2014
por Esmael Morais
71 Comentários

Governo Richa sonega hora-atividade a professores, mas assina bolsa-moradia de R$ 4 mil para juízes do PR

Governo Richa retira auxílio-transporte de educadores e sonega a hora-atividade aos professores, mas garante bolsa-moradia de R$ 4 mil para juízes e desembargadores do Paraná; durante interinidade, coincidentemente, Flávio Arns conseguiu liminar na Justiça contra campanha de professores que exigem o cumprimento da Lei Nacional do Piso; enquanto magistrados têm benefício sancionado pelos tucanos, neste ano de 2014, a merenda ainda não chegou à s crianças das escolas da rede pública estadual; jornalista Celso Nascimento, colunista do jornal Gazeta do Povo, edição de hoje, põe em dúvida a legalidade da lei "Minha casa, minha toga"; professores e funcionários das 2,1 mil escolas do estado prometem marchar na próxima quarta, dia 19, da Praça Santos Andrade até o Palácio Iguaçu; educação e saúde entram em greve na semana que vem.

Governo Richa retira auxílio-transporte de educadores e sonega a hora-atividade aos professores, mas garante bolsa-moradia de R$ 4 mil para juízes e desembargadores do Paraná; durante interinidade, coincidentemente, Flávio Arns conseguiu liminar na Justiça contra campanha de professores que exigem o cumprimento da Lei Nacional do Piso; enquanto magistrados têm benefício sancionado pelos tucanos, neste ano de 2014, a merenda ainda não chegou à s crianças das escolas da rede pública estadual; jornalista Celso Nascimento, colunista do jornal Gazeta do Povo, edição de hoje, põe em dúvida a legalidade da lei “Minha casa, minha toga”; professores e funcionários das 2,1 mil escolas do estado prometem marchar na próxima quarta, dia 19, da Praça Santos Andrade até o Palácio Iguaçu; educação e saúde entram em greve na semana que vem.

O vice-governador Flávio Arns (PSDB), secretário da Educação, assumiu o Palácio Iguaçu durante descanso de dez dias do governador Beto Richa (PSDB), que viajou ao Caribe no feriadão de Carnaval. Entre a véspera do embarque do titular e o período de interinidade, aconteceram seis fatos relevantes. Talvez sejam coincidentes e não guardem relação entre si, mas eles aconteceram e acontecem neste mundo de meu Deus: ... 

Leia mais

12 de março de 2014
por Esmael Morais
44 Comentários

Professores convocam greve para dia 19 contra Beto Richa

Greve dos 70 mil professores paranaenses, na próxima quarta-feira (19), é o grande teste político para o governo Beto Richa; categoria cobra cumprimento da Lei Nacional do Piso, que prevê 33% de hora-atividade, melhoria no atendimento da saúde dos servidores, contra o fechamento de salas de aula no estado e reivindica R$ 100 milhões devidos pelo governo tucano aos educadores; magistério pode decretar greve por tempo indeterminado a partir de 29 de março, quando a categoria se reúne novamente para avaliar as mobilizações em defesa de seus direitos surrupiados pelo governo tucano.

Greve dos 70 mil professores paranaenses, na próxima quarta-feira (19), é o grande teste político para o governo Beto Richa; categoria cobra cumprimento da Lei Nacional do Piso, que prevê 33% de hora-atividade, melhoria no atendimento da saúde dos servidores, contra o fechamento de salas de aula no estado e reivindica R$ 100 milhões devidos pelo governo tucano aos educadores; magistério pode decretar greve por tempo indeterminado a partir de 29 de março, quando a categoria se reúne novamente para avaliar as mobilizações em defesa de seus direitos surrupiados pelo governo tucano.

O governador Beto Richa (PSDB) vai enfrentar a primeira greve geral, no próximo dia 19 de março, dos cerca de 70 mil professores que atuam nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná. ... 

Leia mais

27 de setembro de 2013
por Esmael Morais
34 Comentários

Contra calote de Richa, educadores podem deflagrar greve neste sábado

Beto Richa e Flávio Arns enfrentam novo dilema: se concederem reajuste aos educadores outras categorias do funcionalismo exigirão isonomia; no começo deste mês, o governo do PSDB baixou resolução proibindo promoções, reajustes ou aumentos salariais; tucanos têm dificuldade para fechar a folha de pagamento e honrar o décimo terceiro; magistério poderá deflagrar greve a partir de amanhã, quando realiza assembleia extraordinária no Colégio Estadual do Paraná (CEP) a partir das 8h30; professores e funcionários da 2,1 mil escolas da rede pública reclamam de calote de R$ 50 milhões e desconfiam de nova promessa de pagamento em folha complementar para semana que vem.

Beto Richa e Flávio Arns enfrentam novo dilema: se concederem reajuste aos educadores outras categorias do funcionalismo exigirão isonomia; no começo deste mês, o governo do PSDB baixou resolução proibindo promoções, reajustes ou aumentos salariais; tucanos têm dificuldade para fechar a folha de pagamento e honrar o décimo terceiro; magistério poderá deflagrar greve a partir de amanhã, quando realiza assembleia extraordinária no Colégio Estadual do Paraná (CEP) a partir das 8h30; professores e funcionários da 2,1 mil escolas da rede pública reclamam de calote de R$ 50 milhões e desconfiam de nova promessa de pagamento em folha complementar para semana que vem.

Professores e agentes educacionais das 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná pode deflagrar greve por tempo indeterminado a partir deste sábado, dia 28, quando a categoria realiza assembleia extraordinária à s 8h30, no auditório do Colégio Estadual do Paraná (CEP), com o intuito de avaliar o calote aplicado pelo governo de Beto Richa (PSDB) e de seu vice Flávio Arns (PSDB), secretário da Educação. ... 

Leia mais

19 de setembro de 2013
por Esmael Morais
45 Comentários

Professores hostilizam Richa no interior do Paraná

Professores fazem cerco! a Beto Richa no interior do Paraná; ontem houve protesto na recepção ao tucano em Apucarana; nesta quinta teve em Cambará, Norte Pioneiro; educadores cobram pagamento de R$ 50 milhões atrasados, cujo acordo era depositar no último dia 13; professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública estadual planejam greve a partir de 28 de setembro.

Professores fazem cerco! a Beto Richa no interior do Paraná; ontem houve protesto na recepção ao tucano em Apucarana; nesta quinta teve em Cambará, Norte Pioneiro; educadores cobram pagamento de R$ 50 milhões atrasados, cujo acordo era depositar no último dia 13; professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública estadual planejam greve a partir de 28 de setembro.

“Governador, não aceitamos calote”. Essa era a faixa que foi exibida ontem (18) por professores e funcionários de escolas públicas durante recepção a Beto Richa (PSDB) em Apucarana, Norte do Paraná. O município saiu na frente dos protestos contra o tucano, que continuaram nesta quinta (19). ... 

Leia mais

16 de setembro de 2013
por Esmael Morais
71 Comentários

Professores paranaenses convocam greve contra calote de Beto Richa

APP-Sindicato convoca assembleia, no próximo dia 28, que poderá deflagrar greve por tempo indeterminado na educação do Paraná; Richa e Arns deram calote de R$ 50 milhões nos educadores; ao estilo do Velho Oeste norte-americano, professores e funcionários das 2,1 mil escolas do estado espalham nas redes sociais cartazes com a foto do governador com a inscrição: Procura-se!; vem aí nova temporada de protestos contra o tucanato; Palácio Iguaçu se apega à  Resolução Conjunta 02/2013, de 2 de setembro, para justificar o tombo que deu no magistério paranaense; acordo foi fechado dia 30 de agosto, data que antes era lembrada pela truculência física contra professores e funcionários das escolas da rede pública, agora se transformou no Dia do Calote.

APP-Sindicato convoca assembleia, no próximo dia 28, que poderá deflagrar greve por tempo indeterminado na educação do Paraná; Richa e Arns deram calote de R$ 50 milhões nos educadores; ao estilo do Velho Oeste norte-americano, professores e funcionários das 2,1 mil escolas do estado espalham nas redes sociais cartazes com a foto do governador com a inscrição: Procura-se!; vem aí nova temporada de protestos contra o tucanato; Palácio Iguaçu se apega à  Resolução Conjunta 02/2013, de 2 de setembro, para justificar o tombo que deu no magistério paranaense; acordo foi fechado dia 30 de agosto, data que antes era lembrada pela truculência física contra professores e funcionários das escolas da rede pública, agora se transformou no Dia do Calote.

Cerca de 100 mil educadores paranaenses deverão entrar em greve por tempo indeterminado, a partir de 1!º de outubro, Mês do Professor, contra calote aplicado pelo governo de Beto Richa (PSDB). Os leitores deste blog souberam desse “tombo” em primeira mão na sexta (clique aqui para relembrar). ... 

Leia mais