12 de março de 2014
por Esmael Morais
44 Comentários

Professores convocam greve para dia 19 contra Beto Richa

Greve dos 70 mil professores paranaenses, na próxima quarta-feira (19), é o grande teste político para o governo Beto Richa; categoria cobra cumprimento da Lei Nacional do Piso, que prevê 33% de hora-atividade, melhoria no atendimento da saúde dos servidores, contra o fechamento de salas de aula no estado e reivindica R$ 100 milhões devidos pelo governo tucano aos educadores; magistério pode decretar greve por tempo indeterminado a partir de 29 de março, quando a categoria se reúne novamente para avaliar as mobilizações em defesa de seus direitos surrupiados pelo governo tucano.

Greve dos 70 mil professores paranaenses, na próxima quarta-feira (19), é o grande teste político para o governo Beto Richa; categoria cobra cumprimento da Lei Nacional do Piso, que prevê 33% de hora-atividade, melhoria no atendimento da saúde dos servidores, contra o fechamento de salas de aula no estado e reivindica R$ 100 milhões devidos pelo governo tucano aos educadores; magistério pode decretar greve por tempo indeterminado a partir de 29 de março, quando a categoria se reúne novamente para avaliar as mobilizações em defesa de seus direitos surrupiados pelo governo tucano.

O governador Beto Richa (PSDB) vai enfrentar a primeira greve geral, no próximo dia 19 de março, dos cerca de 70 mil professores que atuam nas 2,1 mil escolas da rede pública do Paraná. ... 

Leia mais

3 de março de 2014
por Esmael Morais
42 Comentários

Justiça determina que Richa reabra salas de aula fechadas no Paraná

Vara da Fazenda Pública de Jaguapitã, a 55 km de Londrina, mandou Beto Richa reabrir sala de aula fechada no município; decisão inédita, com base na ação pública movida pelo promotor de Justiça Erinton Cristiano Dalmaso, do Ministério Público do Paraná, obriga a SEED cumprir as Constituições Federal e Estadual acerca da universalização do ensino público fundamental; descumprimento da determinação judicial implica em multa diária de R$ 10 mil até o limite de R$ 300 mil; fechamento de salas de aula consiste em uma política de contenção de gastos! para o governo Richa adequar-se à  LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal); trata-se da cota sacrifício! imposta à  Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu.

Vara da Fazenda Pública de Jaguapitã, a 55 km de Londrina, mandou Beto Richa reabrir sala de aula fechada no município; decisão inédita, com base na ação pública movida pelo promotor de Justiça Erinton Cristiano Dalmaso, do Ministério Público do Paraná, obriga a SEED cumprir as Constituições Federal e Estadual acerca da universalização do ensino público fundamental; descumprimento da determinação judicial implica em multa diária de R$ 10 mil até o limite de R$ 300 mil; fechamento de salas de aula consiste em uma política de contenção de gastos! para o governo Richa adequar-se à  LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal); trata-se da cota sacrifício! imposta à  Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu.

Atendendo a uma ação civil pública do promotor de Justiça Erinton Cristiano Dalmaso, do Ministério Público do Paraná, a Vara da Fazenda Pública de Jaguapitã (55 km de Londrina) determinou que o governo do estado volte a ofertar as aulas do sexto ano fundamental noturno na Escola Estadual Dr. Waldemiro Pedroso. ... 

Leia mais

28 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
30 Comentários

Panelaço contra governo Richa reúne comunidade escolar em Curitiba; veja

Comunidade escolar do Colégio Isolda Schmid, em Curitiba, foi à s ruas ontem (27) promover panelaço contra o governo Richa, que mandou fechar salas de aula; protestos também ocorreram em vários municípios do Paraná; tucano tenta impor cota sacrifício! à  Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu; governador e secretariado estão em viagem pelo exterior (fotos: Freddy Pinheiro).

Comunidade escolar do Colégio Isolda Schmid, em Curitiba, foi à s ruas ontem (27) promover panelaço contra o governo Richa, que mandou fechar salas de aula; protestos também ocorreram em vários municípios do Paraná; tucano tenta impor cota sacrifício! à  Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu; governador e secretariado estão em viagem pelo exterior (fotos: Freddy Pinheiro).

Talvez o governador Beto Richa (PSDB), em viagem pelo exterior nem fique sabendo, mas ontem à  tarde centenas de curitibanos promoveram um “panelaço” contra o fechamento de salas de aula na Escola Estadual Isolda Schmid, na Vila Hauer, região Sul da capital. Os manifestantes chegaram a fechar o entroncamento das ruas Anne Frank e Alcino Guanabara. ... 

Leia mais

27 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
35 Comentários

Beto Richa e secretários “abandonam” o Palácio Iguaçu

Beto Richa e secretariado partiram nesta quinta (27) rumo ao exterior; só retornam daqui a dez dias; Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, está completamente abandonado; nem parece uma gestão em crise, onde prevalecem protestos contra fechamento de sala de aulas, privatização da saúde e da Sanepar, falta de combustível para viaturas e ração para os cães da PM, enfim; dizem que o destino escolhido pelo tucano e entourage foi à  terra do Mickey Mouse, portanto, se confirmado isso, pode-se afirmar que seu governo tem o "Padrão Disney".

Beto Richa e secretariado partiram nesta quinta (27) rumo ao exterior; só retornam daqui a dez dias; Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, está completamente abandonado; nem parece uma gestão em crise, onde prevalecem protestos contra fechamento de sala de aulas, privatização da saúde e da Sanepar, falta de combustível para viaturas e ração para os cães da PM, enfim; dizem que o destino escolhido pelo tucano e entourage foi à  terra do Mickey Mouse, portanto, se confirmado isso, pode-se afirmar que seu governo tem o “Padrão Disney”.

O Palácio Iguaçu, sede do governo do Paraná, no Centro Cívico, em Curitiba, está à s moscas nesta quinta-feira (27). O governador Beto Richa (PSDB) e seus principais secretários “abandonaram” seu posto. Rumaram ao exterior. Não retornam do estrangeiro antes de 7 de março, depois do Carnaval. ... 

Leia mais

27 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Em Curitiba, comunidade vai à s ruas contra fechamento de salas de aula

Depois de um mês do início das aulas, o governo Richa determinou o fechamento de salas de aula em todo o Paraná; comunidade escolar do Isolda Schimd, em Curitiba, vai protesta hoje à s 17 horas contra essa modificação no porte das escolas, que mexe com as condições de trabalho dos educadores e influencia na aprendizagem dos alunos; trata-se de uma política de "contenção de gastos" para o governo adequar-se à  LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal); é a "cota sacrifício" da Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu.

Depois de um mês do início das aulas, o governo Richa determinou o fechamento de salas de aula em todo o Paraná; comunidade escolar do Isolda Schimd, em Curitiba, vai protesta hoje à s 17 horas contra essa modificação no porte das escolas, que mexe com as condições de trabalho dos educadores e influencia na aprendizagem dos alunos; trata-se de uma política de “contenção de gastos” para o governo adequar-se à  LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal); é a “cota sacrifício” da Educação para manter o exército de comissionados no Palácio Iguaçu.

Pais, alunos, professores e funcionários da Escola Estadual Isolda Schimd, no bairro Vila Hauer, em Curitiba, vão à s ruas nesta quinta-feira (27), à s 17 horas, protestar contra o fechamento de salas de aula. A determinação para a eliminação de turmas partiu do governador Beto Richa (PSDB) e do vice Flávio Arns (PSDB), secretário da Educação (clique aqui). ... 

Leia mais