Mudança de entendimento sobre prisão 2ª instância beneficiaria apenas 4,8 mil presos, diz CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) divulgou uma nota nesta quarta-feira (16) esclarecendo que apenas 4,8 mil pessoas podem ser beneficiadas caso o Supremo Tribunal Federal (STF) reveja seu entendimento…

Ler Mais Mudança de entendimento sobre prisão 2ª instância beneficiaria apenas 4,8 mil presos, diz CNJ
plenário do supremo tribunal federal stf

Mídia manipula debate sobre julgamento de prisão em 2ª instância no STF

É incontestável para a Constituição Federal o direito à ampla defesa jurídica de qualquer cidadão, definida pelo artigo 5º. Mas, ainda assim, a imprensa corporativa no Brasil tem passado por…

Ler Mais Mídia manipula debate sobre julgamento de prisão em 2ª instância no STF

Eugênio Aragão: “Augusto Aras é um oportunista, um vendedor de tônico capilar”

O subprocurador-geral Augusto Aras, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o comando da Procuradoria-Geral da República (PGR), é um “vendedor de tônico capilar”, que “trabalha por interesses próprios e fala…

Ler Mais Eugênio Aragão: “Augusto Aras é um oportunista, um vendedor de tônico capilar”

Veja por que Dias Toffoli deixou os banqueiros rindo à toa

A gestão de Dias Toffoli no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) provocou uma crise de riso nos banqueiros que não conseguem parar de rir. À toa começam rir. Do nada.…

Ler Mais Veja por que Dias Toffoli deixou os banqueiros rindo à toa

Moro e Gebran terão de explicar ao CNJ por que não soltaram Lula

O juiz Sérgio Moro e o desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF4, terão de explicar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por que não cumpriram a decisão do desembargador…

Ler Mais Moro e Gebran terão de explicar ao CNJ por que não soltaram Lula

URGENTE: Moro será investigado pelo CNJ

A conduta do juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, será investigada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O ministro João Otávio de Noronha, corregedor-geral do CNJ, determinou…

Ler Mais URGENTE: Moro será investigado pelo CNJ