Jair Bolsonaro e Ricardo Barros [dedos cruzados]

Mesmo na frigideira, Ricardo Barros deseja imediata recuperação a Jair Bolsonaro

Há mais de 20 dias, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) foi transformado em um zumbi pelo centrão e pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que, até agora, não teve a hombridade de defender publicamente seu líder na Câmara.

Bolsonaro deixou Barros fritando na CPI da Pandemia, após declaração do deputado Luis Miranda (DEM-DF), que disse à comissão de investigação no Senado que o nome do parlamentar paranaense havia sido dito pelo presidente da República.

Mesmo na frigideira há três semanas, o líder Ricardo Barros desejou melhoras ao chefe.

Leia também

“Desejo ao presidente Bolsonaro imediata recuperação. O Brasil precisa desse líder que está quebrando paradigmas e fazendo as coisas acontecerem para o bem”, disse, possivelmente com os dedos cruzados.

O presidente Jair Bolsonaro está internado em São Paulo, onde foi intubado nesta quarta-feira (14/7).

O mandatário sentiu fortes dores no abdômen, na madrugada de hoje, foi ao Hospital das Forças Armadas em Brasília, mas, em virtude da piora de seu estado clínico, foi transferido para o Hospital Nova Star em SP.