“Eleições na Venezuela ocorreram dentro da normalidade”

Compartilhe agora

O Grupo de Puebla emitiu comunicado nesta quarta-feira (9) contando que as eleições legislativas na Venezuela ocorreram dentro da normalidade, de forma pacífica e sem incidentes.

Segundo o coletivo, rechaçou na nota o bloqueio econômico americano ao país caribenho em plena pandemia e rechaçou apostas externas nem golpes contra o governo constitucional de Nicolás Maduro.

O Grupo de Puebla é um fórum político e acadêmico composto por representantes políticos de esquerda do mundo. Fundado em 12 de Julho de 2019 na cidade mexicana de Puebla.

Leia a íntegra do comunicado:

Comunicado de imprensa do Grupo Puebla sobre as eleições na Venezuela

O Grupo Puebla realiza eleições legislativas na Venezuela e observa que as eleições ocorreram dentro da normalidade, de forma pacífica e sem incidentes. Também reitera sua posição de que o caminho democrático é a melhor maneira de superar a crise enfrentada pelo país. Insistimos em aumentar a necessidade de que essa saída seja acompanhada pelo término do bloqueio econômico imposto, em meio à pandemia, pelo governo dos Estados Unidos.

O Grupo Puebla nunca apoiará qualquer poder para superar uma crise política no hemisfério.

Apostar em golpes, disfarçados ou não a partir da desestabilização do regime atual, desafiando a Constituição venezuelana, agrava a situação naquele país, aumenta o sofrimento de seu povo e causa instabilidade em toda a nossa região, com perdas significativas para a integração regional. Infelizmente, alguns governos sul-americanos, obedecendo aos ditames da extrema direita americana, optaram por apostar na violência através de embargos, bloqueios comerciais e até apoiaram anúncios intimidantes de intervenções militares.

Ciente de suas responsabilidades, o Grupo Puebla levanta a necessidade de reativar o diálogo já iniciado por alguns países da região, a fim de buscar uma saída justa, pacífica e democrática para a crise venezuelana, incluindo a integração de parte da oposição que se auto-excluiu dessas eleições, em futuros processos eleitorais; e o fim imediato do bloqueio econômico e das sanções econômicas que estão afetando severamente a vida dos venezuelanos.

Assista ao vídeo de Nicolás Maduro sobre as eleições parlamentares na Venezuela:

A democracia sempre representará o lado certo da história e com ela o povo corajoso da Venezuela será capaz de pavimentar um futuro de prosperidade, justiça, soberania, paz e liberdade.

Eleições da Venezuela foram um show democrático, diz PT em nota

Coalizão do governo obtém maioria nas eleições legislativas na Venezuela com 67,6% dos votos

Venezuela realiza eleições parlamentares com urna eletrônica e voto impresso

Maduro se reaproxima dos EUA enquanto Bolsonaro se afasta