Requião Filho: Eu não gosto de política, diz o omisso

A falta que a Assembleia não faz, por Requião Filho

Por Requião Filho*

Um recesso em meio a um trabalho que só chancela o que o Governador faz ou diz, faz alguma diferença pra você?

Desde que assumi meu primeiro mandato como deputado estadual, tenho observado alguns movimentos comuns no trabalho parlamentar. Enquanto alguns poucos deputados se desdobram para criar novas propostas de lei ou para ir a fundo na fiscalização das ações do Executivo, percebo que muita gente tá circulando por aqui somente para fazer acordos ou dizer “sim” em tudo o que vem do Governo, sem questionar.

Nesses últimos anos, tenho percebido que a Assembleia vem votando cada vez mais a sua diminuição na fiscalização das decisões do Estado. Pode vir o projeto com os erros mais absurdos, que poucos irão contestar… vão dizer “sim”, simplesmente por um acordo com a base governista. Mas esse esvaziamento do debate tem sido prejudicial ao Paraná e quem paga a conta mais cara de luz, de água, são os paranaenses, que fortalecem o discurso de que “político é tudo igual”.

Não, não somos todos iguais! Tenho sido defensor dos micro e pequenos empresários na Assembleia Legislativa, propondo projetos que diminuem os impostos e promovem a geração de empregos no Paraná. Na Segurança, denunciei os salários defasados dos policiais, a falta de estrutura, coletes vencidos e a escassez de viaturas. Assim como na Educação, não medi esforços para denunciar os desaforos com nossos educadores e com nossos alunos, que passaram a ter aulas online de forma que ninguém sequer consegue mensurar a qualidade do que assistem ou se estão seguros com alguma medida de proteção de dados.

Leia também

Tenho defendido um ensino público de qualidade, mais valorização das nossas universidades públicas, levantado a bandeira dos direitos dos educadores e muito mais. Fiz diversas denúncias em defesa de um governo transparente, para que você tivesse o conhecimento sobre os escândalos de corrupção no Paraná. Apoiei os educadores na luta por melhores salários, condições dignas de trabalho e o pagamento integral de seus direitos. Realizei diversas audiências públicas para prestar esclarecimentos a população, sobre diversos temas, de impostos aos aumentos abusivos nas taxas de água e luz dos paranaenses.

Mas em compensação, muito parlamentar sumiu do debate. Oras, não são eles que se gabam de compliance, de que só as privatizações salvam e de que precisam tornar a administração pública mais parecida com a administração privada? Esquecem, porém, que numa empresa funcionário tem que tomar cuidado pra não se fazer ausente demais. Afinal, seus chefes podem notar que ele não faz tanta falta assim, e pode ser demitido por não fazer a diferença junto com a equipe da empresa. A Assembleia caminha nesse rumo. Com muito discurso vazio, muita intriga política, e nenhuma construção favorável na hora de analisar quem, de fato, o deputado foi eleito para fiscalizar.

O Paraná merece respeito, merece ser tratados com mais seriedade. Se depender de mim, seguiremos comprometidos em defesa do interesse público, contra a politicagem e a corrupção. Por menos impostos e mais empregos, educação de qualidade e respeito aos nossos professores. A favor da boa política e por aqueles que mais precisam.

*Requiao Filho, advogado, é deputado estadual pelo MDB do Paraná.