Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

8 de fevereiro de 2018
por esmael
Comentários desativados em TIM quer comprar as estatais Copel e Cemig nas áreas de telecomunicações

TIM quer comprar as estatais Copel e Cemig nas áreas de telecomunicações

A Telecom Itália, controladora da TIM no Brasil, quer comprar as divisões de telecomunicações das estatais de energia Cemig e Copel. A empresa de telefonia quer ampliar a presença no mercado brasileiro de banda larga. Leia mais

12 de junho de 2015
por esmael
18 Comentários

Garganta Profunda de Londrina: “Conselhos para o rei que está nu”

carvalho_richa_abiO principal informante do Blog do Esmael no terceiro andar do Palácio Iguaçu, que compreende o gabinete de Beto Richa (PSDB), nesta chuvosa sexta-feira 12, Dia dos Namorados, com riqueza de detalhes, descreve como eram as passagens do governador pela cidade de Londrina, a Capital do Café, e as viagens internacionais que ele fez com as famílias do primo Luiz Abi e do amigo Luiz de Carvalho – ambos coincidentemente presos no dia de ontem pelo Gaeco e Polícia Federal, respectivamente, por motivos diferentes.

Garganta Profunda de Londrina, codinome do X-9 palaciano, observa que Abi e Carvalho foram abandonados à própria sorte e não tiveram nenhuma palavra de conforto de Beto Richa. “Quando o velho José Richa nos deixou, sabe quem estava com ele no hospital em São Paulo? O Luis Abi”, recorda o informante.
Conhecedor de sua psique, a quem julga estar nu, Garganta Profunda de Londrina dá um conselho de graça para o governador do PSDB: “Peça uns três meses de licença. Não precisa ter medo da Cida e do Ricardo”.

Nos tempos de Prefeitura, no primeiro mandato de Beto, Abi e Carvalho formava um “trio de ferro” com o secretário Ezequias Moreira, o homem da sogra.

Leia a íntegra do relatório e do conselho ao governador Beto Richa:

12 de junho de 2015
por esmael
23 Comentários

Após dica de ‘Garganta Profunda’, primo do governador Beto Richa se entrega ao Gaeco

abi_gaeco_richaO lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), se entregou à polícia por volta das 22 horas desta quinta-feira (11). Ele estava foragido há um dia. Leia mais

11 de junho de 2015
por esmael
20 Comentários

Garganta Profunda de Londrina cria roteiro exclusivo para encontrar primo de Richa foragido da polícia

richa_gaeco_abiGarganta Profunda de Londrina, homem do Palácio Iguaçu, assíduo frequentador do 3º andar do Palácio Iguaçu, altruísta que é, fez um roteiro para o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) encontrar o lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador Beto Richa (PSDB), foragido da polícia desde ontem (10).

O parente do governador tucano é acusado de comandar uma quadrilha que desvia recursos da Receita Estadual e de fraudar licitações no governo do Paraná.

Para quem chegou agora, Garganta Profunda de Londrina é um informante do Blog do Esmael dentro do Palácio Iguaçu. A seguir, leia o roteiro exclusivo:

Abi foragido? Vamos ajudar o Gaeco a encontrá-lo:

24 de março de 2015
por esmael
23 Comentários

Coluna do Enio Verri: “Beto Richa no centro de escândalo de corrupção de R$ 500 milhões no Paraná”

enio_corrupcao_richa.jpgEnio Verri*

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), está no centro de um escândalo de corrupção que causou prejuízo de mais de R$ 500 milhões aos combalidos cofres públicos do Estado.

Desde janeiro, mais de 20 pessoas foram presas pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) em operações contra corrupção na Receita Estadual de Londrina, fraude em licitação e exploração sexual. Entre os presos estavam — até ontem — pessoas do círculo íntimo do governador, entre eles o primo de Beto Richa, Luiz Abi Antoun.

Empresário e lobista, Luiz Abi foi preso na semana passada sob acusação de ser o cabeça de um esquema de fraude em licitação realizada em dezembro para o conserto de automóveis do governo estadual. Segundo o Ministério Público, a empresa de Abi, que levou R$ 1,5 milhão na licitação, superfaturava o valor dos serviços e peças.

Abi é conhecido no Paraná como um discreto e influente operador do governador. Prova de seu poder é uma grande lista de indicados no primeiro escalão do governo paranaense, nas estatais Copel, Sanepar, Celepar e Sercomtel – onde sua esposa é vice-presidente –, e demais órgãos, como a Secretaria de Administração e Secretaria da Fazenda, especialmente na Receita Estadual.

A influência de Luiz Abi na Receita Estadual não é coincidência. Segundo o MP, além da fraude em licitação, o primo do governador tucano é o “lastro político” de um grande esquema de corrupção dentro da Delegacia Receita Estadual de Londrina.