5 de dezembro de 2014
por Esmael Morais
16 Comentários

Servidores do Detran convocam ‘greve geral’ contra pacotaço de Beto Richa

detran.jpg

O Sindicato dos Servidores do Detran-PR (Sisdep) publicou uma carta aberta! com uma série de críticas pelo descaso com que os trabalhadores do órgão vêm sendo tratados pelo governador Beto Richa (PSDB).

Além disso, o Sisdep convocou assembleia geral da categoria para este sábado (06) com um único ponto de pauta: deflagração de greve geral.

A principal reivindicação dos servidores é um plano de carreira próprio, compatível com a importância do órgão e das funções executadas. Mas eles também reclamam de uma série de problemas que atingem todos os servidores do estado, como a precariedade do Sistema de Assistência a Saúde (SAS), o não pagamento de promoções e progressões, o parcelamento do terço de férias, dentre outros itens do pacotaço tucano.

Na carta aberta, os servidores também lembram o tarifaço de Beto Richa que tem no Detran-PR uma das principais fontes de arrecadação do governo.

Não custa lembrar que no período de fim de ano e férias, o Detran tem sua demanda aumentada, pois muita gente quer colocar seus documentos e veículos em dia para viajar com tranquilidade. Uma greve geral à s vésperas do Natal seria um “desastre”.

Leia a seguir a íntegra da carta aberta dos servidores do Detran-PR: Leia mais

11 de agosto de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

7 mil professores de Curitiba entram em greve nesta segunda-feira

Os educadores querem implantação já do Plano de Carreira que está na Câmara Municipal, cujo projeto de lei prevê 27 meses para começar o enquadramento. Ou seja, depois do mandato de Fruet, por volta de 2017.

Os educadores querem implantação já do Plano de Carreira que está na Câmara Municipal, cujo projeto de lei prevê 27 meses para começar o enquadramento. Ou seja, depois do mandato de Fruet, por volta de 2017.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), pela segunda vez neste ano, enfrenta a partir de hoje (11) greve de cerca de 7 mil professores e funcionários de escolas convocada pelo Sismmac (Sindicato Municipal do Magistério de Curitiba). A categoria já havia cruzado os braços em março. ... 

Leia mais

15 de abril de 2014
por Esmael Morais
51 Comentários

Coluna do Enio Verri: “As desculpas acabaram. Vai começar o governo Richa?”

Enio Verri*

No primeiro ano de mandato, Beto Richa não fez outra coisa a não ser atribuir a culpa pela inércia administrativa dos primeiros meses ao antecessor. O discurso repetido exaustivamente pela claque tucana era da herança maldita!: o governo Requião havia deixado o Paraná quebrado e organizar as contas levaria certo tempo. Quem se lembra?

Meses mais tarde, depois de um sem número de decisões catastróficas em termos de gestão pública e responsabilidade fiscal, o governo tucano precisava de um novo bode expiatório para dissimular seu fracasso. O escolhido foi o terrível! governo federal, na pessoa do secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, por supostamente travar os empréstimos ao estado, prejudicando deliberadamente a gestão Richa.

O trato do governo Richa no processo de liberação dos empréstimos foi uma aula magna de incompetência, falta de diálogo, desorganização e manipulação política da operação. Finalmente, seguindo as sugestões do próprio Augustin, na semana passada, o governo encontrou o caminho da liberação dos empréstimos, sendo o primeiro no valor de R$ 817 milhões do Programa Proinveste.

As desculpas acabaram. A liberação dos recursos sempre foi colocada como fator determinante para que o Paraná possa reorganizar as finanças, marcadas por atrasos com fornecedores e risco de não conseguir pagar a folha de pagamento.

A pergunta que todos os paranaenses fazem neste momento é: o governo vai finalmente pagar as dívidas com os fornecedores, que ultrapassam R$ 1 bilhão? A população pode esperar que as viaturas não vão mais ficar sem combustível nas ruas e que não vai mais faltar medicamentos nos hospitais e postos de saúde?

As mesmas dúvidas estão nas pequenas prefeituras. O dinheiro do PAM (Plano de Apoio dos Municípios) !“ cerca de R$ 150 milhões !“, programa do governo estadual que destina recursos a fundo perdido para cidades com menos de 50 mil habitantes vai finalmente chegar, depois de tantas promessas?

Da mesma forma, os servidores estaduais terão garantidos o pagamento de salários, benefícios e plano de carreira?

Os paranaenses querem saber. A oito meses do fim, vai finalmente começar o governo Beto Richa para além das eternas promessas não cumpridas, ou novas desculpas virão do Palácio Iguaçu?

*Enio Verri é deputado estadual, presidente do PT do Paraná e professor licenciado do departamento de Economia da Uni Leia mais

Esmael Morais 2009-2018. O Blog do Esmael é liberto das excludentes convenções mercantis Copyright ©. O site não cobra pelos direitos autorais, portanto, pode e deve ser reproduzido no todo ou em parte, além de ser liberado para distribuição desde que preservado seu conteúdo e o nome do autor. | A política como ela é em tempo real.

Topo