19 de Abril de 2018
por esmael
Comente agora

A cena do desrespeito na Polícia Federal do Paraná

Leonardo Boff aguarda em frente ao prédio da Superintendência da Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira em Curitiba-PR, para ver o Lula. Foto: Joka Madruga/Agência PT.

O Comitê Popular em defesa de Lula e da Democracia divulgou nesta quinta (19) uma cena constrangedora para o Brasil no exterior e, no mínimo, desrespeitosa em que o teólogo Leonardo Boff, aos 80 anos de idade, de bengala, aguarda sob sol forte para visitar o ex-presidente Lula, seu amigo de mais 30 anos. Leia mais

4 de agosto de 2014
por esmael
10 Comentários

Richa desrespeita decisão judicial ao manter placas, acusa Gleisi

A senadora Gleisi Hoffmann (PT), candidata ao Palácio Iguaçu pela coligação Paraná Olhando pra Frente, nesta segunda-feira (4), comemorou decisão da Justiça Eleitoral que obrigou o governador Beto Richa (PSDB), candidato à  reeleição, a retirar em 72 horas todas as placas de obras com publicidade institucional, espalhadas pelo estado, sob pena de pagamento de multa de R$ 20 mil por descumprimento.

A petista acusa o adversário tucano de torcer no nariz para a Justiça Eleitoral que considera ilegal este tipo de publicidade institucional em período de campanha.

O juiz Leonardo Castanho Mendes tomou a decisão a partir de informação da coligação Paraná Olhando pra Frente de que o candidato à  reeleição, Beto Richa, estava desrespeitando a decisão da última quinta-feira (31), que determina a retirada em 24 horas de cinco placas da campanha publicitária Mais uma obra!.

Informamos a Justiça Eleitoral que placas com o slogan “Mais uma obra” não haviam sido retiradas. A partir dessa constatação, o juiz achou por bem determinar a retirada de todas as placas de obras!, explica o coordenador jurídico da coligação Paraná Olhando pra Frente, Luiz Fernando Pereira.

Desrespeito

Na última quinta-feira (31), a Justiça Eleitoral determinou a retirada, no prazo máximo de 24 horas, de todas as placas de obras espalhadas pelo estado, que integram a propaganda institucional Mais uma obra!.

O Juiz Auxiliar Leonardo Castanho Mendes fixou multa de R$ 10 mil por placa em caso de desrespeito.

Na decisão, o magistrado chamava a atenção para o fato de a propaganda não expressar conteúdo informativo ou educativo!, que não apresenta nenhuma relevância à  população! e que “evidentemente, referida propaganda irregular afeta a igualdade de oportunidades entre candidatos no pleito eleitoral!.

Segue a íntegra da decisão:

Despacho em 04/08/2014 – RP N!º 155089 DR!º LEONARDO CASTANHO MENDES

REPRESENTAà‡àƒO n!º 1550-89.2014.6.16.0000

A Coligação “Paraná Olhando Pra Frente” (PT/PDT/PCdoB/PTN/PRB) informa o descumprimento pelos representados da decisão liminar de fls. 71/74 (acrescida pelos fundamentos da decisão de fls. 80/81), noticiando que foi identificada uma placa posicionada em frente à  Escola Estadual Dom Pedro II com os dizeres “Mais Uma Obra” , objeto de discussão nestes autos, considerada como propaganda institucional em período vedado. Pede-se a aplicação da multa pelo descumprimento e a sua majoração.

Decido.

O pedido inicial veio com requerimento de exclusão da propaganda institucional em cinco placas determinadas.

Todavia, deu-se emenda à  inicial, para extensão do pedido originário (fls. 63/65) a !¿todas as placas afixadas em obras públicas ao longo do Estado com a expressão `Mai

11 de dezembro de 2013
por esmael
31 Comentários

“Que respeito é esse, Beto Richa?”, questiona Requião; ouça o áudio

Senador Roberto Requião (PMDB), em novo pronunciamento radiofônico, nesta quarta (11), ironiza o slogan "Estado de respeito" adotado pelo governador Beto Richa (PSDB). Segundo o parlamentar, tucano desrespeita os paranaenses ao liquidar políticas públicas, ao aplicar calote em professores e autorizar o pedágio mais caro do mundo nas rodovias; Mas que respeito é esse que não honra compromisso com professores, que paralisa a construção de hospitais? O governador respeita a saúde dos paranaenses?!, criticou; ouça o áudio.

Senador Roberto Requião (PMDB), em novo pronunciamento radiofônico, nesta quarta (11), ironiza o slogan “Estado de respeito” adotado pelo governador Beto Richa (PSDB). Segundo o parlamentar, tucano desrespeita os paranaenses ao liquidar políticas públicas, ao aplicar calote em professores e autorizar o pedágio mais caro do mundo nas rodovias; Mas que respeito é esse que não honra compromisso com professores, que paralisa a construção de hospitais? O governador respeita a saúde dos paranaenses?!, criticou; ouça o áudio.

O senador Roberto Requião (PMDB), em novo pronunciamento radiofônico, nesta quarta (11), ironiza o slogan “Estado de respeito” adotado pelo governador Beto Richa (PSDB). Segundo o parlamentar, o tucano desrespeita os paranaenses ao liquidar políticas públicas, dar calote em professores e autorizar o pedágio mais caro do mundo nas rodovias. Leia mais