Argentina: Oposição de direita surta contra parlamentes; bolsonaristas falam em golpe

A disputa política na Argentina se acirrou nas ultimas horas em função de leis aprovadas na Câmara em sessões remotas. A bancada de oposição chamada de “Juntos por el Cambio” questiona a legalidade das sessões remotas para deslegitimar o governo de Alberto Fernández.

Em uma longa sessão virtual, a Câmara aprovou projetos de lei propostos pelo governo sobre o turismo e a pesca. O primeiro consiste num plano de socorro para os empresários do setor. O segundo aumenta as punições para a pesca ilegal.

A oposição está pressionando o presidente da Câmara, o deputado Sergio Massa, que afirmou a validade da sessão virtual. Além desses projetos, também avança a reforma do judiciário proposta pelo governo de Alberto Fernandes; mais um motivo para a direita cair em desespero. Nesse contexto, os bolsonaristas brasileiros fazem coro com a direita argentina.

Eles subiram uma hashtag chamada #GolpeDeEstadoK em que concentram ataques ao atual governo e estendem seus ataques à oposição brasileira e até ao presidente da Câmara do Brasil, deputa Rodrigo Maia. Confira:

Neste vídeo aparece o presidente Alberto Fernandes e alguns argentinos falando da pandemia. A situação é triste, mas o país vizinho conseguiu conter o avanço do Coronavírus de forma muito mais eficiente que o Brasil.

Os bolsonaristas fazem coro com a direita argentina chorando pelos empresários e pela morte dos CNPJs, mas as vidas pouco importam.

LEIA TAMBÉM