PT, PCdoB e PV pedem ao TRE-PR apoio ao combate à violência política nas eleições de 2022

A Federação Brasil Esperança [PV, PCdoB e PV], seção Paraná, encaminhou um documento ao Tribunal Regional Eleitoral [TRE-PR] requerendo medidas de apoio ao combate à violência política nas eleições de 2022 no estado do Paraná.

Ainda sob o impacto do assassinato de Marcelo Arruda, dirigente do PT, a Federação foi ao desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura, presidente da corte eleitoral do estado, com o intuito de garantir a paz, a segurança de seus candidatos e militantes, além da plena liberdade do bom debate democrático entre os cidadãos.

Os dirigentes dos três partidos que falam pela Federação – Arilson Chiorato (PT), Elton Barz (PCdoB) e Raphael Rolim de Moura (PV) – sugeriram ao TRE-PR a criação de um canal de denúncia específico para o recebimento de notícias de ameaças ou atos de violência política no processo eleitoral por qualquer cidadão, bem como articulação da comunicação com as autoridades de segurança pública no estado..

A Federação Brasil Esperança ainda sugeriu a instituição de um Grupo de Trabalho de Combate à Violência Política pelo TRE-PR, a exemplo daquele criado pelo TSE.

Os partidos também pediram a criação de uma campanha informativa e de combate à violência política nas eleições de 2022, no estado do Paraná, pelos canais oficiais e redes sociais do tribunal.

Federação Brasil da Esperança no Paraná – PT, PCdoB e PV – se reuniu com o presidente do TRE-PR, Wellington Emanuel Coimbra de Moura.

Leia aqui a íntegra do documento.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.