1 de Fevereiro de 2018
por esmael
103 Comentários

Veja por que juízes e procuradores viraram alvo da Folha e da Globo repentinamente

Subitamente, os heróis da Globo e da Folha “morreram de overdose” — como diria o poeta Cazuza em “Ideologia”. Os dois veículos de comunicação são expoentes do golpismo no Brasil que culminou com abusos de poder da magistratura, a ditadura do judiciário e privilégios como o auxílio-moradia. Leia mais

31 de outubro de 2017
por esmael
20 Comentários

Duzentos juristas pedem ao Congresso que investigue operações midiáticas da lava jato

A homenagem que o Senado prestou nesta terça-feira (31) ao reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier, se transformou em palco plural e suprapartidário de protestos contra a espetacularização das operações policiais-midiáticas, dentre as quais a lava jato.

26 de outubro de 2016
por esmael
42 Comentários

ONU aceita denúncia contra Sérgio Moro, por violações a direitos de Lula

onu_lula_moroA ONU aceitou a denúncia protocolada pelos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 28 de julho. A petição ao Comitê de Direitos Humanos da ONU, em Genebra, mostra a violação da Convenção Internacional de Direitos Políticos e Civis e abuso de poder pelo juiz Sérgio Moro e procuradores federais da Operação Lava-Jato contra Lula.

29 de setembro de 2014
por esmael
36 Comentários

Requião pede cassação da candidatura de Richa por uso da máquina

O senador Roberto Requião (PMDB), candidato ao governo do Paraná, foi vítima de ataques anônimos que teriam partido de dentro Palácio das Araucárias, sede do governo estadual. A denúncia foi confirmada por um laudo técnico de Wanderson Castilho, um dos mais conceituados peritos em segurança na internet.

De acordo com quebra de sigilo Google, autorizada pela Justiça, chegou-se aos porões do Palácio das Araucárias, onde funcionaria um bunker clandestino para ataques de cibertucanos contratado pela campanha do governador Beto Richa (PSDB). A Celepar (Companhia de Tecnologia da Informática e Comunicação do Paraná), provedora de acesso do governo do estado, confirmou a origem das postagens.

Segundo o advogado Luiz Fernando Delazari, com o intuito de denigrir a imagem de Requião, criaram canais anônimos no Youtube, a partir de computadores do Governo do Estado, denominados Maria louca!, Xô Requião!, Rodrigo Viana!, Maicon Silva!, Maicon Silveira! e Guilherme Sell!.

Delazari adiantou que pedirá a prisão de diretores da Copel (Companhia Paranaense de Energia) que estariam descumprindo ordem judicial. A empresa de energia e telecomunicações é provedora de vários IPs, de onde, também, saíram vários vídeos anônimos! contra Requião.

“Localizou-se o bairro Ecoville como base de outra central de difamação. Suspeita-se que seja a casa do próprio Richa”, adiantou o advogado do PMDB.

Não é a primeira vez que o governo Richa é acusado de utilizar a máquina pública para denegrir adversários políticos. No ano passado, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) conseguiu chegar ao Palácio Iguaçu através de quebras de sigilos na internet por meio de decisão judicial (clique aqui).

Por muito menos, houve um alvoroço quando funcionários do Palácio do Planalto alteraram o perfil de jornalistas no Wikipédia. Agora temos algo muito mais grave, aqui no Paraná. à‰ matéria para cassação da candidatura de Richa, pois os ataques contra Requião se configuraram em abuso de poder e uso da máquina pública em campanha política!, afirmou Delazari.

A seguir, leia a íntegra da confirmação da Celepar:

Confirmação IPs Celepar/Palácio das Araucárias:
http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2014/09/celepar_confirmacao.pdf

26 de dezembro de 2013
por esmael
37 Comentários

Veja essa: PSDB quer levar à  Justiça mensagem de Natal de Dilma

do Brasil 247O líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP), divulgou em nota nesta quarta-feira (25) que vai acionar a Justiça Eleitoral e a Procuradoria-Geral da República contra a mensagem de fim de ano enviada pela presidente Dilma Rousseff a servidores públicos federais.

“à‰ com carinho e reconhecimento que me dirijo aos servidores federais depois de um ano de trabalho árduo, e também de muitas conquistas. As vozes dos que foram à s ruas querem melhores serviços públicos, mais médicos, mais educação, mais transporte de qualidade, mais segurança. Cabe a todos nós, servidores públicos, responder essas vozes”, disse a presidente pelo Twitter (leia mais).

Para Sampaio, a carta! de Dilma aos funcionários públicos se caracteriza como “abuso de poder”: “Nenhum outro candidato teria acesso aos endereços de todos os funcionários públicos federais para poder enviar correspondências natalinas similares !“ competindo assim, ainda que também de forma ilegal e extemporânea, em igualdade de condições por sua promoção pessoal”.

Ainda de acordo com a nota do PSDB, Sampaio vai protocolar nesta sexta-feira (27) representação ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que verifique se houve ato de improbidade administrativa. O deputado também pretende propor na Corregedoria-Geral da Justiça Eleitoral uma ação judicial de investigação eleitoral.