Bolsonaro exige explicações de Moro, que pode ser demitido

Publicado em 19 setembro, 2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) convocou o ministro da Justiça, Sérgio Moro, para explicar a ação da Polícia Federal na manhã de hoje contra seu líder no Senado. A reunião ocorre no Palácio da Alvorada.

Na manhã desta quinta-feira (15), agentes da PF fizeram busca e apreensões nos gabinetes do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Senado, e do deputado Fernando Bezerra Filho (DEM-PR), filho do primeiro. A ação policial também ocorreu em endereços dos congressistas em Pernambuco e na Paraíba.

LEIA TAMBÉM
Alvo da PF, líder de Bolsonaro no Senado coloca cargo à disposição

Cappelli explica a ação da Lava Jato, nesta quinta, no Congresso Nacional; entenda

Às vésperas da criação da CPI, Lava Jato faz busca e apreensão no Congresso Nacional

A ação da PF foi entendida nos meios políticos como uma reação da Lava Jato à possibilidade de o Congresso instalar a CPI da Vaza Jato, que tem como objetivo a investigação de procuradores da força-tarefa e do próprio ex-juiz Moro. Também seria uma demonstração de força do ministro da Justiça diante da corporação da PF e da Receita.

Não se sabe, ainda, se Moro sairá da residência oficial de Bolsonaro empregado. Há muito se especula que o ex-juiz está com a corda no pescoço.