Seis mil subscreveram pedido de impeachment de Beto Richa

impeachment_profs_richa

O professor universitário, advogado e blogueiro Tarso Cabral Violin protocolou na tarde desta segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa do Paraná, o primeiro pedido de impeachment do governador Beto Richa (PSDB). A petição foi subscrita por mais de seis mil paranaenses cujas assinaturas foram coletadas pela internet.

Os cidadãos ainda podem subscrever a petição que foi enviada hoje à Assembleia clicando aqui.

O pedido de impedimento (leia abaixo a íntegra do documento) tem como foco central o massacre de professores e servidores públicos, no dia 29 de abril, durante votação na Assembleia do confisco da poupança previdenciária. 

Tarso responsabiliza diretamente o governador tucano pelo ferimento de mais de 200 pessoas no Centro Cívico.

O processo de impeachment depende de anuência do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), que tem a prerrogativa de acatá-lo ou não. Caso opte pela tramitação serão necessários dois terços de  votos dos 54 deputados.

Se o parlamento acatar o impedimento, quem assume o cargo é a vice-governadora Cida Borghetti (PROS).

Leia a íntegra da petição do impeachment de Richa:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/05/peticao_impeachment_betoricha.pdf

Comentários encerrados.