Folha temia dólar a R$ 4 com vitória de Lula em 2018; moeda americana é negociada hoje a R$ 5,80

O dólar chegou a ser negociado na casa dos R$ 6 nesta sexta-feira (30), mas, por volta das 15h, a moeda americana começou a oscilar para baixo dos R$ 5,80.

Na eleição de 2018, o jornal Folha de S. Paulo tinha como argumento de lutar contra o ex-presidente Lula a suposta disparada do dólar. O jornalão paulistano temia o dólar a R$ 4 com a vitória do petista.

Por ironia da história, hoje o dólar bateu novamente à porta dos seis reais —repetindo maio último.

“Vitória de Lula em 2018 pode derrubar Bolsa e levar dólar a R$ 4, diz pesquisa”, gritava a manchete da folha e do UOL no dia 24 de novembro de 2017.

Mas não era só a Folha que especulava contra a candidatura de Lula, na época.

Pouco antes, em 2016, o site de extrema direita O Antagonista também previu a “dobra” do PIB se Dilma Rousseff saísse.

Se Dilma sair, PIB dobra”, era o conto do vigário há 4 anos. De lá pra cá, o leitor sabe, a economia degringolou, o PIB despencou, o desempregou aumentou e a fome voltou. Foi só desgraça.

Veja Lula tirando sarro da Folha

https://www.facebook.com/Lula/posts/2848383865230595

Leia mais sobre a economia do Brasil

Nunca antes na história deste país houve tantos desocupados, diz IBGE

Requião: ‘líder do PT no Senado e Paulo Guedes são da mesma escola de economia de Itajaí’

Efeito Bolsonaro: Preço da carne dispara e some do prato do brasileiro

Bolsonaro e Guedes começam a privatizar o SUS no meio da pandemia

Compartilhe agora