Haddad: “Moro decidiu receber sua parte no golpe em dinheiro”

O ex-prefeito Fernando Haddad (PT), de São Paulo, disse nesta terça-feira (1º) que o ex-ministro Sérgio Moro recebeu sua parte no golpe em dinheiro.

“Pelo que entendi, Moro decidiu receber sua parte no golpe em dinheiro”, escreveu no Twitter.

Haddad se referiu ao contrato do ex-juiz Moro com a consultoria estadunidense Alvarez & Marsal. O ex-magistrado da Lava Jato está de mudança para Washington, EUA, onde será diretor da empresa.

A consultoria Alvarez & Marsal tem como principais clientes as empreiteiras Odebrecht e OAS, que foram alvos da Lava Jato e das sentenças do ex-juiz Moro.

Sérgio Moro foi peça fundamental para dar o golpe no PT durante as eleições de 2018. Ele sentenciou o ex-presidente Lula, que liderava a disputa. Depois prendeu o petista. Com a vitória o presidente Jair Bolsonaro, o então juiz virou ministro da Justiça.

Agora, nesta semana, veio à tona que ele terá como clientes duas empreiteiras –Odebrecht e OAS– que sentenciou na Lava Jato.

“Moro ainda pode ser diretor do Instituto Lula”, ironizou o ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), sempre atento às estripulias do ex-juiz.

Sérgio Moro vai embora para os EUA, diz Globo

Gleisi sobre a “fuga” de Moro para os EUA: “Já vai tarde”

Adeus, querido: Moro pode deixar o Brasil para morar nos EUA

Lula diz que ‘não vai fugir para os EUA’ em referência a Moro