Nunca antes na história deste país houve tantos desocupados, diz IBGE

Não se trata de uma constatação do ex-presidente Lula nem do PT, caro leitor.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nunca antes na história deste país houve tantos desocupados como neste governo do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Mensal (PNAD Contínua), divulgados nesta sexta-feira (30), o desemprego no Brasil saltou para uma taxa recorde de 14,4% no trimestre encerrado em agosto.

O IBGE assegura que é a maior taxa já registrada na série histórica da pesquisa, iniciada em 2012. Ou seja, nunca antes na história deste país houve tantos desocupados como agora.

O desemprego sob Bolsonaro, segundo o IBGE:

  • O país atingiu o menor número histórico de trabalhadores ocupados
  • O nível de ocupação no mercado de trabalho atingiu o menor patamar histórico
  • Em 12 meses, o país perdeu 12 milhões de postos de trabalho, considerando todas as formas de atuação no mercado de trabalho
  • Das 4,3 milhões de vagas perdidas em 3 meses, metade era de carteira assinada
  • Segmentos de comércio, alojamento e alimentação foram os que mais perderam vagas
  • O número de trabalhadores informais é o menor de toda a série histórica da pesquisa
  • Contingente de trabalhadores domésticos (4,6 milhões de pessoas) também é o menor da série
  • Brasil tem 50% da PEA desocupada

    A mídia corporativa divulga só parte que lhe convém nestas vésperas de eleições municipais.

    O próprio IBGE já pintou um quadro ainda mais grave de desemprego no Brasil, que nós registrados aqui no Blog do Esmael.

    De acordo com o instituto, órgão oficial de pesquisa econômica, o país tem 160 milhões de pessoas economicamente ativa dos quais 80 milhões são considerados desocupados (precarizados, uberizados, pejotizados, informalizados, intermitentes, semiescravizados, desalentados, etc.).

    Esses dados de desocupados corroboram a ajuda que o governo diz conceder a65 milhões de pessoas maiores de 18 anos, o que equivale a 40% da população economicamente ativa (PEA).

    Leia mais sobre desocupados no Brasil

    Brasil é uma nação de 77 milhões de desocupados, segundo o IBGE

    Querida, onde estão os 67 milhões de desempregados?

    Fome volta a rondar 10 milhões de brasileiros, diz IBGE

    Auxílio Emergencial: Caixa diz que pagou benefício para 67,2 milhões de brasileiros

    Bolsonaro é o governo da fome e da morte

    Com 80 milhões de desempregados, Folha vê “volta de empregos” sob Bolsonaro e Guedes

    Folha de S. Paulo chama 600 mil desempregados de novos “empreendedores”. Pode isso?

    Compartilhe agora