3 de dezembro de 2015
por admin
17 Comentários

Coluna do Reinaldo de Almeida César: A sanha arrecadatória estilo “biruta de aeroporto” de Beto Richa

Reinaldo Almeida César*

Depois de fazer de Curitiba a campeoníssima da inflação pela escorchante elevação de impostos, depois de raspar a ParanaPrevidência e de meter a mão grande no Fundo Especial de Segurança Pública do Estado do Paraná (FUNESP), o governo estadual agora anuncia um bingão de prêmios, a fim de manter o entusiasmo dos incautos consumidores que acreditaram no Programa Nota Paraná e que saíram, eufóricos, pedindo a inclusão do CPF ao tilintar das caixas registradoras.

O risco de frustração dos que aderiram é enorme. Os sedutores descontos antes acenados, agora são revelados com a frieza da realidade. Estão muito longe dos percentuais prometidos. O que se esperava ver se materializar em generosos reais de retorno, pode se tornar míseras moedas de  centavos.

Nesta sanha arrecadatória, o governo não teve freios inibitórios em colocar no balcão da feira, em oferta, dezenas de imóveis que pertencem ao patrimônio dos paranaenses.

Até mesmo a Granja do Canguiri — não fosse a boa intervenção do líder Romanelli (PMDB) — teria sido passada nos cobres.

Dizem alguns historiadores que foi o excesso de pudor e de caráter de Bento Munhoz da Rocha Netto que impediu a construção da ala residencial no Palácio Iguaçu, pelo constrangimento de ter sido governador já residente em imóvel próprio em Curitiba antes de assumir o cargo, ainda que parnanguara de nascimento.

O afoito gestor que pensou em se livrar do Canguiri, em troca de algum dinheiro, talvez não conheça nossa história.

Como neste desiderato de vender dezenas de imóveis o governo também manteve seu estilo “biruta de aeroporto”, modificando e reduzindo, em contramarcha, a relação inicial dos imóveis, permito-me fazer um apelo à reflexão.

Ao invés de se desfazer do terreno que abrigou a sede histórica da quase bicentenária Polícia Civil na Barão do Rio Branco, que tal o governo se debruçar na retomada dos estudos apresentados pelo Programa Paraná Seguro, para que as áreas centrais de Curitiba que pertencem à Polícia Civil — como o terreno que agora se pretende vender e a área do 1. DP — sejam permutadas por áreas construídas na Vila Izabe Leia mais

19 de novembro de 2015
por Esmael Morais
13 Comentários

Vende-se: Richa não perdoa nem o Canguiri, símbolo da era Requião

O então governador Roberto Requião, entre os anos de 2003 e 2010, utilizava a Granja do Canguiri, em Pinhais, como residencial oficial, onde recebia comitivas de prefeitos e despachava com secretários de Estado; agora, tucano Beto Richa quer vender o imóvel que simboliza uma era de prosperidade e desenvolvimento do Paraná.

O então governador Roberto Requião, entre os anos de 2003 e 2010, utilizava a Granja do Canguiri, em Pinhais, como residencial oficial, onde recebia comitivas de prefeitos e despachava com secretários de Estado; agora, tucano Beto Richa quer vender o imóvel que simboliza uma era de prosperidade e desenvolvimento do Paraná.

O governador Beto Richa (PSDB) colocou o Paraná à venda numa espécie de ‘Black Friday’ (liquidação), como já registrou aqui o Blog do Esmael. O tucano quer amealhar R$ 100 milhões com a alienação de 61 imóveis espalhados em todo o estado, dentre os quais a Granja Canguiri, no município de Pinhais. ... 

Leia mais

8 de junho de 2014
por Esmael Morais
53 Comentários

Requião alimentou até cavalos particulares de deputados pró-Richa, denuncia policial

Deputados e secretários, antigos aliados de Requião, costumavam cavalgar nas manhãs ao lado do chefe; segundo denúncia de oficial da PM, que não quis ser identificado, cavalos particulares de Caito Quintana saíram gordos da Granja Canguiri; senador Requião, pelo Twitter, confirmou informação que será objeto de investigação; ao Blog do Esmael, ex-governador garantiu que patrimoniou todos os animais que ganhou para a PM.

Deputados e secretários, antigos aliados de Requião, costumavam cavalgar nas manhãs ao lado do chefe; segundo denúncia de oficial da PM, que não quis ser identificado, cavalos particulares de Caito Quintana saíram gordos da Granja Canguiri; senador Requião, pelo Twitter, confirmou informação que será objeto de investigação; ao Blog do Esmael, ex-governador garantiu que patrimoniou todos os animais que ganhou para a PM.

O deputado Caito Quintana (PMDB) teve dois cavalos particulares alimentados na Granja Canguiri, residência de campo do governo do Paraná, durante a gestão de Roberto Requião (PMDB). A informação foi repassada neste domingo (8) ao Blog do Esmael por um oficial da Polícia Militar do Paraná, que pediu para não ser identificado. ... 

Leia mais

28 de maio de 2014
por Esmael Morais
86 Comentários

No rádio, Richa ataca Requião: “preguiçoso e gostava de mordomia”

Na véspera da chegada do vice-presidente da República, Michel Temer, à  capital paranaense, onde deverá sacramentar a candidatura própria do PMDB, o governador Beto Richa atacou o antecessor Roberto Requião; em entrevista na Rádio Banda B, de Curitiba, nesta quarta (28), o tucano afirmou que peemedebista é 'preguiçoso e gostava de mordomia' quando morava na Granja Canguiri; "Ele sempre gostava de mordomia, não gostava de trabalhar", disparou Richa, que ainda disse que o peemedebista tinha adega para 1,5 mil garrafas de vinho importado; "Não tem garrafa lá, ele levou todas. Carta de Puebla é só para inglês ver", atacou; ainda segundo o governador Beto Richa, a maioria do PMDB do Paraná opta pela coligação com o PSDB.

Na véspera da chegada do vice-presidente da República, Michel Temer, à  capital paranaense, onde deverá sacramentar a candidatura própria do PMDB, o governador Beto Richa atacou o antecessor Roberto Requião; em entrevista na Rádio Banda B, de Curitiba, nesta quarta (28), o tucano afirmou que peemedebista é ‘preguiçoso e gostava de mordomia’ quando morava na Granja Canguiri; “Ele sempre gostava de mordomia, não gostava de trabalhar”, disparou Richa, que ainda disse que o peemedebista tinha adega para 1,5 mil garrafas de vinho importado; “Não tem garrafa lá, ele levou todas. Carta de Puebla é só para inglês ver”, atacou; ainda segundo o governador Beto Richa, a maioria do PMDB do Paraná opta pela coligação com o PSDB.

O governador Beto Richa (PSDB) acordou cedo nesta quarta-feira (28) para utilizar os microfones da Rádio Banda B, de Curitiba, e atacar o antecessor Roberto Requião (PMDB). Segundo o tucano, o senador peemedebista gostava de “mordomia” quando morava na Granja Canguiri — residência de campo que pertence ao governo do Paraná. ... 

Leia mais