Ministro Alexandre de Moraes e um cabo de conexão de internet

A internet deu voz aos imbecis, diz ministro Alexandre de Moraes

Google News

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, disse neste sábado (14/05) que a internet deu voz aos imbecis. Ele reverberou o que afirmara em 2015 Umberto Eco.

O professor de semiótica italiano cunhou a célebre frase segunda qual “as redes sociais deram voz a uma legião de imbecis”.

Moraes é o xerife do inquérito sobre as fake news no STF.

Prestes a assumir a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas eleições de 2022, o ministro participou hoje de um congresso de magistrados em Salvador, na Bahia.

– Nós vamos garantir a democracia no Brasil com eleições limpas, transparentes, por urnas eletrônicas e, em 19 de dezembro, quem ganhar vai ser diplomado nos termos constitucionais. O Poder Judiciário vai continuar fiscalizando e garantindo a democracia – prometeu Alexandre de Moraes.

A declaração do futuro presidente do TSE se deu no 4º Congresso Brasileiro de Magistrados, evento organizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

– A internet deu voz aos imbecis. Hoje, todo mundo é especialista. A pessoa coloca terno, gravata, um painel falso de livros atrás e começa a falar… desde guerra na Ucrânia até (sobre) gasolina, passando pelo Judiciário, e acaba sempre atacando o Supremo. Coloca uma legenda de ‘professor’ e se vende como especialista – fulminou Alexandre de Moraes, em alusão – sem citá-los nominalmente – aos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Umberto Eco morreu em 2016. Ele foi um escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo italiano de fama internacional. Era titular da cadeira de Semiótica e diretor da Escola Superior de ciências humanas na Universidade de Bolonha.

Veja também  Ex-primeira-dama do Paraná, Yvone Pimentel, morre por Covid-19; ex-governador Paulo Pimentel segue internado