21 de Maio de 2018
por esmael
Comente agora

Gleisi Hoffmann: O submundo das delações premiadas          

A senadora Gleisi Hoffmann, presidenta nacional do PT, detalha o submundo das delações premiadas na lava jato e destaca o papel do advogado Figueiredo Basto no “concerto de delações” com o objetivo, segundo ela, de atingir adversários políticos do PSDB e em troca de propina. Acusado por delatores premiados, Figueiredo Basto agora diz que a palavra de delatores não deve ser considerada. “Seria a piada pronta, mas é o trágico retrato de um sistema judicial envenenado e partidarizado”, escreve. Leia mais

25 de Março de 2018
por esmael
Comentários desativados em Em nota, Dilma Rousseff chama cineasta José Padilha de assassino de reputações

Em nota, Dilma Rousseff chama cineasta José Padilha de assassino de reputações

A presidenta eleita Dilma Rousseff denunciou em nota de esclarecimento, neste domingo, o que ela considera um mecanismo de o cineasta José Padilha assassinar reputações. Segundo a presidenta, a série “O Mecanismo”, na Netflix, é mentirosa e dissimulada. Confira a nota. Leia mais

16 de Fevereiro de 2018
por esmael
2 Comentários

Delator tinha ‘cláusula de sucesso’ com compensação em dinheiro na lava jato; assista

O delator Alberto Youssef tinha ‘cláusula de sucesso’ na lava jato. A pérola foi descoberta hoje (16) pelo advogado Cristiano Zanin Martins, da defesa de Lula, durante interrogatório do doleiro. Abaixo, assista ao vídeo. Leia mais

24 de dezembro de 2017
por esmael
5 Comentários

Por que o “indulto” a Youssef não chocou?

O doleiro Aberto Youssef ganhou a liberdade no dia 17 de novembro do ano passado, depois de 2 anos e oito meses, apesar de condenado a 121 anos e 11 meses de prisão pelo juiz Sérgio Moro.

25 de novembro de 2016
por esmael
70 Comentários

Lula foi inocentado por todas as testemunhas na Lava Jato. Então, por que Moro persegue o ex-presidente?

youssef_lulaAté agora, nove testemunhas — incluindo o delator Alberto Youssef — inocentaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva das acusações imputadas pelo juiz Sérgio Moro.

3 de Março de 2016
por esmael
13 Comentários

Em nota, Delcídio diz que “IstoÉ” mente mas recorre a advogado especialista em delação premiada

Com Brasil 247

delcidio_amaral

O senador Delcídio Amaral (PT-MS) afirmou, em nota divulgada na tarde desta quinta-feira 3, que não confirma o conteúdo da reportagem da revista IstoÉ com denúncias que seriam de um acordo de delação firmado por ele no âmbito da Operação Lava Jato.

16 de outubro de 2015
por esmael
43 Comentários

Corrupção na Copel pagou mensalão de R$ 20 milhões para deputados no Paraná, diz doleiro do PSDB

alep_youssefMais de 20 deputados estaduais receberam R$ 20 milhões em mensalão pagos com dinheiro desviado do caso Copel/Olvepar, no final de 2002, no apagar das luzes do governo Jaime Lerner. A Assembleia Legislativa do Paraná tem 54 cadeiras.

A denúncia acima é do doleiro do PSDB, Alberto Youssef, delator na investigação do escândalo envolvendo o governo do Paraná. Ele prestou depoimento ontem ao Ministério Público Federal (MPF).

Segundo o relato do doleiro tucano, o dinheiro era repassado ao então deputado Durval Amaral, atual conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que fazia o repasse do mensalão à bancada governista.

30 de setembro de 2015
por esmael
24 Comentários

Beto Richa é citado em e-mails apreendidos da Lava Jato; tucano recebeu dinheiro maldito

O governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), recebeu R$ 580 mil para a campanha eleitoral de 2010 de empresas investigadas pela operação Lava Jato. As doações coincidem com e-mails apreendidos pela Polícia Federal na sede da construtora Odebrecht, em São Paulo, no mês de junho deste ano.

Segundo prestação de contas no Superior Tribunal Eleitoral (TSE), o tucano recebeu R$ 580 mil em doações de ao menos duas empresas que receberam e-mails da secretária de Marcelo Odebrecht, Darci Luz, a Bunge e a Gerdau.

Richa não é formalmente investigado pelo juiz Sérgio Moro, mas desde abril deste ano o Blog do Esmael vem relatando que a Lava Jato ronda o Palácio Iguaçu.

Em julho passado, o doleiro Aberto Youssef, principal delator preso pela operação Lava Jato, prestou depoimento à Procuradoria Geral da República (PGR) sobre esquema que teria irrigado a campanha de reeleição do governador Beto Richa.

As investigações do Ministério Público Federal fizeram “conexão” com a Operação Publicano, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), braço policial do Ministério Público do Paraná.

O fio da meada seria o repasse de R$ 2 milhões, por auditores fiscais da Receita Estadual, à campanha tucana por meio de caixa 2. O dinheiro teria origem na cobrança de propina no órgão fazendário.

9 de setembro de 2015
por esmael
4 Comentários

Saiba por que investigação de máfia do ICMS de SP pode “ricochetear” no governo do Paraná

youssef_mauro_richa

No dia 21 de agosto, o Blog do Esmael cravou que “Yousseff entrega esquema de corrupção na Receita de SP do tempo que Mauro Ricardo era secretário” ao referir-se a uma série de prisões de fiscais e ex-funcionários da Receita daquele estado, desbaratando o que eles chamaram de “máfia do ICMS”.

28 de agosto de 2015
por esmael
6 Comentários

Vem aí a “Operação Independência” da Lava Jato. Independência de quem?

PF_Youssef

A manutenção da homologação da delação de Alberto Youssef, o doleiro preferido do PSDB, pelo STF, terá desdobramentos nos próximos dias em nova operação da Lava Jato. Nos meios jurídicos e policiais se fala em “Operação Independência”, haja vista a proximidade com a Semana da Pátria.

25 de agosto de 2015
por esmael
21 Comentários

Youssef confirma em CPI que Aécio recebeu dinheiro de Furnas; assista

do Brasil 247

aecio_acareacao_youssef

O doleiro Alberto Youssef confirmou, nesta terça-feira (25), durante depoimento na CPI da Petrobras, que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu dinheiro de corrupção envolvendo Furnas, subsidiária da Eletrobras. “Eu confirmo (que Aécio recebeu dinheiro de corrupção) por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador dele”, disse o doleiro.

A declaração de Youssef foi resposta a pergunta do deputado federal Jorge Solla (PT-BA). Solla questionou se houve “dinheiro de Furnas para Aécio” e Youssef diz que confirmava versão passada anteriormente. Paulo Roberto Costa disse que não tem conhecimento do assunto.

Em seguida, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) defendeu que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) seja investigado por ter sido citado por Alberto Youssef. Pelo Twitter, o petista afirmou que os tucanos da CPI ficaram “perplexos”. “Alberto Youssef acaba de confirmar que Aécio recebeu $$ de  Furnas – Aqui na CPI da Petrobras silêncio total de tucanos perplexos”, postou.

Assista ao vídeo:

21 de agosto de 2015
por esmael
6 Comentários

Yousseff entrega esquema de corrupção na Receita de SP do tempo que Mauro Ricardo era secretário

alberto_youssef

O Ministério Público de São Paulo iniciou no final do mês de julho uma série de prisões de fiscais e ex-funcionários da Receita daquele estado, desbaratando o que eles chamaram de “máfia do ICMS”. A operação foi montada com base na delação do doleiro Alberto Youssef, da Lava Jato, e até agora dez pessoas já foram presas.

19 de agosto de 2015
por esmael
7 Comentários

Luiz Inácio Lula da Silva processa Globo por “mentiras sobre triplex”

do Brasil 247

O ex-presidente Lula foi à Justiça contra o jornal O Globo para pedir reparação por danos morais em razão de reportagens publicadas pelo jornal que apontam que ele seria dono de um triplex no Guarujá, litoral de São Paulo, e que o apartamento estaria ligado de alguma forma ao doleiro Alberto Youssef, investigado na Lava Jato.

Em nota, o Instituto Lula acusa a publicação da família Marinho de cometer “graves mentiras”, mesmo depois que a história havia sido esclarecida pela entidade. A nota ressalta a “gravidade das ilações e erros jornalísticos cometidos pelos jornalistas de O Globo” e afirma que o “mero registro burocrático” da publicação, justificando que a informação sobre o triplex teve como base declarações de vizinhos, “não compensa os danos morais causados pela veiculação de graves mentiras”.

Abaixo, a íntegra da nota:

NOTA À IMPRENSA
Lula entra com ação contra O Globo por conta de mentiras sobre triplex no Guarujá

São Paulo, 19 de agosto de 2015,

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou nesta terça-feira (18) com uma ação pedindo reparação por danos morais contra matéria publicada pelo jornal O Globo, intitulada “Dinheiro liga doleiro da Lava-Jato à obra de prédio de Lula”. O diário carioca publicou no dia 12 de agosto uma reportagem na qual afirma que o ex-presidente seria dono de um apartamento triplex no Edifício Solaris, no Guarujá (SP), e que o empreendimento estaria ligado de alguma forma ao doleiro Alberto Youssef.

Antes da publicação do artigo, o Instituto Lula esclareceu ao jornalista, que Marisa Letícia, esposa do ex-presidente, adquiriu a prestações, uma cota no empreendimento e que a família do ex-presidente não tem nenhum apartamento, quanto menos um tríplex. Não foi a primeira vez que isso foi esclarecido a este repórter e o jornal carioca optou por dar continuidade a mentira que vem repetindo desde dezembro do ano passado.

O autor da matéria insistiu na versão mentirosa, com amplo destaque tanto na versão impressa do jornal, quanto na internet. O Instituto Lula respondeu ao Globo em nota no dia 14 “Lula não tem apartamento no Guarujá. E se tivesse?”.

Em sua edição de sábado (15 de agosto), o jornal tentou justificar a atribuição da propriedade do imóvel pelo ex-presidente por informações passadas pela “vizinhança”, ou seja, fez um jornalismo baseado em fofocas de corredor de prédio.

A ação demonstra que a matéria teve claro caráter difamatório e o mero registro burocrático do outro lado não compensa os danos morais causados pela veiculação de graves mentiras. Que foram criadas relações que não existem entre uma cota de empreendimento adquirida a prestações pela família do ex-presidente e Alberto Youssef, criminoso reincidente.

Leia aqui a íntegra da ação. Recomendamos a leitura para a compreensão do caso e a percepção da gravidade das ilações e erros jornalísticos cometidos pelos j

24 de julho de 2015
por esmael
32 Comentários

Depoimento de Youssef empurra governo de Beto Richa para o abismo

youssef_richa

Conforme o Blog do Esmael e outros cronistas da política local e nacional já haviam adiantado, o depoimento do doleiro Alberto Youssef para a Procuradoria Geral da República, nesta quinta-feira (23), atingiu em cheio o governo Beto Richa (PSDB) ao destrinchar o modus operandi da corrupção estabelecida no Palácio Iguaçu, na Receita Estadual e nas secretarias de Administração e Educação.

14 de julho de 2015
por esmael
33 Comentários

‘Lava Jato pegou gato lustroso no Paraná’, informa senador Requião

requiao_twitterO senador Roberto Requião (PMDB), no Twitter, informa que a Operação Lava Jato pegou pelo rabo um gato lustroso no Paraná. Sem citar nome, o parlamentar peemedebista olha em direção ao Palácio Iguaçu, sede do governo do estado, no Centro Cívico. Leia mais

13 de julho de 2015
por esmael
36 Comentários

Vazamento de depoimento de Youssef causa pânico no governo Beto Richa

beto_richa

O Palácio Iguaçu está em polvorosa e o Centro Cívico tremeu nesta segunda-feira (13) com o vazamento de depoimento do doleiro Alberto Youssef, delator da Operação Lava Jato.

O que era apenas uma hipótese na semana passada agora é concreto: o delator entregou meio Palácio Iguaçu e integrantes do 1º escalão à Procuradoria Geral da República, na última quinta-feira, dia 9 de julho.

9 de julho de 2015
por esmael
29 Comentários

Lava Jato “arromba” porta do Palácio Iguaçu; tucano alvo é Beto Richa

Richa_Youssef_MoroEm abril passado o Blog do Esmael anotou que a operação Lava Jato havia batido na porta do Palácio Iguaçu, sede do executivo paranaense, ao citar reportagem do jornal Gazeta do Povo sobre o envolvimento de empresas do governo Beto Richa (PSDB) com o ex-deputado André Vargas (sem partido), preso há três meses. Leia mais

3 de julho de 2015
por esmael
36 Comentários

Escuta ilegal contra Youssef pode gerar nulidade na Lava Jato de Sérgio Moro

por Paulo Moreira Leite, via Brasil 247

Yossef_CPI_Moro

Denuncia de agente da Polícia Federal de Curitiba atinge pedra fundamental das investigações da Lava Jato: depoimentos iniciais de doleiro e Paulo Roberto Costa podem ter sido obtidos com auxílio de escuta ilegal

A CPI que apura a Operação Lava Jato ouviu um depoimento estarrecedor na tarde desta quinta-feira. Falando para os parlamentares reunidos numa sessão fechada, o agente da Polícia Federal Dalmey Fernando Werlang contou que: