Câmara aprova texto sobre privatização da Eletrobras

A Câmara dos Deputados deu mais um passo importante para a privatização dos sistema Eletrobras, nesta quarta (9), com a aprovação na Comissão Mista Especial que analisa a Medida Provisória 814, por 17 votos a sete, o relatório do deputado Júlio Lopes (PP-RJ). O texto ainda precisa ser votado pelos…

Ler Mais Câmara aprova texto sobre privatização da Eletrobras

TIM quer comprar as estatais Copel e Cemig nas áreas de telecomunicações

A Telecom Itália, controladora da TIM no Brasil, quer comprar as divisões de telecomunicações das estatais de energia Cemig e Copel. A empresa de telefonia quer ampliar a presença no mercado brasileiro de banda larga. A TIM não é conhecida no país exatamente pela excelência de seus serviços prestados. Pelo…

Ler Mais TIM quer comprar as estatais Copel e Cemig nas áreas de telecomunicações

Câmara aprova suspensão do leilão da Cemig

Entrou água na privatização de Michel Temer (PMDB), pois, nesta quinta-feira (28), a CCJ da Câmara aprovou a suspensão de duas portarias do Executivo que delegaram à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a realização de leilão para concessão de quatro usinas hidrelétricas atualmente operadas pela Companhia Energética de Minas…

Ler Mais Câmara aprova suspensão do leilão da Cemig

Senadores anunciam revogação das privatizações de Michel Temer

Um grupo de 36 senadores protocolou um projeto de referendo para revogar os leilões de usinas hidrelétricas e de blocos para exploração de petróleo promovidos nesta quarta-feira (27) por Michel Temer (PMDB).

Ler Mais Senadores anunciam revogação das privatizações de Michel Temer

Moro: Corrupção vai além da Petrobras. Será a Cemig de Aécio?

do Brasil 247 Há indícios de que o esquema de cartel, superfaturamento e pagamentos de propina investigado pela Polícia Federal na Operação Lava Jato vá “muito além” da Petrobras, atingindo outros setores. A constatação é do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos referentes ao caso, com base em uma…

Ler Mais Moro: Corrupção vai além da Petrobras. Será a Cemig de Aécio?