14 de setembro de 2015
por esmael
9 Comentários

Para nunca esquecer os 31 deputados da “bancada do camburão”

A Assembleia Legislativa do Paraná, após quase duas semanas de recesso branco, inicia nesta segunda-feira (14) os debates acerca do “Pacote de Maldades 3” do governador Beto Richa (PSDB). Mais uma vez, os deputados serão empurrados para o cadafalso em troca de algumas ambulâncias e outras prebendas.

Dentre as medidas propostas pelo Palácio Iguaçu estão a ‘cassação do voto’ para eleição de diretor de escola e antecipação de R$ 6 bilhões de recebíveis dando como garantia ações da Copel e Sanepar.

O aumento de impostos sobre herança é apenas uma “cortina de fumaça” para esconder o verdadeiro debate, haja vista que a maioria da sociedade não tem esse “problema de rico”.

O filé mignon, por óbvio, é “antecipação de recebíveis” cuja execução será realizada pelo sócio da Companhia Paranaense de Securitização (PRSEC), Mauro Ricardo Costa, preposto do lobista Luiz Abi Antoun, importado de São Paulo para ocupar a Secretária da Fazenda.

Com mais essas maldades em curso, os parlamentares, que sistematicamente votam com o governo, dificilmente se livrarão da pecha de integrantes da “bancada do camburão”, cuja repercussão mais imediata dar-se-á nas eleições municipais de 2016.

Quem bate esquece, mas quem apanha jamais esquece. Partindo dessa premissa, os paranaenses — em especial os educadores e servidores públicos do estado — nunca esquecerão do massacre do Centro Cívico. A covardia do governador Beto Richa teve a anuência da maioria dos deputados.

Para nunca esquecer, o Blog do Esmael relembra o nome dos deputados que votaram a FAVOR do ‘confisco da poupança previdenciária’ e dos que votaram CONTRA o confisco na sessão extraordinária de 29/04 – o Dia da Infâmia:

A seguir, veja quais sãos os 31 deputados que compõem a “bancada do camburão” na Assembleia:

A favor
– Alexandre Curi (PMDB)
– Alexandre Guimarães (PSC)
– André Bueno (PDT)
– Artagão Jr. (PMDB)
– Bernardo Ribas Carli (PSDB)
– Claudia Pereira (PSC)
– Cobra Repórter (PSC)
– Cristina Silvestri (PPS)
– Dr. Batista (PMN)
– Elio Rusch (DEM)
– Evandro Jr. (PSDB)
– Felipe Francischini (SD)
– Fernando Scanavaca (PDT)
– Francisco Bührer (PSDB)
– Guto Silva (PSC)
– Hussein Bakri (PSC)
– Jonas Guimarães (PMDB)
– Luiz Carlos Martins (PSD)
– Luiz Claudio Romanelli (PMDB)
– Marcio Nunes (PSC)
– Maria Victoria (PP)
– Mauro Moraes (PSDB)

27 de agosto de 2015
por esmael
8 Comentários

Quer a ditadura de volta? Visite o Paraná de Beto Richa; assista ao vídeo

richa_massacreNas últimas manifestações de 16 de agosto viu-se faixas e cartazes pedindo de volta a ditadura militar no país. Talvez os incautos protestantes e marchantes não sabiam o que estava reivindicando, mas, por isso, o Blog do Esmael vai dar uma forcinha lançando a campanha “Quer a ditadura de volta? Visite o Paraná de Beto Richa”. Leia mais

6 de novembro de 2014
por esmael
62 Comentários

Depois de surra em professores, Rossoni é premiado por Richa

rossoni_richa_professores.jpg

Rossoni tem condições psicológicas para assumir interinamente o governo do Paraná? Abaixo, assista ao vídeo e opine Leia mais

4 de novembro de 2014
por esmael
24 Comentários

Richa deverá “sepultar” hoje eleição em 2,1 mil escolas do Paraná

cep_richa.jpgO governador Beto Richa (PSDB) promete fazer valer a sua maioria na tarde desta terça-feira (4) na Assembleia Legislativa do Paraná. Ele determinou à  sua base, que acatou sem traumas, transformar o plenário em comissão geral para aprovar a toque de caixa!, sem muita discussão, projetos polêmicos como o que “sepulta” a eleição direta para diretores. O tucano promete realizar nova eleição em novembro do ano que vem ao prorrogar o mandato dos atuais gestores de 2,1 mil escolas para 31 de dezembro de 2015. Leia mais

3 de novembro de 2014
por esmael
29 Comentários

Richa tenta novo “tratoraço” na ALEP antes de embarcar para os EUA

richa_alep.jpgO governador Beto Richa (PSDB) ordenou à  sua base de sustentação na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) – e ela acatou — que se transforme o plenário desta terça-feira (4) em Comissão Geral. O objetivo é liquidar várias pautas em um único dia, mesmo os projetos polêmicos como aquele que prorrogara para o final de 2015 o mandato de 2,1 mil diretores de escolas públicas (clique aqui). Leia mais