Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

20 de maio de 2016
por esmael
9 Comentários

Parar obra pública poderá ser crime

belinati_teatro_londrinaO deputado Marcelo Belinati (PP-PR), em sua coluna de hoje (20), anuncia que protocolou na Câmara o Projeto de Lei 3028/2015, que prevê alteração na Lei de Licitações e Contratos Públicos. Dentre as novidades, segundo ele, está a punição para quem iniciar uma obra sem cronograma de conclusão e sua completa viabilização. Colunista explica que para dar início a uma obra o prefeito, governador ou presidente da República deverá ter todos os recursos provisionados para sua conclusão, todas as licenças previstas liberadas, um cronograma de obras factível, enfim, todas as questões burocráticas solucionadas antes do seu início. Belinati afirma que o objetivo é assegurar a correta aplicação do recurso público. Leia, ouça, comente e compartilhe a íntegra do texto abaixo:

29 de maio de 2014
por esmael
18 Comentários

Coluna do Requião Filho: Vamos usar os R$ 600 milhões da propaganda para resolver a Saúde do Paraná

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, pede que a Justiça do Paraná tenha a mesma coragem da de Santa Catarina que obrigou o governo daquele estado a aplicar 30% do orçamento da propaganda na Saúde; ele destaca que foi um flagrante ato de humanidade e sensibilidade do magistrado; a decisão do Juiz Federal seria um bom exemplo para o governo Richa, que hoje gasta R$ 600 milhões para cuidar da imagem; A via judicial, afirma Requião Filho, talvez fosse a única forma de concluir os hospitais inacabados e as obras paralisadas há mais de 3 anos; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho, em sua coluna desta quinta, pede que a Justiça do Paraná tenha a mesma coragem da de Santa Catarina que obrigou o governo daquele estado a aplicar 30% do orçamento da propaganda na Saúde; ele destaca que foi um flagrante ato de humanidade e sensibilidade do magistrado; a decisão do Juiz Federal seria um bom exemplo para o governo Richa, que hoje gasta R$ 600 milhões para cuidar da imagem; A via judicial, afirma Requião Filho, talvez fosse a única forma de concluir os hospitais inacabados e as obras paralisadas há mais de 3 anos; leia o texto e compartilhe.

Requião Filho*

Minha fé na humanidade, abalada por viver a realidade política do Estado do Paraná, à s vezes é restaurada por exemplos de pessoas comprometidas em fazer o bem. Um agente público deve sempre colocar o interesse coletivo acima de tudo. Leia mais

6 de fevereiro de 2014
por esmael
26 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Fora, Beto Richa. Mais leite para as crianças, menos farra com aviões e propaganda!”

Requião Filho, em sua coluna de hoje, conclama os eleitores paranaenses botar o governador do PSDB para fora do cargo nas eleições de outubro; advogado especialista em políticas públicas, colunista critica falta de recursos para a manutenção do programa Leite das Crianças, suspensão de obras em escolas, calote de R$ 1,1 bi em fornecedores e, contraditoriamente, segundo ele, farra com aluguel de aviões a jato e propaganda; Precisamos de pulso firme e voz assertiva!, opina, para logo em seguida sugerir uma palavra de ordem: "Fora, Beto Richa. Mais leite para as crianças, menos farra com aviões e propaganda!"; leia o texto.

Requião Filho, em sua coluna de hoje, conclama os eleitores paranaenses botar o governador do PSDB para fora do cargo nas eleições de outubro; advogado especialista em políticas públicas, colunista critica falta de recursos para a manutenção do programa Leite das Crianças, suspensão de obras em escolas, calote de R$ 1,1 bi em fornecedores e, contraditoriamente, segundo ele, farra com aluguel de aviões a jato e propaganda; Precisamos de pulso firme e voz assertiva!, opina, para logo em seguida sugerir uma palavra de ordem: “Fora, Beto Richa. Mais leite para as crianças, menos farra com aviões e propaganda!”; leia o texto.

Requião Filho*

O governador Beto Richa abre o ano devendo R$ 1,1 bilhão para fornecedores e empresas contratadas !“ milhares de credores receberam o calote, pois o Estado estava enforcado querendo depositar os salários dos servidores públicos. Leia mais