20 de setembro de 2013
por esmael
59 Comentários

Com medo de greve, Richa desiste de calote e manda pagar reajuste a professores

Pelo Twitter, Richa volta atrás e manda secretarias da Educação e Administração pagarem atrasados devidos a professores e funcionários das escolas públicas do Paraná; tucano foi recepcionado com protestos de educadores em Apucarana e Cambará e categoria prepara assembleia, no próximo dia 28, na qual será avaliada possibilidade de greve; segundo o Palácio Iguaçu, ao honrar o compromisso assumido, nenhum professor ficará fora do piso nacional do magistério; será que o magistério vai dar um novo voto de confiança ao tucano? E as demais categorias do funcionalismo público não vão querer o mesmo tratamento e pleitear novos reajustes salariais?

Pelo Twitter, Richa volta atrás e manda secretarias da Educação e Administração pagarem atrasados devidos a professores e funcionários das escolas públicas do Paraná; tucano foi recepcionado com protestos de educadores em Apucarana e Cambará e categoria prepara assembleia, no próximo dia 28, na qual será avaliada possibilidade de greve; segundo o Palácio Iguaçu, ao honrar o compromisso assumido, nenhum professor ficará fora do piso nacional do magistério; será que o magistério vai dar um novo voto de confiança ao tucano? E as demais categorias do funcionalismo público não vão querer o mesmo tratamento e pleitear novos reajustes salariais?

Depois de enfrentar duas manifestações de professores e funcionários de escolas no interior do Paraná — Apucarana e Cambará, no Norte e Norte Pioneiro, respectivamente — o governador Beto Richa (PSDB) afrouxou o sutiã nesta sexta (20) uma semana depois de aplicar calote na categoria. Leia mais

19 de setembro de 2013
por esmael
45 Comentários

Professores hostilizam Richa no interior do Paraná

Professores fazem cerco! a Beto Richa no interior do Paraná; ontem houve protesto na recepção ao tucano em Apucarana; nesta quinta teve em Cambará, Norte Pioneiro; educadores cobram pagamento de R$ 50 milhões atrasados, cujo acordo era depositar no último dia 13; professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública estadual planejam greve a partir de 28 de setembro.

Professores fazem cerco! a Beto Richa no interior do Paraná; ontem houve protesto na recepção ao tucano em Apucarana; nesta quinta teve em Cambará, Norte Pioneiro; educadores cobram pagamento de R$ 50 milhões atrasados, cujo acordo era depositar no último dia 13; professores e funcionários de 2,1 mil escolas da rede pública estadual planejam greve a partir de 28 de setembro.

“Governador, não aceitamos calote”. Essa era a faixa que foi exibida ontem (18) por professores e funcionários de escolas públicas durante recepção a Beto Richa (PSDB) em Apucarana, Norte do Paraná. O município saiu na frente dos protestos contra o tucano, que continuaram nesta quinta (19). Leia mais